14 Jul 17

Ontem tive oportunidade de ver o jogo completo.

Como ponto de ordem, quero deixar claro que entendo todas as experiências que se queiram fazer nestes jogos, mesmo a peregrina ideia de estar a levar dois e jogar sem ponta de lança. Por outro lado, não gosto de perder, nem mesmo a feijões!

Eu não percebo nada de futebol, no entanto vejo bola quase desde que nasci e tenho cá p'ra mim que há nas preparações da época dois factores essenciais que se pretendem atingir: Aquisição dos métodos do treinador e o consequente entrosamento entre os executantes, por um lado, e começar a criar um suporte psicológico forte para enfrentar uma época longa e complicada.

Ora, na minha opinião de analfabeto futebolístico, o primeiro propósito adquire-se praticando nos treinos; Muitas vezes, parando o apronto as vezes que forem necessárias, indo lá por repetição até que aquilo seja feito de olhos fechados e o segundo colocando em campo, em jogos particulares, aquilo que se praticou nos treinos e conseguindo com isso vitórias. Porque, mesmo para quem nada percebe de futebol como eu, repito, a vitória é o maior elixir para um "caparro" psicológico forte e consistente. Quem não ouviu já dizer que as equipas se alimentam de vitórias?

Assim sendo, mais uma vez na minha modesta opinião como futebolisticamente analfabeto, as pré-épocas devem ser planeadas em função destes dois objectivos primordiais e os jogos delas constantes serem jogados em função do que se pretende atingir (entrosamento e confiança), ou seja, há duas hipóteses: Ou se escolhem equipas fracas e se fazem todas as experiências durante estes jogos, considerando-os como mais um treino e rodando todos os disponíveis para os observar num contexto diferente, apenas um pouco mais complicado, ou se escolhem equipas fortes. Nestes jogos com equipas da mesma igualha que a nossa, perdoem-me os catedráticos do futebol, Jesus incluído, o meu orgulho sportinguista não se compadece com experiências e 22 jogadores em campo (só dos nossos) e não vai em conversas de que "isto é só um jogo-treino, o resultado não interessa". Interessa e muito! Como disse, as equipas alimentam-se de vitórias e se anteontem a vitória no jogo com os turcos foi um belo tónico, o descalabro de ontem foi um murro no estômago e o deitar por terra do que se terá conseguido no dia anterior. Quem pensar que estes jogos são apenas treino, não percebe o que é ser Sporting. Quem encarar estes jogos com displicência, está a mais no Sporting, do topo à base.

"Ah e então como é que tu farias, ó inteligente?" perguntam e bem vocês, que estão a perder o vosso tempo a ler-me. Pois, como eu não percebo nada disto, nesta opção de pré-época, os jogos seriam para ganhar, o prestígio do Sporting está em causa. E para ganhar estes jogos, é escalar um onze para tentar isso mesmo, é jogar um jogo de futebol e não uma partida de treino. Experiências fazem-se em casa! "Ah, mas no início da época todos devem ter a mesma oportunidade". Pois devem, mas nestes casos, valores mais altos se alevantam e, mais uma vez, quem não entender isto, estará a mais no Sporting. Perguntem aos sócios e adeptos sportinguistas que estiveram ontem no estádio se ficaram satisfeitos com a merda de jogo que foi produzido, já não falando do resultado que só não foi mais expressivo, porque não calhou mesmo.

Não quero ser alarmista, mas temo que o caminho que se está a querer traçar seja o mesmo que o da época passada, com a porcaria de resultados que se viu.

Portanto, ainda estamos a tempo de arrepiar caminho. Senhor presidente, vamos lá a pôr ordem na barraca, está bem?


comentar
46 comentários:
De Pedro Correia a 14 de Julho de 2017 às 10:43
Certíssimo, Edmundo. Subscrevo.


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 11:01
Chega de a barraca dar barraca, Pedro.
E começar a ficar farto antes mesmo de a coisa começar, não é nada bom para a minha saúde, física e mental.


De Anónimo a 14 de Julho de 2017 às 10:50
A tempo? E quem é o novo treinador?


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 10:59
O mesmo. Basta entender quem lhe paga o ordenado!


De anonimo a 14 de Julho de 2017 às 11:11
Impossível ensinar cão velho a sentar.


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 11:13

Não há impossíveis para um sportinguista!


De Anónimo a 14 de Julho de 2017 às 11:21
Que também devia servir para pagar o ordenado dos Schelottos todos que ele manda vir.


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 11:44
Em sua (dele) defesa, não foi ele que renovou com o itali-argentino...


De JHC a 14 de Julho de 2017 às 11:18
Caro Edmundo,
Compreendo a frustração e para um "analfabeto futebolístico" sabe muito do propósito do treino e do "caparro" psicológico que as vitórias trazem!
No entanto tenho de, uma vez mais, colocar alguma calma e compreensão no assunto visto que, com um jogo-treino, vejo sportinguistas (e benfiquistas disfarçados) a porem em causa todo um projeto para esta época que agora inicia e que necessitará do nosso apoio para ser concretizado.
O nosso calendário é diferente das equipas que não terão de disputar pré-eliminatórias europeias.
As cargas físicas diárias são necessárias para termos capacidade de jogar em poucas semanas a um nível elevado, e para obrigar ao erro e consequente correcção são com equipas de maior valia e não com equipas que só defendam a frente da baliza.
O tempo é curto e o plantel é grande. A responsabilidade de quem decide é elevadíssima e qualquer erro de avaliação porá em causa todo o trabalho.



De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 11:49
JHC, meu caro, estou habituado aos seus comentários assertivos e sempre fundamentados. Este não foge à regra.
Como começo por dizer no postal, eu percebo tudo o que Jesus queira inventar para o aprontamento da equipa e percebo a falta de tempo, mas não retiro uma vírgula ao que escrevi.

SL


De JHC a 14 de Julho de 2017 às 12:25
As nossas preocupações(e são muitas) infelizmente não chegam a Jorge Jesus.
Resta-nos acreditar que as decisões tomadas são as melhores para o Sporting e que teremos dentro de poucas semanas uma equipa preparada e competente para nos orgulharmos.
SL


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 12:27
Mas deviam!

Esperemos e desejamos que sim, obviamente.

SL


De Anónimo a 14 de Julho de 2017 às 16:48
Edmundo só uma questão que devia pensar.
Se como diz o Sporting tivesse uma pré epoca com equipas tipo neuchatel desta vida e dessemos 15 a 0 aos desgraçados como saberia por exemplo que o piccini tem de corrigir os tempos de ataque/defesa, que o mathieu tem de ter uma conversa com o Coates para se orientarem na área, ou ainda como JJ veria que o Bruno Fernandes é grande mas cansado é outra fruta e que o André Geraldes pode ir à sua vida?
Os erros estão agora a olho nu mas a carregarem desgraçados até eu ia dar uma perninha no Sporting.
Temos de ter confiança em que está no leme dos destinos do clube porque acima de tudo e até ao momento tem mostrado que querem vencer mais do que ninguém, seja por amor ao clube ou por amor a si mesmo.
Calma mas equilibrando com sentido de fazer bem e ter os melhores a fazer o melhor. Assim sendo venham testes difíceis com grandes cargas para separaro trigo do joio e sermos campeões com campeões, não só na pré época.
Abraço


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 17:04
Meu caro, eu não digo, nem deixo de dizer.
O que eu acho é que as vitórias moralizam e as derrotas têm o efeito contrário, mesmo sendo a brincar.
Assim sendo, quem programa a pré-época deve pensar nisto mesmo.
Se acha que dará moral fazer uma pré-época miserável, eu não, mas espero que estejamos ambos certos e que a época seja a melhor possível.

SL


De Anónimo a 14 de Julho de 2017 às 19:28
Estou de acordo com a moral das vitórias, mas também quero que sejam identificados os erros sendo que em treinos internos não é a melhor forma de sermos postos a prova.
O que me parece é que quer o edmundo ficar com moral também. Acredite que eu também quero mas há que afinar bem a máquina para sermos campeões.
A ver se a video vigilância nos ajuda.
SL


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 22:24
Meu caro, se não formos nós, os sócios e adeptos a acreditar, quem acreditará por nós?
E se nós não acreditarmos, vai ser complicado.

SL


De Carlos Silva a 14 de Julho de 2017 às 11:19
Por tão repetido, dou-lhe de barato que não perceba muito de futebol (eu reiteradamente também não). Agora uma coisa é que não seremos, é parvos. O termos jogado sem ponta de lança até entendo face às desconcertantes experiências de JJ, pois não tinha no banco Rui Patrício. Agora o que fez a Geraldes, atingiu não só o promissor jogador como a todos nós.


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 11:55
O Geraldes terá, provavelmente, guia de marcha.
Estaremos cá para falar disso, se for o caso.
E como de parvos não temos nada, creio já termos, ambos, percebido tudo.

SL


De Carlos Silva a 14 de Julho de 2017 às 11:59
Infelizmente assim é.


De Leão da Estrela a 14 de Julho de 2017 às 12:03
O problema do Jorge Jesus com o Francisco Geraldes chama-se inteligência. Todo o jogador português com inteligência e cultura são um contra à personalidade e capacidade intelectual do treinador. O mesmo se passa com o Paulo Oliveira.
O Jorge Jesus deve ter levado a mal o Xico estar a ler Saramago. Eu até o compreendo, porque também não gosto da escrita do Saramago, mas nunca o rapaz de lado por causa disso.


De JHC a 14 de Julho de 2017 às 12:35
Caro Leão da Estrela,
Já li ontem um comentário idêntico vindo de um benfiquista.
Não penso que encontremos qualquer beneficio para o nosso clube ao criar clivagens ou animosidades entre treinadores e jogadores sem factos concretos.
Ajuda a criar instabilidade e arrasta gente menos bem intencionada que por cá anda(disfarçada) a destruir algo que dependerá muito do nosso apoio.
Queremos ser campeões nacionais e não de pré-época.
Em relação a F.Geraldes, esta é a 1ª pré-época com JJ. Iuri já vai na 3ª.
SL


De Leão da Estrela a 14 de Julho de 2017 às 16:28
Caro JHC
Se existe instabilidade no nosso clube, certamente não são as opiniões de meros sócios e adeptos que a provocam.

Como sócio pagante, contribuinte da ação Pavilhão (sim, o meu nome está lá com todo o orgulho) e cliente da box anual, fico apreensivo, senão mesmo irritado, quando um simples e bem pago assalariado do meu clube que sigo à quase 50 anos (quase desde que nasci), decide achincalhar e diminuir do melhor que se forma em Portugal a nível desportivo: jogadores formados na nossa academia e que são homens na sua atitude.

Quando vejo a "paixão" do treinador por Alan Ruiz ou Bruno César e vejo o desperdicio que se faz com o Iuri, Xico, Podence, Domingos Duarte e outros tantos, sinto um formigueiro em todo o corpo e um aperto no esófago que só diminui quando descarrego alguns impropérios dedicados a quem de direito.

Um clube com cariz formador não pode desperdiçar ao desbarato o que leva anos a criar. E, infelizmente, o nosso clube, que tanta fama têm em formar excelentes jogadores e homens, não têm conseguido rentabilizar desportivamente e financeiramente o que de melhor se têm formado em Portugal.

Se olhar-mos para a nossa seleção, a sua principal base pertence quase toda à nossa formação. Mas que mais-valias o clube teve? Quase nada. Vejamos os recentes casos de Eric Dier e Cédric. Qualquer um deles vale agora muitas dezenas de milhões de euros e nenhum foi campeão ou bola de ouro. E ambos sairam por valores irrisórios em relação ao seu real valor.

Se olhar-mos para outras cores, esses, com ou sem bruxaria até da bosta fazem ouro, mas, no nosso clube, isso não têm acontecido e temo realmente, que com as atitudes recentes do treinador que o futuro ainda será mais desolador e que as nossas valiosas "pérolas" irão ser esmagadas por "calhaus" vindos de outras paragens sem valor nenhum, só porque sim.

Sei bem que uma equipa campeã não se faz só da formação, mas, comprar entulho enquanto temos do melhor mármore do mundo que vendemos como se fosse refugo também não nos leva a lado nenhum.

Só mais uma coisa: agora que saiu do sporting brevemente iremos ver Paulo Oliveira na defesa da seleção portuguesa.

S. L.


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 16:42
Assim que li que Paulo Oliveira provavelmente estará de saída para o Eibar, pensei o mesmo.
Chamasse-se ele Paolo Oliviera e entrava de estaca nesta equipa. E por aqui me fico.

SL


De Anónimo a 14 de Julho de 2017 às 19:36
Essa do estrangeiro não pega quando temos o caso do douglas. Não pegou em detrimento do Ruben Semedo e do Paulo Oliveira.
Até ver não tenho essas questiúnculas com o JJ, sim ele tem umas paragens mas até este momento demonstra, pelo menos para mim, que está dedicado para que o clube vença e o seu ego também. Se vos convém melhor foquem-se na segunda parte mas que no fim quem ganha é o Sporting e para mim isso basta. Acabem-se também os emails e os meninos queridos com direito a bilhetes e trios a 400 euros.
SL


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 22:27
O Douglas era fraquinho...


De Anónimo a 14 de Julho de 2017 às 17:02
Vivemos numa sociedade em que as novas gerações tem necessidade de satisfação rápida. Francisco Geraldes convém ter calma porque um jogador com a tipologia dele não se cria de um momento para o outro.
Exemplo: como jogava Adrien até ao último ano na académica? Lembro-me até de muitos não quererem a renovação que teve, para regressar ao clube...
Pois bem, Francisco Geraldes tem de rodar noutro clube para o bem dele e do clube. Ele precisa de jogar e o clube não pode jogar com projectos de jogador. Não é por vermos que o Xico tem pormenores fantásticos que já está pronto. Acho até que é contraproducente.
Tenhamos todos calma e Xico guarda a leitura para o quarto porque para a mulher de César não basta ser séria, tem de mostrar que é séria e assim só mostras o quanto não estás preparado.
Quanto ao Paulo Oliveira, este tem algumas deficiências, como recuperação e passe na saida a jogar, sendo que já mostrava não estar satisfeito com a sua situação no clube.
A apostar num central para 4a posição na minha opinião intercalava com a B o Domingues (emprestado) ou o Demiral que têm muito mais para dar, motivados e sem complexos de serem 4a opção.
Tobias deve seguir o mesmo destino.Nestes dois jogos foi sempre comido em rotação e velocidade do avançado. Muito fraco. É uma pena...
Saudações Leoninas.


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 22:28
Francisco Geraldes já rodou noutro clube. Ganhou uma taça Lucílio. Não chega?


De Leão da Estrela a 14 de Julho de 2017 às 11:52
Caro Edmundo, subscrevo na totalidade o seu comentário, mas se me permite, acrescento alguns tópicos.

- O sistema de jogo continua o mesmo e com falta de ideias. Os jogadores até podem ser bonzinhos mas o guião continua muito fraco. Parece aqueles filmes monótonos de 5 horas do Manoel de Oliveira.

- Os nossos defesas continuam a cometer erros completamente infantis: Coates e André Geraldes, este acompanhado do Bruno César, não podem jogar assim. Já no jogo contra os turcos, Coates e Bruno César voltaram a meter água. Assim não vamos lá.

- Francisco Geraldes, Domingos Duarte, Paulo Oliveira parecem definitivamente de fora. Infelizmente ontem vi como se queima de uma forma atroz um jogador a que todos desejamos um grande futuro. O que Jorge Jesus fez ao Xico foi completamente reles, no fundo, uma atitude típica do "cérebro".

- Neste momento ainda não temos uma alternativa ao Bas Dost. Doumbia é um jogador com características completamente diferentes do nosso goleador-mor e por isso precisamos de outro ponta de lança.

- As laterais continuam coxas. Que saudades do Cédric. Neste momento penso que estamos pior nas laterais do que no ano passado. O Coentrão, muito elogiado pela imprensa, ainda não mostrou nada. Piccini parece algo perdido e não mostra a técnica e a raça que precisamos para um lateral direito. Jonathan e André Geraldes são bons rapazes mas não servem para nós.

- As paixões do JJ continuam a não mostrar nada: Alan Ruiz vai levar mais 6 meses para se ambientar ao hemisfério Norte; Bruno César continua a correr muito e a não fazer nada. Dois golos sofridos em que está diretamente relacionado e de forma infantil. Para mim pode ser vendido já.

- O resto dos jogadores andam perdidos. Dala, Iuri, Bataglia, M. Oliveira, Petrovic, M. Pereira, Palhinha, Tobias, e até mesmo o Podence.

Concluindo. Este jogo contra o Valência para mim foi bastante positivo e elucidativo. Não temos ainda uma equipa competitiva. Continuamos com jogadores a cometer erros completamente ridículos. Continuamos a não ter um sistema ou fio de jogo que faça a diferença e que se sobreponha aos adversários. Continuamos com um treinador com ideias peregrinas e que, infelizmente, não nos vai levar a lado nenhum.
Continuo critico, como sempre fui, do treinador e, a serem verdade os emails, fica demonstrado que o "cérebro" foi campeão com ajudas divinas e que não é mestre em nada, a não ser em dar calinadas em português.

Nota: já renovei a box, porque como sportinguista, o que mais defendo e apoio é o Sporting Clube de Portugal e não qualquer individualidade, pois, se não acreditava em Deus, muito menos acredito em Jesus.

S. L.


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 11:59
Meu caro Leão, sinceramente não encontro nada para refutar, nem mesmo quanto à renovação da gamebox.

Mas que me custa o Xico Geraldes ser posto a andar, isso custa. E pode crer que se isso acontecer, da minha parte vai haver barulho. Muito barulho!

SL


De Leão da Estrela a 14 de Julho de 2017 às 12:09
Infelizmente para nós O Xico vai ser despachado. Para ele, neste momento, até deverá ser a melhor solução. Eu se estivesse no lugar dele também não tinha paciência para aturar um treinador tão básico.


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 12:17
Parece haver poucas dúvidas disso, infelizmente, mas destes o Jota não gosta.

(apareceu-me outro comentário seu, que entretanto desapareceu e não consegui publicar. Se for caso disso, replique-o)

SL


De Carlos Silva a 14 de Julho de 2017 às 15:04
Se abrirem as inscrições, vou solicitar um lugar no coro.


De JMelo a 14 de Julho de 2017 às 12:27
Sem querer ser ave de agoiro, relembro que o jogo de apresentação no início de época 2011/2012 foi com o Valência. E qual foi o resultado? 0-3. Nessa época acabámos em quarto lugar e perdemos a final da taça. Seria o prelúdio da pior época de sempre, que se seguiria (2012/2013).
Como característica dessa pré-época, havia carradas de reforços e muita esperança, que em breve se desvaneceu. Jefren, Onyeuw, Rodriguez, Bojinov.


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 12:31
Verdade.
Vamos fazer figas para que não aconteça o mesmo.


De Simão a 14 de Julho de 2017 às 12:32
Ainda mal começou e já a barraca abana?...


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 14:05
Preocupa-te em arranjar um lugar no banco para o rapaz Renato, que pelos vistos vai ser devolvido à procedência.


De Leão da Estrela a 14 de Julho de 2017 às 17:14
Não. A barraca não abana e se abanar não cai.
Nós o Sportinguistas ainda possuímos um dom que já rareia noutras colectividades: pensamos e temos opiniões próprias.
Assim, caro Simão, espero que entenda a quantidade e qualidade das mais variadas opiniões que aqui aparecem, porque, caso assim seja necessário, são os sócios em última instância que decidem o que querem para o seu Sporting, ao contrário do que se passa noutras colectividades.


De Antonio_1969 a 14 de Julho de 2017 às 12:43
Tem toda a razão.

Afinal vamos à Suíça fazer o quê?

Jogar, treinar ou o quê?

É que isto dá moral a quem joga connosco mas arrasa os nossos jogadores. E hoje somos gozados em Espanha, eles não querem saber se tínhamos jogado no dia anterior. Levámos três na pá e o resto é conversa.

Irra, tanta incompetência.


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 14:13
"Partantes" alguém programou mal a pré-época?...


De Antonio_1969 a 15 de Julho de 2017 às 01:18
Assim parece, e é capaz de ter sido o mesmo do ano passado.


De Sol Carvalho a 14 de Julho de 2017 às 12:46
Caro Edmundo
Até que concordei com a primeira parte do post. Já acho muito discutivel a solução. Porque não menos jogos e mais espaçados com equipes importantes (defenindo uma linha de jogo e preparando a champions) e jogos treinos com equipes menores (para consolidar e experimentar rotinas)?
Numa eu discordo absolutamente de si:"Quem não entender isso .... estará a mais no Sporting". Pois eu sou dos que não acho que na pré-epoca o "valor mais alto" seja ganhar os jogos de preparação. Já nos torneios pré-epoca, concordo.
Finalmente há uma coisa em que estou de acordo com a maioria dos comentários: Até agora ninguém nas lateriais se mostrou claramente melhor do que a época passada. Dá muito jeito encontrar um bodes expiatórios para o desastre do ano passado, não dá? A ver vamos se isto é circunstancial... espero que sim.
Também não entendo a segunda parte sem pontas de lança e muito menos a do Francisco a não ser que Jesus tenha mesmo um trauma contra o Saramago (digo, o Xico). Mas as borradas das invenções já vêm desde o tempo dos lampiões. É mesmo marca...
Mas sabem mesmo o que me irrita mais?: Então quando se programaram jogos com duas equipes fortes em dois dias seguidos, na pré-epoca, não se sabia já que os jogadores iriam estar cansados? Parece barro na parede: Se ganhássemos, JJ era o melhor do mundo apesar do cansaço. Perdendo, pois, foi o cansaço. Pois...


De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 14:12
Caro (a?) Sol,
Eu não pretendo substituir-me a quem programa a pré-época, por isso provavelmente a sua proposta até fará sentido, jogos mais espaçados, mas não esqueça que este é um torneio e independentemente disso, é o nome do Sporting que está em causa, por isso, com estes adversários, é jogar para ganhar. É que com mentalidade vencedora é que se ganham jogos, não é com "brincadeiras" de jogos-treino, esses são à porta fechada, para as tais rotinas.
E isso vem entroncar com a segunda parte do seu comentário, com a qual concordo em absoluto, o que quer dizer que quem tratou daquilo de que falamos na primeira, se terá, no mínimo, distraído.

SL


De Sporting Sempre a 14 de Julho de 2017 às 18:35
O problema é que o chefe da barraca (futebol) é ele mesmo, pelo que presumo que queira que Bruno de Carvalho presidente ponha ordem no Bruno de Carvalho chefe do futebol e responsável pelas contratações, renovações, pendurações, programações, sempre em união profunda e estreita com o grande mestre da táctica.

Ou então anda ocupado com outros temas e deixou como no ano passado a raposa tomar conta do galinheiro...

Director do futebol / manager / chefe seja lá o que for o nome, precisa-se.




De Edmundo Gonçalves a 14 de Julho de 2017 às 22:30
Nem sei que lhe diga...


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Os nossos comentadores me...

Tudo ao molho e FÉ em Deu...

Gostei!

Quatro em onze

Esta época, eis a primeir...

Bruno Fernandes e Bas Dos...

Bonito é metê-la lá dentr...

Recordar - Vítor DAMAS

Hoje giro eu - o meu ONZE...

Os nossos comentadores me...

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

balanço

jorge jesus

slb

há um ano

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

golos

ler os outros

liga europa

godinho lopes

futebol

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

formação

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
142 comentários
138 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds