Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

És a nossa Fé!

Faz hoje um ano

 

Confirmava-se: Jesualdo Ferreira seria o novo manager do futebol do Sporting. Era a última cartada de Godinho Lopes, após as contratações - seguidas de despedimento - de Domingos Paciência e Ricardo Sá Pinto, do interinato assegurado por Oceano Cruz e da chegada a Lisboa do belga Franky Vercauteren. Sempre sem resultados.

Também no terreno mediático o presidente procurava jogar em contra-ataque. Com uma entrevista à RTP-informação na qual revelava que Jesualdo seria "o treinador de todos os treinadores" leoninos e procurava acalmar as hostes dizendo que a equipa principal estava apenas "a seis pontos da Europa".

Mas a jogada acabou por ser mal sucedida. "Estamos a menos [pontos] de descer de divisão na pior época de sempre. E mais grave: Godinho e Vercauteren estabeleceram como objectivo a Liga dos Campeões como todos bem ouvimos. Agora GL baixa as expectativas para objectivos que habitualmente têm o Marítimo ou o Vitória de Guimarães. Este presidente não compreende a grandeza do Sporting", reagiu Rui Calafate, no seu blogue. Expressando o que muitos outros sportinguistas pensavam naquele dia 17 de Dezembro de 2012.

 

Uma das frases mais infelizes, na referida entrevista, foi esta: "Fala-se muito em investidores para salvar o Sporting. Só que os investidores, quando ouvem 100 pessoas a opinar sobre o Sporting, pensam que não é um clube, mas um manicómio." Como se Godinho Lopes não reparasse que, ao definir desta maneira o clube, estava a considerar-se presidente de um manicómio.

Também incompreensível foi a confissão do então líder leonino de que Jesualdo chegava ao Sporting por recomendação de Aurélio Pereira. "Oh homem, liderar é escolher e decidir! Não é preciso colocar sempre a chancela ou o parecer de alguém. Decida e assuma. É isso o lugar de um presidente", observou o Diogo Agostinho. "O que se diz agora vale o mesmo do que se disse antes e acabou desmentido por todos os factos. Vale o mesmo que um castelo de areia construído à beira-mar com a maré prestes a encher", comentei eu, lembrando todo o estendal de promessas falhadas por parte daquela direcção.

 

Mas havia quem batesse palmas. "O presidente [Godinho Lopes] tem tido aqui uma actuação melhor que a equipa de futebol. Tens estado bastante bem." Palavras de Rui Oliveira e Costa, entrevistador em part time, distribuidor de elogios a tempo inteiro e comentador residente nessa emissão da televisão pública em que o Sporting foi comparado a um manicómio por quem nunca deveria ter falado assim.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D