Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Serviços mínimos

Estava eu muito bem a dormitar (o que até nem se compreende porque não estava no meu lugar e não estava feito à cadeira) com a molenguice da partida, quando despertei com um estrondo que o vizinho do lado me disse ter sido uma bomba que o Chuta atirou à barra. Despertou-me um pouco, mas antes do intervalo já tinha semicerrado os olhos mais uma catrefada de vezes.
Lá despertei com os gritos de Ruiiiiiiiiiii algumas vezes e imagino que o nosso Marrazes tenha feito das dele, e com os gritos de goooolooooo, mas quando o speacker disse que quem marcou o primeiro foi o Dost (não era só eu, conclui-se), se não fosse o amigo que estava ao lado gritar ao senhor a avisar que estava enganado, eu contabilizava mais essa para o holandês, tal o estado comatoso a que o jogo me estava a levar.
Despertei quando o árbitro, que devia estar mais ferradinho no sono que eu, não viu um fora de jogo do tamanho da segunda circular e marcou um penalti contra, cometido por um rapazito brasileiro que diz que é nosso e jogador.
E valeu-me a noite! Se o senhor não tem deixado passar em claro aquele off-side, eu não via o melhor que o jogo nos deu, ontem: A soberba defesa de Patrício em mais um penalti.
Depois disso, nem tempo tive para voltar a passar pelas brasas, que o senhor que se estava a preparar para uns seis minutos, pelo menos, de descontos, viu que aquilo já não dava mais nada e resolveu dar por terminada a sessão de sonoterapia.
Sim, depois dormi o resto da noite muito bem, obrigado.

E pronto, podem descansar

Aqueles que aqui têm vindo às caixas de comentários, preocupados com a saúde financeira da Doyen Sports, podem finalmente descansar.

O Sporting acabou de pagar os 13,3 M€ que um tribunal suiço, numa decisão que ainda hoje se considera injusta e controversa face ao regulamento das TPO's, obrigou o clube a pagar. Com esta acção, o Sporting liberta uma verba de 6,1M€ retida na UEFA por conta daquela dívida.

Assunto encerrado. Mais um.

Outra vez arroz

As ondas de choque da "entrevista" de Vieira à btv, ainda se vão fazendo sentir, um pouco por todo o lado.

A lampionagem, apesar do desejo normal (e legítimo até) de defender o seu querido líder, está a ver-se em papos de aranha para digerir a ausência de negação dos e-mails e até a afirmação convicta de que "no Benfica não há nem haverá corrupção". Ouvi por mero acidente dois ou três programas na radio onde o assunto foi esta entrevista e o desconforto do lampião de serviço foi evidente em todos. Ontem aconteceu na Antena1, onde o deputado Telmo Correia teve imensa dificuldade em chutar para canto esta questão, escudando-se no segredo de justiça e em declarações de Vieira que ninguém de fora do Benfica ouviu, em que terá falado sobre o assunto, sem especificar o que terá proferido acerca dele, apenas insistindo no crime de violação de correspondência até à exaustão e descartando o "pequeno" pormenor, passe a redundância, de não ter sido referido que "não houve" corrupção no Benfica.

Esta situação de desconforto tem feito com que alguma lampionagem que em regra se mantém muda e queda, para fazer o frete e eco da voz do dono, se desmultiplique em fait-divers para desviar atenções e o foco do essencial. E o essencial é que o Benfica está à beira de descer de divisão.

Então, ataca-se o Sporting e o seu presidente. Da forma mais soez e baixa, sabendo-se que o homem tem pavio curto, há que arregimentar alguns sócios e adeptos do Sporting contra a "deficiente política de comunicação" de Bruno de Carvalho, sempre que ele entende responder às provocações de que o próprio e o clube são alvo.

Pois eu adorei a resposta ao Salvador, mas as respostas a Vieira (que insinuou que já está decidido que não ganhamos nada - não ouvi ainda os detratores do presidente pronunciar-se acerca disto) e sobretudo a Ribeiro e Castro, dizem-me que o presidente está atento e não deixa cair os obuses em saco roto.

"Ah e tal, fala muito". Pois, se calhar até fala, mas onde andam os Telmo Correia e os Ribeiro e Castro e os Rui Costa e os Gomes da Silva do Sporting? Ou haverá por aí gente que para além de gostar de ser semana após semana (en)roubada, ainda por cima tem vergonha de vir a público dar a voz pelo seu clube? Sim, infelizmente, há!

Percam dois segundos (não dá, os feitos são tantos que perderão mais tempo) a olhar para as modalidades, onde apesar de alguns truques no hoquei, o polvo tem dificuldades em esticar os tentáculos e pensem, aí sim, dois segundos, o que seria o desempenho no futebol se o octópode não abarcasse tudo à sua volta. 

Já faltou mais. Há cá em casa uma Möet guardada para o dia em que a justiça for feita e acreditem, ficarei muito mais satisfeito com a condenação dos corruptos, que com a descida de divisão de qualquer clube. O que não invalida que os regulamentos não tenham que ser cumpridos.

Dois pesos

Diz que o Madureira mandou umas bocas num jogo qualquer, sobre a tragédia da Chapecoense. Foi impedido de entrar em recintos desportivos por seis meses. Acho justo, a confirmar-se a acusação.

Já acho alguma estranheza às declarações dum senhor de óculos, de cara abolachada, que está ocupando por ora o lugar de secretário de estado do desporto: "O IPDJ é simplesmente a instituição e a entidade em Portugal a quem cabe aplicar sanções dentro do quadro legal, na sequência de autos que são levantados pelas forças de segurança. Relativamente a esse caso, o que tenho a dizer é que se trata do normal funcionamento das instituições". Ora eu recordo-me de mais de três dezenas de autos levantados a um certo clube e aos seus "grupos organizados de adeptos", inclusive pelo assassinato de dois adeptos do Sporting, e não vi até agora "o normal funcionamento das instituições", nomeadamente o IPDJ.

Mas pronto, aqui no blog temos um belo cadeirão e eu vou esperar.

Então e que dizer de um tal Miguel Lucas Pires, árbitro no Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), que pediu cinco bilhetes para o jogo Benfica-Marítimo referente à época passada, disputado a 14 de abril de 2017?

A coisa até nem seria grave, não seria séria, mas não seria grave, pronto, se o tal de Miguel Lucas Pires o árbitro do TAD, não tivesse sido indicado pelo Benfica em alguns processos que tiveram lugar naquele tribunal, nomeadamente o caso dos vouchers. "O normal funcionamento das instituições", diria o tal senhor de óculos e cara abolachada.

 

Depois criticam o presidente por dizer que juntar "Benfica e vergonha" na mesma frase não casa...

A minha costela JotaJota

Domingo, oito e um quarto da noite, defrontamos os arsenalistas em casa.

Com a boa prestação dos chamados por Jesus a este jogo com a Juventus e com a previsível recuperação física dos que ficaram de quarentena, quem acham que vai ser o onze inicial?

No último desafio nenhum dos apostadores esteve em sintonia com o nosso catedrático. Vamos ver se há melhor pontaria desta vez?

Sonhar é à borla

Vai-se por aí falando nas poucas hipóteses de o Sporting se qualificar para a fase seguinte da Liga dos Campeões.

É um facto que este empate com a Juventus veio complicar as contas, que estão, a dois jogos do final, assim: Barcelona, 10 pts, Juventus 7 pts, Sporting 4 pts e Olimpiakos 1 pt. 

A próxima jornada opõe Sporting a Olimpiakos, em casa e Juventus a Barcelona, em Itália. Se tudo correr normalmente em Alvalade, somaremos mais três pontos, atingindo os sete. Um resultado nada surpeendente em Turim, a vitória da Juventus, colocá-la-ia com os mesmos dez pontos que o Barcelona e praticamente fechando as contas do apuramento. No entanto, o Barcelona pode ir a Turim ganhar, afastando-se em definitivo no topo, mas deixando a Juventus com os mesmos pontos que o Sporting, os tais sete. Imaginemos que este é o cenário da próxima jornada, teremos um "condenado" a lutar pelo acesso à Liga Europa, a bater-se por um lugar nos oitavos de final da CL. Sim, o último jogo é em Barcelona, mas a Juventus terá que ir ao Pireu e sabe-se que o Barcelona apenas lá conseguiu um empate.

Deixem-me, a exemplo de José Torres, sonhar: E se a Juve perde na Grécia e nós arrancamos um empatezinho em Barcelona?

É certo que tudo isto pode voltar-se contra nós e nem sequer conseguirmos a qualificação para a Liga Europa, mas caramba, se alguns com zero pontos têm "hipóteses", porque carga de água não poderemos nós também sonhar um pouco? Afinal até temos demonstrado competência.

Um pouco diferente doutros títulos

“Estamos fartos de ser os meninos bonzinhos. Nós queremos é ser campeões. Ser segundo é ser o primeiro dos últimos, pouco interessa. Isso a mim não me diz rigorosamente nada. Vim para o Sporting CP para ser primeiro. O Sporting CP só admite o primeiro lugar. Quero que respeitem o Sporting CP. Não há dois nem três primeiros lugares e eu quero ser o presidente que vai fazer o Sporting CP campeão".

"Esquecemo-nos da dimensão do Sporting CP. Uma coisa é sermos crentes, outra é sermos anjinhos (...) O nosso grande amor não é a SAD, mas sim o Sporting e o seu património".

“A única coisa que preciso é de sentir que os Sportinguistas querem continuar neste caminho, querem continuar a apoiar esta forma de ser e de estar, querem continuar a fazer do Sporting CP aquilo que ele já é neste momento. Os nossos fundadores disseram que querem um Sporting CP tão grande quanto os maiores da Europa, neste momento o Sporting CP é tão grande como os maiores do Mundo”.

A minha costela JotaJota

Na jornada anterior mais uma vez Jesus trocou as voltas aos nossos treinadores de bancada e por isso nenhum deles conseguiu prever o onze inicial que tão bem se portou.

Amanhã, sexta-feira, pelas 21.00 horas, em Vila do Conde, com arbitragem de... arghhh... Jorge Cesto da Gávea Sousa e como VAR o cónego Capela, quem irá Jesus colocar de início com o Rio Ave?

Aceitam-se palpites.

O vulcão de Alvalade

Ou, vinte e oito jogadores, três estarolas e uma televisão. E um VAR.

 

Ele viu que foi penalti, está de frente para o lance e a pouco mais de três metros.

Ele só foi ver a pantalha, porque há televisões no estádio e se viu que foi penalti e os apupos eram ensurdecedores.

Ele foi ver a pantalha segunda vez porque o VAR lhe disse que era penalti e que dava muita "bandeira" se não marcasse.

Ele viu e persistiu no erro.

 

Ter tomates, era a FPF divulgar a conversa entre Rui Costa e o VAR, isso é que era de valor!

O nariz na porta

Confesso que esperava que algum dos colegas do blogue lançasse o post, mas como até agora o assunto não veio à baila e percebendo porque alguns, por razões que se entendem, não se manifestam, cá vai a minha modesta opinião sobre o aconselhamento aos profissionais do Correio da Manhã e da CMTV de não frequentarem as instalações do Sporting, por razões de segurança.

Sou por convicção defensor da liberdade de opinião, portanto, apesar de por vezes me insurgir contra o que alguns OCS publicam sobre o Sporting e os seus dirigentes, entendo que a função do jornalista deve ser sempre tolerada. O princípio da censura não é, digamos, saudável.

Há no entanto um mecanismo na actuação dos jornalistas, que os obriga a serem responsáveis e que dá pelo nome de código deontológico. O jornalista tem um compromisso com a verdade, doa ela a quem doer e é-lhe vedado o exercício da invenção.

Esta chamada de atenção aos profissionais dos referidos OCS, poderá para alguns pecar por tardia e eu até os entendo, provavelmente até se justificaria, mas, e há sempre um "mas", que diabo, não havia outra altura para decidir uma atitude tão drástica? Quantas dezenas, centenas de vezes, os sócios e adeptos já exigiram o mesmo aviso de cautela a estes e outros jornais e televisões e o CD permitiu que eles corressem alguns riscos ao acederem ao estádio e à academia?

Presidente, há um mínimo, porra!

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D