Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

O dia seguinte

Perdermos hoje em Bérgamo a corrida pelo 1.º lugar no grupo da Liga Europa e assegurámos o 2.º lugar, o que desde logo traz vantagens e inconvenientes. Por um lado podemos descansar titulares na semana do clássico, mas vamos depender do sorteio para saber com quem iremos jogar no início do ano, sendo que não iremos defrontar nenhum dos rivais para a Liga nessa altura, e o Sp.Braga receberemos em Alvalade.

Não me recordo de num jogo fora das competições europeias contra um clube médio/grande duma grande Liga como a italiana termos sete ocasiões claras de golo contra duas do adversário. Conseguimos deixar de ganhar o jogo só mesmo por muita falta de inspiração e de sorte também. As duas coisas que faltaram ao melhor marcador da Liga no ano do título e que não queria acreditar no que estava a acontecer.

 

Esta Atalanta não é pera-doce para ninguém. Tem um modelo de jogo completamente "fora da caixa" no futebol actual, baseado na marcação em presssing homem a homem e no desequilíbrio ofensivo via homem livre vindo de trás, e contou com um árbitro inglês de critério bem largo ao seu gosto. Claro que entrando em pressing total a todo o campo haverá um momento em que as energias acabam, primeiro dum, depois doutro, e a equipa falha o pressing, perde o fulgor, perde o tempo de entrada aos lances, os amarelos vão surgindo e a equipa cada vez mais fica acantonada perto da sua área à procura dum contragolpe rápido e certeiro.

Com uma defesa sem Coates, com mais pedalada mas menos controlo, o Sporting nem sempre soube contrariar esse modelo de jogo na 1.ª parte, muito por culpa dum Trincão sem tempo nem espaço para receber, rodar e acelerar. Esgaio também foi de pouca ajuda, para além de um pontapé disparatado na sequência dum canto programado. As perdas de bola nas transições ofensivas do Sporting rapidamente eram transformadas em desmarcações para golo dum perigoso Scamacca (não foi falado há anos do interesse do Sporting nele?). Que marcou um grande golo mesmo contando com a colaboração de Adán. Mesmo assim o Sporting teve duas grandes oportunidades para levar o jogo empatado para intervalo. 

 

Na 2.ª parte Rúben Amorim corrigiu o que estava à vista de todos. Entraram como tinham entrado em Alvalade Edwards e Catamo, e, com a excepção de mais um passe falhado e uma desmarcação do mesmo Scamacca que falhou um golo certo, só deu Sporting. Edwards falhou um, marcou outro, Pedro Gonçalves falhou mais três lances de golo feito, incluindo um remate que foi aos dois postes. Dizer o quê ? O Messi falhou muitos também.

Melhor em campo? Edwards, grande entrada em campo dum jogador que se transcende nestes palcos. St. Juste provou mais uma vez que é um óptimo defesa central, e o seu processo de recuperação física está para já a resultar. Vai calar a boca a muito boa gente.

Arbitragem? Critério largo, deixar jogar, reprimir as faltas de respeito e as palhaçadas, podia dar aulas aos Soares Dias, Joões Pinheiros e Duarte Gomes.

E agora? Gil Vicente na segunda-feira.

SL

Tornar tudo mais difícil

Quatro grandes oportunidades desperdiçadas pelo Sporting na segunda parte, há pouco, em Bérgamo. Três delas escandalosas, por responsabilidade de um Pedro Gonçalves irreconhecível. Incapacidade total na finalização.

Vimos de lá com um empate (1-1) quando podíamos ter vencido até por mais de um golo de diferença. O que nos deixaria em primeiro lugar no nosso grupo, quase com presença garantida desde já nos oitavos-de-final da Liga Europa.

Temos esta mania de tornar tudo mais difícil.

Coitadinhos, foi a arbitragem

Screenshot_2023-11-30-06-58-24-333-edit_com.androi

O Benfica sofreu ontem três golos por culpa da arbitragem.

A arbitragem não ajudou.

Quando a arbitragem não ajuda, o Benfica, perde ou empata.

Ontem, na Luz, esperavam um árbitro da Lapónia (o Pai Natal) afinal apareceu um árbitro da Letónia, rigoroso e justo, cometeu um erro ao expulsar António Silva, erro esse que não teve influência no resultado, o resultado estava feito.

Recuemos ao dia 1 de Outubro de 2020, o mundo estava mergulhado numa pandemia, vários jogadores do Sporting e o próprio treinador apresentavam-se debilitados, eram essas as circunstâncias.

Aos 14' o Lask marca num lance muito semelhante ao golo do Benfica no último dérbi, bola no primeiro poste, um desvio manhoso e golo.

Aos 42' uma jogada a régua e esquadro do Sporting, Pedro Porro para Nuno Santos, cruzamento para a área e Tiago Tomás a fazer a bola beijar o véu da noiva.

Vamos para o intervalo com o jogo empatado mas com o Sporting com vantagem nos cartões amarelos; 2-1.

Aos 58' começa o "espectáculo" do senhor Aleksei Bulbakov, não vê uma falta clara de Holland sobre Tiago Tomás no lance que precede o "segundo golo" do Lask. Três minutos depois Nuno Santos é ceifado dentro da área, cacetada de Trauner que podia ter partido a perna ao ex-Rio Ave mas o bielorrusso do apito mandou seguir.

Aos 61' se o "penalty" fosse convertido e o golo ilegal dos austríacos não tivesse sido assinalado, estaríamos a vencer 2-1.

Aos 63' um lance como o que levou à expulsão de Silva, ontem, Coates corta primeiro a bola, o laskense faz-se tropeçar no pé do uruguaio, livre e expulsão do nosso capitão.

Desse livre resultou o 3-1, o senhor Bulbakov tinha acabado de eliminar o Sporting, a jogar contra dez, os austríacos ainda marcaram mais um golo.

Alguém do Sporting falou da arbitragem desse jogo?

O que escreveu a comunicação social?

"Fora da Europa após serem goleados e humilhados em casa"

Quando é com o Benfica são meiguinhos, os encarnados em três jogos em casa venceram zero, estão, praticamente, fora da Europa mas os jornais não lhes apontam o dedo e ainda esperam por um milagre.

"O universo leonino, preocupado, em alerta: será que se avizinha outra época para esquecer?" Nuno Raposo in A Bola, 2020.10.02, pág. 3

Todos os sportinguistas sabem o que aconteceu nessa época.

Espero que esta, 2023/2024, seja igual ou melhor, para isso temos de nos ir aos italianos como tarzões, força leões.

bola.jpeg

Nós, há dez anos

 

Eu: «Acredita em mim: ainda vamos sentir muita falta da experiência do Schaars. E já nem me apetece falar do Labyad, que está a pagar o preço da sua irreverência.

- Está mas é a pagar o preço da sua irrelevância. O que trouxe ele ao Sporting?

- Com um treinador competente como o professor Jesualdo Ferreira logo verias se o Labyad não renderia. Esse foi o maior disparate do Bruno: ter trocado de treinador. Nenhum clube troca de treinador quando está bem servido.

- Mas o Braga, com o Jesualdo, andou a perder durante cinco jornadas consecutivas e teve o pior arranque de campeonato do século! O Braga está já oito pontos atrás do Sporting...

- Que interessa isso? O Jesualdo tem estrela de campeão. Aliás já foi campeão.

- Foi campeão no Porto. No Sporting não evitou que a equipa tivesse ficado em sétimo lugar, a pior classificação de sempre, e faltasse pela segunda vez na sua história às competições europeias.

- A culpa não foi dele. Na época passada tivemos azar: houve muitas bolas a bater no poste.

- O nosso azar foi as bolas nem sequer chegarem perto do poste, quanto mais entrarem... Mas porque não gostas tu do Leonardo Jardim?

- Falta-lhe qualquer coisa de relevante no currículo.

- O quê?

- Ter cheirado o balneário do FC Porto. Sem esse marco no currículo, para mim, nenhum treinador serve.»

A voz do leitor

«Não vou discutir responsabilidades, mas apenas verificar que esta derrota [2-1 na Luz contra o Benfica] não foi para o Sporting Clube de Portugal apenas a perda de três pontos foi, ao invés, uma injecção anímica para o adversário. Vamos ver o que cada equipa vai fazer com este resultado.»

 

Rui Alexandre, neste meu texto

Quando se pensava que já tinha ouvido tudo dos Letais

Dum tal Dias Tristes na Tasca do 7%:

"Benditas as Bofetadas dadas ao Videográfico do Sporting CP que andava a filmar os “criminosos” da JUVELEO." ... "Se é funcionário do Clube, é absolutamente correligionário deste grupo de assalto que tomou conta dos destinos do clube! A limpeza na Administração do clube já foi feita à muito tempo! Quem tinham ligações e tinha passado com as direções anteriores, a estas ultimas foi mandado para casa e afastado do clube! Certo? … por isso caro amigo é a vida!"

Depois do achincalhamento permanente a treinador e jogador, dos vómitos quando o Sporting ganha como aconteceu ainda agora na jornada da Taça, passaram a advogar através dum histórico na tasca a agressão física a funcionários do Sporting.

Que tem o dono da tasca ou o chefe Nuno Sousa candidato a presidente a dizer sobre isto?

Nada. Obviamente.

Faz parte.

SL

Tiveram de meter a viola no saco

descarregar.jpg

 

Lembro-me do tempo - foi apenas há poucos meses - em que apareciam por aqui uns idiotas a insistir na contratação do Navarro, do Gil Vicente. Seria, esse sim, aquele craque de que o Sporting tanto necessitava para marcar golos e virar resultados. O rapaz acabou por rumar ao Porto, onde aquece com garbo o banco de suplentes.

Lembro-me do tempo - foi há menos meses ainda - em que outros idiotas, ou talvez os mesmos, apareciam aqui a rasgar Gyökeres, internacional sueco recém-contratado pelo Sporting, dizendo que "o Varandas" estava a torrar dinheiro, sem capacidade de gestão, sem a menor capacidade de identificar avançados realmente com qualidade.

Os tais idiotas chegaram ao ponto de comparar desfavoravelmente o Sporting com o Benfica, que acabara de contratar o Arthur Cabral, desembarcado na Luz com rótulo de goleador.

 

Decorrido cerca de um terço da época futebolística, que números temos? Estes:

Gyökeres (SCP) - Minutos jogados: 1149; Golos marcados: 13.

Navarro (FCP) - Minutos jogados: 271; Golos marcados: 1.

Arthur Cabral (SLB) - Minutos jogados: 590; Golos marcados: 2.

 

Forçados pelos factos, esses tais lá tiveram de meter a viola no saco.

Há motivos acrescidos para concluir que fizeram jus à fama. Não restam dúvidas: são mesmo idiotas.

Nós, há dez anos

 

Francisco Melo: «Com menos de 1 ano de dirigismo, Bruno de Carvalho arrecada o Prémio Stromp 2013 da categoria. Apesar do excelente começo de mandato do Presidente do Sporting, com a diferença do dia para a noite face aos seus últimos antecessores, parece-me prematura a atribuição deste prémio. Não porque duvide da competência de Bruno de Carvalho para as funções, mas porque considero que deveria haver um critério especialmente exigente na atribuição deste prémio (e de todos os outros). Por exemplo, 1 ano completo de dirigismo. Atribuir-se o Prémio Stromp de dirigente do ano a quem tem poucos meses dessas funções - agora com Bruno de Carvalho, no passado com Godinho Lopes - está nos antípodas da cultura de exigência (tal como a entendo) que se pretende para o Clube.»

A voz do leitor

«O que mais me preocupa é o lado anímico e mental da nossa equipa, pela amostra do nosso treinador - segundo ele, a sua pior derrota como treinador, vamos ver as consequências, porque aqueles três minutos fatídicos deram alma ao alemão, e ao Benfica. Em contraste, foi arrasador para todos nós.»

 

Carlos Falcão, neste texto do Luís Lisboa

2023/2024: marcadores dos nossos golos

image.jpg

 

Gyökeres 13 (Vizela, Vizela, Moreirense, Sturm Graz, Farense, Farense, Atalanta, Arouca, Farense, Farense, Farense, Benfica, Dumiense)

Paulinho 9 (Vizela, Casa Pia, Casa Pia, Famalicão, Rio Ave, Estrela Amadora, Dumiense, Dumiense, Dumiense)

Pedro Gonçalves 5 (Braga, Farense, Boavista, Raków, Raków)

Edwards 3 (Rio Ave, Olivais e Moscavide, Estrela Amadora)

Diomande 2 (Moreirense, Sturm Graz)

Geny 2 (Olivais e Moscavide, Boavista)

Daniel Bragança 2 (Olivais e Moscavide, Estrela Amadora)

Coates 2 (Raków, Dumiense)

Nuno Santos 2 (Farense, Dumiense)

Morten 1 (Moreirense)

Morita 1 (Arouca)

Neto 1 (Dumiense)

Trincão 1 (Dumiense)

O menor dos 3 grandes?

Ainda há pouco, na entrada da gala "Rugidos de Leão", o nosso presidente deixou claro que o tempo do Sporting ser o clube menor dos 3 grandes em Portugal está por um fio.

E é mesmo um fio entrançado feito de vários. Um financeiro claramente demonstrável pelos R&C. Outro desportivo traduzido nos resultados do futebol e nas modalidades. Outro formativo com base nas academias próprias e parcerias de formação. Outro, o das infraestruturas e das arenas desportivas. Outro nos contratos televisivos. Outro ainda, que convém não esquecer, em termos éticos e de reputação desportiva.

 

Senão vejamos:

1. Financeiramente, apresentamos R&C positivos no clube e na SAD onde reforçámos a participação accionista. Enquanto isso o buraco financeiro do FC Porto está à vista de todos e vem aí a Dona Branca. Quem vier atrás que feche a porta.

1. Sporting: + 25,2 M€

2. Benfica : + 4,2 M€

3. FC Porto: - 47,6M€

 

2. Desportivamente, neste momento e olhando para as posições nas classificações nos respectivos campeonatos de cada um dos chamados "3 grandes", considerando a mesma classificação para os mesmos pontos, temos:

No futebol, Benfica 1º, Sporting 2º (mp), FC Porto 3º (Derrota por 1-2 no dérbi da Luz)

No futebol feminino, Benfica 1º, Sporting 2º, FC Porto não tem (Vitória por 3-1 no dérbi do Seixal)

No hóquei em patins, Sporting 1º, FC Porto 3º, Benfica 4º (Vitória no dérbi de Alvalade por 3-2, derrota no Dragão por 3-5)

No andebol Sporting 1º, FC Porto 2º, Benfica 3º (Vitórias fora  contra os dois rivais)

No voleibol, Benfica 1º, Sporting 2º, FC Porto não tem (Derrota por 0-3 no dérbi do João Rocha)

No voleibol feminino, FC Porto 1º, Sporting 3º, Benfica 4º (Derrota com o FC Porto por 0-3, vitória no dérbi de Alvalade por 3-2)

No futsal, Sporting 1º, Benfica 3º, FC Porto não tem (Vitória por 4-1 no dérbi do pavilhão Luz)

No basquetebol, Sporting 1º, Benfica 2º, FC Porto 6º (Vitória por 91-88 no dérbi de sábado)

 

Portanto, neste momento e numa perspectiva global:

1. Sporting

2. Benfica

3. FCPorto

 

3. Além dos resultados, podemos falar do valor do plantel do futebol de cada um dos 3 grandes conforme o TM:

1. Benfica - 359,6 M€

2. FC Porto - 289,0 M€

3. Sporting - 280,3M€

 

4. Em termos de formação temos uma Academia de Alcochete (que se prolonga no pólo EUL) reestruturada a todos os níveis, e uma extensão do conceito às diferentes modalidades numa óptica transversal. Penso que estaremos quase ao nível do Benfica, recuperando do atraso de vários anos de incúria, enquanto no FC Porto Pinto da Costa, que em 40 anos se esteve a marimbar para o conceito, promete agora que vai pensar no assunto antes de lhe dar uma coisa má. 

Ou seja,

1. Benfica

2. Sporting

3. FC Porto

 

5. Em termos de infraestruturas e arenas desportivas, aqui claramente o Sporting está numa posição de inferioridade face ao rival de Lisboa, não por Alcochete e pelo magnífico pavilhão mas pelo estádio e zona envolvente que muito deixam a desejar, e que não sei como poderão melhorar. O FC Porto vive de protocolos manhosos com a câmara de Vila Nova de Gaia que lhe permitem treinar e jogar a custos simbólicos. Pagamos todos nós.

1. Benfica

2. Sporting

3. FC Porto

 

6. Em termos de contratos televisivos, o Benfica tem TV própria, o Sporting um bom contrato com a NOS, e o FC Porto um contrato manhoso com uma Altice cujos responsáveis foram apanhados pela Justiça e afastados da empresa. Mais um do tipo W52, tudo preso ou quase. Se calhar estão à espera da "bóia de salvação" da centralização dos direitos televisivos patrocinada por um poder político infiltrado por pessoal de confiança, uns até com assento num tal Conselho Superior. O Sporting só tem de ser contra: que seja a massa de sócios e adeptos de cada um a ditar as leis.

Ou seja,

1. Benfica

2. Sporting

3. FCPorto

 

6. Em termos éticos e de reputação desportiva, nem vale a pena argumentar. Luis Filipe Vieira deixou no Benfica uma série de processos judiciais que envergonham qualquer clube, Pinto da Costa são 40 anos de métodos mafiosos, conhecidos e documentados em Portugal e fora dele, como pode testemunhar Sir. Ferguson. 

Ou seja,

1. Sporting

2. Benfica

3. FC Porto

 

Poderão dizer que não, que existe um património "intangível" dos outros dois, na influência nos poderes federativos, arbitrais, até mesmo políticos, autárquicos, judiciais, policiais, que remete fatalmente o Sporting para a figura de parente pobre, sempre a lamentar-se das injustiças causadas pelas canalhices dos outros.

Depois disso tudo, e independentemente de tudo o resto, Sporting e Benfica têm lideranças jovens já com alguma experiência, enquanto o FC Porto vive refém da saúde dum idoso rodeado duma feroz guarda-pretoriana sem vontade de largar a cadeira do poder. As próximas eleições prometem ser escaldantes: desta vez encontrou um adversário que vai a jogo sem medo de aparecer a boiar nas águas do Douro ou noutro sítio qualquer (desgraçado do zelador que ficou sem automóvel, carteira e telemóvel, e ainda teve de ir ao hospital; será que foram os mesmos que atacaram Varandas?) e o resultado pode ser uma vitória de Pirro a deixar um clube fracturado e à beira do desastre. 

 

Então se nestes seis critérios o Sporting não parece ser de forma nenhuma neste momento o menor dos 3 grandes, ainda menos parece que daqui a uns tempos o seja. 

O caminho é longo, as dificuldades estão lá, mas estamos no rumo certo.  As hienas chiam e os leões passam.

SL

Lá por cima, em todas as frentes

lion.jpg

 

Lideramos no andebol. Com mais três pontos do que o FC Porto e já com o Benfica oito pontos mais abaixo.

Lideramos no futsal. Tendo o Braga três pontos atrás de nós e o Benfica com menos quatro.

Lideramos no basquetebol. Agora com mais dois pontos do que o Benfica e mais três pontos do que o FC Porto (que segue em sexto).

Lideramos no hóquei em patins. Em igualdade pontual com a Oliveirense, um ponto acima do FC Porto e mais três do que o Benfica.

Seguimos em segundo no futebol. Com os mesmos pontos do que o Benfica e vendo o FC Porto com menos três.

Também seguimos em segundo no futebol feminino. Dois pontos abaixo do Benfica, que acabamos de derrotar no dérbi do Seixal, e três pontos acima do Braga.

Vamos isolados em segundo no voleibol. Perseguindo o Benfica, que tem mais três.

Nós, há dez anos

 

José da Xã: «A história do Sporting jamais seria a mesma sem ele. Fez parte dos celebérrimos Cinco Violinos com Travassos, Vasques, Albano e Jesus Correia. Ainda há pouco tempo foi muito referido por um dos candidatos derrotados à Direcção do Sporting ser seu parente. Foi, quiçá, o melhor avançado que vestiu a camisola do Sporting. Em 393 jogos marcou 635 golos. Pela selecção nacional fez 20 partidas, onde marcou 14 golos. Chamava-se Fernando Peyroteo e morreu faz hoje precisamente 35 anos.»

 

Pedro Oliveira: «Como futebolista compararia Ricardo Esgaio com Dani Alves. A mesma altura, 1,73 m, o mesmo signo força e terra (Dani nasceu a 6 de Maio), a mesma vontade de vencer. Tal como o brasileiro do Barcelona, Ricardo sente-se à vontade em todo o corredor direito, muito concentrado a defender, utiliza a velocidade e a técnica que possui para ir algumas vezes até à linha de fundo de onde “saca” cruzamentos que são meio golo, noutras vezes opta por procurar zonas mais centrais onde se encarrega de finalizar (trifinalizar, às vezes) utilizando, preferencialmente, o pé direito.»

A voz do leitor

«Gyökeres é um vulcão em constante ebulição e a sua capacidade física e psicológica, para além do conhecimento que tem de si próprio, fazem com que os adversários necessitem de recorrer a truques e truquinhos, muito próprios do nosso campeonato, procurando anular, de qualquer forma, aquele rolo compressor.»

 

Leão até morrer, neste meu texto

Ordem de Mérito (Update)

Desta vez fiz as contas globais, considerando as 11 jornadas da Liga, 4 da Liga Europa, 1 Taça de Liga e 2 Taça de Portugal, num total de 18 jogos.

Então temos:

1. Pontuação Total:

Pos         Jogador                NumJogos         Pts

Gyokeres

15

258

Pedro Gonçalves

17

257

Paulinho

17

257

Edwards

17

251

Coates

17

248

Nuno Santos

17

244

Gonçalo Inácio

17

243

Hjulmand

16

238

Diomande

16

233

10 

Esgaio

17

225

11 

Matheus Reis

17

213

12 

Adan

14

195

13 

Catamo

14

194

14 

Morita

13

193

15 

Trincão

14

171

16 

Daniel Bragança

15

166

17 

St.juste

6

84

18 

Fresneda

5

51

19 

Israel

4

49

20 

Neto

5

45

21 

Dário Essugo

3

36

22 

Quaresma

2

17

23 

Mateus Fernandes

1

12

24 

Afonso Moreira

1

11

25 

Tiago Ferreira

1

6

26 

Rodrigo Ribeiro

0

0

27 

Muniz

0

0

 

2. Desempenho médio:

Pos         Jogador                NumJogos         Méd.Pts

Gyokeres 15 17.2
Pedro Gonçalves 17 15.1
Paulinho 17 15.1
Hjulmand 16 14.9
Morita 13 14.8
Edwards 17 14.8
Coates 17 14.6
Diomande 16 14.6
Nuno Santos 17 14.4
10  Gonçalo Inácio 17 14.3
11  St.juste 6 14.0
12  Adan 14 13.9
13  Catamo 14 13.9
14  Esgaio 17 13.2
15  Matheus Reis 17 12.5
16  Israel 4 12.3
17  Trincão 14 12.2
18  Dário Essugo 3 12.0
19  Mateus Fernandes 1 12.0
20  Daniel Bragança 15 11.1
21  Afonso Moreira 1 11.0
22  Fresneda 5 10.2
23  Neto 5 9.0
24  Quaresma 2 8.5
25  Tiago Ferreira 1 6.0
26  Rodrigo Ribeiro 0 0.0
27  Muniz 0 0.0

 

3. Melhores em campo:

Jog                                            NumVezes

Gyokeres   7
Paulinho   3
Coates   2
Catamo   2
Pedro Gonçalves   2
Edwards   2
Hjulmand   1
Diomande   1
Morita    1

 

Estes números não mentem e explicam bem quem é quem esta época no plantel do Sporting.

MVP: Gyökeres

Depois, Pedro Gonçalves e Paulinho.

SL

Pódio: Paulinho, Nuno Santos, Morten, Neto

Por curiosidade, aqui fica a soma das classificações atribuídas à actuação dos nossos jogadores no Sporting-Dumiense, da Taça de Portugal, pelos três diários desportivos:

 

Paulinho: 21

Nuno Santos: 20

Morten: 19

Neto: 19

Gyökeres: 18

Coates: 18

Trincão: 18

Geny: 16

Matheus Reis: 12

Daniel Bragança: 15

Dário: 14

Edwards: 14

Esgaio: 14

Israel: 12

Eduardo Quaresma: 7

 

Os três jornais elegeram Paulinho como melhor em campo.

O estrangeiro com nacionalidade portuguesa

Screenshot_2023-11-27-10-37-34-520-edit_com.androi

A notícia é de Maio de 2022.

Coates pediu a nacionalidade a portuguesa nessa altura, reunia todas as condições para a atribuição da mesma.

Como vimos com P.P. Pichardo a nacionalidade portuguesa pode ser obtida em três meses ou recentemente, com as gémeas Maité e Lorena, a nacionalidade portuguesa pode ser obtida em 10 dias úteis

Tudo indica que Coates, reside em Portugal há cerca de oito anos, terá a cidadania portuguesa.

Será, portanto, o estrangeiro com nacionalidade portuguesa (presumo que Polga, também, tenha passaporte português, não fui verificar) com mais jogos com a camisola do Sporting.

Pág. 1/8

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D