Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Cheira a qualquer coisa


Espero estar errado, mas cheira a qualquer coisa - um qualquer fruto menos são - e dá para suspeitar de que lado o vento provém. A aparente pouco amorosa relação entre Adrien Silva e o Sporting suscita interrogações. É jogador «leonino» com contrato até 30 de Junho de 2013 e tem vindo a jogar pela Académica, por empréstimo, desde Janeiro de 2011. Chegou ao Sporting em 2002, com 13 anos de idade, e após cinco anos na Academia foi chamado ao plantel principal em Julho de 2007. Até Junho de 2010, participou em 33 jogos mas sem nunca garantir o seu espaço na equipa. Por intermédio do seu empresário israelita, Pini Zahavi, foi então emprestado ao Maccabi Haifa de Telavive, onde acabou por permanecer somente seis meses por alegadas dificuldades de adaptação. Em Janeiro de 2011 foi cedido ao clube de Coimbra, para o balanço da época, mas apenas realizou seis jogos devido a uma grave lesão que exigiu intervenção cirúrgica. Dado o seu estado de recuperação e à necessidade de jogar com regularidade, foi novamente emprestado à Briosa durante esta época já finda.

Qualquer sombra de dúvida quanto à sua reintegração no Sporting deve-se a determinadas atitudes suas, culminando com a entrevista que deu na véspera da final da Taça de Portugal, em contravenção das instruções previamente emitidas pelo Sporting. Após a conquista da Taça no Jamor, o médio foi visto a celebrar efusivamente, algo que lhe terá valido adicional desagrado, tanto da parte de adeptos como dos responsáveis «leoninos». O jogador tem-se vindo a escudar no seu «profissionalismo» e quando confrontado com o estado das coisas, respondeu: «o Sporting viu-me jogar e agora tem que decidir».

Não tenho uma opinião completamente formada sobre esta situação, mas vejo o jogador excessivamente altivo perante a entidade patronal, por quem, em princípio, ele deveria sentir e demonstrar um certo afecto e expressar, sem quaisquer vacilações, o desejo veemente de a reintegrar. Esta sua «confiança» poderá muito bem provir do seu reconhecimento que a época de qualidade que realizou será factor determinante para convencer a SAD e Ricardo Sá Pinto que merece o seu espaço na equipa principal ou, então, deve-se a outros factores ainda não revelados. Considerando o leque de antecedentes, é prudente reservar algum cepticismo quanto ao futuro do jogador com o «leão» ao peito. Em última análise, muito indica que Adrien evoluiu desportivamente e que poderá ser uma mais-valia para o meio campo do Sporting, no entanto e para não criar falsas expectativas, certas considerações são críticas; em Alvalade sempre jogou como trinco/médio defensivo, enquanto que em Coimbra tem vindo a jogar quase como médio livre, com uma função mais ofensiva, numa equipa que se limitou a defender a época inteira, com uma medíocre produção de 0,9 golos por jogo. E, por fim, o nível competitivo, de pressão e de responsabilidade entre os dois clubes são incomparáveis. Como em muitos outros casos do género, a afirmação de um qualquer jogador nunca oferece garantias, mesmo quando já é produto da casa.

Nota (24/5/12): «As boas exibicões pela Académica despertaram a cobiça de vários emblemas europeus. No entanto, sabe o CM, também o FC Porto segue com atenção a situação contratual do jogador». Que surpresa!!!... e considerando ainda que o seu agente, Pini Zahavi, foi o mesmo que negociou a ida do Moutinho para o Norte.   

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Rui Gomes 23.05.2012

    Caro Francisco,

    Na tentativa de responders às suas dialogias:

    1. Este é apenas o segundo post sobre o Adrien, e o
    primeiro até foi muito breve;
    2. No meu post, não existe qualquer sentimento de
    indignação para com o jogador. Simplesmente o
    relato dos factos conhecidos;
    3. Não há comparação alguma entre a pressão a
    jogar num dos grandes e os da parte de baixo da
    tabela, despromoção ou não;
    4. O Sporting poderá ter que fazer uma decisão
    muito em breve, uma vez que chegando a Janeiro
    ele ficará em posição para negociar com qualquer
    clube;
    5. Não critiquei os seus festejos no fim da final, mas
    o mesmo não posso dizer da entrevista que ele
    deu na véspera do jogo, contra as ordens do
    Sporting. À parte dessas ordens, ele deveria ter
    tido o bom senso de recusar. O que é que a
    Académica is fazer ?...Não o jogar na final, um
    dos seus melhores jogadores ?
    6. O caso de João Pereira é outra conversa.

    Espero que o Adrien fique e que prove que está à
    altura de contribuir no Sporting. Esse é o meu desejo. Mas que é possível que haja qualquer outra
    intenção ainda por se manifestar publicamente, disso
    não tenho dúvidas.

    SL
  • Sem imagem de perfil

    Francisco 23.05.2012

    Caro Pedro,

    Agradeço a sua resposta.
    Obviamente que a minha nota (quanto aos posts dedicados ao tema, e à indignação gerada) resulta daquilo que vou lendo e acompanhando na blogoesfera (e não especificamente deste blogue ou do Pedro), em que os sportinguistas se vão detendo quase exclusivamente neste assunto. Creio que a chamada de atenção à direção está dada, e agora é esperar para ver se atuam em conformidade.
    Relativamente à pressão, eu sei e concordo que a pressão e responsabilidade no Sporting é diferente da Académica. Só quis notar que estando o Adrien ou o Cedric na última jornada, ainda por cima fora de casa, em risco de descerem, tal contexto terá certamente contribuído para que ambos crescessem na gestão das emoções e assim regressem a Alvalade melhor preparados.

    SL
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D