Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

A novela Dier

"Os jogadores vão e vêm, o Sporting fica" - disse Mauro Silva e acho que disse tudo. Na novela Dier, há uma única coisa a criticar: a cláusula dos 5 milhões, por não defender os interesses do clube. Quanto ao resto, acho que não tem sentido, nomeadamente a acusação de "ingratidão" à família Dier. O puto é inglês, é suficientemente bom para jogar na Premier League e tem hipótese de sair a um preço que o torna interessante para um grande clube local: não devia aproveitar? Entre jogar no fim-de-semana com o Rio Ave ou o Carnide (sem desprimor) e jogar com o Man U ou o Arsenal, qual é dúvida? Estamos a falar do Association do tempo do Visconde ou do futebol profissional dos dias que correm? Deixemo-nos de ingenuidades, façamos contratos de jeito com os jogadores da formação e arranjemos alguém para o lugar deste jovem (coisas que a Direcção já tratou de fazer). E não vale mais a pena chorar sobre o leite derramado - se não para não o entornar outra vez.

Fraco defeso

O saldo deste defeso no que respeita a jogadores tem sido, até agora, claramente negativo.

Em relação à troca de treinador acredito que saímos muito a ganhar e que será ele o único responsável por amenizar a péssima política desportiva seguida até ao momento. Mas vamos por partes.

 

As coisas ainda podem mudar, embora não acredite que mudem muito, ou a mudar até pode ser para pior, caso saiam William, Rojo (com a saída de Dier até já me parece importante mantê-lo, ao que isto chegou!) ou Slimani, só para citar aqueles de quem se fala.

 

De todas as contratações, até agora só Rosell e João Mário (é um regresso, mas para ser mais simpático vou incluí-lo no rol das contratações) acrescentam algo.

O espanhol é muito bom jogador e sem dúvida um acrescento de qualidade ao plantel, pela qualidade das suas decisões, pela capacidade de liderança e pelo que oferece à equipa colectivamente. O melhor reforço até agora.

João Mário está a comprovar o que todos esperávamos dele. Muita qualidade e depois do empréstimo vem com a motivação e maturidade competitiva em alta.

 

Todo o resto é mau demais para ser verdade.

Geraldes teria dificuldades em jogar de início na maioria das equipas do meio da tabela para cima. Não é nem nunca vai ser superior a Esgaio, mesmo que na minha opinião este possa vir a ser um médio interior de excelência, a jogar como lateral.

Paulo Oliveira daqui a dois anos quando tiver maturidade para ser titular do Sporting tem três centrais da formação (assim os saibamos manter e potenciar, o que não parece ser o caso) à sua frente, Semedo, Tobias e Domingos Duarte.

Slavchev parece ter algum potencial, mas não é superior a Wallyson Mallmann e tem a mesma idade, pelo que tenho dificuldades em perceber a contratação.

Tanaka é um híbrido. Tem alguns pormenores interessantes, nomeadamente de movimentação, mas dificilmente será titular e se Slimani sair, não faz sentido fazer uma época só com Montero e Tanaka.

Shikabala é um artista de circo, não é um jogador de futebol.

Sarr não conheço, mas assim que se oficializou a sua contratação tive o (bad) feeling de que significaria perder Dier.

Gauld é um caso difícil de explicar para um clube que tem tantos constrangimentos de tesouraria e toma a decisão de investir € 2,5M num miúdo de 18 anos, mas dou o benefício da dúvida.

 

Para piorar a situação, não conseguimos, até ao momento, fazer nenhuma venda de excedentários.

Capel mantém-se no plantel e não é aconselhável partir para uma época desportiva com Capel, Héldon, Carrillo e Mané como únicos extremos, pelo que a venda do espanhol é decisiva para que se possam canalizar verbas para adquirir um extremo decente e com capacidade de jogar mais perto de Montero.

Rojo deveria ter sido vendido capitalizando a presença no mundial, mas mantém-se no plantel e agora que Dier saiu, até parece imprescindível a sua manutenção.

 

O pior vem no fim.

Esta venda de Dier, apesar da justificação oficial levá-la para um plano de inevitabilidade (aguardemos a posição do próprio Dier e dos seus representantes), é um acto de gestão desportiva trágico. Seja ele imputado às direcções anteriores ou a esta, ou até a Leonardo Jardim por não ter percebido a valia deste jogador e não o ter colocado a jogar durante a época passada dando-lhe o tónico motivacional necessário para a renovação.

 

Hoje é o jogo de apresentação e lá estarei, como sempre, a apoiar o Sporting, com a ténue esperança de estar enganado na análise que faço do defeso, com a tristeza de não ver Dier no plantel, acreditando que ainda contrataremos pelo menos um extremo e Yohan Tavares, que William não saia e que Marco Silva consiga manter-se firme na adopção dos seus excelentes princípios de jogo.

Os nossos comentadores merecem ser citados

«Illori, Bruma, Dier, sinceramente já não há paciência. Nem discuto que o Sporting é maior do que estes fedelhos ingratos, mas começo a questionar o modelo de gestão da Academia. Esta situação era previsivel, isto há muito que andava a ser preparado, e nós armados em OTÁRIOS a dar-lhe minutos de jogo. A direcção sabia e por isso fomos contratar o francês, e é também por isso que amanhã vai ser apresentado o egípcio, e é por tudo isto que este menino Dier deveria ter sido colocado de parte logo no inicio da pré-época.»

Mário Fernandes, neste meu post.

Lendo os outros

Mística Leonina: «Eric Dier foi vendido ao Tottenham por 5 milhões de euros devido a mais uma das muitas palermices que as direcções de atrasados mentais que delapidaram o Sporting de todas as formas e feitios nos deixaram na ementa. Espero acima de tudo que a auditoria de gestão ponham estes energúmenos atrás das grades!»

 

Bancada de Leão: «Quem não quer ficar no clube, a porta de saída é o caminho único e perfeito para seguir. Dier há muito que se falava que não desejava continuar no Sporting. Nesse particular, na minha opinião, foi ingrato.»

 

Leoninamente: «Não desejo perder muito tempo com tão sórdida história! E não me peçam para seguir a magnanimidade do Sporting, ao desejar ao puto que recebeu na Academia com nove anos as maiores felicidades. Apenas lhe desejo que seja feliz, na exacta razão inversa da decepção que causou a todos os sportinguistas!»

 

Sporting na Mente: «Mais um presente envenenado. Que mais haverá? Em relação ao Eric Dier, nunca pensei que pudesse "cuspir no prato" desta maneira.»

 

Sporting na Alma: «Não vale a pena dramatizar, tal como foi nos casos de Bruma e Ilori o Sporting encontrou soluções, inegavelmente perdeu jovens de grande potencial, mas também surgiram outros. Além disso Dier ainda nem sequer mostrou ser importante para a equipa e depois nunca me pareceu esforçar-se para o conseguir.»

 

Roulote da Tasca: «Sabes que mais, Eric? Só faz falta quem cá está! Vai lá mamar peixe com batatas fritas para a tua terra, que nós continuamos bem servidos de centrais. E queira o destino que nos cruzemos numas quaisquer competições europeias e que sejas eliminado com um golo do Rojo, outro do Maurício e mais um do Paulo Oliveira. E na segunda mão, levas mais uma batata do Saar, que até já é campeão do mundo enquanto tu ainda corres o risco de te tornares num Tony Adams.»

 

Leão de Plástico: «Desejo-te o mesmo que desejei a Bruma e a Ilori... saúdinha. Sorte e sucesso desejo aos gratos, aos que depois de todos os escalões sentem a camisola e desejam devolver ao clube algo mais que uma saída forçada com contratos e advogados na mesa.»

Pág. 8/8

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D