Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Os melhores prognósticos

Não me lembro de haver tantos prognósticos certos numa jornada só. Ainda bem: é um excelente sinal. Desde logo de confiança no mérito da nossa equipa.

Aqui fica a menção a todos quantos acertaram no resultado do Sporting-V. Guimarães: Fernando Albuquerque, Fernando Luís, Frederico, João Santos, Pedro Batista, Ricardo Roque e Verde Protector

Quase todos acertaram também no nome de pelo menos um marcador, ficando apenas excluídos Fernando Albuquerque, Frederico e Ricardo Roque. Mas todos estão de parabéns.

Órfãos, viúvas e agora pândegos...

Alguns ressabiados com o bom momento que o Sporting atravessa colocaram ontem a circular nas redes sociais mais delírios conspirativos, desta vez a teoria que a direcção do Sporting evitou a saída pelo aeroporto da Portela, preferindo o Figo Maduro para fugir aos sócios. Estas patéticas almas nem se dão conta do ridículo a que se expõem, uma vez que a comitiva foi à praça do município para ser recebida oficialmente na C.M.L. e depois o pavilhão João Rocha foi aberto aos sócios que quiseram receber os jogadores, o que deita por terra qualquer tese destes saudosos do defunto aspirante a Napoleão do Sporting Clube de Portugal, que em boa hora os sócios resolveram destituir. 

Oa acólitos da seita da igreja universal do reino do Bruno tiveram muito espaço e tempo para mostrar cartazes, mas cada vez menos sportinguistas lhes passam cartão, porque a agenda está gasta e não será pelo cansaço que nos vencem. Por duas vezes a esmagadora maioria dos sócios se pronunciou e muito provavelmente não haverá duas sem três. No passado sábado o estádio voltou a encher, ontem assistimos a um banho de multidão na recepção à equipa de futsal, estamos no bom caminho.

Metam uma coisa na cabeça, se querem continuar ou não a ser sócios e apoiar o clube, ou preferem continuar a carpir mágoas pelos cantos, é convosco, mas fiquem com a certeza que os sócios não querem regressar a um triste passado que nos envergonhou e enxovalhou, por isso podem ter a certeza, o nosso presidente chama-se Frederico Varandas e no dia em que deixar de o ser, alguém lhe sucederá no cargo, mas não será o vosso líder espiritual, porque tal profeta só traz desgraça, o clube pertence aos sócios e a esmagadora maioria quer ver tal figurão bem longe...

Alcochete blues

Mais um final de Liga, mais uma final da taça, a invasão de Alcochete está a completar um ano.
Dezenas permanecem presos, sem saberem sequer se vão ser acusados ou que acusação lhes será imposta. Uns serão barra pesada, mas haverá outros que foram apanhados no comboio das emoções e já levam quase um ano de “preventiva” na pildra, onde por certo estarão a ter tempo para pensar nos grandes temas de Portugal. Trump, Bolsonaro, a subida da extrema-direita em Espanha, o novo Star Wars lá para o Natal, o site da HBO que vai abaixo em dia de Game of Thrones, as calotes polares que derretem, as eleições europeias, o penteado do André Ventura, para que clube vai o João Felix,  o excesso de turistas, a qualidade da comida no SUD, o índice de popularidade de Marcelo, se houve marosca com as casas de Pedrógão, se Mário Centeno vai para o Chelsea, a lampreia que este ano está mais ou menos, etc.
Presos há quase um ano sem culpa formada, ninguém liga, ninguém quer saber. Podia ser uma série da Netflix, mas é aqui, em Portugal, com gente verdadeira. Fizeram mal em invadir Alcochete? Claro, mas digam-lhes quanto devem à sociedade. Um mês, um ano, 5 anos, 500 anos? O que for, mas digam-lhes. Já vai sendo tempo de a Amnistia, os partidos políticos e as mil e uma ONGs que vivem penduradas na indústria dos subsídios abrirem o bico.

Faz hoje um ano

 

Faz hoje um ano, a 30 de Abril de 2019, o Pedro Azevedo analisava aqui a prestação de dois jogadores muito estimados no Sporting: Montero e Gelson Martins.

 

O que escreveu sobre Gelson: «Quando melhorar a sua visão periférica do jogo e, quando na zona central, ganhar uma maior perpendicularidade face à baliza - os tais movimentos que lhe permitam ganhar a frente dos lances e chegar isolado para finalizar -, tornar-se-á um jogador consensual, pretendido por toda a Europa.»

O que escreveu sobre Montero: «Nunca se sabe o que vai sair dali. Pode ser fava ou brinde num bolo-rei, marcar o golo decisivo após 90 minutos sem tocar na bola. Faz lembrar o Nené do Benfica, o homem invisível que raramente mostra a sua forma humana, um misto de uma realidade fria e desesperante e de um misticismo quente e inspirador.»

 

Entretanto, em artigo de opinião publicado no Diário de Notícias, Bruno de Carvalho anunciava que o Sporting se tornaria detentor de 88,03% do capital da SAD no final de 2018.

Faltavam 15 dias para o assalto a Alcochete.

No reino do Belzebu

belzebu.jpg

 

Há muito que a Igreja Universal do Reino do Bruno nos tinha avisado, o Belzebu entrou no clube para fazer dele um nojo de mansos e croquetes, e vendê-lo ao pataco aos demónios ricos deste mundo, os J.Mendes, Sobrinhos e que tais, destruindo a herança do melhor presidente de todos os tempos, rei do Facebook e guerreiro sem medo (se não vai, é porque não pode).

Mas enquanto isso não acontece vamos pelo menos festejando um título europeu e apreciando uma festa na Câmara Municipal de Lisboa com toda a gente a festejar, no palácio e na praça, e sem um treinador triste, marginalizado e à beira do despedimento.

Sendo assim, siga o Belzebu. 

 

PS: Com um grande agradecimento aos dois treinadores referidos, Nuno Dias e Marco Silva.

 

SL

Assim não vale!

Quer dizer... um homem parte para longe da cidade, com acesso restrito à informação, para fazer uma caminhada abençoada por uma fé religiosa, para de súbito, quando chega a casa, perceber que a equipa de Futsal do Sporting foi só campeã europeia... Coisa de somenos, dirão alguns!

Isto assim não vale... É que não vi um minuto do jogo, nem um golo, nem sequer o recebimento da taça.

Mais a sério digo: Parabéns, equipa! Parabéns, SPORTING!

Pódio: Raphinha, Bruno, Luiz Phellype

Por curiosidade, aqui fica a soma das classificações atribuídas à actuação dos nossos jogadores no Sporting-V. Guimarães pelos três diários desportivos:

 

Raphinha: 20

Bruno Fernandes: 19

Luiz Phellype: 18

Idrissa: 17

Wendel: 15

Acuña: 15

Coates: 15

Mathieu: 15

Ristovski: 15

Renan: 14

Diaby: 13

Borja: 12

Jovane: 6

Miguel Luís: 6

 

Os três jornais elegeram Raphinha como melhor em campo. 

A importância da estabilidade

Lembram-se dos nomes que chamaram há dois anos a Nuno Dias?

Eu lembro-me. Não esqueço.

 

Parabéns a ele, que resistiu a tudo - incluindo ao "fogo amigo", que ficou bem evidente após a final perdida em 2017.

Parabéns a Miguel Albuquerque, peça indispensável das modalidades leoninas, sempre com vocação vencedora.

E, claro, parabéns aos jogadores. Destaco o capitão João Matos, o campeão com mais títulos no futsal português. E o grande guarda-redes Guitta, que fez a diferença na final de ontem com uma exibição inesquecível: foi, de longe, a melhor contratação leonina desta época. Com reflexos óbvios na conquista do nosso primeiro troféu europeu numa modalidade que apaixona cada vez mais adeptos.

 

Lembro que Nuno Dias trabalha desde 2012 no Sporting. Isto apenas confirma que não basta a competência: é também fundamental haver estabilidade.

O caminho faz-se caminhando. Nada se consegue com fogachos de curto prazo.

Palmarés leonino 2018/2019

 

Proeza inédita: Sporting conquista Liga dos Campeões em futsal.

 

Sporting vence pelo segundo ano consecutivo a Taça da Liga em futebol.

 

Sporting sagra-se bicampeão europeu de corta-mato feminino.

 

Leoa Fancy Cherono alcança título individual no Europeu de corta-mato.

 

Patrícia Mamona, do Sporting, bate recorde nacional do triplo salto por duas vezes.

 

Equipa de judo do Sporting conquista a Liga dos Campeões desta modalidade.

 

Sporting conquista campeonato nacional de natação pelo oitavo ano consecutivo.

 

Equipa de futsal do Sporting revalida Taça de Portugal derrotando o Benfica.

 

Sporting vence a oitava Supertaça de futsal da sua história, goleando o Fabril.

 

Salomé Afonso conquista ouro em 800 metros sub-23 na primeira edição dos Campeonatos do Mediterrâneo de atletismo em pista coberta.

 

Leoas revalidam título de campeãs nacionais de atletismo em pista coberta.

 

Catarina Ribeiro é a nova campeã nacional de estrada em atletismo.

 

Atletismo: Sporting revalida título feminino no campeonato nacional de estrada.

 

Atletismo: Sporting revalida título masculino no campeonato nacional de estrada.

 

João Vieira conquista campeonato nacional de marcha em estrada.

 

Atleta leonino Rúben Santos é campeão nacional júnior de marcha em estrada.

 

Cristiano Borges, do Sporting, vence campeonato nacional de marcha em estrada sub-23.

 

Râguebi feminino conquista Taça Ibérica, derrotando espanholas do Olimpico Pozuelo.

 

Equipa feminina de râguebi do Sporting vence Supertaça da modalidade.

 

Râguebi feminino vence terceira Taça de Portugal consecutiva ao derrotar o SLB por 31-0.

 

Râguebi feminino: Sporting conquista campeonato nacional de tens.

 

Sporting impõe-se ao Ponta do Pargo, conquistando Supertaça de ténis de mesa.

 

Equipa de ténis de mesa do Sporting vence pelo quarto ano consecutivo a Taça de Portugal.

 

Taça de Portugal de ténis de mesa feminino, que nos fugia desde 1993, conquistada pelo Sporting.

 

Sporting campeão nacional de judo em juniores masculinos.

 

João Mansos sagra-se campeão nacional de triatlo.

 

 

(em permanente actualização: os títulos mais recentes surgem a negrito)

Faz hoje um ano

 

A 29 de Abril de 2018, como é habitual após as partidas disputados pelo Sporting, dava aqui nota das notas atribuídas pelos jornais desportivos aos nossos jogadores após o jogo em Portimão. Sem surpresa, uma vez mais, Bruno Fernandes figurava em primeiro lugar. Com Bas Dost e Gelson Martins a ocuparem os restantes lugares do pódio.

A voz do leitor

«Sugiro um exercício: com a tecnologia do VAR quantas vezes no mandato de Bruno de Carvalho - para não recuar mais - o Sporting teria ido mais além na Liga dos Campeões? Quantos foram os milhões de euros que essas decisões sem VAR determinaram? Dito isto, fiquei satisfeito com a vitória do Tottenham porque é a equipa mais fraca e eu, como qualquer sportinguista, torço sempre pelos mais fracos.»

 

JG, neste texto do JPT

Viva Bielsa

No dia deste escandaloso Braga-Benfica, do qual retiro o final ensinamento que não se justifica esperar que isto do futebol português venha alguma vez a melhorar do estado de aldrabismo visceral no qual vive há décadas, é emocionante ver o que Marcelo Bielsa mandou fazer no Leeds United-Aston Villa, ainda por cima numa decisão que impede a sua própria equipa de ascender imediatamente ao ambicionado e riquíssimo campeonato inglês. Bielsa passou assim do consabido "El Loco" a consagrado "El Justo".

Em Portugal temos esta merda. A mim resta-me, algo quixotesco, uma decisão: tentar nunca consumir qualquer produto que anuncie no futebol português.

Quanto ao resto? Que se foda, não dou mais para este peditório abjecto.

 

Pág. 1/10

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D