26 Abr 17

comentar ver comentários (18)
Outra vez Abel?
Edmundo Gonçalves

À consideração do nosso treinador.

Erros arbitrais à parte, a ver se o "conhecimento dos jogadores" não é desta vez factor decisivo.


comentar ver comentários (1)
24 Abr 17

Permito-me transcrever na íntegra o artigo do director do Mais Futebol, Luís Mateus, com o qual concordo em absoluto, como pode ser constatado aí pelo blogue em vários pronunciamentos sobre o assunto.

 

"Morreu uma pessoa.

Antes de ser adepto, antes de carregar um cachecol, uma bandeira, antes de participar num cântico ou vibrar com um golo, foi uma pessoa que morreu.

Perdeu-se uma vida.

Matou-se uma pessoa, e sim não foi a primeira.

De pouco adianta agora, mas o Estado português deve desculpas à sua família. Mais que não seja pelo estado a que isto chegou.

O futebol cá do burgo também. Os dirigentes, da Liga, da Federação, todos os que ainda forem vivos e os de agora, que peçam perdão. Os não-jornalistas que incendeiam com gozo programas de televisão de entretenimento grotesco, os jornalistas e os meios que lhes dão voz. Os adeptos que insultam toda a gente, e as suas famílias. As claques. Todas. Os clubes que lhes abrem as portas sem critério. Os pais que não educaram os seus filhos.

Eu também peço desculpa.

Não basta silêncio num minuto de silêncio nos estádios. Ou aplausos em 60 segundos de aplauso. É necessário o silêncio de todos, de uma ponta a outra do futebol português. Que se calem e ouçam. Que aprendam a respeitar o próximo, e respeitarão o jogo.

Todos os que falaram depois da madrugada de sábado calados seriam uns poetas. Que necessidade há de aproveitar politicamente uma morte? Para um lado ou para o outro. Que se ouçam primeiro antes de abrir a boca. Se não em mais nenhuma altura, que se calem agora. Por respeito.

Se as claques de clubes portugueses servem para isto acabem-se com as claques. Legalizadas ou não, não há inocentes. Se não se registam todos os membros de que vale legalizar? Se não se pune quem deve ser punido de que vale ter uma lista com uns nomes no papel? Se não estão legalizadas porque têm o seu lugar nos estádios e bilhetes mais acessíveis? Há um pouco mais de controlo por parte da polícia, mas estará longe de ser suficiente.

Se é para isto, para combates de madrugada agendados às portas dos estádios, para gerar o pânico um pouco por todo o lado, desmembrem as claques. Descaracterizem os seus elementos. Tornem-nos iguais aos outros. Deixem tarjas, bandeiras, tochas e privilégios do lado de fora dos estádios.

Se não puderem ser claques durante os jogos, a sua razão primária para existir, dificilmente poderão continuar a sê-lo nos outros dias. Se não mantiverem o apoio dos clubes, oficial e oficioso, irão fragilizar-se e perder poder. Não virá nenhum mal ao mundo com isso, bem pelo contrário. Menos poder, menos potencial violento, que é o que se pretende.  

Os outros, por sua vez, que os tornem desnecessários! Que façam a festa, que devolvam o jogo aos verdadeiros adeptos e às famílias! Que façam com que os clubes não precisem deles em lado nenhum!

Se apontamos tanto para Inglaterra por que não agora outra vez? Têm os ingleses um problema de ambiente nos estádios?

No dia em que se voltar a gostar do jogo não haverá mais violência. Essa será a cura, mas ainda parece muito distante de chegar, e os últimos sintomas têm sido preocupantes. 

O futebol português está doente, e deve ser colocado de quarentena."

 

Vale a pena ler também isto.


comentar ver comentários (30)
22 Abr 17
Um pedido singelo
Edmundo Gonçalves

Lembram-se de eu ter feito um pedido singelo para hoje à noite?

Realmente não levaram os dj's, mas aquele número de apresentar os jogadores de óculos de sol, não lembra ao diabo.

Meus caros, o dinheiro (que não há-de ter sido nenhuma fortuna) não justifica tudo.

E depois, os rapazes como já tinham os óculos, foram para a praia.

 

Não se enxergam?

Tags:

comentar ver comentários (7)
A minha visão do derby
Edmundo Gonçalves

Duas equipas de merda.

Um jogo de merda.

Um árbitro que foi uma valente merda.

 

Em resumo, tempo perdido.

E não percam tempo com os comentários, que por hoje já fechei a loja.

Tags:

comentar ver comentários (8)
20 Abr 17
A minha costela JotaJota
Edmundo Gonçalves

Jesus teima em trocar as voltas aos nossos apostadores no onze inicial.

Mais uma vez ninguém foi de encontro à preferência do nosso treinador.

Vamos tentar de novo? Sábado, 20.30 horas com arbitragem de Soares Dias, com aqueles que a gente sabe.


comentar ver comentários (12)

A equipa eu sei que vai dar conta do recado, mas por favor...

Nada de basófia antes do jogo;

Esqueçam os dj's e outros animadores;

Aos sócios e adeptos, por favor mantenham o compasso de "O mundo sabe que".

Tratem este jogo como o que ele é, apenas mais um jogo.

Tags:

comentar ver comentários (11)
19 Abr 17
O Zé Manel é cego
Edmundo Gonçalves

Há neste Mundo muitas pessoas invisuais que felizmente conseguiram e conseguem superar a falta deste tão importante sentido e se destacam nas mais variadas profissões e cargos, demonstrando uma enorme capacidade de adaptação e vontade de vencer (n)a vida e o infortúnio. Há até um membro do actual governo, Ana Sofia Antunes, que é invisual, por curiosa coincidência e consta que está a fazer um excelente trabalho.

Não é o caso do Zé Manel, que tem dois olhos funcionais. Contudo parece só ver com um deles e como agravante é ainda zarolho, só olha para um lado.

Mostraram-lhe um mapa onde está a localidade de Alcanadas.

Aguardamos todos aqui, pacientemente, que ele vire a cabeça para cima e com o canto daquele globo funcional, se aperceba de alguma marosca.

Eu, por mim, continuo com aquele sofá confortável que já comprei há algum tempo, para situações similares.


comentar ver comentários (23)
18 Abr 17
Chapecoense
Edmundo Gonçalves

Finalmente arranjaram forma de ganhar a taça do tremoço:

"...Temos compromissos como a Taça Suruga, no Japão, a 15 de agosto. Temos o Barcelona, também em agosto [Trogéu Joan Gamper], um convite da Roma, e recebemos honrosamente um convite do Benfica para participar na Eusébio Cup, disse Plínio Filho, presidente da Chapecoense, em entrevista ao jornal Record.

Estamos a analisar todas as possibilidades, porque a Chape tem um calendário muito extenso. São no mínimo 76 jogos num ano, podendo chegar aos 96. Por aí, vê-se o cansaço do calendário. Mas estamos a procurar formar um plantel com elementos que possam representar-nos dignamente quando a equipa titular não puder fazê-lo nesses jogos amigáveis".

Plínio Filho, presidente da Chapecoense, in sapo.

 

De registar que para a sapo, ou para o Record, vá-se lá saber, os outros jogos são compromissos e meros convites e o da taça do tremoço é um "honroso convite" .

De qualquer forma, é de louvar o gesto. O de trazer as reservas, claro...


comentar ver comentários (16)
Kumbaya
Edmundo Gonçalves

...Mas com classe.

 


comentar ver comentários (19)
17 Abr 17
E por aqui me fico.
Edmundo Gonçalves

Quem quiser, que retire as suas conclusões.

 

 

jpps.jpg

 


comentar ver comentários (32)
12 Abr 17
A minha costela Jota Jota
Edmundo Gonçalves

Mais uma vez, exceptuando o consócio JRamos que prognosticou na mouche (bom, depois de ter "saído" na TV ), ninguém voltou a entrar dentro da cabeça do Jota.

Sexta-feira às 20,30 horas, no Bonfim, mais um jogo "de preparação" para a próxima época.

Aceitam-se apostas.


comentar ver comentários (9)

templário.jpg

 

Convém armarmo-nos até aos dentes...

 

Tags:

comentar ver comentários (26)
11 Abr 17
É tudo a mesma trampa?
Edmundo Gonçalves

Que a cangalhada da Federação e da Liga seja pró-Benfica até fazer doer, a gente já tinha todos percebido, mesmo os mais obstrusos como eu.

Agora, de repente, perceber que até no Governo do País há preferência descarada pela lampionagem e um favorecimento claro do Instituto Português do Desporto e Juventude (lembram-se dum post onde eu perguntei onde andava o secretário de estado do desporto?) ao Benfica, deixa-me completamente de cara à banda.

Então um organismo público, que deverá defender por igual os interesses dos cidadãos em geral e neste caso concreto os desportistas e a juventude, à sorrelfa, reteve durante meses um documento incriminatário do Benfica, a propósito das suas claques (NN e DV), que apoia à margem da Lei?

O senhor Vitor Pataco, vice-presidente daquele instituto público, foi quem guardou na gaveta o despacho que propõe a condenação do Benfica pelo apoio a claques não legalizadas. Esta coisa, para percebermos a gravidade do acto, dá interdição do estádio.

Este cavalheiro Vítor Pataco, entre 2002 e 2003 foi gestor da Benfica Multimédia SA, mas isto calhou assim, não vejam aqui nada de mais... Aposto dobrado contra singelo que é sócio! Ou desarriscou-se à pressa ontem à noite, quando foi desmascarado.

Este processo, não sejam garganeiros os lampiões de serviço aqui no és a nossa fé, não foi mais uma "queixinha" do Sporting, resultou sim do levantamento de 19 autos de notícia da PSP, reportando-se a jogos da época 2014/15. Fica evidente no processo que as faixas de grandes dimensões e tambores são guardados numa arrecadação no piso -2 junto à porta da maratona. Como a coisa não se alterou durante a época e meia seguinte (quase duas, que esta está nos estertores finais), podemos concluir que o Benfica, por protecção governamental, goza de uma clara impunidade, proteccionismo e favorecimento, já que anda desde essa altura, pelo menos, em clara violação da Lei.

O secretário de estado da juventude e do desporto, que passou pela polémica das agressões aos árbitros como cão por vinha vindimada, não pode sacudir desta vez a água do capote. É que começa a ser demais, senhor João Paulo Rebelo. Chegue-se à frente e explique lá como aconteceu este "esquecimento". A malta agradece. E também agradece que ponha o Pataco com dono, que se viu que não serve o nem para o cargo. Ou serve, se por lá o deixar continuar e aí a gente retira ainda outras conclusões que talvez lhe chamusquem a asa de grilo.

Senhor secretário de estado, é deixar de dar à tramela e mexa-me esses calcantes, antes que isto dê tudo ao bife.


comentar ver comentários (34)
10 Abr 17

Que quis dizer com isto Rui Vitória?

Tags:

comentar ver comentários (28)
07 Abr 17

Senhora procuradora, excelência,

Sei que tem andado muito assoberbada de trabalho, os banqueiros e os políticos acusados de se portarem mal são muitos e a senhora é só uma e só tem dois braços, de modo que, apesar de tudo, me atrevo a apelar a V.Exa. já que aquilo que lhe peço não é muito urgente.

E é apenas isto: Um dia, de preferência ainda durante o seu mandato (tem pouco mais de um ano e meio para isso), quando estiver mais liberta, olhe, quando tiver que satisfazer uma qualquer necessidade que não seja de aflitos, leve alguns documentos que vão saindo a público e passe por eles uma vista de olhos. Sugiro-lhe, para que não lhe cheguem câimbras às pernas e sofra algum acidente como aconteceu a um amigo meu que deu um trambolhão desgraçado e deu cabo dum joelho de tal modo que ainda anda na fisioterapia (uf!), sugiro-lhe, repito, a leitura da cartilha que a direcção de comunicação do Benfica envia aos seus comentadeiros e paineleiros na CS e os analise com olhos de ver, que aquilo não é literatura muito elaborada, não lhe tomará muito tempo.

Não pretendo de modo nenhum dar-lhe lições de direito, que nisso a senhora é profundamente competente e por via dessa competência, rapidamente chegará à conclusão que ali haverá matéria suficiente para processar e mandar meia dúzia deles dentro, a começar pelo lampião-mor e a obrigar os senhores do CD da FPF a cumprir os regulamentos e a escorraçar essa gente corrupta para a segundona.

Senhora procuradora, excelência, permito-me alertá-la para, dado o conteúdo tão rasca da prosa que irá encontrar, precaver-se contra algum ataque súbito de bilis. E como nós sabemos como ela ataca... Quer dizer, eu sei; A senhora procuradora não faço ideia, mas isto nós por dentro somos todos iguais. Tal como deveríamos ser perante a Lei! 

 

Nota final: Senhora procuradora, excelência, haverá um ror de gente ofendida e provocadora a comentar esta singela missiva.

Não estranhe portanto se houver alguns comentários com cheiro esquisito, mas pode ficar certa que grande parte deles não verá a luz do dia.

A senhora não merece e não vale tudo.

Cumprimentos.

Tags:

comentar ver comentários (19)
A minha costela Jota Jota
Edmundo Gonçalves

Não sei se por impotência contra os argumentos de Jesus, são cada vez menos os apostadores a participar neste singelo passatempo.

Vamos lá, pessoal, demonstrar que nos conseguimos infiltrar naquele cérebro e extrair-lhe a linha para amanhã, às 20.30 h, com o homem do talho com o apito na boca.

Força!


comentar ver comentários (9)
06 Abr 17
Preferências
Edmundo Gonçalves

Entre um que nos assassinou um adepto e outro que nos esfaqueou até quase à morte outro, venha o diabo e escolha.

Não podem perder os dois?


comentar ver comentários (14)
05 Abr 17
Colinho
Edmundo Gonçalves

Lá vão ao Jamor, graças a um golo em fora de jogo do Gluglu.

Colinho é isto.


comentar ver comentários (30)
04 Abr 17
Olho por olho?
Edmundo Gonçalves

Não é muito do meu feitio, mas caramba, há que fazê-los provar do próprio veneno.

 

E já agora, tal como eu e muitos usamos o tempo livre sem qualquer retorno financeiro em prol do Sporting, será tempo de alguns, com formação na área, sairem do seu conforto e demonstrarem a sua militância. O clube agradece.


comentar ver comentários (44)
03 Abr 17
Greve
Edmundo Gonçalves

O chefe dos árbitros diz que podem avançar para a greve.

O que fez desta vez o Sporting, que não dei por nada?


comentar ver comentários (28)
Bater no ceguinho
Edmundo Gonçalves

Para que conste, eu também não gostei da segunda parte de ontem.

No entanto parece-me que a equipa teve sempre o jogo controlado e só por manifesto azar de um lance fortuito o Arouca poderia eventualmente marcar.

Nesta altura do campeonato, em que não se esperariam escorregadelas dos dois da frente, o treinador deveria estar a entrosar os mais jovens na equipa, mas como a esperança é verde e sempre, dizem, a última a morrer, Jesus começa a encarar estas últimas jornadas como uma possibilidade, ainda que remota, de chegar pelo menos ao segundo lugar.

Quem pode estar contra?


comentar ver comentários (4)
02 Abr 17
Senhores passageiros
Edmundo Gonçalves

Do alto da sua competência e do estatuto de melhor do Mundo na sua profissão, Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro viu esta Quarta-feira, 29 de Março, ser-lhe reconhecido o mérito da dedicação a uma carreira, de ter vencido nela e de ter vencido o preconceito. O aeroporto da Madeira chama-se agora Cristiano Ronaldo.

Mais do que uma homenagem, esta decisão corajosa do Governo Regional da Madeira, é o reconhecimento por tudo o que Cristiano tem dado a um arquipélago que muito pouco lhe deu, pouco mais que o berço. Outros o acolheram, o acarinharam, o moldaram, o tornaram seu e o fizeram homem e futebolista dos melhores de todos os tempos.

Lá do alto onde por mérito próprio chegou, o estatuto de melhor permitiu-lhe com toda a frontalidade tratar os hipócritas por nome próprio. Naquele aeroporto, por breves instantes, gente houve que se ali à mão tivesse um buraco, rapidamente se escapulia por ele. Sincero e intelectualmente honesto, não se esperaria outra coisa de alguém que conviveu e aprendeu com os melhores. Àqueles que por mesquinho preconceito estiveram contra esta justa honraria, proponho um jogo simples: Desloquem-se ali ao lado, às Canárias que é o “estrangeiro” mais próximo, e perguntem o nome de um madeirense que não seja Cristiano Ronaldo.

Siiiiiii…

 

Também aqui.


comentar ver comentários (4)
31 Mar 17

"Alimpa-te" a este guardanapo e vê se tens um pouco de vergonha cara.

 

"Bacelar Gouveia, ex-presidente do Conselho Fiscal do Sporting, acredita que as recentes decisões do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) contra Bruno de Carvalho têm "mão vermelha e bem vísivel".

O constitucionalista é directo e claro nas insinuações que faz à interferência do Benfica nos órgãos da justiça desportiva, acusando o emblema da Luz, nesta matéria, de um domínio "escandaloso".

"O Benfica tem vindo a dominar de forma escandalosa a opinião pública e chega aos órgãos da justiça desportiva. Percebe-se que há sempre uma mão, bem visível e vermelha que está a abusar do seu poder. Pode até fazer o seu jogo dentro das regras mas não pode utilizar vias ilegítimas para exercer o seu domínio", dispara Bacelar Gouveia, em entrevista a Bola Branca, apontando a mira à "poderosíssima máquina de propaganda" do eterno rival da Segunda Circular.

Mas mais: mesmo sem envolver o nome do Benfica nesta premissa, Bacelar Gouveia traça um diagnóstico altamente negativo das cúpulas do poder no futebol português.

"As pessoas que estão no futebol e que querem fazer uma estratégia ilegítima não são amadoras. O futebol português, ao mais alto nível, está entregue a pessoas muito ardilosas, profissionais e com muita 'manha'. Os órgãos que devem ser independentes, por vezes, podem sentir-se condicionados", prossegue.

Conselho de Disciplina debaixo de fogo. "De juristas têm pouco"

As declarações do antigo dirigente leonino, que não integrou a lista de recandidatura do reconduzido presidente do Sporting, surgem dois dias depois do pesado castigo de 113 dias aplicado pelo CD da FPF a Bruno de Carvalho e poucas horas depois de o órgão presidido por José Manuel Meirim ter aberto novo processo disciplinar ao líder verde e branco, devido a violação das condições da suspensão a que está submetido.

Neste aspecto, Bacelar Gouveia é duro nas críticas dirigidas ao CD, recomendando até um reavivar de teoria básica de Direito aos dirigentes daquele órgão.

"Penso que há uma grande falta de bom senso e falta de cultura jurídica das pessoas que estão na justiça desportiva. De juristas têm pouco e estão a precisar um curso de reciclagem de Introdução ao Direito e do que é a Constituição e o respeito das liberdades fundamentais", remata, rotulando de "manifestamente disparatadas, exageradas e desproporcionadas" as deliberações que visam a proibição de qualquer declaração pública da parte do presidente dos leões.

"Isso é limitar o direito à liberdade de expressão, que é algo de elementar. Admito que possa haver castigos do ponto de vista desportivo e algumas restrições mas nunca chegando a esse extremo. Essa decisão não tem qualquer adequação com o que se pretende com a medida. Se a medida é punir algo que o presidente do Sporting fez de errado, não é preciso chegar a este exagero", aponta.

Recurso para os tribunais civis? "Justiça pode reparar violação grosseira da Constituição"

Ora, a propósito de alegadas limitações ao direito à liberdade de expressão, Bruno de Carvalho reagiu a toda a escala, já depois de ter ficado a saber que enfrenta novo processo disciplinar. O presidente do Sporting não admite que a sua acção verbal, enquanto dirigente, possa ser limitada, prometendo ir até às últimas consequências e, caso seja necessário, interpor recurso junto do Tribunal Europeu.

Bacelar Gouveia compreende a frustração de Bruno de Carvalho, aceita-a e, sobretudo, apoia-a, suportado na Constituição, recordando que as decisões da justiça desportiva, em casos devidamente comprovados, podem ser alvo de anulação por parte do poder judicial civil.

"A questão é saber se se trata de algo estritamente desportivo. Se se verificar que o que está em causa são os direitos fundamentais dos cidadãos, a justiça desportiva não pode nunca ficar imune ao poder judicial do Estado, que pode reparar uma violação grosseira da Constituição", completa."

 

Chamaram Bacelar Gouveia, que ontem tinha dado ao JN uma excelente entrevista, pensando que por ter feito uma ou outra crítica teriam ali outro croquette e saiu-lhes o tiro pela culatra. Lá vai a Renascença chamar o gajo dos ralis outra vez...

 


comentar ver comentários (34)

Vinte e cinco de Abril de mil novecentos e setenta e seis.

Precisamente dois anos após a Revolução, o trabalho dos deputados à Assembléia Constituinte deu um fruto que é hoje o pilar da democracia em que vivemos, com mais ou menos justiça, mas isso não vem ao caso.

Este edifício jurídico veio tornar justa a relação entre o Estado e os cidadãos e estes entre si próprios, coisa que até essa altura, por via da Constituição de 1933, não existia.

De todas as alterações que esta nova Constituição trouxe, todas elas importantes sem dúvida, a que provavelmente mais talhou fundo no sentimento dos portugueses foi a consignada no Artigo 37.º, que consagra a liberdade de expressão e informação e que por ser curto, faço questão de reproduzir:

1. Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.

2. O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.

3. As infracções cometidas no exercício destes direitos ficam submetidas aos princípios gerais de direito criminal ou do ilícito de mera ordenação social, sendo a sua apreciação respectivamente da competência dos tribunais judiciais ou de entidade administrativa independente, nos termos da lei.

4. A todas as pessoas, singulares ou colectivas, é assegurado, em condições de igualdade e eficácia, o direito de resposta e de rectificação, bem como o direito a indemnização pelos danos sofridos.

Não tolero que gente que à boleia dum regime que se quer igual para todos, pelo menos ao nível do tratamento perante a justiça, se arvore o direito de, com preocupantes laivos de saudosismo, pretender fazer tábua rasa do documento que deve nortear a sua actuação, mais não fosse por dever de formação. A actuação pidesca de um detentor de um cargo num órgão de uma qualquer federação desportiva ou outra, deve ser criteriosamente escrutinada à luz do número dois do artigo supra. Que o citado no parágrafo anterior tem fortes resquícios de defesa despudorada da defunta de 1933 que faleceu, não de velhice, mas por vontade do País, é notório nas atitudes e decisões que vai tomando, desde logo aceitando, como jurista que é, fazer parte de um colectivo que se rege por regulamentos que violam claramente a ordem constitucional vigente. Fosse o citado imparcial, justo e profissionalmente competente, não estivesse ele eivado de sentimentos bafientos de saudosismo e de uma profunda vaidade e talvez até de um possível ressabiamento por ter andado anos a fio a mendigar o lugarzinho que acabou por conseguir, e seria de sua própria iniciativa chamar a atenção dos clubes para a ilegalidade constitucional que são alguns dos regulamentos porque se regem. Não, não foi isso que fez, não é isso que fará. A um proto-ditador dá sempre jeito apanhar um combóio que tem por destino a estação que lhe convém.

 

 


comentar ver comentários (21)
A minha costela Jota Jota
Edmundo Gonçalves

Mais uma vez, nenhum dos corajosos que se atreveram entrou na cabeça de Jesus, que não esteve de acordo com nenhum dos onzes aqui prognosticado.

Segue-se o Arouca, no próximo Domingo, às 18.00 horas.

Aceitam-se apostas.


comentar ver comentários (1)
29 Mar 17

Caro consócio, antes de mais a minha solidariedade pela ameaça à sua integridade física e pela agressão verbal e intimidatória de que foi alvo no estádio alugado pela federação portuguesa de futebol para a realização do jogo de qualificação para o Mundial, no passado Sábado, 25.

Se graves eram já os acontecimentos, eles são tão mais graves porquanto o caro consócio exerce, por legítima vontade dos demais associados do Sporting Clube de Portugal, o honroso cargo de Presidente da Mesa da Assembleia Geral.

Sendo públicas as agressões de que foi alvo, terá cada um de nós, sócios e por extensão cidadãos, o dever de as denunciar às autoridades, se estas não tiverem agido em conformidade com a legislação em vigor e que é a de informar as autoridades judiciais acerca de acontecimentos tão graves e lesivos da sua integridade física e moral, que nos atingem a todos, que o caro PMAG representa e que são mais de 150.000.

Vivendo num país onde a impunidade impera infelizmente, e nomeadamente no que ao futebol e demais desportos diz respeito, o meu conselho, meu caro consócio, é que estando muito dentro do prazo legalmente concedido, exerça o seu direito de ofendido e proceda a queixa-crime contra os energúmenos que tão cobarde e insidiosamente o ofenderam. Eles estão claramente identificados.

Não se trata de ser queixinhas, caro Marta Soares. Sabemos que irá dar em nada, mas é um elementar exercício de cidadania.

 

Saudações Leoninas

 


comentar ver comentários (42)
28 Mar 17

Mas depois o seleccionador resolveu meter uma armada vermelha em campo.

Foi ao fundo!


comentar ver comentários (15)
26 Mar 17

Ontem Portugal fez um excelente jogo, demonstrando que sabe praticar um futebol bastante agradável à vista e consequente do ponto de vista do resultado. O bom futebol deu golos, os três muito bons e poderia ter dado mais. É da mais elementar justiça referir este pormenor, já que tantos (eu próprio por vezes) acusaram o treinador de incompetente do ponto de vista exibicional.

Depois, para aqueles que continuam a insistir que Fernando Santos vai fazendo alguns fretes nas convocatórias, a não utilização ontem de Renato Sanches (quase sempre o visado) é uma bofetada de luva branca. Há por aí muita gente que lhe vai devendo um pedido de desculpas.


comentar ver comentários (6)
23 Mar 17

"Nestes 4 anos percorremos um caminho difícil, com Esforço, Dedicação e Devoção e conseguimos voltar a colocar o Sporting CP no lugar que é seu por direito, concretizando 120 medidas que prometemos e cumprimos.

Enumero aqui algumas das que considero mais importantes:

-Reestruturação financeira
-Sporting TV
-Auditoria de gestão
-16 novas modalidades, com transferência para o Clube do total da receita de quotização e consequente aumento do investimento nas 51 modalidades.
-Inauguração de novas Escolas Academia Sporting em Portugal e no Estrangeiro.

E foi graças a estas e a muitas outras medidas integradas numa política de gestão rigorosa e, sobretudo, graças ao apoio dos melhores Sócios e Adeptos do mundo que atingimos os seguintes objectivos:

-Passámos do 7º lugar para o 2º lugar com acesso direto à Liga dos Campeões em apenas 1 ano;
-Passámos a ter lucros regularmente nas contas do Clube e da SAD;
-Fizemos a maior venda de um jogador português para o estrangeiro e inscrevemos 4 jogadores no top 10 das maiores vendas da história do Clube;
-Fizemos o maior negócio do futebol português relativo a direitos televisivos;
-Conquistámos uma Taça de Portugal e uma Supertaça no futebol;
-Conquistámos 2 troféus europeus (Taça CERS em Hóquei Patins e Taça dos Clubes Campeões Europeus de Atletismo Feminino);
-Construímos o Pavilhão João Rocha que inauguraremos em breve;
-Recuperámos 37 passes de jogadores;
-Criámos a Gala Honoris Sporting;
-Melhorámos as infraestruturas: Academia, Multidesportivo e Estádio;
-Aumentámos o número de sócios em mais de 65 mil, atingindo o top 5 mundial com mais de 155 mil associados;
-Aumentámos a assistência média no Estádio José Alvalade para mais de 40 mil espectadores por jogo;
-Aproximámos os adeptos do Clube e superámos os 2,5 milhões de seguidores na plataforma Facebook, somando 2 milhões aos 600 mil que tínhamos ."

 

Esta parte do facebook eu gosto.


comentar ver comentários (2)
É só p'ra dizer presente!
Edmundo Gonçalves

Isto sem "bola" a sério é uma pasmaceira, que nem há assunto para escrever...

É certo que poderia escrever sobre o papel miserável que fizeram os presidentes da FPF e da Liga e "amais" o Meirim(nho), que dois dias depois de serem chamados "pais" por sua excelência D. Orelhudo I, se apressaram a prestar-lhe vassalagem numa coboiada onde foram claramente os bobos de uma corte bafienta. Faltou até um bocadinho assim para receberem um premiozinho.

Também poderia escrever sobre D. Sebastião Burns, que depois de ter desaparecido num dia de nevoeiro, se ter aliado aos sarracenos e depois aos castelhanos, volta agora com um patrocínio Record para a sua casa mais imersa em neblina do que nunca.

E também poderia falar de castigos a dirigentes e celeridade da justiça desportiva.

Mas não vale a pena.

P'rá semana voltamos a falar de coisas interessantes.

Tags:

comentar
20 Mar 17
A piada do dia
Edmundo Gonçalves

Parece que hoje houve uma entrega qualquer de uns prémios da FPF. Vi na televisão.

Foram distinguidos os melhores de 2016.

Agora a parte cómica da coisa: O Benfica não esteve presente, em protesto pela situação em que vive o futebol português.

Pronto, podem deixar de rir, por favor.


comentar ver comentários (32)
O "fim" de Peter
Edmundo Gonçalves

Ontem à noite, ao assistir ao jogo FCPorto vs VFClube, dei por mim a lembrar-me de tantas noites em Alvalade.

Aquela possibilidade de passar para a frente e ver a impotência dos nossos a desperdiçar oportunidade atrás de oportunidade de ultrapassar os adversários.

E também o autocarro. O que levaram, mais um ou dois que pediram emprestados aos STCP, estacionados pachorrentamente em frente à baliza.

E a "ronha". O teatro.

O futebol é mesmo uma ciência do arco-da-velha. Quando já todos faziam o funeral ao moribundo, veio uma vaca e levou-o.

Diz-se que se encontra ainda nos cuidados intensivos, mas com duas semanas para recuperar... sei não!


comentar ver comentários (61)
17 Mar 17
Ora tomem lá
Edmundo Gonçalves

Para aqueles que por aqui e noutros foruns de discussão sobre o Sporting, vêm defendendo a saída de Jesus em troca com este rapaz.

 

No "Tu Vais Vencer", sem necessidade de acrescentar mais, está lá tudo.


comentar ver comentários (22)
16 Mar 17
A minha costela Jota Jota
Edmundo Gonçalves

Na última jornada o factor Zeegelar baralhou todos os prognósticos, apesar de um anónimo ter avançado com este jogador; Contudo, por não ter construído toda a "linha", não será considerado como vencedor, tendo obtido meia vitória já que os três nomes que apontou foram titulares: Para além do já referido Zeegelar, também Matheus e Podence entraram de início. Pena não ter indicado mais ninguém e com três torna-se difícil...

No próximo Sábado dia 18, às 18.30 horas, no nosso estádio defrontaremos o Nacional.

Repetirá Jesus o mesmo onze?

Aceitam-se palpites.


comentar ver comentários (14)
14 Mar 17
Eu, ROC
Edmundo Gonçalves

A pequena "sondagem" que pretendi fazer a propósito de uma notícia publicada no DN de ontem, atentos os comentários publicados até esta hora de hoje (10.00 horas), dia 14 de Março, teve o seguinte resultado: 

Pela saída de JJ -              7 (23.33%)

Pela manutenção de JJ - 16 (53.33%)

Indefinidos -                       7 (23.33%)

Há claramente sete comentários favoráveis à saída de JJ, destacando o que entendem como o trabalho negativo do treinador, concretamente a falta de aposta na formação.

Há dezasseis comentários que reflectem a vontade de que, acima de tudo, Jesus tem trabalho por terminar, podendo até sair mais cedo, desde que saia campeão.

Há também sete comentários que não são taxativos, pelo que os considerei dúbios. Se os quisermos dividir em dois grupos, ficaremos com 65% favoráveis à continuação e 35% à saída de Jorge Jesus.

Creio serem números concludentes.

Esta "sondagem" tem, claro está, uma enormíssima margem de erro.

Há contudo uma certeza: Tem pelo menos a participação de sportinguistas, ao contrário da sondagem pré-eleitoral feita pelos jornais junto de sócios e adeptos de outros clubes.

Vale o que vale, mas é a contribuição do És a nossa fé para tentar deitar um pouco de água na fervura e deixar o CD mais confortável numa eventual decisão que venha a tomar. É para isto também que existimos.

 


comentar ver comentários (37)
13 Mar 17
Mais carvão?
Edmundo Gonçalves

Besiktas disposto a dar 6 milhões por ano a Jorge Jesus 

O que acham?

Concordam com a saída?

A saír deve indemnizar o Sporting?

Deve o Sporting libertá-lo sem indemnização?

Será boa política acabar um ciclo que se quer vitorioso, a meio?

 

Está lançado o debate entre sportinguistas. Digam de vossa justiça.


comentar ver comentários (35)
11 Mar 17
Bryan, outra vez
Edmundo Gonçalves

O que é mais preciso, senhores?

Tags:

comentar ver comentários (14)
10 Mar 17
A minha costela Jota Jota
Edmundo Gonçalves

Ora bem, no jogo da jornada passada, mais uma vez ninguém foi tão teimoso como JJ.

Vamos ver se desta é que é, mesmo com uma equipa de arbitragem vermelhusca.

Sábado, 20.30, em Tondela. "Fété vó jé"...


comentar ver comentários (15)
09 Mar 17
Liga dos Campeões
Edmundo Gonçalves

Porque será que ontem tive pena do PSG?

Sim, tive que ver o jogo todo torcido.

Às tantas até dei por mim a ver os parisienses com camisolas listadas...

Tags: , ,

comentar ver comentários (28)

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Quem faz isto é capaz de ...

Os nossos comentadores me...

Futebol a sério e futebol...

Outra vez Abel?

A cartilha (parte II)

Os nossos comentadores me...

Coragem

Cada vez mais lido

O ódio criminoso

Os nossos comentadores me...

Arquivo

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

prognósticos

jorge jesus

vitórias

há um ano

balanço

slb

campeonato

arbitragem

benfica

jogadores

rescaldo

eleições

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

ler os outros

clássicos

golos

árbitros

nós

euro 2016

futebol

comentadores

crise

marco silva

cristiano ronaldo

scp

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds