Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Eric Dier, de vez

  

 

A prestação de Eric Dier no jogo com o FC Porto veio reforçar a minha convicção, já afirmada neste blogue, de que o seu estatuto deve ser o de titular do Sporting. Leonardo Jardim, é certo, sabe muito mais de futebol a dormir do que eu bem acordado e lá terá as suas razões para o preterir em favor de, em princípio, Maurício, jogador que em muito pouco será superior ao jovem oriundo da formação do clube. Digo em princípio porque me parece que Rojo, não obstante alguma inconstância e imaturidade, próprias de quem é ainda muito jovem - algo que tendemos, frequentemente, a esquecer, influenciados, talvez, pelo facto de ser já internacional A pela Argentina, onde, para mim, se joga o mais belo futebol do mundo - é intocável, no confronto com o brasileiro.

 

As limitações apontadas a Rojo podem, naturalmente, ser atribuídas também a Eric Dier. Mas o jovem inglês tem inúmeras vantagens sobre Maurício, sem desprimor para este, cujo profissionalismo e qualidades não ponho em causa. Dier é, em minha opinião, um jogador muitíssimo inteligente, com discernimento nos momentos mais difíceis, que sabe quando deve sair com a bola nos pés, quando deve tentar colocá-la na frente, com passes longos, ou quando deve chutá-la, com força e sem vergonha, para longe da sua área. É, além disso, muito bom a jogar de cabeça, requisito obviamente importantíssimo num defesa central, constituindo, também, no que, reconheça-se, é acompanhado por Maurício, um perigo, quanto a esta matéria, na área  adversária. Tem uma grande força física, o que, aliada esta à sua capacidade técnica e visão de jogo, o habilita para desempenhar, com grande competência, outros papéis, como - já o demonstrou - o de trinco. Tem um pontapé fortíssimo e para marcar livres directos e rematar de fora da área estará certamente na linha da frente das opções.

 

O maior defeito que lhe vejo é o da inexperiência, natural em quem só tem 19 anos, muito jovem para que lhe possamos exigir ou dele esperar uma grande maturidade. Por agora, apresenta alguma tendência para a indecisão e alguns momentos de falta de atenção, que, se repararmos bem, aparecem normalmente no princípio dos poucos jogos em que tem participado - aconteceu isso mesmo frente ao FC Porto. Pode ser que me engane, mas estou absolutamente convencido de que, com o aumento do tempo de jogo, as suas poucas inconsistências desaparecerão rapidamente e de que, em breve, teremos um defesa central ao nível dos melhores da história do Sporting. 

 

E, acima de tudo, Eric Dier vem da academia. Sempre defendi, mesmo no tempo em que as vacas não eram tão magras, que o aproveitamento da formação deve ser a pedra de toque na gestão, a todos os níveis, incluindo o desportivo, do clube. Eric Dier é um óptimo exemplo dessa formação. Já tivemos amplas oportunidades de verificar, através de algumas entrevistas e intervenções públicas deste nosso jogador, em boa verdade pouco mais do que um adolescente, que a actividade da academia pode contribuir para a formação de cidadãos com algo mais do que apenas, e já não é pouco, a atribuição de conhecimentos e competências na área do futebol. Saibamos tirar todos os benefícios desta situação e será de certeza muito mais fácil fazer aparecer jogadores como tantos que ultimamente nos têm feito sentir, ainda mais, o orgulho de sermos do Sporting.

12 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D