14 Jun 14
Totaalvoetbal
Luciano Amaral

 

Gosto especialmente dos jogos entre a Holanda e a Espanha (quer dizer, a Espanha dos últimos anos) e estou sempre pela Holanda. A razão é simples: a Holanda foi o meu primeiro love affair futebolístico. O primeiro campeonato do mundo que segui foi o de 1974 - infelizmente era demasiado pequeno para poder ter visto aquilo que dizem foi a maior maravilha futebolística da história, o Brasil de 1970. Foi nos anos 70 que a Holanda, um tradicional pardieiro de toscos da bola, chocou toda a gente com uma coisa chamada "futebol total" (totaalvoetbal, no original), e foi em 1974 que a selecção ganhou o famoso epíteto de "Laranja Mecânica". Seguindo o velho princípio linekeriano de que o futebol são onze jogadores para cada lado enfrentando-se durante 90 minutos e no fim ganha a Alemanha, foi o que aconteceu na final desse ano. Mas quem viu não esquece Crujiff, Neeskens, Krol, Rensenbrink et al.

 

Por essa altura, já Crujiff e o treinador Rinus Michels tinham ido para a Catalunha inventar o futebol moderno do Barcelona. Décadas e várias gerações de holandeses depois chegou-se ao apuramento final do horrível tiki-taka, uma espécie de caricatura do futebol total holandês dos anos 70. Pois foi este produto derivado (particularmente eficaz, sem dúvida) que, infelizmente, dominou o futebol nos últimos anos, no Barcelona e na selecção espanhola, que era o Barcelona menos o Messi. Desde os anos 70 que a Holanda manteve a mesma identidade de jogo, embora sem regressar ao brilho original (excepção feita, talvez, à selecção de meados de 80, com van Basten, Gullit e Rijkaard) e sem nunca ir demasiado longe. E atravessou mesmo períodos muito maus.

 

Foi com especial alegria, portanto, que assisti ao enxovalho de ontem da Holanda sobre a Espanha, uma vitória do produto genuíno sobre o derivado. Curiosamente, nem uma nem outra jogaram da forma típica. A Espanha já não joga bem o tiki-taka (como o Barcelona deste ano, aliás) mas uma coisa que não se percebe bem o que é; a Holanda parecia uma equipa inglesa, com a diferença de que tem uma data de jogadores habilidosos. Não sei se isto tem muitas pernas para andar. Estou curioso para o resto dos jogos.


comentar
Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Fanfarronice ou será que ...

Prognósticos antes do jog...

Os nossos comentadores me...

Leoas às sextas

A minha costela Jota Jota

Pontos nos is.

A Europa e o Vida

Esperança

Irritação

P.O. a D.D. - A sério?

Arquivo

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

memória

comentários

selecção

bruno de carvalho

leoas

vitórias

prognósticos

há um ano

jorge jesus

campeonato

balanço

slb

arbitragem

benfica

mundial 2014

jogadores

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

euro 2016

árbitros

ler os outros

futebol

golos

clássicos

comentadores

nós

marco silva

crise

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
134 comentários
132 comentários
114 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds