Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A triste final da Taça de Portugal

É um momento doloroso, para mim, para todos os sportinguistas. Queríamos esta Taça de Portugal, não conseguimos. O Sporting não esteve ao nível que nos habituou em tempos mais recentes, faltou dinâmica, faltou maior agressividade na disputa da bola a meio campo e a criatividade do mesmo e, nos momentos cruciais, faltou a indispensável finalização. Um golo teria desmantelado os «estudantes», não surgiu, demérito do Sporting. A Académica está de parabéns, não tanto pela qualidade da sua exibição, mas pelo facto de ter conseguido tirar proveito máximo de um golo marcado aos três minutos, perante um adversário com valores acentuadamente superiores. Não gostei do trabalho de Paulo Baptista e dos seus auxiliares mas não foi por aí que o Sporting saiu derrotado. É o fim de uma época com alguns altos e muitos mais baixos, com imensa controvérsia à mistura, e compete agora à SAD «leonina» levar a cabo uma revisão minuciosa do trabalho efectuado e tirar as respectivas ilações para a definição do plantel que pretende para a próxima temporada.

Uma palavra final para Anderson Polga. Nunca foi um dos meus favoritos, mas sempre respeitei o seu profissionalismo ao longo dos nove anos que envergou a camisola verde-e-branco. Se existiam dúvidas, é a opinião deste observador que este foi o seu último jogo no Sporting. Por muito do bom que fez, acabou por estar novamente num lance que resultou num golo, pese a infelicidade, como esteve com alguma frequência ao longo do tempo. Agora há que montar a barricada face à expectável avalanche ruídosa dos usuais detractores. 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Rui Gomes 22.05.2012

    Vou fazer o meu melhor para lhe responder sem sarcasmo e ironias, pese a dificuldade. Cada um é como é, e eu nunca me sentiria tentado a visitar im bogue benfiquista escassos minutos após um qualquer desaire para GOZAR com os autores e, ainda por cima fora de contexto. Na minha «casa» digo o que quero e só lê quem quiser. Não obstante tudo isto, não tenho qualquer problema que venha um leitor logo após um jogo que não correu bem, debater os quês e porquês desse jogo, algo que é significativamente diferente de surgir alguém apenas a querer satisfazer a «clubite aguda». As discussões prévias referem-se a isso, nada mais. Quanto à nossa confiança, é evidente que a sentíamos, face ao adversário. Essa seria em grau inferior se pela frente tivesse uma equipa poderosa, que não é ocaso da Académica. Venceu, parabéns, e agora vai estar outros 73 anos para vencer outra. O desporto é assim. E, por fim, esse seu «cheiro» tem tanto de lógica como ir a pé à lua. Não era um «cheiro», era um desejo ardente seu e, para sua eterna felicidade, concretizou-se. Fico feliz por se satisfazer com questões desta natureza. Já agora, vão-se reforçar bem para conquistar outra Taça Lucilio Baptista ?...Espero bem que sim, já que é uma tradição muito especial vossa. Saudações.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D