Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Avulsas sobre o jogo de ontem

O primeiro destaque é para a qualidade da pressão exercida. A abordagem a esta componente de jogo, além de correcta colectivamente e bem temporizada, demonstra o trabalho de qualidade que Leonardo Jardim está a desenvolver. Desenganem-se aqueles que julgam que os erros cometidos pelos defensores da Fiorentina foram meramente desatenções individuais e de circunstância. A forma como a pressão foi (bem) feita teve muito a ver.

 

A colocação posicional da linha defensiva ainda não está num ponto satisfatório. Em processo defensivo continua a existir muito espaço entre as linhas defensiva e de meio campo. A linha defensiva tem que estar mais subida. Acredito que Leonardo Jardim esteja atento a esta questão, porque ontem já se notaram melhorias posicionais em relação ao jogo com o Braga.

 

Montero demonstrou que é, de facto, um jogador muito inteligente e esta opinião nada tem a ver com o momento do golo, que mais não é que uma execução técnica brilhante. Fiquei mais impressionado com a forma como pressionou a defensiva viola, com a forma como sempre procurou dar uma linha de passe aos colegas privilegiando a posse e com o trabalho de área. Aos dois minutos de jogo já tinha protagonizado dois lances muito interessantes.

 

Gostei de ver Carrillo a jogar no meio. Por um lado, a verticalização das suas acções pode ter maior impacto nesta zona do campo, por outro, a proximidade com jogadores mais capazes (Martins, Magrão, Montero) só beneficiará as características do jogador e o que pode dar à equipa.

 

Magrão tem apresentado argumentos muito interessantes. Nota-se que é um jogador com conhecimento do jogo, cuja preocupação com a qualidade de jogo colectiva se sobrepõe à individualidade e que aparenta ter qualidade na decisão. A confirmar.

 

Jefferson fez mais um jogo em que, defensivamente, raramente perdeu um lance e ainda juntou uma dinâmica ofensiva prometedora.

 

A saída de bola do Sporting melhora substancialmente quando Rojo não está em campo. Com Dier tudo será melhor, mas resta saber quem será o companheiro de sector. Ilori, Maurício e Rojo é a minha hierarquia. Ruben Semedo esteve bem e certamente terá deixado Ilori a pensar no que quer para o futuro.

 

Capel vai ter muitas dificuldades em jogar nesta equipa.

 

Por fim, uma referência para João Rosado. Que não se cansou de fazer referência à “grande exibição” de Ambrosini na primeira parte. Deve ter sido o único que se apercebeu dela porque eu só me apercebi da quantidade de faltas que este jogador cometeu. Tivesse sido um jogo de uma competição oficial e provavelmente não acabava a primeira parte. Mas enfim...

6 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D