26 Mai 17

É certo e anunciado que o presidente do Sporting vai casar no próximo dia 1 de Julho (escusam de voltar com comentários à novela da gala, que para esse peditório já dei).

Não sabia, no entanto, que a noiva tivesse sido trocada. O Sapo também teve dúvidas, de tal modo que retirou a "notícia" de um namoro entre Bruno de Carvalho e Jorge Mendes, que tinha anunciado com pompa hoje pela manhã.

Será que quem lhe deu a notícia foi a mesma pessoa que diz que o Jesus ia para o Porto, mas que agora vai para o PSG?

Ou que Jesus exige uma camioneta de croatas?

Ou que o Semedo vai ser vendido porque o Sporting precisa de fazer dinheiro de imediato?

Um conselho ao Sapo: Sai muito mais barato mandar um fotógrafo a uma carvoaria fazer um "boneco" e diariamente, por sob o emblema do Sporting, colocar a foto de uma saca de carvão. A malta percebe e aí na redacção poupam na composição. Combinado?


comentar ver comentários (4)
25 Mai 17

Vem hoje na capa d' A Bola que Bruno de Carvalho, caso não seja campeão nesta época que se avizinha, pondera marcar eleições para o Verão do próximo ano.

Confesso-me preocupadíssimo com o abandono do meu presidente, três anos antes do final do mandato, a sério. Para já porque será sinal de que não seremos campeões...

Já se ele fosse arguido pela prática de crimes de burla qualificada, falsificação e branqueamento de capitais que terão causado um prejuízo de milhões de euros ao antigo Banco Português de Negócios e que foram pagos por todos nós, estivesse implicado num caso de tráfico de coca-cola, mas fosse campeão, eu estaria tranquilíssimo.

Tags:

comentar ver comentários (42)
23 Mai 17
E agora?
Edmundo Gonçalves

A ser verdade que o sons... Marco Silva vem para treinar o FCPorto, como vão descalçar a bota "A Bola" e "Record", que tanto o têm trazido nas palminhas?

Não haverá aqui um conflito de interesses com a sua própria linha editorial?

 

 

Nota: Excluo "O Jogo" por razões óbvias.


comentar ver comentários (22)
22 Mai 17
A estória da braçadeira
Edmundo Gonçalves

Apenas como curiosidade, relato aqui dois casos iguais, com desfecho diferente.

A importância que tem é praticamente nula, mas gostava que ficasse registado, para memória futura. Lá vai:

Em Abril, na 28.ª jornada frente ao Boavista, no regresso de Adrien desta última lesão, saiu Bryan Ruíz para entrar o capitão e William, que tinha a braçadeira, de imediato a passou a Adrien. Passados alguns segundos, talvez minutos, poucos, o árbitro parou o jogo e mandou que a situação voltasse à fase inicial, ou seja, que Adrien devolvesse a braçadeira a William. Confesso que travei na altura um debate com um grande amigo que comigo assistiu ao jogo, que dizia estar o árbitro certo. Nos dias seguintes na blogosfera leonina principalmente, o assunto foi a debate e eu próprio dei-me ao trabalho de consultar o International Board, bem como o regulamento da Liga e confesso que não cheguei a nenhuma conclusão.

Ora nesta última jornada, no jogo do Bessa entre Boavista e Benfica, aquando da substituição de Júlio César por Paulo Lopes, Eliseu, que era o capitão, passou a braçadeira ao guarda-redes acabado de entrar e... não se passou nada.

A propósito desta última situação, o ex-grande e fantabulástico árbitro e agora eminente apresentador de um programa sobre arbitragem, Duarte Gomes, diz que não há nada que contrarie esta situação. Remeto-os para a notícia, por ser fastidioso transcrevê-la na íntegra.

Juro que desde ontem que ando pesquisando sobre a situação ocorrida em Alvalade, mas certamente por inépcia minha, não encontrei nada.

Este pequeno postal sem importância tem apenas o intuito de mostrar como está o estado das coisas neste futebolzinho de merda que se vive em Portugal. O mesmo peso, duas medidas. E assim se entende como é que os encarnados são a equipa mais disciplinada da Liga. Pois!


comentar ver comentários (22)
21 Mai 17
Mundial de sub-20
Edmundo Gonçalves

Convocatórias e equipas encomendadas, dá nisto...

Tags: ,

comentar ver comentários (3)
19 Mai 17
Um, dó, li, tá
Edmundo Gonçalves

Vou; Não vou. Vou; Não vou. Vou; Não vou...

 

O Gelson apareceu por aqui a pedir. Vamos ver...


comentar ver comentários (13)
A minha costela Jota Jota
Edmundo Gonçalves

Último jogo de uma época para nunca esquecer, onde os erros de casting foram mais que muitos e em muitos jogos.

Porque estava demasiado aziado, passou-me ao lado o balanço dos prognósticos para o jogo com Os Belenenses. Nessa partida os vaticínios do nosso Francisco Chaveiro Reis (que segue destacado com três prognósticos em cheio) e do nosso leitor Orlando revelaram-se certeiros. Já no outro malfadado jogo em Santa Maria da Feira, ninguém bateu na mosca.

Domingo, como disse lá atrás, será o último jogo da época. Com o Chaves. Vamos apostar?

 

Nota: Com o que se vai lendo nos jornais, será que é também o último jogo de Jesus?...

 


comentar ver comentários (11)
Vicente de Moura
Edmundo Gonçalves

Não tenho o privilégio de me relacionar com o agora demissionário vice-presidente.

Não irei tecer comentários, nem fazer juízo de valor acerca do seu pedido de demissão. O Sporting precisa de paz!

Quero principal e inequivocamente fazer aqui pública homenagem ao homem que deu grande parte da sua vida ao desporto em geral e ao clube em particular e desejar que continue, como entender melhor, a dar o seu importante e válido contributo a ambos.

 


comentar
18 Mai 17
Perguntas de algibeira
Edmundo Gonçalves

Quantos dos que criticam a decisão de antecipar a gala, um dia, estariam a fazer planos para participar nela?

Quantos dos que criticam a decisão de antecipar a gala, um dia, estariam a fazer planos para assistir a ela pela TV?

Quantos dos que criticam a decisão de antecipar a gala, um dia, estarão sequer interessados em saber o alinhamento da mesma?

Quantos dos que criticam a decisão de antecipar a gala, um dia, terão que alterar a sua vida por via desta decisão?

 

Ainda que mal pergunte, não foi o homem sufragado e mandatado para dirigir o Clube durante quatro anos?

Será que para qualquer assunto terá que haver um referendo?

 

Da-se, que o homem p'ra dar um peido tem que pedir autorização a três milhões e meio de gajos! É dose...

 

 

Desculpem o vernáculo, mas na tão hipotética quanto impossível troca de lugares, eu provavelmente já teria mandado tudo para a real senhora que os fez nascer!

 

 

Tags:

comentar ver comentários (46)
Outras claques
Edmundo Gonçalves

JJBdC.PNG 

 

 

Excelente post, no "Tu Vais Vencer".


comentar ver comentários (11)
17 Mai 17
Mais um mito que cai
Edmundo Gonçalves

O PIB, no Mister do café.

 

 

PIB Portugal.png

A fonte destes dados é o banco mundial.

 

 


comentar ver comentários (39)
16 Mai 17
Tendo em concordar
Edmundo Gonçalves

"Vejo, em todas as modalidades, um apoio que mais nenhum clube tem no mundo, mas um grau de exigência muito pequeno. A cada mau resultado, e então se torno público o meu desagrado, lá vem a onda de apoio aos "meninos". Nas modalidades, sem ser o futebol, então é confrangedor... perdemos jogos e lá estão as bancadas a aplaudir os "seus meninos" e a acarinhá-los", escreveu o presidente do Sporting.

"Nos bons e maus momentos dizemos nós! E tem de ser assim. Mas não podemos ser só nós, dirigentes e adeptos, a sofrer. Neste clube, treinadores e atletas têm como missão dar-nos bons momentos e evitar os maus. O seu direito é ter boas condições de trabalho e os ordenados em dia. O seu dever é ser profissionais, honrarem a nossa camisola, dignificarem o Clube, vencerem ou lutarem até à exaustão e terem sempre compromisso com os objetivos estabelecidos: ganhar, conquistando todos os títulos que disputam".

 

Agora deixar-te em paz...


comentar ver comentários (37)
15 Mai 17
A verdadeira questão
Edmundo Gonçalves

Creio que será fácil de identificar.

Os jogadores deixaram de respeitar/acreditar/apoiar o treinador.

Dar a volta a isto vai ser uma obra hercúlea.

Tags:

comentar ver comentários (42)
13 Mai 17

É preciso escrever alguma coisa?

Apenas uma frase feita: "A porta da rua é a serventia da casa".


comentar ver comentários (8)
12 Mai 17

Vamos ao Feirense.

Aceitam-se apostas para contrariar o teimoso.


comentar ver comentários (4)
11 Mai 17

...Ainda que seja a mola real.

Marcada para 21 de Junho a inauguração da casa das modalidades.

Precisamente quinze anos depois da inauguração da academia.

E se está a ficar linda a obra, pá!

 

2015-03-27_-AV-_Pavilhão_João_Rocha.jpg

 

2017-05-10_-_Pavilhão_João_Rocha.jpg

 

2017-04-27_-3-_Pavilhão_João_Rocha.jpg

 

Como sempre, os créditos das fotos são do forumscp.com

 

 

 

Tags:

comentar ver comentários (23)
10 Mai 17
A panela de pressão
Edmundo Gonçalves

Já lá vão muitos anos, trabalhei na indústria naval.

A caldeira é um dos muitos mecanismos que fazem funcionar um navio. Através do aquecimento da água a temperaturas sobre-elevadas, transforma-a em vapor e produz parte da energia necessária ao seu funcionamento.

Para prevenir acidentes, há neste equipamento várias válvulas de segurança, que têm por missão "abrir" automaticamente quando a pressão do vapor é demasiada. Em nossas casas há algo semelhante: O "pipo" da panela de pressão, que vai rodando e deixando libertar o vapor/pressão em excesso.

Ora, vamos lá ao Sporting e a nós, sócios e adeptos:

Aquela exibição miserável e o resultado negativo contra Os Belenenses, fez "abrir" a válvula que grande parte de nós já tinha no limite desde final de Dezembro. Ou seja, saltou-nos o "pipo", tal a pressão que vínhamos acumulando.

Quero eu dizer que não foi este jogo a causa desta agitação toda, antes foi neste jogo que a paciência atingiu o seu limite. Tivesse este jogo sido em Setembro/Outubro e nada disto a que se está a assistir agora, aconteceria. 

E aconteceu neste jogo, porque este jogo era especial, era, mais que nenhum, um jogo das famílias, das mães, das mulheres, das crianças. E nós, que lá vamos religiosamente, ao longo de muitos anos fomos criando forma de ir aliviando a pressão de forma regular permitindo que o navio fosse(vá) navegando. Ainda que a maior parte das vezes fosse uma navegação à deriva e não chegando quase nunca a bom porto. Grande parte de nós temos já uma couraça de tal forma rija, que não seria este resultado e exibição que nos faria reagir de forma muito diferente da habitual: Abrir um pouco, deixar sair um quilo ou dois de pressão, e manter o navio, na esperança de que amainasse a tempestade.

O que nos fez saltar o "pipo" foi naquele dia estarem connosco aqueles que mais amamos e a quem não queremos ver sofrer.

Lá em baixo estiveram catorze em campo e mais alguns na casota dos suplentes, que para além de brincarem com os sentimentos dos nossos mais chegados, nos deixaram mal perante aqueles a quem queríamos mostrar o nosso outro (grande) amor. E o nosso grande amor falhou-nos quando era importante que brilhasse.

E foi por isto que a pressão desta vez foi libertada de forma tão brusca. De tal forma que houve muito boa gente que saiu queimada, e alguns com a pele empolada, desta "brincadeira".

Agora, eu acho que até se atingir o ponto de ebulição novamente, vai ser muito complicado.

A caldeira resfriou. Esperemos que não de forma irreversível deixando o navio à deriva.

Está nas mãos do comandante traçar o rumo, com o mesmo ou com outro engenheiro de máquinas.

Para mim pode ser com o mesmo, desde que de uma vez por todas se atinja a tão desejada velocidade de cruzeiro.


comentar ver comentários (12)
08 Mai 17
A próxima época
Edmundo Gonçalves

Sem querer ser alarmista.

Espera-nos uma participação na Taça das Confederações e um Europeu de sub-21, onde é expectável que alguns dos nossos jogadores participem.

Se tudo correr pelo previsto, ainda não está garantido creio, teremos uma pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

 

Agora ponham-se (outra vez) a inventar...


comentar ver comentários (16)

É verdade, já aqui o referi várias vezes.

Mas não foi sempre assim, ele começou por ser sportinguista. Trajava com a verde e branca. Acompanhava-me a Alvalade nos jogos com menos gente, por razões óbvias e também, pensava eu, para lhe exacerbar o fervor clubístico, uma vez que teoricamente seriam mais as vitórias e a alegria de as comemorar. 

O meu filho tem hoje 33 anos, é o mais velho de dois, portanto estamos a falar de idas a Alvalade no tempo do jejum de dezoito anos. E se ele assistiu a resultados miseráveis...

Um dia, num Sporting-Marítimo em que, salvo erro, também levámos três, partiu-se-me o coração quando ele me disse com um ar de raiva "pai, já não quero ser mais do Sporting!" Teria cinco, seis anos, não faço já ideia.

Por circunstâncias da vida (e da morte), um ou dois anos depois, na deslocação a Tavira para o funeral de um familiar chegado, o miúdo ficou em Tomar com familiares (porque era Natal e tínhamos ido passar o Natal com os pais). Benfiquistas, de quem eu gosto muito. Bastou um fim de semana! E convenceram-no com o quê? "O Benfica ganha sempre, não sejas do Sporting que não ganha nada"...

 

E ontem dei por mim a pensar no meu filho mais velho, quando olhei ao redor e vi as carinhas de muitos miúdos e miúdas, tristes, por verem que o Sporting não ganhou. A maioria deles não faz ideia porquê, não entendem ainda o jogo, mas os culpados por aquelas carinhas tristes sabem e é obrigação deles tudo darem para inverter o processo. É verdade que ser dum clube que ganha pouco (hoje apetece-me ser simpático) não se explica, mas hoje a pressão desde tenra idade também é diferente e os miúdos sofrem na pele, nos infantários, nas escolas depois, pelo facto de serem "verdes". Àqueles que podem viver sportinguismo diariamente, nas escolinhas de futebol, na natação, nos mais variados desportos que lhes proporciona o clube, é mais difícil quebrar. Aos restantes, porque é difícil uma criança entender o que é ser levado ao colo para além do acto propriamente dito, é mais fácil ir na onda de quem vence.

Este é um assunto que parecendo ser de importância quase nula, é talvez o maior desafio que tem hoje pela frente a direcção do Sporting. E a forma mais fácil de trazer novos adeptos e sócios, é ganhando. Não a qualquer custo mas com os nossos valores, onde a luta, a entrega total, o empenho, a resiliência têm que estar sempre presentes no espírito de quem nos representa. A quem não demonstrar este espírito, do presidente ao motorista do autocarro, a porta da rua é a serventia da casa. Convenço-me que o Sporting nunca acabará, mas se não forem tomadas medidas irá definhando aos poucos. Esta injecção de sportinguismo dos últimos anos, podem crer, tem prazo de validade! 

 

Sabem uma coisa, o meu outro filho, o mais novo que tem 28 anos, é Sportinguista.

E sabem porque continua a ser Sportinguista? Porque detesta futebol. E porque convive muito mal com vigarices.


comentar ver comentários (26)
07 Mai 17
Bardamerda
Edmundo Gonçalves

Quebra de records, hoje em Alvalade:

Há 62 anos que os pasteis não ganhavam em nossa casa.

Findaram um jejum de sete jogos seguidos a perder.

Marcaram pela primeira vez três golos num jogo esta época.

Dinis Almeida marcou um golo oficial pelo Belenenses pela primeira vez.

Camará, que desde Dezembro não molhava a sopa, marcou.

Sofremos três golos de bola parada no mesmo jogo. Se não é record...

 

Por fim, a primeira vez em 46 anos que saí do estádio antes de acabar. É que um homem não é de ferro.

 

Bardamerda!


comentar ver comentários (25)
05 Mai 17
Carrossel mágico
Edmundo Gonçalves

images.jpg

 

 

Já se fala no Mónaco.

Mas também pode ser o Atlético de Madrid. Ou o Valência. 

Não creio que volte a Portugal, porque sendo desonra regressar à base, pior seria ir para Vila do Conde ou para Braga.

A desgraça completa seria o Deportivo.

Uma coisa é certa, uma vez na lavandaria, para sempre na lavandaria.

Bom, depende do fisco espanhol.


comentar ver comentários (28)
A minha costela JotaJota
Edmundo Gonçalves

No último jogo na Pedreira, muito bem disputado e justamente vencido pelos nossos rapazes, Jesus mostrou-se demasiado previsível; De tal forma que os leitores Manuel Oliveira, Leão de Queluz, João B, Frederico e o nosso Francisco Chaveiro Reis não tiveram dificuldade em trocar as voltas ao nosso treinador e acertaram na mosca com a equipa inicial.

Para o próximo jogo, Domingo às 11,00 horas, na nossa casa com Os Belenenses, com impedimento de Alan Ruíz por lesão, de Podence e de Gelson por acumulação de amarelos, aceitam-se palpites...


comentar ver comentários (8)
02 Mai 17

Confesso que não dou grande importância às competições internacionais de jovens, ainda que considere que é extremamente importante o contacto com outros "futebóis". Excluo os sub-21, que são um patamar onde já evoluem alguns jovens titulares nas equipas "A" de alguns clubes, como acontece no Sporting.

Deu hoje a conhecer-se a composição dos seleccionados para o campeonato do Mundo de sub-20.

Antes de mais e para não fazer juízo de valores precipitado, fui ao sítio da FPF consultar a classificação do torneio para o apuramento do vencedor do campeonato em curso, a ver se porventura bateria a bota com a perdigota.

Lá está a classificação à jornada nove, que segue como se publica a seguir:

1.º Sporting 7V  1E  1D  20GM  09GS  22P

3.º Porto       5V  0E  4D  17GM  10GS  15P

5.º Benfica   3V  3E  4D  12GM  15GS  11P

Perante esta realidade, pensaria o mais atento dos adeptos dos sub-20 que a equipa com mais elementos a integrar a convocatória fosse aquela que tem mais vitórias, menos derrotas, mais golos marcados e menos golos sofridos.

Como a "coisa" parece que tem a duração eterna de um segundo, Emílio Peixe chamou "somente" oito jogadores do quinto classificado e a enormidade de quatro do primeiro e do terceiro, com a curiosidade de haver dois guarda-redes do Sporting (terá sido para não cometer o escândalo de levar apenas três?).

Já Hélio Sousa prima por estas idiotices, não encontro outro adjectivo, e vai chamando carradas de jovens benfiquistas às suas selecções. Nada contra os jovens, que certamente darão o seu melhor todas as semanas em todos os jogos, mas caramba, se ir à frente destacado e com uma diferença de qualidade por todos elogiada não é motivo para uma goleada na convocatória, do que está à espera Peixe? Sim, eu sei que peixe tem coluna, mas muito maleável...

Depois, admiram-se que se pense em cambalachos.


comentar ver comentários (57)
28 Abr 17

E não, não era para saber antecipadamente os números do Euromilhões.

Era para ver a quem passa o recibo aquele senhor advogado...

 

Já agora, a talhe de foice, ainda que mal pergunte:

- Sabendo a PJ e a PSP quem era o condutor do carro, porque não foi emitido um mandato de captura?

- Sabendo a PJ e a PSP quem são os co-autores do assassinato, porque ainda não incomodou os senhores?

- Sabendo a PJ e a PSP quem ajudou o condutor a esconder-se, porque carga de água é que essas pessoas não estão indiciadas como coadjuvantes?

Terá isto a ver com a legião de apoiantes à candidatura do gatuno de camiões, ou será "apenas" medo?

Ninguém no parlamento tem tomates para levantar a questão? O governo, tão preocupado com a santidade que até dá borlas para a malta ir a Fátima, tirou férias?

A FPF e a Liga assobiam para o lado? Cuidado, pode parecer o silvar de um very light...


comentar ver comentários (50)

Um dos instrumentos de apoio ao quinteto de cordas mais extraordinário do futebol português e mundial, partiu hoje.

Que descanse em paz, Virgolino de Jesus.

 

virgolinojesus1.jpg

 


comentar ver comentários (6)
A minha costela Jota Jota
Edmundo Gonçalves

Braga, Domingo às 18.00 horas, para defrontar Abel e onze "arcebispos", digam lá de vossa justiça.

No local correcto ninguém conseguiu meter-se por dentro do extraordinário cérebro do nosso extraordinário treinador, mas noutro local do blog o leitor JRamos, talvez porque assim o tenha apanhado à falsa fé, conseguiu influenciar o teimoso e acertou na mosca.

Vamos lá aos palpites para o onze inicial?


comentar ver comentários (20)
27 Abr 17
A mesma opinião
Edmundo Gonçalves

Sem retirar vírgula ao que escrevi aqui, em reprodução de um texto alheio, sei hoje mais do que sabia aquando da publicação desse post.

Sei que afinal a presença dos elementos da(s) claque(s) do Sporting junto ao estádio da Luz, foi consequência de um ataque(?) das claques do Benfica em Alvalade, horas antes, também de madrugada. Alinhasse eu pelo mesmo diapasão e seria o momento de questionar as bestas RGS e André Ventura, sobre o que andavam a fazer elementos da claque do Benfica, àquela hora, junto às instalações da JL. Não irei por aí.

Ao que consta também, o já identificado homicida, membro da claque NN(No Name Boys), terá assassinado friamente o adepto italiano, uma vez que ao que consta se encontraria derrubado no chão, caindo num acto de fuga conjunta. Para melhor entendimento do leitor, ao que consta terá sido "passado a ferro" (imaginem o movimento de um ferro de engomar, para a frente e para trás, para a frente e para trás, para a frente e para trás) e ainda arrastado cerca de trinta metros.

Este é um crime hediondo, sob todos os pontos de vista. Nenhuma rivalidade justifica violência, muito menos morte.

Nada justifica que pessoas, grande parte delas com uma vida social e profissional estável se transformem em bestas, sem razão que o justifique e combinem encontros com o único intuito de se confrontarem fisicamente. Não sendo sociólogo, isto é muito mais do que simples rivalidade clubística e aqui é que entra o Estado, ou deveria entrar. Mais uma vez, onde anda o Secretário de Estado do Desporto, que continua a fazer-se ruidosamente notar por omissão? Onde andava a polícia, que sabe disto tudo, mas que ao que consta "deixa andar"?

Cinco dias depois de tão funesto acontecimento, esperamos todos ansiosamente também, por uma reacção que seja, da Federação de Futebol e da Liga de Clubes. 

O aumento das multas não conta, não façam de nós parvos, por favor.

Em Inglaterra resolveram. O Estado e a Federação e a Liga em conjunto, resolveram.

Aqui, o que parece é que não há vontade de resolver. 

Fernando Gomes, presidente da Federação de Futebol, é hoje vice-presidente da UEFA. Será que se sente bem entre os seus pares com a vergonha que grassa no futebol e à volta dele, em Portugal?

 

Já agora, para melhor entendimento, em discurso directo.


comentar ver comentários (11)
26 Abr 17
Tags:

comentar ver comentários (18)
Outra vez Abel?
Edmundo Gonçalves

À consideração do nosso treinador.

Erros arbitrais à parte, a ver se o "conhecimento dos jogadores" não é desta vez factor decisivo.


comentar ver comentários (1)
24 Abr 17

Permito-me transcrever na íntegra o artigo do director do Mais Futebol, Luís Mateus, com o qual concordo em absoluto, como pode ser constatado aí pelo blogue em vários pronunciamentos sobre o assunto.

 

"Morreu uma pessoa.

Antes de ser adepto, antes de carregar um cachecol, uma bandeira, antes de participar num cântico ou vibrar com um golo, foi uma pessoa que morreu.

Perdeu-se uma vida.

Matou-se uma pessoa, e sim não foi a primeira.

De pouco adianta agora, mas o Estado português deve desculpas à sua família. Mais que não seja pelo estado a que isto chegou.

O futebol cá do burgo também. Os dirigentes, da Liga, da Federação, todos os que ainda forem vivos e os de agora, que peçam perdão. Os não-jornalistas que incendeiam com gozo programas de televisão de entretenimento grotesco, os jornalistas e os meios que lhes dão voz. Os adeptos que insultam toda a gente, e as suas famílias. As claques. Todas. Os clubes que lhes abrem as portas sem critério. Os pais que não educaram os seus filhos.

Eu também peço desculpa.

Não basta silêncio num minuto de silêncio nos estádios. Ou aplausos em 60 segundos de aplauso. É necessário o silêncio de todos, de uma ponta a outra do futebol português. Que se calem e ouçam. Que aprendam a respeitar o próximo, e respeitarão o jogo.

Todos os que falaram depois da madrugada de sábado calados seriam uns poetas. Que necessidade há de aproveitar politicamente uma morte? Para um lado ou para o outro. Que se ouçam primeiro antes de abrir a boca. Se não em mais nenhuma altura, que se calem agora. Por respeito.

Se as claques de clubes portugueses servem para isto acabem-se com as claques. Legalizadas ou não, não há inocentes. Se não se registam todos os membros de que vale legalizar? Se não se pune quem deve ser punido de que vale ter uma lista com uns nomes no papel? Se não estão legalizadas porque têm o seu lugar nos estádios e bilhetes mais acessíveis? Há um pouco mais de controlo por parte da polícia, mas estará longe de ser suficiente.

Se é para isto, para combates de madrugada agendados às portas dos estádios, para gerar o pânico um pouco por todo o lado, desmembrem as claques. Descaracterizem os seus elementos. Tornem-nos iguais aos outros. Deixem tarjas, bandeiras, tochas e privilégios do lado de fora dos estádios.

Se não puderem ser claques durante os jogos, a sua razão primária para existir, dificilmente poderão continuar a sê-lo nos outros dias. Se não mantiverem o apoio dos clubes, oficial e oficioso, irão fragilizar-se e perder poder. Não virá nenhum mal ao mundo com isso, bem pelo contrário. Menos poder, menos potencial violento, que é o que se pretende.  

Os outros, por sua vez, que os tornem desnecessários! Que façam a festa, que devolvam o jogo aos verdadeiros adeptos e às famílias! Que façam com que os clubes não precisem deles em lado nenhum!

Se apontamos tanto para Inglaterra por que não agora outra vez? Têm os ingleses um problema de ambiente nos estádios?

No dia em que se voltar a gostar do jogo não haverá mais violência. Essa será a cura, mas ainda parece muito distante de chegar, e os últimos sintomas têm sido preocupantes. 

O futebol português está doente, e deve ser colocado de quarentena."

 

Vale a pena ler também isto.


comentar ver comentários (30)
22 Abr 17
Um pedido singelo
Edmundo Gonçalves

Lembram-se de eu ter feito um pedido singelo para hoje à noite?

Realmente não levaram os dj's, mas aquele número de apresentar os jogadores de óculos de sol, não lembra ao diabo.

Meus caros, o dinheiro (que não há-de ter sido nenhuma fortuna) não justifica tudo.

E depois, os rapazes como já tinham os óculos, foram para a praia.

 

Não se enxergam?

Tags:

comentar ver comentários (7)
A minha visão do derby
Edmundo Gonçalves

Duas equipas de merda.

Um jogo de merda.

Um árbitro que foi uma valente merda.

 

Em resumo, tempo perdido.

E não percam tempo com os comentários, que por hoje já fechei a loja.

Tags:

comentar ver comentários (8)
20 Abr 17
A minha costela JotaJota
Edmundo Gonçalves

Jesus teima em trocar as voltas aos nossos apostadores no onze inicial.

Mais uma vez ninguém foi de encontro à preferência do nosso treinador.

Vamos tentar de novo? Sábado, 20.30 horas com arbitragem de Soares Dias, com aqueles que a gente sabe.


comentar ver comentários (12)

A equipa eu sei que vai dar conta do recado, mas por favor...

Nada de basófia antes do jogo;

Esqueçam os dj's e outros animadores;

Aos sócios e adeptos, por favor mantenham o compasso de "O mundo sabe que".

Tratem este jogo como o que ele é, apenas mais um jogo.

Tags:

comentar ver comentários (11)
19 Abr 17
O Zé Manel é cego
Edmundo Gonçalves

Há neste Mundo muitas pessoas invisuais que felizmente conseguiram e conseguem superar a falta deste tão importante sentido e se destacam nas mais variadas profissões e cargos, demonstrando uma enorme capacidade de adaptação e vontade de vencer (n)a vida e o infortúnio. Há até um membro do actual governo, Ana Sofia Antunes, que é invisual, por curiosa coincidência e consta que está a fazer um excelente trabalho.

Não é o caso do Zé Manel, que tem dois olhos funcionais. Contudo parece só ver com um deles e como agravante é ainda zarolho, só olha para um lado.

Mostraram-lhe um mapa onde está a localidade de Alcanadas.

Aguardamos todos aqui, pacientemente, que ele vire a cabeça para cima e com o canto daquele globo funcional, se aperceba de alguma marosca.

Eu, por mim, continuo com aquele sofá confortável que já comprei há algum tempo, para situações similares.


comentar ver comentários (23)
18 Abr 17
Chapecoense
Edmundo Gonçalves

Finalmente arranjaram forma de ganhar a taça do tremoço:

"...Temos compromissos como a Taça Suruga, no Japão, a 15 de agosto. Temos o Barcelona, também em agosto [Trogéu Joan Gamper], um convite da Roma, e recebemos honrosamente um convite do Benfica para participar na Eusébio Cup, disse Plínio Filho, presidente da Chapecoense, em entrevista ao jornal Record.

Estamos a analisar todas as possibilidades, porque a Chape tem um calendário muito extenso. São no mínimo 76 jogos num ano, podendo chegar aos 96. Por aí, vê-se o cansaço do calendário. Mas estamos a procurar formar um plantel com elementos que possam representar-nos dignamente quando a equipa titular não puder fazê-lo nesses jogos amigáveis".

Plínio Filho, presidente da Chapecoense, in sapo.

 

De registar que para a sapo, ou para o Record, vá-se lá saber, os outros jogos são compromissos e meros convites e o da taça do tremoço é um "honroso convite" .

De qualquer forma, é de louvar o gesto. O de trazer as reservas, claro...


comentar ver comentários (16)
Kumbaya
Edmundo Gonçalves

...Mas com classe.

 

Tags:

comentar ver comentários (19)
17 Abr 17
E por aqui me fico.
Edmundo Gonçalves

Quem quiser, que retire as suas conclusões.

 

 

jpps.jpg

 


comentar ver comentários (32)
12 Abr 17
A minha costela Jota Jota
Edmundo Gonçalves

Mais uma vez, exceptuando o consócio JRamos que prognosticou na mouche (bom, depois de ter "saído" na TV ), ninguém voltou a entrar dentro da cabeça do Jota.

Sexta-feira às 20,30 horas, no Bonfim, mais um jogo "de preparação" para a próxima época.

Aceitam-se apostas.


comentar ver comentários (9)

templário.jpg

 

Convém armarmo-nos até aos dentes...

 

Tags:

comentar ver comentários (26)

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Os nossos comentadores me...

Fim de semana promissor

Jesus sucede a Jesus?

Balanço (3)

Au revoir?

Troca de noiva, ou casame...

Olá, lampiões

Leoas às sextas

Os nossos comentadores me...

Balanço (2)

Arquivo

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

prognósticos

jorge jesus

vitórias

balanço

há um ano

slb

campeonato

arbitragem

benfica

rescaldo

jogadores

eleições

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

nós

ler os outros

golos

clássicos

árbitros

futebol

euro 2016

comentadores

crise

marco silva

cristiano ronaldo

scp

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds