Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A triste final da Taça de Portugal

É um momento doloroso, para mim, para todos os sportinguistas. Queríamos esta Taça de Portugal, não conseguimos. O Sporting não esteve ao nível que nos habituou em tempos mais recentes, faltou dinâmica, faltou maior agressividade na disputa da bola a meio campo e a criatividade do mesmo e, nos momentos cruciais, faltou a indispensável finalização. Um golo teria desmantelado os «estudantes», não surgiu, demérito do Sporting. A Académica está de parabéns, não tanto pela qualidade da sua exibição, mas pelo facto de ter conseguido tirar proveito máximo de um golo marcado aos três minutos, perante um adversário com valores acentuadamente superiores. Não gostei do trabalho de Paulo Baptista e dos seus auxiliares mas não foi por aí que o Sporting saiu derrotado. É o fim de uma época com alguns altos e muitos mais baixos, com imensa controvérsia à mistura, e compete agora à SAD «leonina» levar a cabo uma revisão minuciosa do trabalho efectuado e tirar as respectivas ilações para a definição do plantel que pretende para a próxima temporada.

Uma palavra final para Anderson Polga. Nunca foi um dos meus favoritos, mas sempre respeitei o seu profissionalismo ao longo dos nove anos que envergou a camisola verde-e-branco. Se existiam dúvidas, é a opinião deste observador que este foi o seu último jogo no Sporting. Por muito do bom que fez, acabou por estar novamente num lance que resultou num golo, pese a infelicidade, como esteve com alguma frequência ao longo do tempo. Agora há que montar a barricada face à expectável avalanche ruídosa dos usuais detractores. 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Rui Gomes 20.05.2012

    Permita-me discordar, parcialmente, Pedro. A maior suspeita que eu tenho já há algum tempo de «investimento desperdiçado» é o Elias, que após os primeiros três ou quatro jogos, tem sido uma desilusão, para mim. Não consigo compreender a ausência de agressividade neste jogo. Aquele primeiro golo foi um balde de água fria mas deveríamos ter recuperado. Como já disse, um golo desmantelaria a Académica mas entre sorte, mérito e demérito não surgiu e isso só fortaleceu a confiança do adversário. Quanto a Adrien Silva, digo o seguinte: aparenta ter evoluído bastante mas mantenho algumas reservas sobre a sua atitude, já há bastante tempo. Por motivos que desconheço, sinto muita animosidade da parte dele, através de diversos incidentes. O mais recente, ele nunca deveria ter permitido que a Académica o usasse para aquela entrevista há dois ou três dias. As consequências de negar eram nulas. Eles precisavam dele e agora regressa a Alvalade. Consentiu porque lhe agradou a ideia e não sei se será bem recebido em «casa». Eu, como dirigente, teria uma conversa muito séria com ele, antes de tomar qualquer decisão. Para quem tem observado esta vertente do Adrien, isto não é nada de novo. Além de tudo mais e como nós bem sabemos, jogar em Coimbra sem qualquer pressão, é muito diferente de jogar em Alvalade. Esperamos que eu esteja errado quanto a Adrien, no entanto, gosto imenso da atitude de Cédric.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D