Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O que dizem eles


«Um ladrão não deixa de ser ladrão por declamar poesia! Um ladrão não deixa de ser ladrão por ir ao Papa!... As nossas razões podem não chegar à UEFA, como não chegaram para a justiça portuguesa as escutas de café com leite, mas nós não vamos parar enquanto não limparmos o desporto português.»

-    Luís Filipe Vieira   -

Observação: A indignação expressa à conveniência da ocasião e em defesa de interesses próprios, ignorando outras injustiças apenas porque a "nossa" casa não foi atingida naquele momento ou, até, porque também nos beneficia, não é credível e não pode ser transformadora. É imprescendível ser coerente perante o «estado da nação» e ousar pensar, propor e tomar medidas em prol do todo, se o verdadeiro propósito é mesmo «limpar o desporto português». Parafraseando Charles-Louis de Secondat: «A injustiça que se faz a um, é a ameaça que se faz a todos.» Já é tempo de Luís Filipe Vieira e o Sport Lisboa e Benfica se aperceberem disto.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Rui Gomes 25.05.2012 20:29

    Agradeço que o SENHOR «troque isso em miúdos» para eu lhe poder responder. Por outras palavras o SENHOR que explique como é que o citou se relaciona com o contexto do post.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 26.05.2012 17:41

    Rui Gomes

    Meu caro,

    Acho que não lhe faltei ao respeito, nem ao seu presidente ou ao Sporting, tratando-o por 'tu' .

    Julgando ou não ser 'diferente', tem todo o direito de não se dar à confiança de tão vulgar tratamento.

    Afinal e como diz o ditado, " presunção e água benta, cada um toma a que quer".

    Agora quando 'pedir' a alguém para que o não faça, mesmo julgando dirigir-se a um lerdo que emrgiu do meio do povoléu, não lhe BERRE aos ouvidos, a palavra SENHOR.

    Deixe-me agora, através duma pequena história, dar-lhe a conhecer a diferença entre o popular tratamento por tu e o pelo tantas vezes afectado e desrespeitoso, tratamento por 'SENHOR'.
    Ou pior ainda...por você!


    "O Diretor Geral de um banco estava preocupado com um jovem e brilhante director que, depois de ter trabalhado durante algum tempo com ele, sem parar nem para almoçar, começou a ausentar-se ao meio-dia.
    Então o Director Geral do banco chamou um detective e disse-lhe:
    - Siga o Dr. Mendes durante uma semana, durante a hora do almoço.
    O detective, após cumprir o que lhe havia sido pedido, voltou e informou:
    - O Dr. Mendes sai normalmente ao meio-dia, pega no seu carro, vai a sua casa almoçar, faz amor com a sua mulher, fuma um dos seus excelentes cubanos e regressa ao trabalho.
    Responde o Director Geral:
    - Ah, bom, antes assim. Não há nada de mal nisso.
    O detective pergunta-lhe:
    - Desculpe. Posso tratá-lo por tu?
    - Sim, claro, respondeu o Director surpreendido!
    - Então vou repetir: o Dr. Mendes sai normalmente ao meio-dia, pega no teu carro, vai a tua casa almoçar, faz amor com a tua mulher, fuma um dos teus excelentes cubanos e regressa ao trabalho."
  • Imagem de perfil

    Rui Gomes 26.05.2012 18:02

    Uma dialogia muito longa, de facto. Não lhe pedi nem necessito de ser tratado por «senhor», mas também não me dou à presunção de tratar qualquer leitor por «tu» ou até por «você». Tenho amigos íntimos de décadas, que não trato desse modo. Em tudo isto, o mais importante era a explicação que lhe solicitei sobre a temática do post que acabou por não ser adiantada. O resto, são questões colaterais dispensáveis.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D