Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Guerra a Vieira

«Pedro Guerra rapidamente construiu uma importante rede de fontes na área da Justiça e acabou a investigar os temas quentes que, na altura, enchiam as páginas do semanário – do caso de Leonor Beleza e os hemofílicos à “casa cheia” de Duarte Lima, passando pela história do roubo de um camião que levou o actual presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, a cumprir 20 meses de cadeia em 1993.»

A entrevista na Etv

Não venho transcrever, nem opinar sobre o que disse Bruno de Carvalho. No geral esteve bem, quem é e gosta do Sporting vai gostar de o ouvir, acho. Eu gosto dele neste registo, calmo, sem pressas, a explicar o que for preciso. E se foi preciso explicar, senhores. 

Mas vejam, assistam, não percam as perguntas revisteiras, o tom pieguinhas, as tontices que pergunta a entrevistadora. Façam esse favor a vocês mesmos. 

Desde "Mas já viu? Já reflectiu sobre isso? Não lhe faz confusão fazer inimigos todos os dias?" num tom entre o desespero e o raspanete a "isso dos rivais não é bem assim, os jogadores no fim são todos amigos" (os jogadores que passam por cá um ou dois anos, queriduxa? Esses, pois.) até à pérola da noite "E se o convidarem para ir para o Benfica?" pergunta mais tonta de sempre a que Bruno de Carvalho responde com grande pinta. 

Não percebo estas escolhas. Uma entrevista com Bruno de Carvalho dificilmente é vista por quem não gosta ou não percebe de futebol e do mundo do futebol - sim, são coisas distintas. No limite, por quem segue clubes. E é uma pessoa que nem percebe que um presidente não é um jogador, nem um treinador, que faz as perguntas e juizos de valor? Foi divertido, isso foi um bocadinho. 

Bom, vejam, não esperem pelas transcrições dos jornais. 

Cortesias = Cortesãs?

Venha o diabo e escolha.

Já vi tantas contas feitas em tanto blogue, em tanto programa de televisão, que confesso andar completamente baralhado.

Estava tentado a ir à Catedral da Cerveja, mas depois do aviso do Luciano Amaral, limitei-me a consultar o cardápio e realmente aquilo não é muito caro. Mas a ver pelas críticas de utilizadores na maioria dos sites da especialidade, até parece que o aviso chegou em tempo útil. Do cardápio destaco uma falha enorme: Não tiram proveito do galináceo; Um prato de águia estufada teria imensa saída, certamente e talvez me conquistasse.

Também fui ao Museu da Cerveja, o único restaurante que conheço onde se paga para entrar (tá bem, eu admito que sou um teso e que não frequento restaurantes onde se paga para entrar); Obviamente fiquei à porta. Mas consultei o menu (isto em franciú fica com muito mais sainete) e verifiquei que o bife está pela hora da morte! Se eu fosse maldizente, diria que o bife no Museu da Cerveja está ao preço duma bifa (isto a acreditar nos classificados do CM, que fiz questão de pesquisar, para não me chamarem a mim o mesmo que chamam ao presidente do Sporting), o que me levou, já que fica mesmo no estádio José de Alvalade ( e não Alvalade XXI, ou mesmo AlvaLidl, como muitos lhe chamam) a ir, precisamente ao Lidl procurar uma alternativa (não, não confundir com alternadeira). Isso mesmo, adivinharam: fui ver o preço do café com leite e dos chocolates e da fruta. Devo já dizer-vos que a fruta do Lidl, apesar de ter muito boa qualidade, é daquela toda padronizada, calibrada, tipo de aviário (ups!) e não é assim tãooooooooo barata! Os chocolates são muito agradáveis, tem um preto, de culinária (não confundir com um preto de culinária, sefáxavor) que é excelente, nem faz doer os dentes nem nada, digo-vos, muito bom, vão por mim!

Já me entusiasmei, que nem falei do café com leite. Também tem. Umas garrafinhas, copianço das da UCAL, bastante em conta e munta bom!

Ora muito bem, eu também fiz contas, é a novidade que vos quero dar em primeira mão e cheguei à conclusão que anda tudo a fazer um banzé completamente escusado.

Olhem, como não aceitei a sugestão de ir a qualquer dos tascos lá de cima (eu até acredito que quem sugeriu foi bem intencionado, não me levem a mal), fiquei-me por um preguinho e uma imperial no Cais do Sodré. E como o Cais do Sodré já não é o que era, nem sinal de bifa!

Noite estragada, fui para casa mais cedo e até aproveitei para rever um antigo filme de terror recomendado por Pedro Correia.

Como o prego foi curto e me estava aqui um ratito a dar na boca do estômago, lá pelas duas da manhã lembrei-me do café com leite e olha, marchou que nem ginjas, acompanhado do chocolatinho e rematado com uma maçã granny smith (tem uma cor verde linda, é sumarenta e muito pouco calórica, experimentem).

A porra do filme tirou-me o sono (culpa do tamanho das orelhas do morcego, que eram maiores que os caninos que não tinham sido inscritos na data certa na liga dos vampiros, ou outra coisa, sei lá, o gajo entrou-me pela sala dentro sem eu o convidar, qué que querem???) e dei comigo a fazer contas. De rijo, como se diz na minha terra (quer dizer em voz alta, para os forasteiros): Um prego e uma imperial, 4,00€; Um chocolate, uma garrafinha de 2,5dl de café com leite, uma maçã granny smith, 2,98€, portanto um total de 6,98€. Oh, Oh! muito abaixo do que a minha mulher me autoriza a gastar em extravagâncias, que são, se quiserem saber, 18,30€!

Sim e depois? Claro que eu sei que podia gastar os dezoito euros e trinta cêntimos, mas assim deixo sem argumentos a minha sogra, se lhe passar pela cabeça chamar-me doidivanas e estragadão!

Bem, aquele lanchinho a dar pra ceia deu-me cá uma moleza... Vocês nem imaginam, caí no sono que nem um justo.

Mas aquele maldito filme (temos que ajustar contas um dia destes, Pedro!) desencaminhou-me lá aquele recanto do cérebro que trata do departamento dos pesadelos e dei comigo a sonhar que estava a ter uma conversa com um amigo que (no sonho, tá bem?) encontrei no Cais do Sodré:

- Quiandas a fazer, pá?

- Olha ele. Olha fui jantar ao Museu da Cerveja, respondeu-me.

Devo ter dado um salto tal que a dor que senti no rim foi de certeza uma bela duma cotovelada que me mandou a minha mulher.

- Museu da Cerveja? E pagaste, aquilo paga-se pa entrar...

- Pagar, tás parvo ou quê?

- Atão, coméque fizestes, pá?

- Fácil - e riu-se como se eu fosse o gajo mais tolinho ao de cimo da terra - Vi ali um gajo ao pé do Terreiro do Paço, com cara de andrade, a tentar estacionar o carro e eu como sou um gajo simpático até lhe indiquei que no Campo das Cebolas há estacionamento e o gajo agradeceu e pediu-me se o podia levar lá e eu meti-me no carro com ele e não é que quando passou uma miúda gira por trás do carro, e eu me virei para a galar, dei comigo a olhar para um papel de chocolate, vazio, uma garrafa daquelas da UCAL, também vazia e uma maçã meio roída e uma caixa preta com a cara do Ósébio no banco de trás, no colo duma bifa? Eu, olá, o que é isto? perguntei ao andrade e ele que não era nada, que aquilo não chegava ao limite da lotação do carro e eu: mas ó meu, isto é muita fruta; E ele, é pá, eu cu chocolatinho, o café com leite e a fruta estou satisfeito e ainda me falta a sobremesa, eheheh... Olha lá, leva aí a caixa do Ósébio, pá. E eu levei! Caraças, tu nem sabes o tratamento de cólidade caquilo é, eu até fiquei parvo. Os gajos devem-me ter achado parecido com algum camone que lá vai muntas vezes, só pode, não paravam de me tratar por refri, refi pra cá, refri pra lá, sô refri isto, sô refri aquilo.. É pá, aquilo sim, é luxo!

- Que sorte, pá...

- Sorte? sorte, era ser árbitro, pá! Diz que até lhe oferecem jantares...

 

Deu-me cá uma picada no estômago... sacana do prego era rijo que nem cornos.

A delgada memória do José Manuel

 

No canal televisivo A Bola, o ex-guarda-redes suplente do Benfica foi buscar lã e saiu tosquiado. Estava ele a vergastar os maus modos de Bruno de Carvalho quando José Couceiro, e muito bem, lhe lembrou esta peixeirada ocorrida em 2004 durante um programa da SIC Notícias que foi interrompido em directo:

 

 

Um exemplo de elegância, dignidade e respeito pela liberdade de informação: invadir os estúdios de um canal televisivo, como um xerife manhoso a entrar num saloon a pontapé nos westerns de série B.

Delgado, armado em fino, acha bem. O Bruno é que não tem modos.

 

Via O Artista do Dia

Porquê o kit Eusébio?

Uma pessoa pergunta-se porque razão o Benfica se lembrou de oferecer o kit Eusébio aos árbitros. Convém recordar que o pomo da discórdia não é a camisola, mas o voucher para os restaurantes Catedral da Cerveja (no estádio da Luz) e Museu da Cerveja (no Terreiro do Paço). Mas um pouco de investigação mostra por que razão são oferecidas ali refeições. É que de outra maneira ninguém lá iria. Apenas alguns exemplos da decoração e das pessoas (e animais) que se corre o risco de encontrar na Catedral da Cerveja:

Catedral_da_Cerveja1.jpg

Catedral_da_Cerveja2.jpg

Catedral_da_Cerveja3.jpg

Catedral_da_Cerveja4.jpg

 

Pela verdade desportiva

O presidente do Sporting continua a encher manchetes por ter revelado ao País a existência dos chamados "kit-cortesia" disponibilizados pelo Benfica às equipas de arbitragem. Há quem se escandalize não com a mensagem mas com o mensageiro. É um erro, na perspectiva de todos quantos defendemos, acima de tudo, o respeito pela verdade desportiva.

Bruno de Carvalho teve para já o mérito de pôr o País inteiro a falar no caso. Agora a justiça que investigue. A desportiva e a civil. Se há ilícitos, têm de ser punidos.
Só isto. Parece pouco mas é muito. E é o essencial.

Os nossos comentadores merecem ser citados

«A caixa existe e é oferecida aos árbitros. Alguns aceitam, outros não. Alguns dão a amigos. Não sabem quanto vale o package. Mas acho bem que se investigue. O valor da caixa pode ser mais do que 183 euros. Esse é mais ou menos o valor das entradas para o museu e dos jantares. Como para mim a camisola vale zero, deve ficar no limite do legal...»

Leão das Arábiasneste meu texto

Redord(e)

"Nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º, nº1 al. a) do Código dos Valores Mobiliários, no seguimento do Comunicado emitido pelo Conselho de Administração da Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD (Sporting SAD), no passado dia 11 de Maio de 2015 e face à notícia hoje publicada no jornal Record intitulada “UEFA pode reter 2 milhões de euros”, vem o mesmo Conselho esclarecer o seguinte:

 

1. A Sporting Clube de Portugal, SAD tem vindo a cumprir as suas obrigações decorrentes do Acordo celebrado com o Club Financial Control Body da UEFA, no passado mês de Maio, o qual vigora até ao final da corrente época desportiva de 2015/16.

2. As sanções de retenção de verbas no montante de 2 milhões de euros e de limitação ao número de inscritos nas provas da UEFA apenas se tornariam efectivas caso o resultado negativo acumulado para o conjunto das épocas 2014/15, 2013/14 e 2012/13 fosse superior a 30 milhões de euros previstos.

3. Na época de 2012/13, a Sporting, SAD apresentou um prejuízo de 43,5 milhões de euros, na época seguinte de 2013/14 apresentou um lucro de 8,6 milhões de euros. Deste modo, para a época 2014/15, para efeitos de cumprimento das regras do Fair Play da UEFA e do break-even agregado das três épocas, seria suficiente um resultado positivo de 4,9 milhões de euros.

4. O resultado do exercício que findou em 30 de Junho de 2015 atingiu um valor positivo, significativamente superior aos acima referidos 4,9 milhões de euros, como é do conhecimento público, sendo que os valores apurados para efeitos de fair-play serão formalmente reportados à UEFA até ao próximo dia 15 de Outubro.

5. Face ao exposto e tendo sido cumpridos pela Sporting, SAD as regras do fair-play financeiro com referência às três últimas épocas desportivas, e tendo sido cumprido o acordo estabelecido em Maio, a Sociedade não será alvo de qualquer das sanções referidas no ponto 2.

6. A UEFA manterá a vigilância até ao final da corrente época, sendo posteriormente a Sociedade monitorizada, tal como todos os restantes Clubes participantes nas competições organizadas por aquela entidade.

Lisboa, 7 de Outubro de 2015
O Conselho de Administração"

 

Serviço público

Dedicado a todos os lã piões que por aqui cirandam e que dizem, como mr. Burns, que o Sporting é só folclore, e principalmente para proporcionar aos Leões um argumento sólido na argumentação com a rapaziada do Eusébiokit, cá vai o link para as propostas do Sporting Clube de Portugal para a modernização do futebol.

Lá vêm eles, de faca na liga!

 

Haverá certamente um documento actualizado, uma vez que este é de 2013/14. Logo que tenha acesso a ele, publicá-lo-ei.

Pacto de sangue

Nos dias que correm, lampiões e melancias estão unidos por uma espécie de pacto de sangue: o ódio a Bruno de Carvalho.

Alguns colegas de blogue têm questionado amavelmente o meu critério "demasiado liberal", que me leva a libertar a esmagadora maioria dos comentários que aqui vão chegando com palavras que configuram um verdadeiro linchamento moral ao presidente do Sporting.

Aproveito para esclarecer: isso deve-se à minha convicção de que a azia inicial dos subscritores daquele pacto de sangue degenerou em ódio. Não tenhamos dúvida: um dia mais tarde testemunhos como estes serão muito úteis para os historiadores do futebol escreverem ensaios sobre o rombo que a transferência de Jesus para o Sporting causou na metade descendente da Segunda Circular.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D