Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de hoje

Gostei

 

Do triunfo em Braga. Sem necessidade de ajudas do trio de arbitragem.

 

Do início do jogo. Um golo de Montero logo aos quatro minutos. Seria difícil começar melhor. E vão sete do colombiano, que podia ter marcado outro se não tivesse sido travado em falta no lance que originou a expulsão de Aderlan Santos.

 

Do grande golo de Cédric. Deu a vitória ao Sporting com um pontapé forte e bem colocado, a 30m da baliza. Um símbolo evidente da ambição renascida no nosso clube nesta temporada. O lateral direito foi o melhor em campo.

 

Da persistência. Esta foi também a vitória da tenacidade de uma equipa que vai amadurecendo: o Sporting nunca virou a cara à luta nem desistiu de vencer.

 

Da consistência. Percebe-se bem: há nesta jovem equipa muito treino, muita unidade, muito trabalho colectivo, muita jogada rotinada com pés e cabeça. A acção de Leonardo Jardim está a colher frutos.

 

De Wilson Eduardo. A sua entrada em campo, na segunda parte, deu maior velocidade à equipa, que mudou para melhor.

 

De ver Rojo, hoje titular, já recuperado da lesão. Uma sólida exibição do jovem central argentino.

 

De Jefferson. Está mais que visto: foi uma das melhores contratações do Sporting para esta temporada. Ataca com intenção, defende com segurança, está sempre em jogo. E marcou muito bem o canto que originou o nosso primeiro golo.

 

Que ultrapassássemos os bracarenses na classificação. A equipa comandada por Jesualdo Ferreira cedeu ao Sporting o segundo lugar no campeonato. 

 

Que continuemos invictos. Seis jogos: quatro vitórias e dois empates. Com mais três pontos do que o Benfica e só a dois do Porto. Segue-se o Setúbal em Alvalade.

 

 

Não gostei

 

Do sofrimento. Esperámos 59' pelo golo da vitória com o Sporting a jogar contra dez.

 

Da irregularidade de Carrillo. O peruano continua a apagar-se em momentos decisivos do jogo e falha golos por aparente desconcentração, como ficou patente aos 69'.

 

De ver Diogo Salomão como titular. Substituído ao intervalo por Wilson Eduardo, que rendeu mais, como seria de esperar. Leonardo Jardim tê-lo-á posto como titular porque foi contra o Braga o último golo que marcou. Mas desta vez ficou em branco.

 

Da entrada tardia de Slimani. Jogou hoje um quarto de hora, não mais. O argelino ainda mal teve oportunidade para mostrar o que vale no Sporting.

 

Dos preços dos bilhetes. É absurdo, em tempo de crise, pagar-se até 75 euros por um lugar num estádio. Não admira que apenas 15 mil pessoas tivessem assistido a este Braga-Sporting.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 28.09.2013

    A nossa discordância é relativa, Diogo. A minha perplexidade tem sobretudo a ver com a entrada dele como titular: essa oportunidade, quanto a mim, deveria ter sido dada a Vítor, que ainda não a teve. De qualquer modo, se há jogador que não deve ser afastado do onze-base é Wilson Eduardo, líder indiscutível das assistências para golo no campeonato.
    Leonardo Jardim deve ter sentido isso mesmo. O que explica a substituição ocorrida ao intervalo.
    Concordo que DS deve ter mais oportunidades, mas não como titular.
    Quanto ao Carrillo, plenamente de acordo com o que dizes.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D