Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

E em Portugal?

A justiça espanhola tem vindo a apertar o cerco à evasão fiscal no futebol, que durante décadas passou impune. Sem poupar sequer os grandes astros da modalidade.

Lionel Messi foi condenado - com sentença já transitada em julgado - por defraudar a administração tributária em 4,1 milhões de euros. Por sua vez, Cristiano Ronaldo está a ser ouvido num inquérito a propósito da suposta fuga ao fisco num valor de 14,7 milhões de euros relativos a direitos de imagem.

Impõe-se a pergunta: quando terá a justiça portuguesa oportunidade ou coragem para investigar todos os contratos dos jogadores de futebol profissional?

Estrelinha da sorte...

A mais que improvável conjugação de resultados aconteceu, e o Sporting Clube de Portugal é cabeça de série no sorteio do playoff da Champions. O que faz diferença.

Noticia o Record que "O cenário era altamente improvável... mas aconteceu mesmo. Seria preciso quase um 'milagre' para o Sporting ser cabeça-de-série no sorteio do playoff da Liga dos Campeões mas a conjugação de resultados necessária para tal veio mesmo a ocorrer e os leões passaram de possíveis adversários como Sevilha, Liverpool, Nápoles, CSKA e Ajax para Nice, Young Boys, Steaua Bucareste, Basaksehir e Hoffenheim. Teoricamente bem mais acessíveis."

Espero que estejamos à altura do "milagre" e passemos à fase de grupos. Bem precisamos de amealhar o dinheiro da participação nessa fase, pois o que já lá vai em contratações...

Depois da introdução do VAR (Monaco e Fiorentina, e agora na liga), o "milagre" de cabeça de série. A época promete. Estrelinha da sorte, estrela de campeão?

IMG_0209

 

A voz do leitor

«Não havendo a figura do Provedor do Sócio, seria da maior utilidade abrir um canal de comunicação privado entre os Sócios e o Clube de forma a que este pudessem contribuir com ideias, incentivos ou até mesmo criticas a melhorar e a engrandecer ainda mais o Nosso Sporting.»

Leão da Estrela, neste meu texto

Ética - Lesão de Honra e de Reputação

Isto já parece uma brincadeira. O presidente do Sporting arrisca-se a ser punido com uma suspensão entre 2 meses e 2 anos por "lesão de honra e reputação" ( a que poderão acrescer entre 3 meses a 1 ano, por violação da suspensão a que estava sujeito), devido a uma entrevista concedida à TVI em 24 de Março deste ano.

 

Entretanto, ficamos a aguardar o julgamento do Conselho de Disciplina sobre a lesão de honra e de reputação a que esteve sujeito o presidente do Sporting por ter sido afirmado, uns dias após os factos, e já entretanto desmentido pelos instrutores da Liga, que teria cuspido no presidente arouquense. Os factos remontam a 6 de Novembro do ano passado(!), foram há 9 meses...

 

Se as imagens televisivas são suficientemente claras, se o presidente arouquense é visto a, pelo menos, empurrar 2 stewards, se o próprio anteriormente em declarações relacionadas com o não empréstimo de Iuri tinha sido, no mínimo, deselegante com o presidente do Sporting, se quando a equipa B jogou em Arouca tambem tinha havido problemas com insultos a Manuel Fernandes, porque é que o CI da Liga e o CD da FPF demoram tanto a produzir uma decisão deixando BdC exposto perante a opinião pública? A quem é que interessa está situação? O presidente do CD deveria vir a público explicar estes acontecimentos que beliscam a imagem deste Órgão, até porque poderão haver razões ponderosas que os justifiquem. Não dizer nada passa a imagem de caça ao homem...

Recordar - Krasimir BALAKOV

 

"Búlgaro, mas não bulgar*"

 

"Ele rodopiava, ele saltava ao eixo entre oponentes que o apertavam, ele mantinha-se de pé, tal qual Maradona, mesmo quando carregado em falta. Ver Balakov jogar era como assistir a uma prova de 110 metros barreiras em que todos os obstáculos iam sendo fatalmente superados até à meta, o golo.

 

Assim foi certa noite de sonho no Bonfim, quando sozinho destruiu o Vitória(?) - deixando atónita a multidão nas bancadas - pegando na bola, com a sua abençoada canhota, ainda no seu meio-campo (iludindo logo aí dois oponentes), resistindo posteriormente a carga dura, não cedendo miraculosamente à já antecipada queda, antes de preparar nova diabrura, com troca de pés driblando dois adversários em simultâneo(!), passando entre eles, para, de seguida, contornar o desamparado guardião da virtude vitoriana, encostando suavemente para golo com o pé direito. Um monumento! Uma bala humana com um destino certo, a baliza. Aliás, "Bala" ficaria para sempre o seu epíteto, nas "cov(as)" ficavam os que ousavam tentar contrariá-lo.

 

De vez em quando amuava e "desaparecia" do jogo, queria o contrato melhorado. Mas, regressava ao seu nível (e que nível, senhores). Por vezes, sebastianicamente, como naquela noite de nevoeiro feito de fumos de claques, quando disparou um míssil de pé direito(!) - sim, embora esquerdino de Ouro, não era manco do outro pé - apontado directamente ao aungulo superior esquerdo da baliza do benfiquista Silvino Louro. Bem, nesse dia, louros só para Balakov -"que grande golo!" -, diria Sousa Cintra, em directo, ainda a procurar o seu lugar na Tribuna, aquando do golo madrugador que estreou uma nova forma de filmar os jogos de futebol em Portugal, com muitas câmaras e repetições de diversos ângulos, da SIC. Já para definir este búlgaro, só havia um ângulo, um encómio: genial."

 

*reacção de um portista ao ver Balakov jogar pela primeira vez...

 

IMG_4089.JPG

 

Balakov foi, provavelmente, o jogador mais genial que vestiu a camisola verde-e-branca do emblema do Leão rampante. Por motivos que a mim (e certamente a muitos de Vós) me escapam nunca foi campeão pelo Sporting, inclusivé quando jogou ao lado de Figo, Paulo Sousa e Cherbakov, num meio-campo que se dava ao luxo de "sentar" Peixe, Capucho, Filipe e Pacheco (outra equipa). Com este meu texto pretendi captar a genialidade deste búlgaro proveniente do ETAR Tarnovo, sendo certo que os genios não se circunscrevem a um rectângulo de papel, umas palavras. Se uma imagem vale mais que mil palavras, a genialidade valerá bem mais do que mil imagens. Os sportinguistas e o futebol muito devem a este ENORME jogador que, durante 5 anos, encantou as bancadas de Alvalade (e não só). Espero que tenham gostado!

 

Nota final: por lapso, na evocação de Uchoa não referi os nomes dos vencedores do Quiz(2) sobre esse jogador. Aqui ficam, com as minhas desculpas: Antonio Ramos (primeiro prémio) e João Santos (menção honrosa), os nossos leitores que acertaram.

A lista

Houve aí um rebaldaréu com uma certa lista de pessoas que faleceram no incêndio de Pedrógão Grande. A mim pareceu-me mais voyeurismo que outra coisa querer saber quem, infelizmente, perdeu a vida naquela tragédia.

Salvas as devidas proporções, exige-se que o IPDJ divulgue que raio de alterações fez o Benfica ao regulamento do pré-fabricado, para que lhe fosse levantada em 24 horas a interdição de efectuar jogos de petanca no seu recinto.

Quando mais se entranha, mais se estranha

Inacreditáveis as declarações do presidente do Benfica, a tomar toda a gente por parvos, a começar pelos adeptos e sócios do clube. Desconhece que existam claques?! Ou que o estádio tenha sido interdito. Digam-me outro clube que tenha sido tetra campeão e que tenha passado uma pré-época sem um único jogo no seu estádio. Repito: a equipa que domina o futebol português não joga no seu estádio perante os seus adeptos porquê? O mais incrível é perceber-se que ninguém parece ter-se dado conta ou ter-se incomodado, do simples adepto ao sócio, passando pelo imigrante, ou claro pelos estagiários, repórteres, colunáveis, colunistas e demais figurões. A ideia com se fica é que para Vieira o que interessa são outras coisas, que me escuso a nomear. Para Vieira e para os benfiquistas.

Ética - Meritocracia vs Erro

Um estudo promovido por investigadores da Fundação Francisco Manuel dos Santos, onde foram ouvidos 1346 funcionários de 6 empresas, e reproduzido pela TSF em Maio de 2015, indica que, na pratica, o mérito parece ser irrelevante em muitas empresas e no Estado. Segundo o mesmo estudo, preferências e conexões pessoais têm um papel fundamental em várias situações.

 

Estes indicadores mostram-nos que há que operar uma revolução de mentalidades no nosso país.

 

Vem isto a propósito, e aplicando aqui o contexto futebolístico, de ter ouvido Ribeiro Cristóvão pronunciar-se contra aquilo que pareceu ser a utilização do Vídeo-Árbitro, dizendo que "o futebol é um jogo de erro, e o erro serve para discussão durante a semana". Também no mesmo contexto, Jorge Baptista afirmou que "estão a matar emocionalmente o jogo".

 

A minha pergunta é: e o MÉRITO? Em que plano de prioridades estes senhores colocam o MÉRITO?

 

Se uma equipa, qualquer que seja, for sistematicamente ou, pelo menos estatisticamente, mais prejudicada que o(s) adversário(s), como ficamos?

 

Queremos uma Sociedade que valorize o MÉRITO ou uma que contemporize (ou até ache útil) com o ERRO? É que, perante a possibilidade de minimização do erro (o sonho de qualquer gestor que se preze) oferecida pelos meios tecnológicos não se percebe tanta resistência.

 

Razão tinha o extravagante avançado dos anos 70 e 80, Dadá Maravilha - que sabia o que era o mérito, quinto melhor marcador brasileiro de sempre, só atras de Pelé, Friedenrich, Romário e Túlio - quando dizia: " não me venham com a problemática que eu tenho a solucionática".

Entre os mais comentados

Nos 21 destaques feitos pelo Sapo em Julho para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu menções em todos eles. E figurou 17 vezes no pódio dos mais comentados - com quatro "medalhas de ouro", oito de "prata" e cinco de "bronze".

 

Os 21 textos foram estes, por ordem cronológica:

O polvo encarnado (5) (50 comentários, segundo mais comentado do dia)

O bruxo está de férias (40 comentários)

Campeão Rui Patrício (34 comentários)

Tempo de antena (2) (52 comentários)

A maior marca desportiva portuguesa (76 comentários, segundo mais comentado) 

Sem desculpas (36 comentários) 

Um teste aos leitores (64 comentários)

Os cábulas adoram copiar (64 comentários, segundo mais comentado) 

Atenção aos autogolos (60 comentários, segundo mais comentado) 

Oxalá me engane (56 comentários)

Porta giratória (142 comentários, segundo mais comentado)

Djaló peruano: um pontapé nos fundilhos (48 comentários)  

Do oitenta para o oito (62 comentários, segundo mais comentado) 

Os melhores estavam no banco (98 comentários, o mais comentado do dia)

Esperança e fé (58 comentários, o mais comentado do dia)

Um apelo a Bruno de Carvalho  (64 comentários, segundo mais comentado)

Verdadeiros adeptos somos nós (52 comentários)

Jogo de contrastes (74 comentários, o mais comentado do dia) 

Foi, não foi? (54 comentários, o mais comentado do dia)

Uma péssima tradição (44 comentários, segundo mais comentado)

Inflação virada do avesso (56 comentários)

 

Com um total de 1268 comentários nestes postais.

Fica o nosso agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

A voz do leitor

«Temos de acabar com a resignação e replicar a garra e querer da nossa equipa feminina: "Não há Desculpas!"
Penso mesmo que este lema deveria ser gravado em tarjas e cartazes, colado nos cacifos de todos os atletas em todas as modalidades e gravado nos fatos de treino e equipamentos: "NÃO HÁ DESCULPAS!"

Penso que teria mais efeito que vídeos motivacionais.»

JHC, neste meu texto

Pág. 12/12

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D