19 Jan 17
Aqui estamos de novo
Francisco Chaveiro Reis

Já estamos habituados - Aqui estamos de novo. Em crise. Nos meus 32 anos de vida só duas vezes fiz a festa do campeonato. E a medida do sucesso de um clube grande português é a conquista do campeonato. A Taça não chega e as competições internacionais são excepções. Ou seja, nos outros 30 anos da minha vida, o Sporting esteve em crise;

Há 17 jogos por disputar - O facto de estarmos numa só prova não é igual a desistirmos. Os profissionais de verde e branco devem esforçar-se ao máximo vencer todos os jogos. Motivação? O salário e nós, deste lado. Nada garante que nos leve a algum lado mas tem que se jogar pela honra do clube. Além disso, ganhando os 17 jogos, poderemos ter motivo de festa em maio;

Milhões por cepos - É claro que estou desiludido com a época e aponto o dedo à ruinosa política de contratações. Gastamos de mais em jogadores que jogam de menos. Douglas, Meli, Petrovic, Paulista, Elias, Castaignos, Markovic ou André têm as portas de saída escancaradas. Alan só fica porque custou 8 milhões;

Reagrupar - É tempo de mudar o grupo. Manter o núcleo duro, despachar alguns dos atrás referidos (ou todos) e chamar caras novas. Caras novas que sejam velhos conhecidos como Iuri, Podence, Geraldes ou Jonathan e tentar juntar uns cobres para ter um ou dois laterais decentes e um segundo avançado que apoie Dost e marque alguns golos;

Vender é bom - Estou farto do argumento de não termos sobrevivido às saídas de João Mário e Slimani. Um clube português que faça uma boa época terá sempre tubarões à porta. Fizemos bons negócios, mantivemos três campeões da Europa e tínhamos dinheiro para contratar bem. Só não o fizemos;

Jesus – O nosso treinador é arrogante e fala de mais e mal desde a última época. As suas bocas para a Luz deram motivação ao rival. Mas é um grande treinador que colocou, de facto, a equipa a jogar mais. Não terá desaprendido e em breve voltará ao normal;

Bruno – Sempre disse que fazia bem mas falava mal. Já fez obra mas por vezes e, sobretudo sem títulos, parece um Dom Quixote, mesmo que muitos dos moinhos existam mesmo. Mas combatemos o exterior, assumindo os males interiores. No seu texto no Facebook mostrou mais maturidade e capacidade de olhar para dentro. Pode ser que a desilusão lhe traga maturidade;

Em resumo – Já aqui estivemos muitas vezes e nunca ganhamos nada em ser precipitados em mudar de treinadores ou presidentes. Para já, é fazer uma boa campanha no mercado e apontar a 17 vitórias. O resto, apoiar uma equipa que não nos dá grandes alegrias, já é habitual.


comentar ver comentários (5)
12 Jan 17

comentar ver comentários (31)
09 Jan 17
Factos
Francisco Chaveiro Reis

Bas Dost é o melhor marcado do campeonato com 11 golos. Desde Montero, à 15.ª jornada de 2013-2014 (garantiu-me Rui Miguel Tovar via Twitter) que o melhor marcador não vestia de verde e branco. Na altura, o colombiano levava 13 tentos, contra os 12 de Jackson e os 9 de Heldon. 


comentar ver comentários (4)
06 Jan 17

2001/2002 - Estreia-se como sénior no Almada

2010/2011 - Marca 18 golos pela Académica

2009/2014 - Joga pela seleção nacional 

2016/2017 - Marca de penalty ao Sporting, anuncia transferências e transforma-se numa estrela do Facebook 

 

Tags: ,

comentar ver comentários (5)
02 Jan 17
Obrigado João Pereira
Francisco Chaveiro Reis

transferir.jpg

João Pereira vai deixar o Sporting e mudar-se para o Trabzonspor da Turquia. O Sporting ganhará uma pequena quantia e deixará de pagar salários altos a um jogador em fim de carreira e de contrato. Pereira chegou a Alvalade em janeiro de 2010, vindo do Braga e ficou no clube, dois anos e meio, fazendo 105 jogos e marcando 6 golos. Depois de uma estadia no Valência e de uma curta passagem pelo Hannover, regressou, para mais 44 partidas. Aqui fica o meu agradecimento ao camisola 21, que, apesar das suas limitações (como os cruzamentos e o temperamento), sempre mostrou muita garra e vontade de defender a camisola. Obrigado e boa sorte. 


comentar ver comentários (12)
20 Dez 16
Reagrupar
Francisco Chaveiro Reis

Apesar de muitos milhões gastos, os problemas continuam: os laterais não são bons o suficiente e não há banco. A isso juntou-se uma saída que tem feito diferença: Téo. Pareceu boa ideia despachar um jogador que rendeu desportivamente mas que tinha a cabeça algures na lua. Não se encontrou uma solução alternativa de qualidade. Se Dost não está inspirado, não há golos. 

O Sporting tem que ir ao mercado. E tem que se livrar de uma série de pesos mortos. Há que admitir erros, fazer algum dinheiro e comprar. O problema é que sem Europa e com a decisão da Doyen, dinheiro é coisa que escasseia. Ainda assim, vejamos o plantel:

Guarda-redes: Patrício e Beto dão toda a tranquilidade. A Jug não fazia mal jogar e devia ser emprestado. Talvez até por ano e meio. 

Defesas-laterais: Esgaio não é aposta e começa a ser tarde para ele. Um empréstimo pode ser solução. Pereira é esforçado mas não é de topo. Schelotto parece o menos mau mas é inconstante. No sistema de Jesus, os laterais são essenciais. Se o Boca Juniors aceitasse Meli de volta, não me importava de trazer para Lisboa, Gino Peruzzi, já com experiência na Europa (Catania). Seria titular de caras. Na esquerda, o Jefferson deste ano, é um a menos. Marvin é limitado. É urgente trazer um titular. Apostava em Insúa mas sei que três milhões podem ser muito dinheiro. Más seria mais barato mas não conhece o futebol europeu e Vangioni, se nem neste Milan joga, pode não ser grande opção, apesar da fama que tem na Argentina. 

Defesas centrais: Coates, Semedo e Oliveira dão garantias. Acredito que são os laterais os maiores culpados pelos golos sofridos. Sem Europa, dava-me ao luxo de despachar Douglas, com nome, para China ou Rússia, à melhor oferta. Sempre que necessário, o quarto central seria Fidel Escober, interessante jogador da B. 

Médios centro: William e Adrien são o pulmão da equipa e devem ser rejeitadas propostas por eles. O problema é que é necessário quem faça os seus lugares em caso de lesão, castigo ou previsível cansaço. A seis, Petrovic e Paulista são falhanços. Devem ser emprestados e deve apostar-se no regresso de Palhinha. Aliás, creio que William será transferido no verão e vejo no jovem alentejano o seu perfeito substituto. Também Meli e Elias nada trouxeram e devem ser "despachados". Meli deve regressar ao seu país como moeda de troca num negócio e Elias, vendido à melhor oferta. Bruno César é o melhor oito suplente. Não desdenharia, no entanto, a contratação de um homem experiente. Uma vez mais, lembro-me do mercado argentino e de Tino Costa (San Lorenzo), com larga experiência no futebol europeu. 

Alas: Neste momento, Gelson e Campbell dão conta do recado. Bruno César, Bryan e Matheus podem ser opções na esquerda e Markovic, no máximo, pode aspirar a jogar uns minutos na direita. 

Avançados: Alan falhou redondamente como segunda opção e não podemos esperar muito mais por ele. Vejo duas opções. Empréstimo a um clube europeu para ganhar rotação ou regresso à Argentina, como moeda de troca. Alan é um dez e o Sporting joga com um oito e um "nove e meio" atrás do ponta de lança. Alan não faz sentido aqui. Venha um craque (sim, bem sei que isso custa). Aqui apostava em Bou, várias vezes apontado ao Sporting, apostando em enviar Alan, Téo e/ou Jonathan para Avellaneda. Bou pegaria de estaca e seria um Téo, com cabeça. Na frente, Dost, quando lhe chega a bola, faz o seu trabalho. André serve para suplente. Spalvis vem aí e ainda há Leonardo Ruiz. Castaignos é para emprestar. 

 

Nota: Os jogadores indicados são apenas da minha preferência e reflectem o perfil que considero interessante. O seu valor de mercado anda à volta dos três milhões de euros. 


comentar ver comentários (11)
12 Dez 16
O mito
Francisco Chaveiro Reis

Criou-se o mito de que o Sporting só se sabe queixar e que os seus sócios e adeptos "choram" invariavelmente quando o clube é derrotado. Vejamos o exemplo de ontem. A equipa dominou mas falhou demasiados golos. Aí não há desculpas. Houve demasiada incompetência. Mas sofreu um golo precedido de uma bola na mão que daria penalty para o Sporting. Poderia ser o 0-1 e não o 1-0. Depois, mais um penalty por assinalar. Poderá dizer-se que o Sporting "não chega ao Natal" e que tem menos cinco pontos do que o rival mas é preciso ser sério. O mesmo vale para as últimas épocas. Vejamos a Liga dos Campeões. Fomos eliminados pelo Shalke num lance polémico, há dois anos. No ano seguinte, fomos afastados da fase de grupos por um golo com a mão e com um golo limpo anulado a Slimani. Não digo que ganhássemos a competição mas os cofres e o prestigio do clube sairiam reforçados. Outra questão é a não conquista do campeonato. Há muitos erros próprios, sem dúvida mas poderemos ser sérios e não olhar para os anos em que ficamos em segundo lugar e em primeiro ficou um clube envolvido num escandaloso de corrupção? As provas podem não contar em tribunal mas...Num desses anos, sob a batuta de Paulo Bento, até fomos afastados do título por um golo do Paços de Ferreira, marcado com a mão, em pleno Alvalade. Sim, o árbitro também se engana a favor do Sporting mas se fossem aplicado a todos os mesmos parâmetros, o Sporting não ficaria a perder. Haja seriedade. E já agora, não se atire a toalha ao chão. Ainda falta muito campeonato e as taças nacionais. 

Tags:

comentar ver comentários (41)
22 Nov 16
Homenagem à Lisboa de Ronaldo
Francisco Chaveiro Reis

sem nome.png

 

Clique na imagem para ver o vídeo. Password: cr7. 


comentar
21 Nov 16

Gelson Martins estampou-se ontem. Infelizmente para os pasquins, o único líquido envolvido foi água... na estrada. Eu e todo os sportinguistas esperamos que este seja o único acidente da semana, envolvendo o Sporting e... bólides brancos


comentar ver comentários (5)
16 Nov 16
Tags:

comentar ver comentários (18)
15 Nov 16
Preso por ter cão...
Francisco Chaveiro Reis

Por um lado, o nosso presidente é acusado de espalhar ódio, por outro, de espalhar amor. Nos dois casos, é criticado. Decidam-se. 


comentar ver comentários (4)
04 Nov 16
Gafe
Francisco Chaveiro Reis

pizzifernando.jpg

 

Enganaram-se. Devia ser: Mónaco, Atlético de Madrid, Valência ou Hull.  

PS: Justa chamada. 

Tags:

comentar ver comentários (7)
Téo pode suceder a...Téo
Francisco Chaveiro Reis

A mudança de Téo para a Argentina não surtiu efeito. O colombiano faz-nos falta e pouco acrescentou ao Rosario Central. É bem verdade que a cabeça não é o seu forte mas os pés nunca nos falharam (15 golos numa época em que teve lesões e férias a mais). Numa altura em que se percebe que Alan ou Markovic, pelo menos para o imediato, nada acrescentam, gostava de ver o 19 de volta a Alvalade. Falta poder de fogo. Já agora, que dê boleia a Jonathan Silva. 


comentar ver comentários (14)
26 Out 16
Gostei de ver...
Francisco Chaveiro Reis

bild-stuttgart-fuerth-100-_v-gseapremiumxl.jpg

...a bela exibição de Carlos Mané, pelo Estugarda, ontem na Taça da Alemanha, ante do Borussia M´gladbach. O extremo fez um jogo de sacrificio, correndo quilómetros, ajudando a defender e sendo dos melhores a atacar. Não chegou para seguir em frente, mas a atuação do camisola 15 ficou na retina. 


comentar ver comentários (13)
17 Out 16
Vencer o Dortmund
Francisco Chaveiro Reis

Com nove jogadores lesionados, não é o melhor Dortmund que vem jogar a Alvalade. Podemos ser líricos e dizer que queremos ganhar ao melhor Dortmund mas o que eu quero é ganhar ao Borussia de Dortmund. Castro, Durm, Bartra, Piszczek, Subotic, Sokratis, Schürrle ou Reus não serão amanhã ameaças para a baliza de Patrício. Ainda assim, Tuchel terá nomes como Aubamayang, Gotze, Kagawa ou Sahin ao seu dispor. Isto quer dizer que, mesmo sem o melhor BVB, o Sporting, sem Adrien, tem que apresentar a melhor versão possível para vencer o gigante alemão.

Lá estarei para ver o Sporting chegar aos 6 pontos.


comentar ver comentários (9)
13 Out 16
Daqui a pouco quero:
Francisco Chaveiro Reis

  • Ver uma exibição convicente e uma vitória;

  • Ver bancadas cheias;

  • Ver Beto,Oliveira, Douglas, Petrovic, Campbell e Markovic a jogar de início;

  • Ver as estreias de Castaignos e Meli.


comentar ver comentários (10)
11 Out 16

comentar ver comentários (18)
06 Out 16
Da coerência
Francisco Chaveiro Reis

19953997_cwTPw[1].jpg

 

Tags: ,

comentar ver comentários (13)
15 Set 16

14355670_2113103388913988_2883281382596130332_n.jp

Ronaldo foi empurrado para fora do Sporting

Ronaldo foi assobiado pelos adeptos do Sporting ontem e sempre

Ronaldo festejou efusivamente o golo marcado ao Sporting

Ronaldo fez declarações que visavam prejudicar o Sporting

Ronaldo mostrou-se distanciado dos jogadores do Sporting

Ronaldo mostrou falta de respeito pelo presidente do Sporting


comentar ver comentários (16)
13 Set 16

c303a8a16ec043347461e9034b7a90662236c28e.jpg

 


comentar ver comentários (2)
01 Set 16
A lista dos 61
Francisco Chaveiro Reis

O Sporting foi o campeão de rumores neste defeso. Até ontem, foram associados 60 nomes ao clube.

Para a baliza chegou Beto mas Eduardo, Helton e Gabriel também foram apontados.

As laeterais defensivas não foram reforçadas mas foram falados vários defesas, sobretudo para a banda esquerda: Alan Santos, Antunes, Arana, Bryan Oviedo, Insúa, Lazaar, Margasov, Más, Mayke, Lazaar e Santon. Para o centro, chegou Douglas mas também César Montes, Conti, Dória, Rolando e Tóloi foram apontados.

O miolo recebeu Petrovic, Meli e Elias. Vários outros nomes apareceram na comunicação social: Bakic, Carlos Eduardo, Dzemaili, Escalante, Hernanes, Juninho, Lerma, Lucas Silva, Oniangué, Pedro Nuno, Rafa, Recio, Sandro, Schweinsteiger e Vukcevic.

Depois temos o ataque, onde 22 nomes estiveram em destaque. Chegaram Alan, André, Campbell, Castaignos, Dost e Markovic (Spalvis já tinha sido confirmado há muito) e ficaram pelo caminho, Arnautovic, Arouna Koné, Bendtner, Cardozo, Cyle Larin, Facundo Ferreyra, Fanendo Adi, Gustavo Bou, Haller, Kokorin, Luciano, Llorente, Mario Gomez, Niasse, Seferovic, Van Persie e Walter Rodriguez.

Não deixa de ser curioso que a maior parte dos nomes apontados ficaram no clube onde já estavam.

A novela continua em janeiro.


comentar ver comentários (3)
29 Ago 16
Escolhia este
Francisco Chaveiro Reis

hernanes1.jpg

A confirmar-se a saída do capitão, teremos que contratar um jogador de créditos firmados que entre "de caras" no onze. Um homem com cultura táctica, capacidade de organizar o jogo e bom remate. Até Wallyson estar no ponto, a minha aposta seria Hernanes, suplente na Juventus. O internacional brasileiro, que até já foi associado ao Sporting (tal como a Benfica e Valência)  este ano, quererá jogar mais e creio que não se importaria mesmo nada de vir lutar pelo título em Portugal. O seu ordenado será alto mas é um preço a pagar por um homem da sua qualidade e passado (São Paulo, Lázio e Inter).


comentar ver comentários (6)
28 Ago 16
O que faltou ao adversário
Francisco Chaveiro Reis

19865478_sYyPZ[1].jpg


comentar
Campbell
Francisco Chaveiro Reis

IMG_4111.JPG

Lembrou bem o Mister Pedro Correia que eu sugerira aqui a contratação de Joel Campbell. Era um jogador que eu, há anos, desejava ver de verde e branco. Tenho poucas dúvidas que será uma das nossas maiores estrelas esta época. Como extremo ou como segundo avançado fará a diferença. Eu já ali tenho a roupa escolhida para logo.


comentar ver comentários (7)
27 Ago 16
Um azar nunca vem só...
Francisco Chaveiro Reis

IMG_4114.JPG

Esperemos que o autocarro do FCP tenha mais uns furos amanhã.


comentar ver comentários (2)

...como eu aqui previ (e foi gozado). Foi por 40+5. Obrigado ao miúdo que passou de talentoso camisola 49 do Sporting B a camisola 10 da selecção campeã da Europa em poucos anos. Com a camisola listada, como sénior, fez 171 jogos. 


comentar ver comentários (3)
25 Ago 16
"O Sporting não teve sorte"
Francisco Chaveiro Reis

 

Tags:

comentar ver comentários (17)
23 Ago 16
A camisola 7
Francisco Chaveiro Reis

Joel Campbell (fantástico reforço e sério candidato a ser um dos melhores jogadores da liga, na minha opinião) escolheu usar a camisola 7. Soaram os alarmes. Desde Figo, em 1993/1994 que a camisola é tida como maldita (e o extremo não teve razões para amaldiçoar o clube que o formou) para os lados de Alvalade. Leandro Machado, Izmailov, Bojinov e Shikabala ficaram aquém das expectativas e revelaram alguns problemas disciplinares. Sá Pinto, Iordanov, Niculae, Delfim e Jeffrén lesionaram-se. Entre 2003 e 2007, bem como entre 2014 e 2016, o número não foi sequer escolhido. Será Campbell o próximo a brilhar com a camisola verde e branca, tendo o 7 nas costas?

Como curiosidade, aqui ficam os donos da 7 desde a saída de Figo (só em 1995/1996 os números passaram a ser fixos)

95/97 - Sá Pinto

97/98 - Iordanov

98/99 - Leandro Machado

99/00 - Delfim

00/01 - Sá Pinto

01/03 - Niculae

03/07 - Não atribuido

07/11 - Izmailov

11/12- Bojinov

12/13- Jeffrén

13/14- Shikabala

14/16- Não atribuido

 


comentar ver comentários (4)
09 Ago 16
Algures em Paris
Francisco Chaveiro Reis

image.jpeg

 


comentar ver comentários (4)
29 Jul 16
Just saying...
Francisco Chaveiro Reis

adnan-januzaj-manchester-united-januzaj_3341731.jp

João Mário ainda pode sair. Mourinho dispensou Januzaj, promessa adiada mas jogador de grande qualidade que pode ser extremo e dez.

Tags:

comentar ver comentários (4)
27 Jul 16
Novelas só em setembro
Francisco Chaveiro Reis

Aqui ficam as minhas modestas sugestões para títulos para notícias sobre João Mário, nos próximos dias:

 

João Mário e pai dizem que médio está feliz no Sporting mas fonte próxima do processo garante que não

João Mário é melhor em campo diante do Wolfsburgo mas mostrou-se claramente contrariado

João Mário aplaudido em Alvalade mas só pensa em sair porque não sente apoio

João Mário aumentado, fica ofendido por ganhar menos do que Cristiano Ronaldo

João Mário vendido por 59 milhões. Bruno não cumpriu promessa de vende-lo pela clausula

 

PS: Agora a sério. João Mário é um grande jogador, é natural que tenha ambição de ganhar mais dinheiro de jogar em ligas mais competitivas mas já deve ter percebido que não sai por tuta e meia. Num mercado que dá 120 milhões por Pogba e 90 milhões por Higuaín, um jovem número dez, campeão europeu, vale entre 45 e 50 milhões.


comentar ver comentários (5)
25 Jul 16
A gratidão é bonita
Francisco Chaveiro Reis

 

IMG_3240.JPG

 Repare-se nos nomes escolhidos para agradecer aos sócios.

Tags:

comentar ver comentários (10)
22 Jul 16
Em busca de golos
Francisco Chaveiro Reis

120517-mario-gomez-02-496x286.jpg

O Sporting precisa urgentemente de avançados. Téo foi para os Jogos Olímpicos e calcula-se que não volte; Barcos não mostrou nada e Spalvis, antes de poder mostrar ao que vem, lesionou-se e vai perder seis meses, pelo que aposto que os poucos jogos que fará este ano serão na B. Há ainda Slimani, que não creio que fique em Portugal mais um ano. Bem vistas as coisas, sobram Alan e Podence e nenhum deles é um avançado de raiz. Falta poder de fogo e Jesus gosta de ter quatro homens para esta posição. O Sporting precisa, a meu ver, de três homens. Num exercício de imaginação, deixo aqui uma pequena lista:

Gomez – O alemão de 31 anos não quer voltar à Turquia devido à situação atual e não deve ter espaço na Fiorentina. Já não atrai os melhores clubes mas em Portugal seria um goleador. Apostaria no empréstimo. Ainda assim, o seu salário seria alto mas sem investimento, não há lucro.

Podolski – Está na mesma situação que o compatriota e até poderia fazer com ele uma bela dupla. Aliás, a via turca, com os estrangeiros a terem medo do momento, pode ser bastante vantajosa.

Bou – Já foi falado no ano passado e seria o substituto ideal para Téo. É um segundo avançado mas com faro de golo. E Jesus gosta do mercado argentino.

Blandi – Temos boas recordações de argentinos vindos do San Lorenzo. Blandi tem escola do Boca Juniors, marcou muito no San Lorenzo (campeão) e seria um 9 de eleição na Europa. Não é “pinheiro” mas é “matador”.

Skoda – O gigante checo seria relativamente barato e seria um terceiro avançado para aquelas alturas em que é preciso um chuveiro para a área.

Szalai – O húngaro é semelhante a Skoda mas mais forte fisicamente.

Adebayor e Bendtner – O togolês e o dinamarquês não têm clube e até devem pedir um bom prémio de assinatura. Ambos têm feitios desafiantes mas ambos são goleadores de créditos firmados à espera de voltar a melhores tempos. São possíveis problemas mas, com o carinho dos adeptos e a mão firme de Jesus, são possíveis soluções.


comentar ver comentários (4)
21 Jul 16
Janela de transferências
Francisco Chaveiro Reis

Desde maio até hoje, já foram associados 36 jogadores ao Sporting. Desses, apenas Petrovic e os irmãos Ruiz foram confirmados. Vejamos a lista, que não conta com jovens que, à partida iriam para a equipa B:

 

Antunes

Alan Ruiz

Arnautovic

Bakic

Beto

Cardozo

Carlos Eduardo

Conti

Douglas

Eduardo

Escalante

Federico Ruiz

Fransérgio

Geferson

Helton

Insúa

Kokorin

Larin

Lazaar

Léo Bonatini

Lerma

Lucas Silva

Margasov

Markovic

Marlos Moreno

Mayke

Meli

Mitrovic

Pedro Nuno

Petrovic

Podolski

Roger Martinez

Sandro

Sturgeon

Towsend

Vukcevic

 

Quantos mais nomes veremos até 31 de agosto?

 

 


comentar ver comentários (4)
11 Jul 16
Não foi um sonho
Francisco Chaveiro Reis

Portugal acordou sem voz, pés doridos e poucas horas de sono. Só olhando para os quiosques tivemos a certeza de que não tínhamos sonhado. Pela primeira vez na história, conquistamos um título de séniores. Vencemos o campeonato na Europa no Estádio Nacional de França, contra a equipa da casa, que em 1984, 2000 e 2006 foi a nossa “besta negra”. Fizemo-lo com um golo de Éder, saco de pancada das redes sociais anos a fio e que ontem, com um belo pontapé, nos fez sonhar. Curiosame...nte, a glória não chegou com Eusébio, Torres, Coluna, Simões, Futre, Rui Costa ou Figo nem sequer com uma equipa que jogou futebol bonito. Chegou com uma equipa que teve num brasileiro veterano a sua figura, seguido de um miúdo de 18 anos. Ronaldo, o capitão, até marcou três golões mas não esteve ao seu melhor nível. Na final, nem esteve em campo na maior parte do tempo, por culpa de um joelho alheio. Mas chorou. Primeiro de tristeza como em 2004 e depois de alegria como nunca.

Fez-se história, das mãos do Patrício até aos pés de Éder. Passando e muito pela persistência de Fernando Santos. Eu não acreditei desde o inicio. Mas mordi a língua e festejei. Hoje, haja café.

 

PS: O que conta é a seleção mas ver quatro jogdores do Sporting e oito da sua formação no onze campeão europeu é um grande orgulho.

Tags:

comentar
09 Jul 16
A final
Francisco Chaveiro Reis

Confesso que nunca pensei que Portugal estivesse em Saint-Denis este domingo, a disputar o título europeu, pela segunda vez, em doze anos. Mas está e a felicidade dos adeptos portugueses já está garantida. Temos ambição de conquistar mais do que o segundo lugar. Ambição aumentada pela pressão que os franceses fazem nos seus media (Pepe e Ronaldo atores ou o futebol nojento) e pelo seu chauvinismo (a vitória estará garantida).

 

A França é uma boa equipa, jogou bom futebol nos últimos dois jogos (não esquecer jogos maus com Roménia, Albânia, Suíça e Rep. Irlanda, potências muito superiores a Islândia, Austria, Hungria ou Croácia) e não tendo nenhum Zidane tem no seu seio bons jogadores como Pogba, Matuidi, Payet ou Griezmann (sabiam que tem um avô português - Amaro Lopes - que jogou no Paços de Ferreira?). Dito isto, não me parece que seja impossível de vencer. Vejamos o possível onze.

 

LLoris (Tottenham) mostrou ontem os seus predicados com defesas que pareciam impossíveis. É um guarda-redes maduro e de grande classe. Na defesa, Sagna (City) e Evra (Juventus) são veteranos mas têm, até aqui, mostrado muita resistência física e grande qualidade de jogo, sendo dos melhores franceses na prova. Ainda assim, o pouco descanso das meias para a final pode se decisivo. No centro, onde já não estavam Mathieu (Barcelona), Zouma (Chelsea) e Varane (Real Madrid) antes do Euro, deixou de estar Rami (Sevilha). A dupla tem sido Umtiti (Lyon, já prometido ao Barcelona) e Koscielny (Arsenal), pilar do setor. Ronaldo poderá aproveitar a pouca experiencia de Umtiti que apesar da qualidade vai apenas a caminho da terceira internacionalização.

 

No meio, Deschamps apostou primeiramente num trio – Kanté (Leiscester), Matuidi (PSG) e Pogba (Juventus) mas nas últimas duas partidas retirou o primeiro e colocou Sissoko (Newcastle) defende bem (era médio defensivo no Toulouse) mas também ataca (tornou-se num quase extremo na Premier League).

 

Na frente está o perigo maior. Giroud (Arsenal) não é nenhum Benzema mas cumpre perfeitamente (a França foi campeã do mundo tendo “cepos” bem piores como Guivarc´h ou Dugarry). Nas alas, Payet, que explodiu para o futebol mundial no West Ham este ano, aos 28 anos e é um perigo na marcação de livres e pela sua velocidade e, claro, Griezmann, o pequeno avançado móvel do Atlético de Madrid que começou mal a prova (suplente no segundo jogo), leva já seis golos e está a dar sequencia à grande época que fez em França. Com Martial (United) encostado pelo selecionador, Coman (Bayern) e Gignac (Tigres) são as armas atacantes que podem sair do banco.

 

Do nosso lado, aposta na continuidade. Patrício na baliza. Cédric, Pepe (espera-se), Fonte e Raphael na defesa. No meio, Danilo esteve muito bem mas William deve regressar. João Mário, Adrien Silva e João Moutinho devem ser o meio-campo (acredito que Sanches não será titular, devendo Santos apostar numa opção mais conservadora num jogo de tantos nervos). Nani e Ronaldo, não avançados que levam três golos cada um, serão os titulares. Sanches e Quaresma são as armas prontas a entrar em campo.


comentar
08 Jul 16
O adversário de domingo....
Francisco Chaveiro Reis

ng7252834.jpg

....nem tem imaginação para inventar um festejo próprio, quanto mais ter habilidade para derrotar os portugueses!


comentar ver comentários (1)
05 Jul 16
Meias
Francisco Chaveiro Reis

De empate em empate já estamos nas meias-finais. Pela frente não está nenhum gigante mas sim o estreante País de Gales, que tão bom futebol tem jogado. Temos boas hipóteses de regressar a uma final mas não são favas contadas, afinal, do outro lado moram Bale, Kanu, Vokes ou Williams. Felizmente, Ben Davies e Ramsey ficarão de fora. Olhemos então para o adversário de Lyon.

 

Na baliza estará Hennessey (Crystal Palace). É um bom guarda-redes que se prepara para ser suplente de Mandanda (ex-Marselha) no seu clube. Na defesa, três homens. Williams (Swansea), corpulento e viril é o esteio. Com o seu tamanho, é no entanto, lento. Chester (WBA) e Collins (West Ham) devem completar o trio, uma vez que Davies (Tottenham) está impedido de jogar.

 

A fazer o flanco todo, teremos de um lado Taylor (Swansea) e do outro, Gunter (Reading), velocistas e jogadores de raça mas nada mais do que isso. No centro costuma estar o ouro. Sem Ramsey (Arsenal) aposto que jogará King (Leicester) não sendo de estranhar a opção por um homem mais defensivo como Edwards do Wolverhampton. Allen (Liverpool) e Ledley (Crystal Palace) serão indiscutíveis. Na frente, dois homens. Bale (Real Madrid), que é o perigo número um e dispensa apresentações e Robson-Kanu, sem clube, que brilhou na última partida. Gostava de ver Quaresma e Rafa em campo no segundo tempo.

 

Acredito que Santos mude muito pouco, apostando em Patrício, Cédric, Pepe, Fonte e Raphael; Mário, Danilo (William está castigado), Moutinho (acredito que deixará Adrien de fora) e Sanches (tem estado bem e não merece o banco); Nani e Ronaldo. Será uma batalha de meio campo. Temos tudo para vence-la se não formos snobes.


comentar ver comentários (6)
04 Jul 16
Pescar no Euro
Francisco Chaveiro Reis

O Euro 2016 acaba neste domingo. Esperemos que, com a nossa seleção a pisar o relvado do Saint-Denis. Da competição francesa sai reforçada a classe que jogadores de primeira linha como Payet, Griezmann, Buffon, Bonucci ou Pepe, para citar apenas alguns mas eu confesso ter tido maior atenção aos jogadores que podem rumar a Portugal e claro, ao Sporting. Vejamos alguns que dariam jeito, dentro da realidade económica portuguesa:

 

Eduardo (Portugal/Dinamo de Zagreb) - O guarda-redes suplente de Patrício na seleção tem tudo para ter igual papel no clube. É experiente, dá garantias e faz bom balneário. Fala-se numa saída sem custos para o Sporting mas a pagar-se um valor, será sempre baixo.

Matel (Croácia/Dinamo de Zagreb) - Parece-me que Schelotto precisa de companhia. O croata com nome de brinquedo é experiente e ataca e defende bem. O negócio fazia-se por um milhão.

Gunnarsson (Islândia/Cardiff City) - Capitão e médio mais defensivo da Islândia, Gunnarsson seria um reforço muito bem vindo, caso William saisse. O médio é combativo e dá garantias. Segundo o Transfermarkt, o seu valor de mercado rondará os dois milhões e meio.

Nagy (Hungria/Ferencvaros) - Com grande futuro pela frente, o jovem de 21 anos poderia ser o suplente perfeito para Adrien. Pela sua categoria, os cerca de 3 milhões pedidos são uma pechincha. Associado a Braga, Benfica e Marselha, a verdade é que ainda não assinou por ninguém...

Xhaka (Albânia/Basileia) - O seu irmão, que até joga pela Suíça, foi vendido ao Arsenal por 45 milhões de euros. É mais conhecido mas creio que o jovem Xhaka não lhe fica muito atrás. Mais uma vez, seria um oito suplente de Adrien e uma aposta de futuro e presente. Custaria cerca de quatro milhões.

Hendrick (Rep. da Irlanda/Derby County) - Está na segunda divisão inglesa e não me importava nada de ter a sua garra e pontapé nas fileiras do Sporting. É um 8 e o seu passe não chega aos dois milhões.

Dockal (Rep. Checa/Sparta de Praga) - O checo é um médio ofensivo de grande qualidade que pode jogar ao centro e nas alas, qual João Mário. Ainda  tem um preço acessível. Está avaliado em três milhões.

Duda (Eslováquia/Légia de Varsóvia) - Não nos faltam extremos esquerdos mas acredito que este vai ser um fenómeno. "Desterrado" na Polónia, só custaria três milhões. 

Szalai (Hungria/Hoffenheim) - Não tem grande técnica (se bem que aquele golo à Áustria mostra grande qualidade) mas tem grande potencial goleador, que Jesus saberia explorar. Com uma carreira modesta jogou no ano passado pelo Hannover, emprestado pelo Hoffenheim. Não enjeitaria jogar a Champions e poderia ser uma opção útil e barata (dois milhões).

Berg (Suécia/Panathinaikos) - A liga grega já não é o que era e Berg, experiente avançado, com passagem pelo Hamburgo, é um goleador de créditos firmados que muito jeito daria. Custaria no máximo, cinco milhões.

Necid (Rep. Checa/Bursaspor) - É mais um pinheiro goleador que subiria na carreira e ajudaria o Sporting pós-Slimani. Custaria mais ou menos quatro milhões.

Lafferty (Irlanda do Norte/Birmingham) - O irlandês joga na segunda divisão inglesa e o seu poder de fogo com a cabeça seria muito apreciado.

Grigg (Irlanda do Norte/Wigan) - Este vinha apenas animar as bancadas (ainda mais).


comentar ver comentários (2)
Cardozo, sim ou não?
Francisco Chaveiro Reis

Fala-se no interesse do Sporting em Cardozo e no interesse do paraguaio em regressar a Lisboa. Já se sabe que o falar-se não é igual a ser verdade mas imaginemos que, de facto, decorrem negociações. Cardozo seria boa opção? Seria bem vindo? Vejamos os prós: é um goleador experiente e eficaz (27 golos em dois anos na Turquia após 171 golos em 7 anos de Benfica) conhece a liga portuguesa e a forma de trabalhar de Jesus. Já os contras são: está em fim de carreira; tem um salário elevado e, claro, tem ou pelo menos teve uma forte ligação emocional ao Benfica, mesmo tendo sido muitas vezes maltratado pelos próprios adeptos por não ser um primor de técnica. Deve o Sporting contratar Cardozo?


comentar ver comentários (16)

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Pum! Um tiro na candidatu...

Sporting - O meu balanço ...

A campanha ainda não come...

Leitura recomendada

A minha costela Jota Jota

Prometer e gastar

Prognósticos antes do jog...

Leoas às sextas

Os nossos comentadores me...

Programa eleitoral, II

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

vitórias

prognósticos

jorge jesus

há um ano

balanço

campeonato

slb

arbitragem

benfica

jogadores

mundial 2014

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

ler os outros

árbitros

euro 2016

golos

clássicos

futebol

comentadores

nós

crise

marco silva

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds