Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Pódio: Coates, Adán, Palhinha

Por curiosidade, aqui fica a soma das classificações atribuídas à actuação dos nossos jogadores no Sporting-V. Guimarães pelos três diários desportivos:

 

Coates: 19

Adán: 18

Palhinha: 16

Sarabia: 15

Matheus Nunes: 15

Feddal: 15

Gonçalo Inácio: 15

Matheus Reis: 15

Porro: 14

Paulinho: 14

Nuno Santos: 13

Pedro Gonçalves: 13

Ugarte: 7

Daniel Bragança: 1

Esgaio: 1

Tabata: 1

 

Os três jornais elegeram Coates como melhor jogador em campo.

O dia seguinte

Complicado mesmo classificar o jogo de ontem em Alvalade. Ainda agora estou a tentar perceber se o Sporting passou ao lado duma goleada ou safou-se dum empate, num excelente jogo de futebol em que as duas equipas estiveram francamente bem.

Por um lado podia ter sido uma goleada. Dois golos anulados por fora de jogo de poucos centímetros, Pedro Gonçalves falhou um golo cantado, Coates, Matheus Nunes e Paulinho também.

Por outro, conseguindo aguentar o 0-1, o Vitória de Guimarães esteve sempre a ameaçar qualquer coisa, sempre organizado e a tentar entrar na área do Sporting em tabelinhas difíceis de travar.

Desta vez o 3-4-3 do Sporting deu cartas enquanto os 3 da frente tiveram penas para fazer pressing à saída de bola adversária. Quando quebraram, todo o resto da equipa começou a viver em trabalhos forçados. Mas faltou a esse trio capacidade de concretização, falhava-se no remate quando se podia passar, falhava-se do passe quando se podia rematar, centrava-se para as pernas dos adversários em vez do espaço vazio a solicitar a entrada dum colega. Tudo isso, menos nos dois golos anulados, esses sim em que tudo foi bem feito.

Toda a equipa esteve muito bem, mas Seba "El patrón" Coates esteve mais uma vez a um nível superlativo. 

Resumindo, o Sporting ganha com um golo de Coates assistido por Paulinho. E foram mais 3 pontos na Liga, já na liderança repartida com o Porto, dado que o Jesus anda a dar minutos a uns Schelottos quaisquer que foi desencantar algures.

 

#OndeVaiUmtodos

SL

Rescaldo do jogo de ontem

Gostei

 

De ver o Sporting somar mais três pontos. Outra vitória, desta vez em Alvalade contra o V. Guimarães, Triunfo tangencial, por 1-0, conseguido aos 31' e que podia e devia ter sido ampliado. Mas o objectivo principal foi alcançado. Contra uma equipa que dias antes tinha imposto um empate ao Benfica para a Taça da Liga.

 

De Coates. Valeu-nos três pontos, pelo segundo jogo consecutivo do campeonato. Novamente da forma que já o celebrizou: elevando-se acima da barreira defensiva adversária, na sequência de um canto, e cabeceando com êxito, sem hipótese para o guarda-redes Bruno Varela. Na retaguarda, manteve-se firme no comando da excelente organização defensiva do Sporting. Com cortes preciosos, como o que fez aos 69, já no chão, na melhor oportunidade do Vitória. Melhor em campo, a figura do jogo.

 

De Sarabia. Vem melhorando de jogo para jogo. Cada vez mais influente na nossa organização ofensiva, já lidera nas assistências para golo deste Sporting 2021/2022. Ontem foi dele o canto de que viria a resultar o impecável cabeceamento de Coates. Bom entendimento com Matheus Reis na ala esquerda. De um desses lances, aos 27', resultou um golo de Pedro Gonçalves, anulado por fora-de-jogo milimétrico. Ele próprio viria a marcar outro, aos 44', igualmente invalidado por deslocação.

 

De Matheus Reis. No jogo anterior, foi central do lado esquerdo. Desta vez actuou como ala. E mostrou-se em boa forma. Competente a defender (na segunda parte travou duelos com Ricardo Quaresma) e sobretudo acutilante a atacar. Tentou também o golo com um remate forte aos 56'. Aos poucos vai agarrando a titularidade.

 

De Adán. Nos momentos cruciais, podemos contar com ele. Voltou a acontecer nesta partida: duas magníficas defesas na fase inicial do encontro, aos 11' e aos 12' - primeiro a soco, aliviando a pressão, depois impedindo com brilhantismo um remate de Händel que levava selo de golo. Voltou a distinguir-se aos 77', agarrando a bola num momento de grande perigo para as nossas redes.

 

De Palhinha. Por vezes dá pouco nas vistas, mas a eficácia está sempre lá. Voltou a ser o principal recuperador de bolas no nosso meio-campo defensivo, com notável capacidade de entrega ao jogo. Nunca dá um lance por perdido. Venceu o duelo com André André, quase sempre incapaz de passar por ele.

 

De Matheus Nunes. Cada vez mais solto, cada vez mais confiante, cada vez com mais personalidade. Boa parte dos nossos lances ofensivos teve início nos pés dele. De arrancadas suas travadas em falta resultaram dois cartões amarelos para jogadores do Vitória - Tiago Silva e Borevkrovic. Brilhou em jogada individual desenrolada no meio-campo, aos 35', superando quatro adversários na condução da bola. 

 

De Porro. Está a voltar à sua melhor forma após um períogo de menor fulgor. Os centros mais perigosos partiram dele, aos 14', 18', 40', 48' e 70'. Em dinâmica incessante. Parece ter uma energia inesgotável.

 

De termos subido na classificação. À décima jornada, estamos já no topo da Liga. Com 26 pontos - em igualdade pontual com o FC Porto. Ultrapassámos o Benfica, que ontem empatou no Estoril. Repete-se a dinâmica da época passada, mantendo-se incólume o sonho máximo de todos os adeptos: a conquista do bicampeonato que nos foge há 67 anos.

 

De continuar a ver o Sporting invicto. Em casa, já somamos 33 jogos seguidos sem derrotas para o campeonato. E ganhamos há cinco partidas consecutivas. Não é só estrelinha, ao contrário do que alguns dizem. É muita competência, muito mérito. E muito trabalho bem orientado.

 

 

Não gostei

 

Das três oportunidades de golo desperdiçadas. A primeira logo aos 5', por Pedro Gonçalves, que permitiu a intervenção de Bruno Varela. A segunda logo no recomeço da partida, com Matheus Nunes a colocar mal o pé, atirando a rasar o poste. A terceira aos 71', por Paulinho, incapaz de dar a melhor sequência a um passe teleguiado de Nuno Santos. 

 

De ter visto Paulinho outra vez em branco. Décimo jogo da Liga 2021/2022, apenas um marcado - na jornada inaugural, frente ao Vizela. Há nove partidas que permanece em jejum de golos. 

 

Do relvado de Alvalade. Continua em mau estado, agravado com a chuva forte que caiu durante grande parte deste jogo. As condições atmosféricas terão contribuído para a menor afluência às bancadas registada desta vez: só compareceram 21.472 espectadores.

 

Dos assobios a Quaresma. Não gostei de ouvir, num estádio onde o actual extremo vimaranense se sagrou campeão nacional de verde e branco. Tendo feito carreira posterior ao serviço de outros emblemas, nunca emitiu uma palavra de menosprezo para o clube onde se formou e venceu os primeiros títulos. Não merece receber um tratamento hostil em Alvalade.

 

De que só um dos três golos que marcámos tivesse valido. Mas o essencial ficou feito. Seguimos em frente, com as aspirações intactas.

Aposta na formação

22185815_zptdh.jpeg

 

Muita coisa que fazer, jogos em dias e horas dos mais diversos, tem sido complicado ver os jogos das equipas secundárias em condições, de forma a ter uma ideia mais precisa do estado da situação no que respeita à formação. E o site do Sporting não ajuda muito, por falta de cuidado na actualização e duma organização orientada ao acompanhamento das equipas. Só o outsourcing técnico não chega, falta quanto a mim uma arrumação por modalidades, cada uma com um supervisor de conteúdos próximo da estrutura técnica respectiva.

Claro que podemos ir pelos resultados mas, volto a dizer, estamos a falar de formação, os resultados são secundários relativamente à evolução dos jovens e ao processo de selecção e apuramento dos mesmos para a equipa principal. Quem não acreditar que vá ver quantos dos últimos campeões de juniores e juvenis pelo Sporting (2017/2018) lá chegaram.

Ainda no último jogo da B, do qual acabei por ver um bom pedaço já sabendo o resultado final, o Sporting estava a jogar razoavelmente e a dominar completamente o desafio e eu a pensar, mas como raio é que eles vão conseguir perder o jogo. Oportunidades desaproveitadas, um canto, um falhanço de Marsà um golo, logo a seguir outro falhanço do mesmo, outro golo. Ok. Foi assim.

Noutros jogos que vi foi a mesma coisa. Muitos resultados comprometidos por falhas individuais. Não existem plantéis fixos. Muitos jogadores vão rodando pelas diferentes equipas, incluindo a A, sendo confrontados com diferentes desafios e ambientes competitivos. Um bom exemplo é o Miguel Menino, com 3 jogos pela B, 4 pelos sub23 e 2 pela Youth League.

 

Assim os treinadores sofrem, as rotinas perdem-se e os resultados não demonstram a evolução dos jogadores:

Equipa B -  Segue em 8.º de 12 na 3ª Liga com 2V 1E 3D

Sub23 - Segue em 3.º de 7 na Fase Regular Sul com 3V 2E 2D

Youth League (Misto Sub23/Sub19) - Segue em 2.º de 4 no grupo C, com 1V 2E 0D

Juniores (Sub19) - Segue em 4º no Grupo B/ Zona Sul, com 4V 4E 1D

Torneio Al Abtal / Arábia Saudita Sub19 - Segue em 1.º do grupo, com 1V 0E 0D (Ganhou 3-2 ao Real Madrid)

 

O onze de jovens que sigo com mais atenção, não sei se num caso ou noutro Amorim pensa da mesma maneira que eu:

Diego Callai (17); Gonçalo Esteves (17), Gilberto Baptista (17), Frobenius (18) e Hevertton Santos (20); Miguel Menino (18), Dário Essugo (16) e Marco Cruz (17); Geny Catamo (20), Sogklund (18) e Isnaba Mané (17)

Curiosamente temos aqui quatro naturais de Portugal, dois da Guiné Bissau, dois do Brasil, dois da Noruega e um de Moçambique. 

Próximo jogo : Amanhã, 15h, Amora - Sporting B 

 

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

Santos, anda cá ver isto, n° nove

22184769_Wdj5Y.png

 

O Bom:

- Sporting, mais um jogo sem sofrer golos, mais um triunfo. Soma e segue.

- Vizela, um jogo bem conseguido, contudo, seria travado pelo apitador de serviço. Foi-nos dito que o jogo teria 90'+7' de compensação, nesse período ficou 0-0.

- André Franco do Estoril, um autêntico nove e meio, faz a equipa jogar e marca golos, já vai com cinco tiros certeiros.

O Mau:

- Jorge Jesus. Na conferência de imprensa, após o jogo com o Vitória Sport Clube, dirige-se a uma jornalista, nestes termos:

"A si dou-lhe duas"

É uma frase revoltante em quaisquer circunstâncias, ainda para mais, dirigida a uma profissional no exercício da sua profissão.

A violência verbal terá menor importância que a violência física?

Ficámos indignados com a agressão a um repórter de imagem por parte de elementos ligados ao FC Porto, já a agressão verbal de Jesus, até agora, está impune, não existe um sindicato de jornalistas? Não existem associações de defesa do género feminino?

Aguardemos.

O Vilão:

- Fábio Veríssimo e o resto do gang, foi muito mau o que assistimos em Tondela, mais um espectáculo de mergulho premiado, mais uma expulsão perdoada a Pepe, enfim, muitos casos para ser só incompetência.

Nota final: O episódio de Jorge Jesus não ocorreu na nona jornada, contudo é tão grave que teria de ser referido.

Prognósticos antes do jogo

Agora é assim: andamos a jogar de três em três dias. Logo à noite, a partir das 21.15, recebemos o V. Guimarães. Jogo complicado em perspectiva: a equipa minhota acaba de impor um empate (3-3) ao Benfica na Taça da Liga e entrará certamente moralizada em Alvalade.

Recordo que na época anterior, a 20 de Março, vencemos o Vitória por 1-0 em casa. O golo solitário deveu-se a Gonçalo Inácio. Num desafio que ficou marcado pela estreia de Dário na nossa equipa principal. 

Aguardo então os vossos prognósticos para o Sporting-V. Guimarães de hoje. É mesmo para vencer? E por quantos? E quem marca?

A voz do leitor

«Uma parte dos que votaram contra são aqueles que só concebem o Sporting governado por uma pessoa, tanto fazia ser Varandas como Benedito, ou outro qualquer, os outros são aqueles que se habituaram a viver à custa do clube e que agora vão ter de arranjar outra forma de sustento, porque finalmente apareceu alguém com coragem para lhes acabar com a mama. Qualquer destes grupos vão criticar e votar contra tudo o que a direcção apresente, mesmo que seja muito bom para o Sporting.»

 

António Pereira, neste meu postal

SPORTING no relvado e nas quadras, e na TV

A Sporting TV oferece quatro transmissões em directo, numa semana recheada de desporto para acompanhar em direto. O dérbi de voleibol masculino precede o encontro da Liga Portugal de futebol que opõe o Sporting CP ao Vitória SC. Há ainda o regresso da Liga BPI de futebol feminino e muita ação a meio da semana, com mais encontros das competições europeias.

Toda a atividade leonina pode ser consultada na Agenda: https://www.sporting.pt/pt/agenda/listagem

SEXTA-FEIRA, 29 DE OUTUBRO

17h20 - YOUTUBE
Hóquei em Patins / Sub-15 - Sporting CP vs. CP Alcobendas
1.ª jornada do Grupo D da Eurockey Cup

19h00 - BOXING SPIRIT TV
Boxe / Vários escalões - Cecília Alcântara (cadetes -66 kg); Rodrigo Roxas (juniores -86 kg); Hugo Estrela (elite -54 kg); Ayrton Luz (elite -63,5 kg); Zacarias Cossa (elite -67 kg); António Veloso (elite -71 kg)
Quartos-de-final do Torneio Internacional Boxing Spirit

20h00 - ANDEBOL TV / BOA HORA TV
Andebol / Seniores - Boa Hora FC vs. Sporting CP
8.ª jornada do Campeonato Placard Andebol 1

 

8-min_11.jpg

 

SÁBADO, 30 DE OUTUBRO

10h20 - YOUTUBE
Hóquei em Patins / Sub-15 - RS Gujan Mestras vs. Sporting CP
2.ª jornada do Grupo D da Eurockey Cup

12h00 - TRIATHLON LIVE TV
Paratriatlo / PTS5 - Filipe Marques
Taça do Mundo de Paratriatlo

15h00 - SPORTING TV
Futebol / Juniores - Sporting CP vs. AA Coimbra
11.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão

15h00 - FPV LIVE STREAMING
Voleibol / Seniores Femininos - GC Vilacondense vs. Sporting CP
8.ª jornada da 1.ª fase da Liga LIDL

15h30 - NATAÇÃO TV / FACEBOOK
Polo Aquático / Seniores - S. Algés Dafundo vs. Sporting CP
2.ª jornada da Fase Regular do Campeonato de Portugal A1

16h00 - BOXING SPIRIT TV
Boxe / Vários escalões - Cecília Alcântara (cadetes -66 kg); Rodrigo Roxas (juniores -86 kg); Hugo Estrela (elite -54 kg); Ayrton Luz (elite -63,5 kg); Zacarias Cossa (elite -67 kg); António Veloso (elite -71 kg)
Meias-finais do Torneio Internacional Boxing Spirit (em caso de apuramento)

17h20 - YOUTUBE
Hóquei em Patins / Sub-15 - Sporting CP vs. ASD Follonica H.
3.ª jornada do Grupo D da Eurockey Cup

19h00 - SPORTING TV
Futsal / Seniores - FK Dobovec vs. Sporting CP
3.ª jornada da Ronda Principal/Grupo 2 da Liga dos Campeões

20h30 - FPV LIVE STREAMING / BTV
Voleibol / Seniores - SL Benfica vs. Sporting CP
6.ª jornada da 1.ª fase da Liga Una Seguros

21h15 - SPORT TV 1
Futebol / Seniores - Sporting CP vs. Vitória SC
10.ª jornada da Liga Portugal BWIN

 

isa_8574-min.jpg

 

DOMINGO, 31 DE OUTUBRO

11h00 - SPORTING TV
Futebol / Juvenis - Sporting CP vs. SL Benfica
11.ª jornada da 1.ª fase/Série D do Campeonato Nacional

11h45 - TRIATHLON LIVE TV
Triatlo/ Elite - Sporting CP (Inês Oliveira, Clara Rodrigues, Margarida Barão, Luna Neves, Jeanne Lehair, João Mansos, Hugo Figueiredo, André Dias, João Dias e Erwin Vanderplancke)
Campeonato Europeu de Clubes de Triatlo em Estafetas mistas

15h00 - SPORT TV 4
Futebol / Seniores Femininos - CA Ouriense vs. Sporting CP
5.ª jornada da 1.ª fase/Série Sul da Liga BPI

15h00 - YOUTUBE SCP
Futebol / Equipa B - Amora FC vs. Sporting CP
7.ª jornada da Série B da Liga 3

16h00 - BOXING SPIRIT TV
Boxe / Vários escalões - Cecília Alcântara (cadetes -66 kg); Rodrigo Roxas (juniores -86 kg); Hugo Estrela (elite -54 kg); Ayrton Luz (elite -63,5 kg); Zacarias Cossa (elite -67 kg); António Veloso (elite -71 kg)
Finais do Torneio Internacional Boxing Spirit (em caso de apuramento)

17h30 - FPV LIVE STREAMING
Voleibol / Seniores Femininos - Vitória SC vs. Sporting CP
9.ª jornada da 1.ª fase da Liga LIDL

 

SEGUNDA-FEIRA, 1 DE NOVEMBRO

9h00 - WORLD SURF LEAGUE
Surf / Feminino e Masculino - Teresa BonvalotLuís Perloiro
World Surf League Qualifying Series 3,000 / Azores Airlines Pro

15h00 - FPV LIVE STREAMING
Voleibol / Seniores - Sporting CP vs. Vitória SC
7.ª jornada da 1.ª fase da Liga Una Seguros

 

TERÇA-FEIRA, 2 DE NOVEMBRO

9h00 - WORLD SURF LEAGUE
Surf / Feminino e Masculino - Teresa BonvalotLuís Perloiro
World Surf League Qualifying Series 3,000 / Azores Airlines Pro

 

8-min_1.jpeg

 

QUARTA-FEIRA, 3 DE NOVEMBRO

9h00 - WORLD SURF LEAGUE
Surf / Feminino e Masculino - Teresa BonvalotLuís Perloiro
World Surf League Qualifying Series 3,000 / Azores Airlines Pro (em caso de apuramento)

15h00 - ELEVEN SPORTS 1
Futebol / Juniores - Sporting CP vs. Beşiktaş JK
4.ª jornada do Grupo C da Youth League

17h00 - SPORTING TV
Basquetebol / Seniores - Sporting CP vs. Antwerp Giants
4.º jornada do Grupo F da FIBA Europe Cup

20h00 - TVI / ELEVEN SPORTS 1
Futebol / Seniores - Sporting CP vs. Beşiktaş JK
4.ª jornada do Grupo C da Liga dos Campeões

20h30 - CANAL 11
Futsal / Seniores - CR Leões P. Salvo vs. Sporting CP
18.ª jornada da Fase Regular da Liga Placard

QUINTA-FEIRA, 4 DE NOVEMBRO

9h00 - WORLD SURF LEAGUE
Surf / Feminino e Masculino - Teresa BonvalotLuís Perloiro
World Surf League Qualifying Series 3,000 / Azores Airlines Pro (em caso de apuramento)

(Fonte: página do SPORTING -  https://www.sporting.pt/)

A ridícula tabela do 'Record'

20211028_235242.jpg

 

As classificações do jornal Record estão cada vez mais ridículas.

Na quarta-feira correu quase toda a equipa titular do Sporting a nota 3. Sem fazer distinções entre os futebolistas. 

Levaram 3 estes jogadores:

- João Virgínia

- Neto

- Gonçalo Inácio

- Feddal

- Esgaio

- Vinagre

- Ugarte

- Matheus Nunes

- Nuno Santos

- Sarabia

Dez em onze com nota 3!

Excepção: Jovane, com nota 2.

Isto não é maneira de analisar jogadores no futebol contemporâneo. É um critério preguiçoso, incompetente, digno de escola primária.

Não é avaliação, não é escolha, não é nada.

É só encher papel.

 

Enquanto mantiverem esta "grelha", os responsáveis editoriais do Record estarão sempre atrás dos jornais concorrentes, A Bola e O Jogo, que fazem avaliações de 1 a 10.

Não de 2 a 3.

Amanhã à noite em Alvalade

22185033_i8NND.jpeg

 

Voltamos amanhã a Alvalade para mais um encontro da 1.ª Liga, onde seguimos a um ponto do lider. 

Desde que começou a época vamos com 11V, 2E e 2D para todas as competições onde estamos envolvidos, as únicas derrotas ocorreram contra duas grandes equipas da Champions. Enquanto isso, Benfica e Porto já perderam contra adversários internos. Em golos vamos com 27 GM e 13 GS.

Este último jogo da Taça da Liga mostrou bem a qualidade do trabalho efectuado, mudaram algumas peças de posição, outras estiveram ausentes, mas tudo aquilo foi como de costume. E o costume é o adversário correr muito atrás da bola, ficar em desvantagem do marcador sem saber bem como, correr ainda mais atrás da bola e depois estar sempre mais perto de sofrer do que de marcar. Claro que há quem não goste, prefira futebol de ataque arrasador, cavalgadas épicas, e perder o jogo no contra-ataque adversário, mas eu tive disso tantas vezes que enjoei. Prefiro assim.

 

Amanhã, o jogo é contra um Vitória de Guimarães que vem cansado mas moralizado pelo empate caseiro contra o Benfica, muito bem orientado pelo Pepa com o qual o Sporting não se tem dado muito bem. Mas o Vitória de Guimarães é sempre uma equipa que joga e deixa jogar. E o Sporting tem-se dado bem com o Vitória de Guimarães.

Temos todo o plantel disponível fisica e mentalmente, excepto o TT. Não existem jogadores chateados, nem paizinhos irritados, nem empresários a reclamar nas redes sociais, nem treinador a descompor uns e a desculpar outros. Muito menos jogadores prestes a sair a custo zero amuados por terem de aturar isto por mais uns meses. Só se ouve falar de renovações e aumentos para compensar o rendimento já obtido e pedir ainda mais resultados. Tudo orientado, tudo focado. Jogo a jogo para ganhar. A nota artística fica para quando a lua estiver de feição.

Além disso todo o plantel começa a ter minutos de utilização significativos, todos os jogadores começam a estar em plenas condições de render o máximo. Neto e Matheus Reis na defesa, Bragança e Ugarte no meio-campo, Sarabia e Jovane no ataque são bons exemplos.

Imagino então que Amorim convoque os seguintes elementos:

Guarda-redes: Adán e Virgínia.

Defesas: Neto, Coates, Inácio, Feddal e Matheus Reis.

Alas: Esgaio, Vinagre, Porro e Gonçalo Esteves.

Médios: Palhinha, Bragança, Matheus Nunes e Ugarte.

Avançados: Sarabia, Jovane, Pedro Gonçalves, Nuno Santos e Paulinho.

 

O meu onze é aquele que penso ser o mais forte para jogos em casa. A única dúvida é na ala esquerda, acho que Nuno Santos ainda não rende o mesmo mais recuado, tem tido dificuldade em assumir as tarefas defensivas do ala e a distância maior à pequena área adversária. Mas Vinagre ainda anda traumatizado pelo que aconteceu com o Ajax, e Matheus Reis nunca conseguiu mostrar alguns dos argumentos para jogar a ala, importantes contra adversários mais fracos, capacidade de centro tenso a partir de zonas laterais e remate ao golo. Melhor dizendo, nunca conseguiu mostrar ser um... Nuno Mendes.

Adán; Inácio, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, Matheus Nunes e Nuno Santos; Sarabia, Paulinho e Pedro Gonçalves.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Alvalade para tentar pôr-se a jeito para a liderança da Liga.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

 

PS: No último desafio deste tipo, contra o Moreirense, quem é que acertou ? Ninguém...

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

A voz do leitor

«Tivemos 17 milhões de visualizações no youtube, mais que Benfica e Porto juntos (7 e 5 milhões respectivamente). É assim que se cria interesse pelo clube e se chama novos adeptos. Muito bem o gabinete de comunicação, que penso ser o responsável pelo canal SCP no Youtube.»

 

Carlos Falcão, neste meu texto

2021/2022: os marcadores dos nossos golos

D8I0179-scaled[1].jpg

 

Pedro Gonçalves 4 (Braga, Vizela, Vizela, Braga)

Nuno Santos 4 (FC Porto, Arouca, Belenenses, Famalicão)

Jovane 3 (Braga, Braga, Belenenses)

Paulinho 3 (Vizela, Ajax, Besiktas)

Coates 3 (Besiktas, Besiktas, Moreirense)

Palhinha 2 (Belenenses SAD, Famalicão)

Porro 2 (Estoril, Marítimo)

Tiago Tomás 2 (Belenenses, Belenenses)

Gonçalo Inácio 1 (Belenenses SAD)

Matheus Nunes 1 (Arouca)

Sarabia 1 (Besiktas)

Ugarte 1 (Famalicão)

Bilhete a Pedro Proença

pedro-proenca-2.jpg

 

Prezado presidente da Liga Portugal,

 

Há que dizer isto com toda a frontalidade: não faz o menor sentido a inexistência de vídeo-arbitragem nesta fase da Taça da Liga em que já intervêm equipas de primeiro plano do futebol português. 

É algo que deve ser revisto. Já.

Meu caro, se quiser prestigiar a instituição a que preside e a competição futebolística a que a Liga empresta o nome, permito-me sugerir-lhe que solucione isto sem demora. Em nome da transparência, do rigor e da verdade, valores indissociáveis da prática desportiva.

 

Cordiais cumprimentos.

A voz do leitor

«É obrigatório o Conselho Directivo apresentar os R&C aos sócios em AG todos os anos até 30 de Setembro (artigo 33.º dos estatutos, ponto 1). A não-apresentação implica perda de mandatos e impossibilidade de se candidatarem nas eleições seguintes (artigo 33.º, ponto 4). A não-apresentação. Já a não-aprovação, como aconteceu o ano passado e na AG de 30 Setembro, não tem consequências estatutárias, como foi salientado no comunicado do Sporting da semana passada.»

 

Luís Ferreira, neste meu texto

Pódio: Nuno Santos, Ugarte, M. Nunes

Por curiosidade, aqui fica a soma das classificações atribuídas à actuação dos nossos jogadores no Sporting-Famalicão pelos três diários desportivos:

 

Nuno Santos: 17

Ugarte: 16

Matheus Nunes: 16

Gonçalo Inácio: 16

Palhinha: 15

Esgaio: 15

Feddal: 15

Matheus Reis: 14

Sarabia: 14

Neto: 14

Vinagre: 13 *

João Virgínia: 13

Paulinho: 12

Pedro Gonçalves: 12

Jovane: 10

Tabata: 7

 

A Bola e o Record elegeram Ugarte como melhor jogador em campo. O Jogo optou por Matheus Nunes.

 

* Estranhamente, o Record omitiu classificação a Vinagre no espaço próprio para o efeito. Informa-me entretanto um leitor (e eu agradeço) que essa nota surge na ficha do jogo

O dia seguinte

Começo pelo óbvio. O futebol no estádio é completamente diferente do futebol na TV,  e quem apenas pode apreciar o jogo pela TV a única coisa que posso dizer é que muita coisa lhe passou ao lado. Como a mim nos últimos jogos do Sporting.

Estando lá, o que posso dizer é que o Sporting com muitas segundas linhas fez uma exibição extremamente competente perante um adversário muito bem orientado e  que colocou em campo muito talento. O adversário onde fomos buscar Pedro Gonçalves, Vinagre e o melhor em campo ontem, Manuel Ugarte. Fiquei rmesmo rendido ao protegido do "El patrón" Coates.

Sobre o jogo, Rúben Amorim montou um esquema táctico que pretendia por um lado eliminar o perigo que o Famalicão constituiu no último jogo, por outro dar descanso a alguns e palco a jogadores menos utilizados. Tudo isso mantendo o 3-4-3 do costume. E assim Inácio fazia de Coates, Sarabia de Paulinho, Jovane de Pedro Gonçalves, fomos cansando o adversário a rodar a bola a todo o campo, e assim chegámos ao intervalo a ganhar por 1-0 e com o acesso à "Final four" completamente à mercê.

Na segunda parte  o adversário substituiu os mais rebentados por aquele desgaste constante, os que vieram começaram a desgastar-se também e Amorim pretendeu dar a machadada final, colocando os titulares. A coisa começou bem com o segundo golo, podia ter marcado mais um par de golos, mas quem não marca acaba por sofrer e mesmo no final da partida, de dois lances que tiveram tanto de atrevimento do adversário como de carambolas fortuitas, deram um e podiam ter dado dois golos. E o empate que poderia qualificar o Famalicão.

No final, Amorim esteve mais uma vez exceptional, sem palavras mesmo, na conferência de imprensa, para falar de Paulinho e Jovane. Para o primeiro focar-se no processo, treinar, treinar, o golo obviamente, para o segundo, confiar, confiar, no rasgo decisivo obviamente. Nenhum tem nada que lhe provar, ele já percebeu muito bem com o que conta. Simplesmente brilhante. Não se pode apagar aquela frase infeliz da estátua e pôr alguma do Amorim? Ou assinar com ele um contrato perpétuo? Ou fazer dele accionista da SAD em vez daqueles tristes que vão lá exibir a sua completa ignorância sobre a natureza da mesma?

Eu aplaudia. Porque o Amorim cria valor para a SAD, cria valor para o Sporting, cria valor para todos nós.

E assim estamos quase na "Final Four" e o Porto parece que não... É chato para alguns, para os do Porto não é de estranhar mas para alguns que se dizem do Sporting... só pode ser algum tipo de urticária. Coçem que isso passa. Ou não.

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

Quente & frio

Gostei muito da vitória do Sporting em Alvalade, esta noite, frente ao Famalicão. Estamos praticamente qualificados para a meia-final da Taça da Liga - ao contrário do FC Porto, agora eliminado desta competição pelo Santa Clara. Falta-nos apenas empatar no estádio do Penafiel, a 15 de Dezembro, para seguirmos em frente. Domínio claro da nossa equipa, que venceu por 2-1. Contrariando uma tendência recente: nos cinco desafios anteriores, desde 2017, nunca tínhamos conseguido derrotar o Famalicão. Já lá tínhamos perdido dois pontos em Agosto, na quarta jornada do campeonato.

 

Gostei da excelente jogada colectiva que culminou no nosso segundo golo, aos 61'. Tabelinha entre Esgaio e Matheus Nunes, que conduz a bola pela ala ofensiva direita, cruzando para Sarabia, que remata forte com o seu pé menos bom (o direito) para defesa incompleta do guarda-redes e excelente recarga de Nuno Santos, metendo-a lá dentro. Foi o melhor lance da partida, culminando uma superioridade indiscutível da nossa equipa até ao quarto de hora final, com boas exibições de Ugarte (melhor em campo e estreante como artilheiro de verde e branco, logo aos 8'), Gonçalo Inácio, Sarabia e Nuno Santos - estes últimos precisamente os três que repetiram presença no onze titular após o embate de sábado com o Moreirense, também em casa. Amorim decidiu rodar os outros oito, fazendo descansar jogadores como Adán, Coates, Porro e Palhinha - embora este acabasse por entrar, rendendo Ugarte aos 68'.

 

Gostei pouco das exibições de dois dos nossos titulares: Vinagre, que se perdeu em fintas inconsequentes sem soltar a bola, e Jovane, que foi acumulando passes errados e decisões precipitadas lá na frente. Têm ambos de fazer muito melhor se ambicionam mais protagonismo neste Sporting 2021/2022.

 

Não gostei de voltar a ver Paulinho embrulhar-se com a bola em zona de decisão, acabando por matar um lance promissor sem sequer tentar metê-la lá dentro. Aconteceu aos 77', nove minutos depois de entrar em campo para substituir Sarabia: isolado, perdeu tempo e ângulo de remate, desperdiçando nova oportunidade para demonstrar dotes de artilheiro vestido de verde e branco. Hoje com o belo equipamento Stromp, agora de marca Nike, em estreia absoluta nesta temporada.

 

Não gostei nada da arbitragem de Manuel Mota, célebre entre os apitadores portugueses pelas piores razões. Aos 8', perdoou um penálti evidente ao Famalicão, quando um defesa da equipa visitante desviou com o braço um remate cruzado de Sarabia. No quarto de hora final, fez vista grossa a uma bola jogada com a mão a curta distância da grande área famalicense, perdoando-lhes um livre directo certamente muito perigoso. Finalmente, aos 90' validou o golo da equipa minhota marcado por um jogador que parece em fora-de-jogo. É inaceitável não haver vídeo-árbitro nesta fase da Taça da Liga: parece que o futebol retrocedeu muitos anos, a uma época que não deixou saudades.

Manto Sagrado

Já são conhecidos os 4 equipamentos com que o Sporting se apresentará em campo na presente temporada, nas diversas competições que disputa.

A época 2021/2022 marca a estreia da Nike como fornecedora oficial dos nossos equipamentos. Pelo prestígio e dimensão da marca, encarei com grande expectativa o lançamento das camisolas leoninas.

No entanto, manda a sinceridade dizer que a cada novo lançamento de equipamento, seguiu-se a desilusão.

Pessoalmente, só consigo gostar do terceiro equipamento, ao qual, para ser top, só falta o símbolo ser o antigo e não o actual (como a Macron costumava fazer).

No global, os equipamentos ficaram aquém das elevadas expectativas. E pensar que vários "artistas", pelas redes sociais fora, simularam novos equipamentos bem mais interessantes do que aqueles que acabaram por ser feitos pela Nike...

A ver se na próxima época a Nike faz jus aos pergaminhos.

 

P.S.: Mal o Sporting/Nike em comercializarem muito poucas camisolas sem patrocínio. 

Pág. 1/8

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D