Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Aonde é que anda o Dier?

O Tottenham vs Chelsea de hoje foi glorioso (bom, para o Mourinho não foi, mas para o espectador imparcial foi do melhor); só me pergunto aonde é que pára o jovem Dier, porque nem no banco esteve (e os comentadores ingleses, obviamente com mais que fazer, não estiveram a fim de explicar). Alguém sabe?

Os grandes troféus de 2014

Prémio Gabriel Alves 2014:

Os relatos e as digressões de Freitas Lobo durante o Mundial. O futebol feito desejo, o orgasmo feito bola.

 

Prémio Duquesa de Alba 2014:

As observações clínicas na especialidade de cirurgia plástica, os doutos pareceres psicológicos e as teses antropológicas na área das interacções humanas, proferidos pela bateria de insuspeitos analistas até então disfarçados de repórteres da bola, em relação à fisionomia de Marco Silva no Guimarães-Sporting de 29-12-14.

 

Prémio Fundação Filantrópica Alphonse Capone 2014:

A eleição de Luís Duque para Presidente da Liga de Futebol.

 

Prémio da Associação de Produtores de Melão de Almeirim 2014:

A Selecção Nacional segundo Paulo Bento.

 

Prémio Kompensan 2014:

O denodado Joaquim Rita que insiste em deslocar-se aos estúdios para comentar os jogos apesar das terríveis cólicas renais que lhe atrofiam o rosto em esgares.

 

Prémio Poesia Experimental Portuguesa 2014:

De novo Joaquim Rita pela repetição incansável do mantra “o Sporting precisa de repensar a estrutura” cada vez que Montero falhava um golo; ex-aqueo com Rui Santos pelas dissertações em fascículos sobre “o que está mal no Sporting” sempre que Carrillo faz um centro defeituoso.

 

Prémio da Associação de Amizade com o Estado Islâmico 2014:

O pacto Pinto & Vieira - Allahu akbar! 

Estabilidade

Concentremo-nos no essencial: o objectivo prioritário do Sporting para a temporada em curso é conquistar a Taça de Portugal, prova onde somos a equipa claramente favorita. E, por via da Taça, conquistar também a Supertaça. Dois troféus que não vencemos desde 2008.

No campeonato, e dada a impossibilidade de defrontarmos um SLB reforçado com árbitros e "bandeirinhas", a nossa meta para a segunda volta deve estar igualmente muito  bem definida: atingir o mesmo lugar da época passada, com acesso directo à Champions. Nada impossível, atendendo aos quatro pontos que nos separam do Porto, equipa que já derrotámos no estádio do Dragão.

Taça, supertaça e segundo no campeonato garantindo a Champions: eis o que chamo uma época bem sucedida atendendo às circunstâncias e lembrando sempre de onde partimos apenas há dois anos.

Claro que nada disto se consegue sem estabilidade. Na direcção, na estrutura técnica e no plantel. A todos os níveis é essencial falar menos. Para fazer mais e cada vez melhor.

2014 em balanço (3)

Carlos Mané tem-se vindo a evidenciar na equipa do Sporting  Fonte: Record

 

PROMESSA DO ANO: CARLOS MANÉ

Às vezes os melhores reforços estão no próprio clube. Carlos Mané foi demonstrando isto ao longo de todo o ano de 2014, tornando-se desde já uma das mais sólidas promessas do futebol leonino. Poderá até, como alguns vaticinam, tornar-se um novo Nani: basta-lhe aperfeiçoar as qualidades que evidencia, trabalhar cada vez mais e nunca perder aquele fundo de humildade que costuma caracterizar os verdadeiros campeões.

Produto integral da formação do Sporting, este jovem extremo - nascido há 20 anos em Portugal, de origem guineense - chegou a capitão da nossa equipa de juniores, onde já dava nas vistas pela inegável destreza técnica, grande velocidade e boa leitura de jogo. A lembrar outros talentos oriundos da academia de Alcochete, como Cristiano Ronaldo e Ricardo Quaresma. 

A 6 de Outubro de 2013, Leonardo Jardim lançou-o pela primeira vez na equipa principal, frente ao Vitória de Setúbal: jogou apenas nove minutos e causou logo boa impressão junto daqueles que só então o viram actuar.

Ainda na temporada 2013/14 e já depois, com Marco Silva, Carlos Mané foi mantendo presença regular no primeiro escalão. A estreia como titular ocorreu da melhor maneira, a 14 de Janeiro de 2014, com um golo marcado ao Marítimo. Perto do fim do ano, a 26 de Novembro, outro registo a ter em conta: o primeiro golo que marcou numa competição europeia, na partida em casa contra o Maribor.

Etapas de uma carreira em crescendo que todos esperamos ver coroada com títulos no Sporting. Carlos Mané tem qualidades mais do que suficientes para concretizar o sonho de ser campeão. E goza do raro privilégio de estar num clube que sabe aproveitar os valores que forma.

Não custa apostar que estamos perante mais um.

 

Promessa do ano em 2012: Eric Dier

Promessa do ano em 2013: William Carvalho

Três anos

printable_number_3[1].jpg

Este blogue assinala hoje três anos de vida. Nascemos a 1 de Janeiro de 2012, num período conturbado da história do nosso clube, mas nem por isso deixámos de acreditar sempre no Sporting.

Passámos já por dois presidentes (Godinho Lopes e Bruno de Carvalho), sete treinadores (Domingos Paciência, Ricardo Sá Pinto, Oceano Cruz, Franky Vercauteren, Jesualdo Ferreira, Leonardo Jardim e Marco Silva), muitos jogadores, bastantes vitórias (menos do que desejaríamos), algumas derrotas (mais do que gostaríamos) e diversos percalços que foram sendo registados neste espaço leonino que servirá um dia também de rascunho para alguém escrever a história do nosso clube, sem dúvida um dos maiores da Europa em troféus, número de sócios e de praticantes.

Queremos que o Sporting mantenha as virtudes que o tornaram campeão da formação e do ecletismo. Queremos também que corrija alguns erros estruturais, com a rapidez que se impõe, para retomar sem falhas o rumo do êxito na mais emblemática das modalidades, o futebol. Queremos sobretudo que se desperdicem cada vez menos energias em refregas contra adversários internos, imaginários ou reais. Para que possamos gastá-las no combate leal aos nossos históricos rivais, estejam mais a norte ou mais a sul.

Fomos de algum modo precursores ao adoptarmos, para nome do nosso blogue, uma frase leonina hoje inscrita como lema do clube. Um lema que entoamos em uníssono, sempre com entusiasmo: És a Nossa Fé.

Cá estaremos para continuar a dar testemunho do que pensamos, sem condicionamentos nem preconceitos, enquanto elos de uma vasta corrente que nos faça sentir cada vez mais orgulhosos de sermos de onde somos, com muito gosto e muita honra.

Do Sporting Clube de Portugal.

Pág. 11/11

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D