Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Taça de Campeões

imgS620I155885T20171217030122.jpg

Cumprem-se hoje seis anos da conquista épica da Taça de Portugal, a minha primeira, e à data única, final no Jamor.

A estória conta-se em poucas palavras: a jogar com menos um desde os 15min e a perder por 2-0 à meia hora de jogo, o Sporting bem que se esforçava mas não conseguia reentrar na discussão do troféu. Para milhares de adeptos, soava a desfecho visto um par de anos antes, frente à Académica. 

À entrada para os últimos 10 minutos, um mar de gente abandonava, pesarosa, o seu lugar ao sol, abrindo uma vistosa clareira. A derrota iriaa consumar-se dentro em pouco. Eis senão quando, ao minuto 83, Slimani, num excelente movimento de pés a afastar dois adversários, atira para o fundo das redes, devolvendo a fé à torcida leonina. Vamos lá Sporting, ainda temos cerca de 10 minutos (considerando os descontos) para empatar isto!

Atingido o tempo regulamentar, entrávamos nos descontos. Passa um minuto e nada. Passa o segundo minuto e o tempo para fazer o golo do empate a encurtar cada vez mais. Mas está escrito nos livros que as conquistas épicas se fazem de momentos improváveis e eis que o central Paulo Oliveira, num longo passe ainda antes da linha do meio campo, consegue colocar a bola em Fredy Montero, que, de forma caprichosa, coloca a redondinha novamente no fundo das redes adversárias. Estava feito o empate e com ele a explosão no vulcão do Jamor!

O que se seguiu também entra para as imagens incríveis desta jornada: milhares de adeptos a regressarem ao estádio e aos seus lugares, e as claques a vaiarem-nos com uma enorme assobiadela.

No prolongamento o resultado permaneceu inalterado e tudo se viria a decidir na marcação por pontapés de grande penalidade, arte em que o Sporting era especialista e onde não desiludiu. Eficácia leonina, aliada à intercessão de São Patrício e ao desacerto bracarense, ditaram a conquista de mais uma taça de Portugal para o pecúlio leonino. Foi uma autêntica Taça de Campeões, pelo modo glorioso como foi conquista. Os jogadores, ao contrário de milhares de adeptos, nunca deixaram de acreditar na reviravolta.

Recordo hoje, com emoção, o abraço caloroso e emocionado que um sportinguista, que não conhecia de lado nenhum, me deu, assim que o Montero fez o 2-2. São muitas e gratificantes as memórias que enchem o coração de cada vez que recordo esta final. 

Aproveito para desafiar o leitor a partilhar algum momento igualmente especial que viveu nessa ou noutra final, envolvendo o nosso Sporting.

Balanço (5)

futuro-de-eduardo-quaresma-passa-por-emprestimo.jp

 

O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre EDUARDO QUARESMA:

 

Filipe Arede Nunes: «Talvez Quaresma possa ter uma oportunidade, embora não resolva o problema para uma equipa que tem muitas dificuldades em sair a jogar a partir da defesa.» (9 de Novembro)

Luís Lisboa: «Está a voltar ao seu normal.» (16 de Dezembro)

- Francisco Vasconcelos: «Gosto muito de Eduardo Quaresma mas parece que deixou de contar para Rúben Amorim.» (13 de Janeiro)

A voz do leitor

«NInguém no seu perfeito juízo pode afirmar que numa final europeia com adeptos de clubes rivais, e para mais ingleses, não irão ocorrer distúrbios. Se alguma coisa é inevitável, além da morte, é isto. Afirmações como as que foram produzidas, venham de onde vierem, são totalmente irresponsáveis. Enganam o povo e deixam-no baralhado. Afinal sempre é possível ter público nos estádios. Afinal sempre é possível haver ajuntamentos. Afinal sempre é possível ter mais de seis pessoas numa mesa. Afinal, sempre é possível andar sem máscara sem ser importunado por um agente. Será que termos que ir ao Porto para usufruir de todos estes benefícios? Gostava que os governantes me informassem.»

 

AHR, neste meu texto

Um livro para recordar

Faz muuuuuuuuuitos anos que deixei de comprar o jornal "A Bola". Creio que o último terá sido mesmo em 2002, aquando da vitória do campeonato, naquele ano.

Entretanto recentemente fui dando conta, através da publicidade, da edição de um livro sobre esta última época leonina e que culminou na vitória do nosso Sporting.

Acabei por isso por comprar ontem o diário e o livro, que entretanto já folheei. Gostei do que vi e de vez em quando aquele jornal também faz umas coisas engraçadas e interessantes.

Aqui fica a capa do livro, que recomendo!

Livro_leao.jpg

O ódio do decano

tvi-ingleses-de-norte-a-sul_1-767x427.jpg

 

Desta vez Pinto da Costa esqueceu-se de usar a palavra "vergonha" para qualificar a rebaldaria anglófila no Porto e até motivou críticas expressas do Presidente da República.

As normas sanitárias foram lançadas às malvas, o "dever geral de recolhimento" foi atirado às urtigas e o "uso obrigatório de máscara" foi ignorado por completo pelos ingleses ululantes. Enquanto a polícia acorria às praias para fiscalizar... os portugueses.

 

O decano só emprega o tal vocábulo quando se refere a Lisboa.

Com o ódio que o caracteriza sempre que alude à capital portuguesa, como se estivesse a referir-se a uma cidade estrangeira. E com a duplicidade moral que todos lhe conhecemos.

«Tenho a certeza que tudo irá correr da melhor forma [final da Champions no Dragão com a presença de quase 20 mil ingleses]», dizia ele há dias, depois de lançar mais um escarro contra o Sporting. 

 

Estava redondamente enganado.

O País inteiro viu

E a Europa também.

Que equipa B para a próxima época?

22095673_pH2mg.jpeg

 

Com o empate de ontem num quintal alcatifado algures na Moita terminou a época da nossa equipa B, tendo a assegurado o acesso à futura 3.ª Liga, onde se espera que existam relvados em condições.

Neste último encontro já não participaram vários jogadores que terminam contrato no final de Junho, e que não demonstraram valor que perspectivasse interesse no futuro para a equipa A. Do Elves Baldé até ao Mees de Wit. Tomás Silva já se tinha despedido pela equipa A frente ao Marítimo. Assim, foi um ensaio daquilo que será a equipa B do próximo ano, com miúdos talentosos mas alguns muito verdinhos, como Hevertton, Názinho, Rodrigo Fernandes, Catamo, Joelson, Tiago Ferreira e Nuno Moreira. Os defesas centrais deixam muito a desejar, e ponta de lança simplesmente não existe. Para marcar é preciso muito, e para sofrer quase nada.

 

Longe vão outros tempos em que a equipa B, com Dier, Ilori, João Mário, Esgaio e Bruma, entre outros, era capaz de ganhar à equipa A, na altura repleta de mediocridade do tipo Boulahrouz, Pranjic, Gelson Fernandes e Labyad. Esta renascida equipa B é aquilo que pode ser, e não vale a pena pensar que pode ser outra coisa.

Os melhores jovens integram já a equipa A, do Nuno Mendes ao Tiago Tomás. Quem alinha na B é porque não demonstrou ainda valor suficiente para ser promovido e não por ter o lugar tapado por um estrangeiro qualquer. Por outro lado, ainda bem. Assim não vejo repetir os disparates da era Inácio, dos Sackos, Dramés, Guimas e Gazelas e muitos outros pernas de pau que vieram para a equipa B, ou seja, não existem contratações específicas para esta equipa.

A próxima época na Liga 3 não vai ser nada fácil. É escusado até pensar na subida à Liga 2. A árvore tem de ganhar raízes.

 

No final o treinador Filipe Celikkaya disse: "Queremos que os jogadores cresçam e tenham oportunidades em contextos mais exigentes. É a única maneira de promovermos o futebol jovem dentro do Sporting CP e a nível nacional no futuro (...) É o ADN Sporting. São jogadores formados nesta casa, muitos com mais de dez anos de Sporting Clube de Portugal. É uma grande felicidade. Muitos deles vão partir. Já lhes disse que vou ter saudades dos que não vão ficar connosco, mas todos participaram de forma concentrada e profissional no processo deste ano. Têm uma vivência muito grande dentro de um Clube grande que os vai ajudar na sua carreira."

Acho que a equipa está muito bem entregue.

 

Com o regresso dos escalões de formação, em particular dos juniores, pergunto-me se faz sentido manter também uma equipa de sub23 ou se deveríamos fazer como o Porto.

Esta época foi deprimente. A equipa parecia um misto de jogadores que variavam de jogo para jogo, com individualidades sim, mas sem qualquer fio de jogo. Para a próxima, não faço ideia que plantel possa existir.

 

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

Balanço (4)

transferir.jpg

 

O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre JOÃO PEREIRA:

 

Pedro Boucherie Mendes: «Não sei se o Sporting será campeão, mas sei que agora estamos um pouco mais fortes com Paulinho, João Pereira e Matheus do Rio Ave.» (2 de Fevereiro)

José Navarro de Andrade: «Cinco minutos depois de estar em campo levou um cartão amarelo. Continua a não estar para brincadeiras, o que é óptima notícia.» (5 de Fevereiro)

CAL: «Adán, Feddal, Antunes, João Pereira, Luís Neto e até Coates estão à procura de dar o salto para onde, excepto (alguns) para os quadros formativos do Sporting?» (3 de Abril)

Eu: «Estreia a titular, nesta época, do veterano defesa leonino agora na terceira passagem pelo Sporting. Aos 37 anos, demonstra não ter perdido qualidades.» (6 de Maio)

José Cruz: «Até João Pereira, que muitos disseram que se vinha reformar, mostrou ser muito útil nos últimos dois jogos.» (12 de Maio)

- José da Xã: «Terminas agora a tua carreira de futebolista com um título e um troféu que bem mereces e para o qual também deste o teu valiosíssimo contributo. Sinto assim que, como adepto do Sporting, te devo este merecido elogio.» (20 de Maio)

A voz do leitor

«Os nossos adversários, por mais ciladas e falsidades que tenham preparadas para nós, vão-se dar mal, pois o Sporting está farto de ser um saco de pancada e, mais do que nunca, todos juntos vamos vergar toda a arrogância dos que insistem em deturpar e desvalorizar a verdade desportiva. Venham lá eles de onde vierem.»

 

Tiago Oliveira, neste meu texto

A côdea e o miolo dos campeões

22095248_z2YiC.jpeg

22095256_ZhbzM.jpeg

22095257_ghZ42.jpeg

 

O Sporting venceu o Salgueiros por 0-4 e foi campeão no Porto depois de 17 épocas sem conhecer o doce sabor de o ser.

Na côdea, a comemoração, o Sporting campeão.

Alguns jogadores, também, o presidente.

No miolo e é do miolo que vamos falar hoje, uma selecção campeã.

Campeã da Europa de sub-16, sem fretes, sem "yes-men", com coragem.

O nome do treinador: António Violante

O nome dos 13 heróis e o clube onde jogavam:

1. Bruno Vale (FC Porto)

2. Raul Meireles (Boavista)

3. Carlos Marques [capitão] (Sporting)

4. Pedro Ribeiro (FC Porto)

5. Nuno Baptista (Boavista)

6. Custódio (Vitória Sport Clube) [Guimarães]

7. Hugo Viana (Sporting)

8. Valdir (Sporting)

9. Ricardo Quaresma (Sporting)

10. João Paiva (Sporting)

11. Sílvio (FC Porto)

12. Toninho (FC Porto)

13. Luís Afonso (FC Porto)

Quem estiver interessado pode pesquisar imagens do jogo, os dois golos foram marcados por um jogador do Sporting, Ricardo Quaresma, a selecção foi capitaneada por um jogador do Sporting, Carlos Marques, o maestro do meio-campo foi um tal Hugo Viana, em campo estiveram cinco jogadores do Sporting e mais um, Custódio, que passaria os melhores momentos da carreira de leão rampante no peito.

Selecção de sub-16, campeã da Europa, na altura não existiam agentes, nem favores, nem clubes que, obrigatariamente, tinham de ter jogadores na selecção.

Existiam seleccionadores sem medo de enfrentar os "poderes" instituídos.

Particularidades do título do Sporting (2)

O texto que se segue é integralmente da autoria da página Sporting Brasil (o Sporting tem muitos, e muito ativos, adeptos no Brasil). Reproduzo-o aqui na grafia original com a devida vénia.

Alguns fatos:
O Sporting é a equipe com menos gols sofridos (20) nos 10 principais campeonatos europeus. Só indo até o 11.º país do ranking UEFA (Escócia) podemos encontrar o campeão Rangers FC com apenas 13 gols sofridos.
Luís Maximiano é o primeiro jogador da história do Sporting a ser campeão nacional nos iniciados (2013), juvenis (2016), juniores (2017) e equipe principal (2021).
Dário Essugo é o mais jovem campeão na história dos Campeonatos Nacionais. Realizou a sua estreia com apenas 16 anos e seis dias contra o V. Guimarães (24.ª rodada).
Com 37 anos, dois meses e 23 dias, João Pereira é o mais velho campeão nacional da história do Sporting, batendo João Azevedo de 36 anos de idade, oito meses e 24 dias.
11 jogadores formados campeões nacionais em 2020/2021 (Luís Maximiano, Eduardo Quaresma, Gonçalo Inácio, Nuno Mendes, João Palhinha, Tomás Silva, Daniel Bragança, João Mário, Dário Essugo, Jovane Cabral e Tiago Tomás). Foi superado o máximo anterior de 10 jogadores formados em Alvalade campeões nacionais em 1981/1982 (Carlos Xavier, Virgílio Lopes, Vitorino Bastos, Zezinho, Augusto Inácio, Francisco Barão, Ademar, Freire, Alberto e Mário Jorge).

Balanço (3)

https___mercadodofutebol.com_wp-content_uploads_20

 

O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre PORRO:

 

- António de Almeida: «Deverá conquistar o lugar a Ristovski. Se é ou não o lateral-direito que precisamos, apenas o tempo o dirá, mas fazer melhor que o macedónio não parece muito difícil.» (29 de Agosto)

- João Goulão: «Perguntam vocês, e o Porro? Porra que o homem corre muito, mas ontem cansou-se mais depressa do que eu.» (29 de Outubro)

- Filipe Arede Nunes: «Há talento nesta equipa do Sporting: Pedro Gonçalves, Nuno Santos, Pedro Porro, João Mário acrescentaram muita qualidade ao plantel leonino.» (9 de Novembro)

- Pedro Boucherie Mendes: «Excelente jogo de Porro, como que a compensar com a sua energia alguma falta de confiança de Pote, Nuno Mendes e até Nuno Santos.» (2 de Janeiro)

- Eu: «Distinguiu-se nos desarmes, nas acções ofensivas pela ala direita, nos cruzamentos lá à frente. E com uma condição física invejável. É, naquele corredor, o melhor lateral do Sporting neste século. E nunca dá um lance por perdido. Quase no fim do jogo, celebrou com um punho no ar quando ganhou uma bola dividida que resultou em lançamento. Mal soou o apito final, foi exuberante e contagiante a sua alegria. À Leão.» (2 de Janeiro)

- Edmundo Gonçalves: «Aquele punho no ar de Pedro Porro quando ganhou um lançamento de linha lateral mesmo no final do jogo, fez provavelmente mais pela união dos sportinguistas que a desditosa direcção que o foi contratar.» (3 de Janeiro)

- Pedro Belo Moraes: «O Braga já caía ao tapete. Ao chão atirado pelo virtuosismo e pelas infindáveis ganas do enorme Porro, que, porra!, joga que se farta.» (3 de Janeiro)

- Luís Lisboa: «Tem vindo a demonstrar coisas dum lateral direito de topo, já é capitão dos sub-23 de Espanha e candidato à selecção A.» (3 de Janeiro)

- José Navarro de Andrade: «Os jogos do Sporting estão a ficar aborrecidos, enervantes e arrítmicos e lá está o patego do apito para garantir que isto seja assim. Também terão visto logo ao início aquele Khacef a fazer-se ao pé de Porro, este a sorrir-lhe e com um gesto de mão a dizer "vem cá, vem" e o longo assédio que se seguiu - como é diferente o futebol em Portugal...» (14 de Março)

- CAL: «Alguém saberá dizer se o Manchester City está feliz com a cláusula de compra de Pedro Porro?» (31 de Março)

- José Cruz: «"Tiras um Leão de campo e ainda ficam lá dez", foi a frase que ficou no ar da entrevista de Pedro Porro ao ADN de Leão. É uma frase forte e que significa muito mais do que uma metáfora para o que aconteceu contra o Braga.» (12 de Maio)

Que reforços para a próxima época?

Texto de Filipe Antunes

Joao-Mario-Sporting-CP-jogadores.jpg

 

Lateral direito

Continuo a não ser o maior apreciador de Ricardo Esgaio, embora lhe reconheça qualidade e uma entrega enorme. De facto ele parece ser o jogador que melhor assenta neste esquema, além disso não necessitava de adaptação. O problema no negócio Esgaio chama-se António Salvador que adora alimentar novelas na comunicação social sempre que negoceia com o Sporting para dar aquele ar de Negociador Implacável.

Caso não se chegue a acordo, uma alternativa válida poderia ser o Reggie Cannon: das poucas vezes que vi, pareceu-me ter um potencial interessante.

 

Lateral esquerdo

Em primeiro lugar, deveria-se fixar definitivamente Matheus Reis nesta posição: é aqui que ele rende, foi aqui que ele deu nas vistas no Rio Ave e é um desperdício colocá-lo como central esquerdo.

Com a saída de Nuno Mendes, Rúben Vinagre parece ser a opção prioritária: boa estampa física, muito rápido e já com experiência internacional. Num plano pessoal, também gostei da época do Ricardo Mangas.

 

Trinco

Importantíssimo, segurar Palhinha dê por onde der. É um jogador fulcral e dificilmente arranjaremos uma opção igualmente válida para jogar neste sistema, por isso é renovar com ele o mais depressa possível de forma a que continue connosco, pelo menos, mais um ano.

O que faltará para a próxima época é um jogador capaz de render a guarda quando Palhinha estiver desgastado e penso que esta opção teria de vir do mercado externo.

 

Avançado

Os jornais falavam que uma das possíveis compras do Sporting seria um avançado móvel. Não sei se é verdade ou não. Se for, acho que é desnecessário porque temos TT e Pedro Marques, que também responde bem quando lançado em profundidade.

O que nos faz falta é um avançado de área, não tanto como Bas Dost, mas mais como Slimani. Um daqueles avançados com peso na área, que jogue mais fixo e menos nos apoios, com bom jogo aéreo, que desgaste os centrais adversários e que vá lá para a "molhada" quando temos de ir atrás de um resultado.

 

Texto do leitor Filipe Antunes, publicado originalmente aqui.

A voz do leitor

«O meu filho deixou de ir ao estádio e ao pavilhão. E eu, desde os acontecimentos da Academia, nunca mais assisti a um jogo do Sporting ao vivo. Fui alvo de tentativa de agressão por reprovar o comportamento dos selvagens. Acabem de uma vez por todas com as claques. Não é por elas existirem que o Sporting é mais vezes campeão. Em quarenta anos, foram quatro campeonatos.»

 

João Nunes, neste texto do Luís Lisboa

Particularidades do título do Sporting

Como já foi referido, este título do Sporting teve a particularidade de ter sido obtido num ano ímpar. Desde 1953 que o Sporting não era campeão num ano ímpar. O que tem como consequència que desde 1954 (ano em que conquistou o tetra) que o Sporting não é campeão por dois anos seguidos. O bicampeonato tem que ser o principal objetivo para a próxima época, que tem que ser planeada a pensar nisso.

Analisando a história das classificações do Sporting, conclui-se que desde esse ano de 1954, a seguir a um título de campeão segue-se quase sempre um mau campeonato, com classificações abaixo do 2º lugar. A única exceção foi na época de 1971 - 2º lugar após o título de 1970. Desde esse tetracampeonato de 1954, só por três ocasiões o Sporting ficou dois anos seguidos (ou mais) acima do terceiro lugar: em 59/60 e 60/61 (dois segundos lugares), os referidos 69/70 e 70/71 e o bem mais recente "tetravicecampeonato" de Paulo Bento (e Soares Franco), entre 2006 e 2009, que eu sempre elogiei e sempre elogiarei. O título recém conquistado foi importantíssimo, mas mais importante (e mais histórico) será ser bicampeão em 2022. Toda a equipa terá que ser motivada para isso. E tem que haver estabilidade na equipa técnica e no plantel.

A propósito da equipa técnica: desde 1974, foi a primeira vez que o Sporting foi campeão tendo mantido um treinador da época anterior (pelo que foi dito, sem ter sido campeão). Desde então o Sporting só tinha sido campeão com treinadores estreantes, por vezes entrando mesmo com a época em andamento. E a maior parte das vezes os treinadores campeões não terminavam a época seguinte - por vezes, como Allison em 1982, nem a começavam. Foi esta tradição que Rúben Amorim veio quebrar. Esperemos que continue a contrariar a tradição e nos dê o bicampeonato.

Sporting na TV

Ainda há muito para ganhar

Fonte: https://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/noticias/2021-05-28/sporting-na-tv

SEXTA-FEIRA, 28 DE MAIO

19h00 - RTP 2 / PORTO CANAL / FPB TV
Basquetebol / Seniores - FC Porto vs. Sporting CP
Jogo 3 da Final da Liga Placard

21h30 - BTV
Andebol / Juniores - SL Benfica vs. Sporting CP
3.ª jornada da 1.ª fase/Grupo A do Torneio AAL

 SÁBADO, 29 DE MAIO

1h00 - LIVE STREAM / FACEBOOK
Surf / Seniores - Teresa Bonvalot
World Surfing Games

10h00 - CANAL 11
Futebol de Praia / Seniores - Sporting CP vs. Varzim SC
4.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato de Elite

10h00 - YOUTUBE
Ténis de Mesa / Juniores - Patrícia Santos
WTT Youth Star Contender de Tunis

11h00 - NEXT
Futebol / Juvenis - SC Braga vs. Sporting CP
1.ª jornada da 2.ª fase do Torneio Nacional

11h30 - MYCUJOO TV
Futebol / Equipa B - Oriental Dragon FC vs. Sporting CP B
6.ª jornada da Série 7 do Acesso à Liga 3

14h00 - SPORTING TV
Futsal / Seniores - Sporting CP vs. CR Leões P. Salvo
Jogo 2 das Meias-finais da Liga Placard

14h20 - YOUTUBE ISSF
Tiro à Bala / Seniores - Marcelo Cazassa (Carabina 3 posições - fase final)
Campeonato da Europa (em caso de apuramento)

14h30 - TRIATHLON LIVE TV
Triatlo / Elite - Erwin Vanderplancke
Taça do Mundo de Arzachena

14h30 - RTP 2 / EUROVISION SPORTS TV
Atletismo / Seniores - Vânia Silva (martelo); Marta Onofre (vara); Vera Barbosa (400 m barreiras); Lorène Bazolo (100 m e 4x100 m); Tiago Pereira (altura); Salomé Afonso (800 m); Cátia Azevedo (400 m); Patrícia Mamona (triplo salto); Rosalina Santos (4x100 m); Carlos Nascimento (4x100 m)
Campeonato da Europa de Equipas - Superliga

15h00 - BTV / ANDEBOL TV
Andebol / Seniores - SL Benfica vs. Sporting CP
29.ª jornada do Campeonato Placard Andebol 1

15h00 - FPTM TV
Ténis de Mesa / Seniores - Sporting CP vs. CD 1.º Maio
Jogo 2 das Meias-finais do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão

15h00 - FACEBOOK
Voleibol / Infantis Femininos - CF “Os Belenenses” vs. Sporting CP
4.ª jornada da Série A do Campeonato Regional

15h30 - TV PLANETA
Futebol / Juniores - SC Lourinhanense vs. Sporting CP
5.ª jornada da 1.ª fase/Série 2 da Taça AFL de Sub-21

DOMINGO, 30 DE MAIO

1h00 - LIVE STREAM / FACEBOOK
Surf / Seniores - Teresa Bonvalot
World Surfing Games

9h00 - CVO TV
Voleibol / Iniciados Femininos - CV Oeiras vs. Sporting CP
3.ª jornada da Série A do Campeonato Regional

10h00 - CANAL 11
Futebol de Praia / Seniores - AD Buarcos vs. Sporting CP
5.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato de Elite

10h30 - YOUTUBE
Ténis de Mesa / Juniores - Patrícia Santos
WTT Youth Star Contender de Tunis (em caso de apuramento)

12h00 - RTP 2 / EUROVISION SPORTS TV
Atletismo / Seniores - Rúben Antunes (martelo); Evelise Veiga (comprimento); Olímpia Barbosa (100 m barreiras); Nuno Pereira (800 m); Anabela Neto (altura); Edujose Lima (disco); Auriol Dongmo (peso); Lorène Bazolo (200 m); Tiago Pereira (triplo salto); Salomé Afonso (1500 m); Cláudia Ferreira (dardo); Cátia AzevedoDorothé ÉvoraVera Barbosa e Juliana Guerreiro (4x400 m)
Campeonato da Europa de Equipas – Superliga

15h00 - FPTM TV
Ténis de Mesa / Seniores - Sporting CP vs. CD 1.º Maio
Jogo 3 das Meias-finais do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão (se necessário)

17h00 - RTP 2 / PORTO CANAL / FPB TV
Basquetebol / Seniores - FC Porto vs. Sporting CP
Jogo 4 da Final da Liga Placard

17h00 - SPORTING TV
Futsal / Seniores - Sporting CP vs. CR Leões P. Salvo
Jogo 3 das Meias-finais da Liga Placard (se necessário)

QUARTA-FEIRA, 2 DE JUNHO

19h00 - RTP 2 / SPORTING TV / FPB TV
Basquetebol / Seniores - FC Porto vs. Sporting CP
Jogo 5 da Final da Liga Placard (se necessário)

21h00 - SPORTING TV
Andebol / Seniores - Sporting CP vs. AA Águas Santas
30.ª jornada do Campeonato Placard Andebol 1

Que plantel para a próxima época?

sporting.jpg

 

Terminou a época 2020/2021 e o grande vencedor foi o Sporting Clube de Portugal. Conquistámos o campeonato e a taça da Liga, o Braga conquistou a taça de Portugal, o Porto conquistou uns milhões de euros via uma carreira interessante na Champions, o Benfica conquistou a taça desgraçados do Covid, seja lá isso o que for.

É tempo de pensarmos que plantel vamos ter na próxima época. E vai ser uma época tremendamente exigente. Vamos ter a defesa do título, a participação na Champions, temos muitos jogadores nos compromissos das selecções A e sub21 que inevitavelmente a vão começar mal, e depois de atingirem sucesso vai ser complicado para todos se superarem.

Para falar do plantel temos de falar dos jogadores com contrato para a próxima época, dos que podem sair por propostas irrecusáveis. Aqui falamos no trio que vai ao Europeu, e também dos que estiveram emprestados ou nas equipas B e sub23. E há muita gente, mesmo demasiada, nestas últimas situações. Quem é que desses tem condições para reforçar o plantel principal? Vejo poucos ou nenhuns, os melhores dos jovens já lá estão, muito trabalho para Hugo Viana gerir vendas e dispensas, baixar a folha salarial e encaixar capital.

 

Que objectivos se podem colocar para a próxima época? Em primeiro lugar o apuramento directo para a Champions do ano seguinte, porque é isso que permite sustentação financeira e desportiva do Sporting como clube grande. Depois podem acontecer coisas melhores, desde logo revalidar o título, ultrapassar a fase de grupos da Champions ou até conseguir a dobradinha. Seria fantástico, mas se calhar seria sonhar de mais. Vamos com calma. 

Repetindo o que desde há muito que tenho vindo a dizer, Rúben Amorim instituiu no Sporting um modelo de jogo muito próprio alicerçado num sistema táctico 3-4-3 do qual não abdica, e que no meu entender se baseia na segurança defensiva e na posse paciente, a toda a largura do campo, à procura dos momentos certos de ruptura atacante, contando para isso com um trio de avançados muito móveis apoiados por dois alas de costa a costa. Com Amorim não existem planos B e C, são os ajustamentos de pormenor e as alterações de protagonistas que trazem coisas diferentes ao jogo de acordo com o que o mesmo está a pedir. Amorim, como eu, acredita que é fazendo muitas vezes a mesma coisa que a fazemos melhor.

Por outro lado, e muito ajudado por alguns jogadores "do tempo dele", conseguiu criar um balneário muito coeso e uma disciplina de trabalho muito forte. Quem não consegue corresponder sabe que poderá ter retiros sabáticos na equipa B, e sabe também que tem nessa e nas outras equipas da formação quem possa no dia seguinte ocupar o seu lugar. Por tudo isto, não vejo que Amorim esteja interessado em contratações de grandes craques e muito menos de "primas donas" que venham estragar o que lhe custou tanto a construir. Obviamente que Cristiano Ronaldo seria sempre muito bem-vindo, para o melhor jogador de todos os tempos haveria sempre lugar, os mais novos se calhar lutariam por lhe engraxar as botas, mas isso por enquanto também não passa de sonho.

 

Com o sistema táctico definido, podemos então pensar o plantel, havendo jogadores que poderão ocupar diferentes posições do 3-4-3.

Para cada jogador coloquei a idade, altura e valor no Transfermarkt.

 

Guarda-Redes - Luis Maximiano (22 anos, 1,90m, 5M€), Antonio Adán (34, 1,90m, 3M€), André Paulo (24, 1,88m, -), Diego Callai (16, 1,91m, -) 

Adán fez uma época tremenda, embora com dois deslizes que custaram pontos, e Max quando foi chamado mostrou que está em condições de fazer qualquer coisa de semelhante. Além das lesões, que podem acontecer a qualquer momento, numa época exigente haverá espaço para os dois, e não fará sentido nenhum Max trocar o banco do Sporting pelo banco doutra equipa qualquer. Renan continua sem contar para Amorim, em regime de ocupação dos tempos livres e sem vontade de sair. Depois temos um guarda-redes sóbrio e regular como André Paulo e um miúdo muito promissor, Diogo Callai, falado para integrar a pré-época. Concluindo, nesta posição estamos muito bem servidos.

 

Ala Direito - Pedro Porro (20 anos, 1,76m, 17M€), Hevertton Santos (20, 1,82m, -) e... Ricardo Esgaio (28, 1,73m, 6M€) ?

Porro fez uma época tremenda, chegou à selecção A de Espanha e é o titular da posição. Hevertton, capitão dos sub23, agora integrado na  equipa B, demonstra enorme potencial. Quer um quer outro têm o ponto forte no ataque e garantem intensidade, resistência e capacidade de cruzamento, obviamente com o Porro já a outro nível. Bruno Gaspar e Ristovski já se foram, Rosier fez uma boa época na Turquia e pretende ficar por lá, nenhum deles se pode comparar a Porro. Para termos uma alternativa de nível semelhante ao titular, Esgaio era a solução ideal. Dispensa apresentações, é da casa e trabalhou com Amorim, um óptimo rapaz, ficávamos com esta posição muito bem preenchida.

 

Defesa Central Direito - Eduardo Quaresma (19, 1,85m, 5M€), Neto (33, 1,85m, 2M€), Gonçalo Inácio (19, 1,86m, 9M€)  e...  ???

O lado direito da defesa foi o calcanhar de Aquiles do Sporting esta temporada, muitos dos golos sofridos nasceram de arrancadas e/ou cruzamentos por este lado aproveitando o adiantamento do Porro. Nessa posição Neto sai fora da sua zona de conforto, Quaresma tarda em dar o salto, Gonçalo Inácio joga de pé trocado e em termos de futuro não é bom nem para a equipa nem para o rapaz, se calhar por isso não integrou a convocatória de Rui Jorge para os sub21. Olho para a equipa B e vejo centrais que comprometem a equipa, olho para os sub23 e vejo um baixote a jogar. Parece-me que aqui o Sporting tem de contratar alguém de valor firmado para chegar e ser logo titular. Dava imenso jeito um Mathieu dextro, muito forte no jogo aéreo e a marcar livres directos. Quem?

 

Defesa Central - Sebastian Coates (30, 1,96m, 14M€), Luís Neto (33, 1,85m, 3M€) e Gonçalo Inácio (19, 1,86m, 9M€)

Esta é a posição tradicional de defesa central onde "El patrón" Coates está como peixe na água. Por outro lado, Neto e Inácio até parecem render mais nesta posição central do que nos lados. Pelo que estamos muito bem servidos.

 

Defesa Central Esquerdo - Gonçalo Inácio (19, 1,86m, 9M€), Zouhair Feddal (31, 1,92m, 6M€) ? e Matheus Reis (26, 1,83m, 2,5M€)

Feddal fez uma época regular mas Matheus Reis tem dificuldades na posição. O lugar mais tarde ou mais cedo é de Gonçalo Inácio. Mesmo que Feddal saia, o problema maior está do outro lado da defesa. 

 

Ala Esquerdo - Nuno Mendes (18, 1,84m, 25M€) ?, Vitorino Antunes (34, 1,76m, 1M€), Matheus Reis (26, 1,83m, 2,5M€), Flávio Názinho (17, 1,80m, -) e... Rúben Vinagre (22, 1,74m, 5M€) ?

Aqui devemos perder a estrela da companhia e precisamos de contratar. Rúben Vinagre parece uma cópia de Porro em termos físicos, tem o mesmo agente que Pedro Gonçalves e Nuno Santos, fez boa parte da formação em Alcochete, é uma solução mais que óbvia. Antunes poderá sair também, mas temos em Matheus Reis um suplente fiável. Flávio Názinho é aposta a médio prazo.

 

Médios Centro - João Palhinha (25, 1,90m, 15M€), Matheus Nunes (21, 1,83m, 5M€), Daniel Bragança (22, 1,69m, 5M€), João Mário (27, 1,79m, 12M€), Dário Essugo (16, 1,79m, -)

O Sporting está a todo o custo a tentar assegurar a continuidade de João Mário. Ele é o maestro da equipa e, depois duma época de recuperação a todos os níveis, a próxima poderá ser melhor. Palhinha e João Mário formaram uma dupla eficaz e que se complementa muito bem, um mais na destruição, outro na construção. Matheus Nunes e Bragança são alternativas de qualidade, um mais "box-to-box", o outro mais "play maker". Saindo João Mário, Ryan Gauld seria muito bem-vindo, jogo mais directo e intenso. Ficando João Mário, seria melhor o Sporting apostar num jogador diferente, tipo Oceano para servir de alternativa a Palhinha. Na equipa B e pelo que vi, Rodrigo Fernandes - que sem dúvida muito evoluiu esta época - ainda não tem a intensidade necessária. Já Bruno Paz, ainda muito "a gasóleo", precisaria dum empréstimo na 1.ª Liga para conseguir outro andamento competitivo. Concluindo, aqui tudo depende de conseguirmos manter ou não a dupla titular.

 

Interiores - Pedro Gonçalves (23, 1,73m, 15M€), Tabata (24, 1,78m, 4M€), Jovane (22, 1,76m, 6M€),  Nuno Santos (26, 1,76m, 6M€), Tiago Tomás (18, 1,80m, 6M€), Gonzalo Plata (20, 1,78m, 4M€), Joelson Fernandes (18, 1,72m, 6M€) e... Marcus Edwards (22, 1,68m, 10M€) ?

Esta é a posição Balakov. Na falta dum artilheiro eficaz, foram alguns destes jogadores o abono de família da equipa, uns mais verticais, outros a render mais entre-linhas no passe e remate. No conjunto marcaram mais de 2/3 dos golos esta temporada e foram fundamentais para a excelente carreira do Sporting na Liga. Pedro Gonçalves destacou-se esta temporada, mas nos outros há também muita qualidade e capacidade de crescimento. É preciso mais alguém? Para vir mais um baixinho, algum outro baixinho vai ter de sair... tudo vai depender das propostas que existirem. Se calhar faria falta um jogador de características diferentes, tipo... Balakov.

 

Pontas de lança - Paulinho (28, 1,88m, 15M€), Andraz Sporar (27, 1,86m, 5M€), Luiz Phellype (27, 1,88m, 3M€), Pedro Marques (23, 1,81m, 0,9M€), Pedro Mendes (21, 1,87m, 0,5M€) e ... ???

Esta é a posição Yazalde. O problema é que não há Yazalde, nem sequer Bas Dost, nem nenhum dos grandes artilheiros que por aqui passaram, e o que o trio Paulinho, Sporar e LP tem em comum, não discutindo o muito que Paulinho dá ao jogo de equipa, é mesmo a grande dificuldade de marcar golos. Depois temos Pedro Marques, já com uma apetência maior para o efeito. Pedro Mendes, para grande pena minha, continua a desperdiçar oportunidades. E nenhum destes cinco se destaca pelo seu jogo de cabeça, falta um "cabecinha de ouro" no plantel. Aqui seria de vender Sporar, Luiz Phellype e Pedro Mendes, preferir Pedro Marques a Tiago Tomás como ponta de lança isolado quando isso tiver que acontecer, e contratar algum Jardel que por aí ande.

 

Resumindo:

Preparar a nova época como campeão português, e com entrada no pote 1 da Champions assegurada, é bem melhor que prepará-la como quarto classificado e duas eliminatórias da Liga Europa para ultrapassar antes da fase de grupos. Isso também quer dizer que o Sporting vai ter mais facilidade esta época em contratar melhor, e que mais jogadores do plantel quererão ficar, recusando propostas mais vantajosas. 

Sistematicamente fora da Champions, o Sporting estaria condenado a ser o Braga do sul, e não foi para isso que o Sporting foi criado. Foi para ser "um grande clube, tão grande como os maiores da Europa". De regresso agora à Champions, existe uma oportunidade real de voltar para ficar e apenas assim o Sporting vai conseguir cumprir o seu destino.

 

Por último:

Fica aqui o convite para dizerem de vossa justiça sobre os ajustamentos a fazer no plantel do Sporting, inclusivamente com sugestões sobre jogadores que seriam bem-vindos para reforçar o plantel de acordo com as ideias e o modelo de jogo de Rúben Amorim.

 

PS: Emprestados e encostados, para além dos mencionados, com um valor de mercado de cerca de 23M€:

1. Renan Ribeiro (encostado, 0,6M€)

2. Lumor (encostado, 1M€)

3. Tiago Ilori (emp. Lorient, 1M€)

4. Battaglia (emp. Alavés, 4M€)

5. Rosier (emp. Besiktas, 7,5M€)

6. Doumbia (emp. Huesca, 3,5M€)

7. Eduardo Henrique (emp. Crotone, 2M€)

8. Ivanildo Fernandes (emp. Almeria, 1 M€)

9. Diaby (emp. Anderlech, 2,8 M€)

 

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

Pág. 1/12

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D