29 Ago 16

Os calimeros do norte andam desde ontem a rasgar as vestes, insurgindo-se contra a arbitragem do clássico disputado em Alvalade e atribuindo ao homem do apito a terceira derrota consecutiva frente ao Sporting de era Jorge Jesus.

Têm razão?

Claro que não.

Basta ler os periódicos desportivos de hoje. Todos os analistas da arbitragem - sem excepção - consideram absolutamente legais os dois golos leoninos que arrumaram o FCP em Alvalade.

 

Nada melhor do que conferir o que escrevem, um por um.

 

Lance do primeiro golo:

Duarte Gomes, A Bola: «A bola vem do poste esquerdo para o peito de Gelson. Sem fora de jogo do leão e sem falta, pois a bola não vai ao braço. Slimani marcaria depois o golo. Legal.»

Jorge Coroado, O Jogo: «No momento da execução do livre e posterior recarga de Gelson, nunca houve fora de jogo ou outra irregularidade.»

José Leirós, O Jogo: «No momento em que a bola foi chutada, não há fora de jogo, nem Gelson tirou qualquer vantagem da sua posição.»

Marco Ferreira, Record: «Bruno César remata ao poste esquerdo da baliza de Casillas e a bola fica à mercê de Gelson Martins, que a domina com o peito e faz a recarga. O FC Porto reclama mão do jogador contrário, mas o árbitro decide bem, uma vez que Gelson domina a bola com o peito, não cometendo qualquer infracção. Slimani acaba por fazer golo na sequência do lance, espoletando protestos dos jogadores portistas. Boa decisão de Tiago Martins.»

Pedro Henriques, O Jogo: «Golo legal. Gelson não está fora de jogo e, após a bola ressaltar do poste, dominou-a com a coxa e o peito, nunca lhe tocando com o braço.»

 

Lance do segundo golo:

Duarte Gomes, A Bola: «A bola cabeceada por Felipe vai ao braço de Ruiz (a curta distância) e não o inverso. O braço está ao longo do corpo e sem aumento da volumetria. Lance bem validado.»

Jorge Coroado, O Jogo: «O ressalto foi próximo e terá batido na anca; mesmo que fosse na mão, teria sido bola na mão. Portanto, não houve ilegalidade.»

José Leirós, O Jogo: «Não há movimento do braço [de Ruiz] nem da mão na direcção da bola. Não teve um acto delibrado no contacto com a bola, que foi ao braço.»

Marco Ferreira, Record: «Boa decisão de Tiago Martins, a validar o segundo golo do Sporting apesar de a bola ter tocado no braço esquerdo de Bryan Ruiz. Após um corte de um defesa do FC Porto, a bola embateu no braço de Ruiz, colocado em posição normal e a uma distância muito próxima. O avançado do Sporting não procedeu a qualquer movimento deliberado com a intenção de jogar a bola com a mão, pelo que a decisão do árbitro foi a melhor, apesar dos protestos portistas.»

Pedro Henriques, O Jogo: «Lance legal. A bola é cabeceada de perto e vai ao braço, que está ao longo do corpo e em posição natural. Não há acto deliberado e intencional.»


comentar
12 comentários:
De Francisco Chaveiro Reis a 29 de Agosto de 2016 às 15:05
O FCP que se preocupe em vender e comprar nestes três dias que bem precisa.

No primeiro golo, a única falha foi do Casillas. No segundo, não há falta.

O árbitro esteve mal, não controlou o jogo que foi muitas vezes demasiado agressivo mas não me parece que o maior prejudicado tenha sido o FCP.


De Pedro Correia a 29 de Agosto de 2016 às 15:15
Nos lances de que o FCP se queixa, os especialistas em arbitragem não têm a menor dúvida: foram golos limpos.
Lamento que Espírito Santo enverede também pelo discurso calimerista, mais próprio de comentadores de cachecol azul e branco, como Miguel Guedes e Rodolfo Reis, que ontem passaram horas a perorar sobre "erros de arbitragem" em vez de apontarem insuficiências e lacunas à equipa portista.
Tenho boa impressão do treinador do FCP e gostaria de mantê-la.


De Pentagone a 29 de Agosto de 2016 às 15:28
Caro Pedro,

Assim é que nós os queremos...preocupante era vermos o Nuno Esp. Santo a desvalorizar os erros da equipa de arbitragem e a preferir falar das insuficiências da sua equipa.

Que continue assim, é que a desculpa dos árbitros só é aceite pelos adeptos fruteiros quando perdem com os grandes, veremos contra as equipas de menor dimensão se a mesma desculpa pega.


De Pedro Correia a 29 de Agosto de 2016 às 15:54
Também é verdade, meu caro. Deixá-los continuar com esse discurso. É bom sinal.


De João D. a 29 de Agosto de 2016 às 15:23
O mais bonito de todo este palavreado de ex-árbitros é que nem um (inclusive paineleiros diversos) é capaz de citar a única coisa escrita na lei fundamental do jogo relativamente a faltas por jogar a bola com a mão : "DELIBERADAMENTE" . Antes, perdem-se em floreados como "aumento de volumetria, tirar vantagem, braço ao longo do corpo" e quejandos...


De Pedro Correia a 29 de Agosto de 2016 às 15:56
Não em relação aos ex-árbitros, obviamente, mas em relação aos outros, concluo que não citam porque... não conhecem. Simplesmente isso.


De JPT a 29 de Agosto de 2016 às 15:39
O auto-denominado "Tribunal" do "Jogo" tem, ainda assim, as suas singularidades: deu-se ao trabalho de analisar a falta sobre o Slimani (provavelmente inexistente) que precedeu o livre que deu o nosso primeiro golo, mas já não analisou a falta sobre o Danilo (certamente inexistente) que precedeu o livre que deu o golo do FC Porto. Concedo que seria pedir demais. Tudo dito, e como se previa, foi uma arbitragem fraca, que apitou a mais e teve fraco controlo do jogo, mas que, curiosamente, onde esteve bem foi nos lances em que foi criticada pelos Casillas e Espíritos Santos.


De Pedro Correia a 29 de Agosto de 2016 às 15:59
Em princípio só me pronuncio sobre arbitragens em situações indiscutivelmente escandalosas, de lesa-verdade desportiva. Não foi o caso. Mas concedo que o árbitro estava nervoso e acusou em excesso peso da responsabilidade. Compreende-se: era o primeiro clássico que apitava.
O caminho faz-se caminhando. Depois do primeiro há-de vir o segundo, o terceiro... Desejo-lhe uma carreira longa e com sucesso.


De Ricardo Silva a 29 de Agosto de 2016 às 16:16
A cereja no topo do bolo é ver lampiões a defender o Porto. É sinal que, duvidas houvesse, estamos mesmo no bom caminho!


De Pedro Correia a 29 de Agosto de 2016 às 16:21
É o melhor sinal mesmo, Ricardo. Equivale à prova do algodão: não engana.


De david a 30 de Agosto de 2016 às 11:00
A opinião destes ex-árbitros é levada a sério no julgamento dos golos do Sporting. Tudo bem.
Mas porque razão os sportinguistas não levam tão a sério essas mesmas opiniões no caso do golo do Setúbal na Luz?
Por que será?


De Pedro Correia a 30 de Agosto de 2016 às 11:09
Mas quem é que aqui quer saber disso?
Aqui cuida-se dos interesses do Sporting.
Se você ainda não percebeu isso, meta explicador. Ou abra um blogue benfiquista. Ou as duas coisas.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Balanço (34)

Pontapé de saída

Palmarés leonino (38)

Memória de peixe outra ve...

O polvo encarnado (3)

Os nossos comentadores me...

Balanço (33)

A nossa identidade indest...

Tomem lá, braguinhas

Palmarés leonino (37)

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

bruno de carvalho

leoas

prognósticos

jorge jesus

balanço

slb

há um ano

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

liga europa

ler os outros

godinho lopes

golos

clássicos

futebol

árbitros

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

formação

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds