Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Exemplares

 

«Não é que não esteja interessado em jogar num clube inglês, mas acredito que o Sporting, onde são dadas muitas oportunidades aos jovens, é o melhor sítio para progredir. Alguns jogadores perdem a cabeça, quando vão para grandes clubes, talvez porque acreditam ser um grande negócio. Não tenho essa convicção. Existe ainda outra desvantagem. Nesta idade não nos dão as mesmas oportunidades de jogar que à partida terei aqui. É por isso que quero ficar no Sporting.», Eric Dier.

«É bom para os próprios jogadores que continuem a evoluir no Sporting e é preciso que os empresários pensem um pouco nisso.», Bruno de Carvalho.

Se há coisa em que a nova presidência do Sporting tem representado uma lufada de ar fresco, é no discurso. Bruno de Carvalho, ultimamente, a propósito do assédio aos leõezinhos da Academia, tem dito o óbvio, o que todo o adepto pensa, mas que, estranhamente, nunca foi afirmado de forma tão categórica e peremptória pelos anteriores presidentes do Sporting no exercício das suas funções.

A ideia de que mais vale consolidar o crescimento técnico e táctico no Sporting, como titular, do que num Chelsea ou Real Madrid, para jogar nas suas reservas, ganha ainda mais força quando é assumido por um jovem tão ambicioso e a quem todos auguram um grande futuro, como é Eric Dier.

A posição do Sporting tem de ser essa. O clube pode ficar prejudicado se um jovem em formação deixa o seu trajecto a meio, seduzido pelos €€€. Mas prejudicado maior será seguramente o próprio atleta. Se o empresário não quer saber disso, haja ao menos consciência do atleta para isso. É que é fácil seguir o percurso do Filipe Cândido. E também acabar como ele.  

 

O "tetra" já cá mora

A equipa de juniores de andebol do Sporting conquistou, este domingo, o seu quarto campeonato de juniores consecutivo. Uma proeza fantástica das nossas camadas jovens e que merece amplo destaque.

É caso para, adaptando as célebres palavras de Jesualdo Ferreira, nos perguntarmos por que é que o Sporting, que é uma potência no andebol jovem, não tem conseguido expressar esse domínio a nível sénior.

O andebol no Sporting, modalidade que muito estimo, embora apresentando alguns resultados de relevo, nunca justificou, em pleno, a extinção do basquetebol, do voleibol ou do hóquei em patins. Naturalmente que a modalidade passou por um desinvestimento que se reflectiu nos resultados da equipa, mas fica a impressão de que se poderia ter ido mais longe no que toca a conquistas.

O "tetra" que os nossos juniores acabam de alcançar deverá servir de alerta para que também aqui o Sporting deixe de ser "banana", e traduza no escalão sénior o domínio que o tem caracterizado nas camadas jovens.

 

As três frentes

Enquanto o Sporting se afundava à conta de Godinho Lopes, os caríssimos benfiquistas vangloriavam-se das três frentes do Benfica. Não percebo porquê, mas desde ontem que deixei de ouvir falar das três frentes do Benfica. Na verdade, o Benfica mantém-se em três frentes: frente ao Colombo, frente à Segunda Circular e frente às bombas da gasolina. São três frentes, não são?

Mete gelo

Acabou a época. Se para nós foi terrível, houve quem não tenha querido ficar atrás. Os empurrões de Cardozo ao seu treinador no final do jogo de hoje dão-nos uma ideia do que se passa no balneário dos de carnide. Durante toda a época a arrogância foi a imagem de marca do treinador e de vários dirigentes encarnados. Para nós essa arrogância tocou-nos em cheio no derby disputado na luz, com a arbitragem mais vergonhosa deste campeonato a ser considerada limpinha pelo seu treinador, numa conferência de imprensa asquerosa, a trilhar na altura o que ele considerava um caminho triunfal e imparável.  Muito antes do campeonato terminar já os de carnide reservavam o Marquês de Pombal. Era o passo natural dado pelos adeptos, seguindo o exemplo dos seus dirigentes. Só que por norma a arrogância tolda a visão e o discernimento. Em pouco tempo, aquilo que era dado como adquirido, uma época de sonho, foi-se tornando jogo após jogo num impensável pesadelo. O seu treinador caído de joelhos será a imagem deste benfica.

Uma espécie de vingança

Tendo em conta que sou do Sporting, só desejo a vitória do meu clube. Quantos às vitórias e derrotas dos outros, tanto se me dá…

Mas quando percebo o que aconteceu hoje para o lado da Luz, fico a pensar que a vingança serve-se… gelada!

Há uns anos os meus amigos do clube rival brincaram comigo pelas derrotas sucessivas no campeonato desse ano – que foi para o Benfica – e na Liga Europa, ganha em Alvalade pelo CSKA de Moscovo. Foram momentos difíceis que tive de aguentar estoicamente.

Este ano aconteceu ao clube da Luz ainda pior. Acredito que hoje esses mesmos amigos que tanto brincaram comigo à custa das derrotas do Sporting percebam o que eu sofri naquela altura. Mas, ao contrário deles, não lhes vou dizer nada.

Porque, só de pensar no receio que eles vão ter por alguma retaliação verbal da minha parte, que nunca existirá, sabe-me muuuuuuuito bem!

Um bom exemplo

A vitória de hoje e o bom campeonato que o Vitória de Guimarães conseguiu fazer, culminando uma época que se previa de sofrimento, prova algo que poderá servir de alento para o futuro do Sporting: a austeridade não tem de significar mediocridade. Força Sporting. E parabéns ao Vitória de Guimarães.

Ilustríssimo presidente Pinto da Costa

Ficámos hoje a saber, através de declarações suas, que do atual plantel do Sporting "só o Rui Patrício teria qualidade para jogar no FC Porto". Eu acho estas suas declarações altamente preocupantes. Mas, ao contrário do que se possa julgar, eu acho-as preocupantes... para os jogadores do FC Porto, e não do Sporting. Com efeito, do plantel do Sporting faz parte Miguel Lopes, que há poucos meses atrás era jogador... do FC Porto. Será que Pinto da Costa alguma vez terá dito a Miguel Lopes que ele "não tem categoria" para jogar no FC Porto? Esta questão deveria ser esclarecida. Se nunca tiver dito isto ao Miguel, conclui-se que o presidente não é um homem digno de confiança, nem para com os jogadores do seu clube. Se eu fosse a eles, ficaria mesmo preocupado.
Fosse o selecionador um outro e a história demonstra que, no período a seguir a um jogador do Sporting receber um elogio seu, esse jogador não é convocado para a seleção. O que vale é que com o atual selecionador esta hipótese nem se põe, mas se eu fosse ao Rui Patrício que, tanto quanto eu sei, gosta muito e sente-se honrado de representar a seleção nacional, ficaria apreensivo.
De qualquer maneira, senhor presidente, consta que o senhor foi reeleito com mais de 99% dos votos. Parabéns. Para usar a mesma conhecida expressão de um simpático dirigente do PCP, eu duvido seriamente que o FCP não seja uma democracia.

Os nossos leitores merecem ser citados

«O SCP devia era responsabilizar (no mínimo por violação dos estatutos do clube) a pessoa que livremente vendeu o nosso capitão a um rival por metade do valor que, três anos depois, a venda dele rendeu. E note-se que, para mim, o mais importante nem é o dinheiro, é o facto, dolorosamente simples, de que, nos três anos antes da saída do Moutinho o nosso atraso somado para o primeiro lugar foi de 46 pontos, e nos três anos a seguir foi de 88 pontos.»

JPT, neste texto do Tiago Loureiro

A culpa também é deste

 

Não é só do senhor da foto do texto do Tiago Loureiro. Com efeito, recorda-nos o Correio da Manhã: "O Sporting vai ter direito a receber 3,5 milhões, pois detinha 25 por cento de uma venda do médio superior a 11 milhões. Além desta verba, o Sporting teria direito a receber mais 1,18 milhões pelos direitos de formação, dos quais abdicou quando contratou Miguel Lopes ao FC Porto." E se tivesse vindo o Kleber, também em Janeiro, o Sporting não teria recebido dinheiro nenhum.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D