Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

2018 em balanço (2)

treinador-da-equipa-de-futsal-do-Sporting-Nuno-Dia

 

 

TREINADOR DO ANO: NUNO DIAS

Quando se fala em modalidades, no rumo vitorioso do Sporting, a primeira que vem à mente dos adeptos é o futsal, onde temos reforçado a nossa hegemonia, bem expressa nos números desta década. Sete dos mais recentes campeonatos foram conquistados pelos jogadores de Leão ao peito. E em cinco dessas proezas quem estava ao leme era o treinador Nuno Dias. Que em Junho nos conduziu ao tricampeonato, após vitória quase épica sobre o rival Benfica.

Foi o triunfo do brio, da persistência, do talento, da teimosia. Adjectivos que podem colar-se sem favor a este técnico que tão bem tem conduzido o futsal leonino. Nuno Dias, que amanhã festeja 48 anos, encontra-se em Alvalade desde a época 2012/2013 e tem feito jus à contratação: com ele, reforçámo-nos como potência nacional da modalidade. Os números falam por si: já soma 14 títulos - três Taças de Portugal, quatro Supertaças e duas Taças da Liga, além dos cinco campeonatos.

Não admira que o Sporting esteja nomeado para melhor clube mundial e o técnico integre a elite planetária: está entre os dez escolhidos para melhor treinador à escala global. De olhos sempre postos no futuro: como bem diz, «é preciso apostar nos miúdos da formação», atributo indissociável da matriz leonina. Miúdos como Zicky ou Bernardo Paçó, em quem vem apostando nesta época 2018/2019.

Os jogadores gostam de trabalhar com ele, sabendo como potencia as suas qualidades. Assim não admira que Cavinato, João Matos, Merlim, Pedro Cary, Guitta, Alex, Gonçalo Portugal, Dieguinho, André Sousa, Pany, Leo e Cardinal sejam ídolos dos adeptos, que vibram com as actuações da nossa equipa, sobretudo na indescritível atmosfera do Pavilhão João Rocha.

Campeões que nunca se satisfazem com os títulos já alcançados: ambicionam sempre mais. Essa é a principal lição transmitida pelo técnico, que tão bem incorpora o lema do Sporting Clube de Portugal - Esforço, Devoção, Dedicação e Glória.

 

 

Treinador do ano em 2012: Domingos Paciência

Treinador do ano em 2013: Leonardo Jardim

Treinador do ano em 2014: Marco Silva

Treinador do ano em 2015: Jorge Jesus

Treinador  do ano em 2016: Fernando Santos

Treinador do ano em 2017: Jorge Jesus

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 27.12.2018

    Tem razão, meu caro. Vou acrescentar à lista os nomes que menciona, bem merecidos.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D