08 Ago 17

 

Pouco me interessa a data de fundação Benfica.

Se os seus dirigentes dizem que foi em 1904, então que assim seja, porém não gosto que me tomem por tolo.

 

Três datas... reforçada por outra... ... ... data.

 

28 de Fevereiro de 1904

Em Lisboa, na Rua de Belém, na Farmácia Franco aí situada por iniciativa de belenenses e ex-alunos da Casa-Pia foi fundado um clube designado de Sport Lisboa. É esse grupo constituído “por 24 entusiastas, Cosme Damião e mais 23. Na histórica lista dos fundadores, elaborada por ele próprio, Cosme Damião esqueceu-se de acrescentar o seu nome, mas nem por isso devemos omiti-lo. Eis os fundadores tal qual aparecem no documento histórico” [chamo a atenção para estes nomes, mais tarde falarei de alguns deles]: Abílio Meireles, Amadeu Rocha, António Rosa Rodrigues, António Severino, Cândido Rosa Rodrigues, Carlos França, Daniel Brito, Eduardo Corga, Francisco Calisto, Francisco Reis, João Gomes, João Goulão, Joaquim de Almeida, Joaquim Ribeiro, Jorge Augusto Sousa, Jorge da Costa Afra, José Linhares, José Rosa Rodrigues, Manuel Goularde, Manuel França, Raul Empis, Henrique Teixeira, e Virgílio Cunha. Trata-se de um documento de indiscutível rigor histórico-desportivo. E também é rigoroso?”, pergunta Homero Serpa. Responde: “o eng. Reis Gonçalves (aparece na lista como Francisco Reis), em carta dirigida ao jornal do Benfica, datada de 2 de Março de 1953, diz que a lista tem incorrecções. (...).”

 

26 de Junho de 1906

Data de fundação do Grupo Sport Benfica, “um dos primeiros filiados da União Velocipédica Portuguesa.

“(...) Mantinham o futebol entre as suas actividades, mas a força do clube estava concentrada no pedestranismo e no ciclismo, modalidades onde, por norma, conseguiam resultados interessantes (...) Os praticantes de futebol do Sport de Lisboa e do Benfica encontravam-se frequentemente (...) [sendo] alguns belenenses associados do Grupo Sport de Lisboa entre eles Cosme Damião. (...)

A morte violenta do Rei D. Carlos teve reflexos na vida do Benfica, explicados pelo major Faria Leal numa entrevista ao jornal «O Benfica».

‘Dera-se, em 1 de Fevereiro de 1908, o regicídio, e o Partido Regenerador Liberal, de que o ditador João Ferreira Franco fora chefe sumiu-se. Sucedia porém, que alguns sócios daquele centro político (Centro Regenerador Liberal da Cruz de Pedra), que tinha a sede (...) em Benfica, eram já sócios do Sport de Lisboa. Fácil foi então, numa reduzida, senão simulada, assembleia geral, e porque os franquistas haviam retirado, abandonando, na retirada, armas e bagagens, através de uma acta testamentária considerar por herdeiro o Sport Benfica, que logo se viu pomposamente instalado, com sala de bilhar e decente mobiliário. Os benfiquistas, envaidecidos com a nova sede, resolveram mudar o nome de Grupo Sport Benfica para Sport Clube de Benfica.’ O Centro [Regenerador Liberal da Cruz da Pedra] tinha dívidas e o seu pagamento em prestações mensais de 10 mil réis foi a condição posta ao clube, logo aceite por unanimidade.”

 

13 de Setembro de 1908

“O projecto da fusão do Sport Lisboa com o Sport Clube de Benfica não teria de lutar contra grandes obstáculos. Aliás, adivinhava-se inevitável devido à aproximação, cada vez mais frequente, entre os atletas e os dirigentes das duas colectividades. Tudo se resolveu em três assembleias - uma no Sport Lisboa, outra no Sport de Benfica, e a terceira com os sócios dos dois clubes.(...)

Era, porém uma questão de tempo. Aliás, (...) na revista “Ilustrações” editado pela Bertrand, [publicou-se o seguinte texto para o qual peço particular atenção]: ‘Em 13 de Setembro de 1908, realiza-se a fusão com fusão com o Sport Clube de Benfica, fundado em 1906, da qual resultou o Sport Lisboa. Em verdade, foi mais uma absorção do que uma fusão [repito a transcrição para não existirem dúvidas: foi mais uma absorção do que uma fusão]; o clube de Benfica tinha campo e sede e o Sport Lisboa tinha um núcleo de bons jogadores. Os sócios deste [do Sport Lisboa] ingressaram mais propriamente naquele [Sport Clube de Benfica], que outra coisa, Ficaram os mesmo estatutos [do Sport Clube de Benfica], e continuaram em exercício os mesmos corpos gerentes. A equipa é que ficou a do Sport de Lisboa, com a camisola vermelha (...)

Foi, realmente, verdade, a pobreza franciscana do Sport Lisboa (à Assembleia, na qual se discutiu a fusão, compareceram 40 sócios), a impossibilidade de arranjar um campo (sem ele, o clube não teria hipótese de sobrevivência), a debandada de jogadores à procura de melhores condições, fez do clube de Belém o aliado mais carente. Realmente nada há de especulativo na interpretação (...) [publicada na revista ‘Ilustrações’], nem a junção dos dois grupos mereceu de alguns futebolistas e de muito público apoio incondicional, mas apenas o aceitar de solução inevitável. Não terá sido um casamento de amor. (...)

Mas o dia 13 de Setembro de 1908, data da fusão dos dois clubes, aprovada, por unanimidade e aclamação, numa Assembleia participada por gente dos dois lados, passou à história como sendo o do nascimento do Sport Lisboa e Benfica. Cinquenta e quatro sócios do Sport Lisboa ingressaram nos ficheiros do Benfica, mais quatro do que os exigidos por aquele clube, alinhando, porém atrás dos benfiquistas. Por isso, ao dr. António de Azevedo Meireles, sócio n.º 1 do Sport Lisboa, foi atribuído o n.º 223 e a Manuel Goularde , um dos heróis do Sport Lisboa [ver lista dos 24 fundadores], o n.º 225.”

 

 Outra data:

 16 de Setembro de 1916

“Em 16 de Fevereiro de 1913 foi fundado ‘Os Desportos de Benfica’. A ideia inicial, de Alfredo Alexandre Luís da Silva, presidente da A. Geral do SLB, era que o clube funcionasse como delegação do Benfica, na linha das intenções de Luís Carlos de Faria Leal e do próprio Cosme Damião, que se tinham batido por uma sede no centro da cidade e delegações pelo menos em Benfica e em Belém (...). No entanto, na segunda reunião dos promotores da iniciativa já se falou em independência do Sport Lisboa e Benfica (...). Os Desportos de Benfica pensava em construir uma sede e projectar-se e o Sport Lisboa e Benfica, mais ou menos, na expectativa. A primeira pedra de um edifício, que a Empresa de Melhoramentos de Benfica se propôs erguer, foi lançada a 7 de Setembro (...). A inauguração ocorreu a 24 de Maio de 1914, data em que a Empresa de Melhoramentos a entregou aos ‘Desportos de Benfica’, passando a cobrar a renda mensal de 120 escudos.

‘Os Desportos de Benfica’ acabou por se unir, mais tarde, ao Sport Lisboa e Benfica. Foi de facto uma integração completa, a partir de 16 de Setembro de 1916 e, no dia 1 de Dezembro deste ano, (...) [estas] instalações (...) passaram a sede social do SLB. As intenções de Luís Carlos Faria Leal, Cosme Damião e de outros históricos do Sport Lisboa devem ter sofrido rude golpe com a fundação, em Benfica, de um clube anunciado como filial mas que não tinha essa intenção. Depois, o segundo golpe foi o encerramento das instalações de Belém. (...) Pelo que aconteceu em Benfica, dá a ideia que as pessoas do bairro não estavam pelos ajustes em passarem a ter uma filial do seu clube (...).

(...) O Desportos de Benfica (...) conseguira o regresso do clube ao bairro e a ideia de uma agremiação sediada no centro de Lisboa acabou por se diluir. (...)”

 

Bibliografia consultada: Glória e vida de três grandes. A Bola - Parte III, 1995, pp. 1 - 43

 

Factos historicamente comprovados:

1.º Cosme Damião vestiu a camisola do Sporting;

 

2.º É fundado em 1904 o Sport Lisboa.

3.º É fundado em 1906 o Grupo Sport Benfica, clube herdeiro de uma secção do partido que suportava o franquismo ditatorial do final da monarquia portuguesa;

4.º O Sport Lisboa é absorvido pelo clube de Benfica, passando os corpos gerentes deste último clube a continuar dirigir os destinos do clube e o respectivo livro de sócios a ter valor legal;

         Conclusão: O Sport Lisboa fundado em 1904 foi extinto.

5.º Fundação em 1913 d’Os Desportos de Benfica, clube marcadamente bairrista e detentora de um, recentemente inaugurado, edifício sede;

6.º Fusão, em 1916, no SLB do clube ‘Os Desportos de Benfica’ passando a sede deste último clube a ser a sede do SLB;

         Conclusão: Reforço da vertente, essencialmente, clube de bairro na origem do Sport Lisboa e Benfica.

 

Chamada de atenção:

O adeptos do SLB (benfiquistas) e a versão reduzida da designação do clube (Benfica) em momento algum, e de forma correcta, remete para o clube fundado em 1904, mas sim para o fundado em 26 de Junho de 1906, reforçado pela outra fusão ocorrida dez anos depois. Jamais este clube, à semelhança do clube da cidade do Porto, assumiu, resumidamente, a designação de Lisboa e os seus adeptos jamais foram conhecidos por lisboistas, como os do Porto são portistas. Assumiram sim, e bem, a designação do clube de um bairro de Lisboa.

 

Ponto final.

Tags: ,

comentar ver comentários (24)
11 Jul 17

ng2238471[1].jpg

 Um efusivo cumprimento entre Eusébio e Salazar (1966)

 

Eusébio da Silva Ferreira jogou de verde e branco em Moçambique, na filial n.º 6 do Sporting Clube de Portugal. Vinha em Dezembro de 1960 para Alvalade quando foi "desviado" para a Luz, com o beneplácito do regime salazarista-benfiquista, o que originou um prolongado corte de relações entre os dois clubes, só terminado em Maio de 1974.

Esta é uma das piores facetas reveladas pelos dirigentes do Benfica ao longo dos tempos. Incapazes de formar talentos com a qualidade dos nossos, há vinte anos sem fornecerem um só titular à selecção nacional de futebol, cobiçam os jogadores leoninos e tudo fazem para os desviar de rumo. Como o caso Eusébio bem demonstrou. E como a "pesca à linha" do Djaló peruano, no último defeso, viria lamentavelmente a confirmar, aliás sem qualquer proveito para eles.

 

Além disto, não têm qualquer pudor em copiar-nos.

Eis alguns exemplos, que confirmam isto:

- O Sporting Clube de Portugal foi fundado a 1 de Julho de 1906. O Sport Lisboa e Benfica só foi fundado a 13 de Setembro de 1908.

- A Juventude Leonina, claque mais emblemática do Sporting, foi fundada em 1976. A primeira claque encarnada, os Diabos Vermelhos, só apareceu em 1982.

- O Sporting tem futsal desde 1985. O Benfica só tem futsal desde 2001.

- A Academia Sporting foi fundada a 21 de Junho de 2002. A Academia do Benfica só foi fundada a 22 de Setembro de 2006.

- O Núcleo Sportinguista da Assembleia da República existe desde Maio de 2015. O equivalente a este núcleo no Benfica apenas surgiu em Abril de 2016.

 

É uma atitude própria dos cábulas, que adoram copiar.

Tags: ,

comentar ver comentários (64)
04 Jul 17

Perante o caso dos mails, o benfiquismo tem reagido sobretudo de duas maneiras:

1) Aquilo não é nada. Quem assim responde são os "cartilheiros" ou, então, são os crédulos (nos cartilheiros) em estado de negação. Note-se que mesmo o caso do bruxo Nhaga, que é usado pelo cartilheirismo para desvalorizar as revelações tripeiras, é bastante sério: se eu fosse accionista da Benfica SAD (cruzes credo!) não gostaria nada de ver usada aquela quantidade de dinheiro em bruxaria. Não sou advogado, mas pergunto-me se não se tratará mesmo de um caso de gestão danosa. Isto assumindo que estamos a falar realmente de bruxaria e não de linguagem cifrada para outro assunto qualquer.

2) O que o Benfica faz todos fazem, seguido de um choro copioso sobre o "estado a que chegou o futebol português". Estes não são cartilheiros e são forçados a admitir que há ali gato (ou galinha). Também têm graça: até o Porto ter começado com as suas revelações, viviam encantados com o estado do futebol português. Afinal, aí estava o Benfica como há muito não se via. Os outros eram queixinhas, que "jogassem à bola". Antigamente, era tudo uma roubalheira do Porto. Agora, já "são todos iguais". É evidente que esta lamentação genérica significa uma coisa muito simples: deixar tudo como está. O problema pode ser genérico (não sei se é e, sendo, de que maneira se distribuirá pelos vários clubes), mas neste momento os indícios apontam só para um lado. Não precisamos de carpideiras sobre o estado do futebol português. Precisamos é de esclarecer isto bem esclarecido.


comentar ver comentários (1)
24 Jun 17

Ramalhete, Sobrinho, Rendeiro, Chana e Livramento julgo que não há nenhum sportinguista que não saiba de cor (saber de cor significa conhecer com o coração) estes nomes, significam perfeição ou dream team como se diz agora na novilíngua portuguesa. 

Para nós, sportinguistas, o hóquei patins vence-se ou perde-se dentro do rinque, outros preferem jogá-lo fora do rinque, disputam todos os jogos num ringue de "vale tudo", ia a escrever luta livre, mas a luta, a disputa, o jogo que os fundidos em 1908 sabem jogar é o jogo condicionado, o jogo com as regras subvertidas, se não podem jogar esse jogo, preferem não participar.

Vamos então, ao filme dos últimos cinco minutos do Sporting 5 vs. Benfica 5 disputado em Alverca:

04:17 - Magnífica condução de bola de Tuco a deixar à boca da baliza em João Pinto que com o stick fez a bola beijar a rede, 5 -2.

04:06 - Livre indirecto para os vermelhos, golo marcado por João Rodrigues com o stick, 5 - 3.

03:42 - Livre directo convertido por Carlos Nicolia com o stick, 5 - 4.

03:13 - Mais uma falta marcada a favor do Benfica, expulsão do sportinguista Pedro Gil. Nicolia falha.

01:13 - Desta vez é um penalty convertido por João Rodrigues com o stick, 5 - 5

00:23 - Nicolia assiste João Rodrigues que com a caneleira coloca a bola dentro da baliza do Sporting. As regras impedem que os golos não sejam marcados com o stick, mas o que interessam as regras?

00:11 - Nicolia falha penalty

Resumo, nos últimos quatro minutos o Benfica está (quase) sempre a jogar em superioridade numérica, marca três golos com faltas e faltinhas concedidas pelos árbitros e falha um penalty a 11 segundos do final do jogo, seria campeão se o convertesse.

De quem é a culpa do Benfica não ser campeão?

Do Sporting e da arbitragem.

Mais que um clube, uma organização circense com cavalos amestrados e palhaços que nos fazem rir.

Rir muito.

Nota final: Os meninos da Luz estão amuados e recusam-se a disputar a Final da Taça de Portugal, conferir aqui.


comentar ver comentários (40)
22 Jun 17

Aquele pessoal do Porto Canal arranjou uma série bastante jeitosa: mete sexo, espionagem, chantagem, muito dinheiro, corrupção... Tudo com um grande sentido dramático: a cada semana a coisa vai melhorando e ficamos sempre ansiosos pelo próximo episódio.


comentar ver comentários (7)
16 Jun 17
Doente terminal
Luciano Amaral

Como já aqui disse a propósito da "cartilha", o que as diversas revelações a seu respeito vêm fazendo é demonstrar como o Benfica é um clube doente. A doença do Benfica chama-se obsessão de ganhar por quaisquer meios, mesmo os ilegítimos. Como também já disse, o confronto de estruturas em curso apenas revelou aquilo que todos sabíamos mas faltava provar. Como se percebe melhor agora que o árbitro não tenha visto penálti na jogada seguinte e que, mais incrível ainda, o Conselho de Arbitragem da FPF, depois de visionadas as imagens, continuasse a não ver:

Estamos, portanto, perante uma excelente oportunidade para os dois grandes monumentos do falseamento desportivo em Portugal (SLB e FCP) se destruírem mutuamente. Nesse sentido, não gostei que a nossa comunicação viesse logo pedir o anulamento dos campeonatos do Benfica, ainda a procissão vai no adro. Sempre a nossa comunicação... Parece um departamento em alta voltagem, em que cada pessoa excita mais a seguinte (o célebre mata-e-esfola). O momento não é para andar a fazer chavasco. É para fazer jus à fama predatória do leão: observar bem e, depois, abocanhar na altura certa.


comentar ver comentários (23)
15 Jun 17
A treta do tetra
Pedro Correia

Tudo visto e somado, conclui-se que o clube sediado em São Domingos de Benfica interfere na escolha e promoção de delegados da Liga, influi directamente na promoção de árbitros e determina quais serão as suas classificações no final da temporada.

Eis o tetra manchado: já não há volta a dar. Grande treta.

 


comentar ver comentários (74)
02 Jun 17

A máquina de intoxicação e propaganda começou a rolar sem demora, com as cumplicidades do costume.

Apressaram-se a dizer que o guarda-redes ia ser vendido por soma astronómica: mais de 51,6 milhões de euros.

Agora, tudo visto e somado, nem 20 milhões chegarão aos cofres do clube que o vendeu.

Assim vai a "informação" neste país.


comentar ver comentários (56)
23 Mai 17

Resultados do Sporting vs. Setúbal; duas vitórias, uma por 2 a 0 e outra por 3 a 0, cinco golos marcados, zero sofridos.

Resultados do Sporting vs. Boavista; duas vitórias, uma por 4 a 0 e outra por 1 a 0, cinco golos marcados, zero sofridos.

Resultados do Benfica vs. Setúbal; um empate e uma derrota, 1 a 1 e derrota por 1 a 0, um golo marcado, dois sofridos.

Resultados do Benfica vs. Boavista; dois empates, 3 a 3 e 2 a 2, cinco golos marcados, cinco golos sofridos.

Sporting, 12 pontos.

Benfica, 3 pontos.

A propósito disto.

Na época passada o Sporting foi superior a todas as equipas (se fossem contabilizados os resultados obtidos nos dois jogos como eliminatórias) nesta época o Benfica até conseguiu ser pior que o Setúbal.


comentar ver comentários (42)
04 Mai 17
Vale tudo
Pedro Correia

«Este último quarto de campeonato foi um autêntico assalto à arbitragem, favorecimento ao Benfica e prejuízos graves para outros clubes. Isto tem sido verificado no campo, tem sido verificado nos túneis.»

Francisco José Viegas, esta noite, na CMTV


comentar ver comentários (12)
24 Abr 17
O grande pacificador
Luciano Amaral

A melhor coisa do dérbi foi ter obrigado o presidente do Benfica a sair da toca. Ele e o departamento de comunicação do clube bem andaram anos a construir a imagem do Grande Senhor e do Grande Estadista do futebol português. Mas um dia a sua verdadeira qualidade havia de se revelar. Caladinho até agora, decidiu abrir a boca e, como seria de esperar, saiu asneira. No dia em que um adepto do Sporting foi assassinado por um membro de uma claque do Benfica, Vieira atribuiu as culpas a Bruno de Carvalho: quem provoca, sofre as consequências. É a teoria Samaris, agora aplicada a uma vida humana: o que estava o abdómen do jogador do Moreirense a fazer no caminho do punho de Samaris? O que estava o florentino a fazer em frente do carro do benfiquista? Depois, Vieira lembrou-se de complementar o argumento perguntando o que estavam os sportinguistas a fazer às 3 da manhã ao pé do estádio da Luz. Não estariam certamente a fazer nada de recomendável, mas convém que nos entendamos: agora há zonas públicas às quais suas excelências proibem o acesso de não-benfiquistas? Parar na bomba de gasolina em frente ao estádio com um cachecol do Sporting é suficiente para levar com um carro em cima? Isto quando as provocações das claques benfiquistas ao pé do estádio do Sporting são uma constante. Nunca ninguém saiu de lá atropelado. Para terminar em beleza, lembrou-se de comparar Bruno de Carvalho a Vale e Azevedo, a pessoa que em Portugal melhor simboliza as trafulhices e os crimes no futebol. Sem dúvida muito bonito. Bruno de Carvalho respondeu na mesma moeda e, por uma vez, não pareceu desproporcionado.

Bruno de Carvalho contribuiu para o ambiente de agressividade que se vive no futebol português? Claro que contribuiu. Mas quem, dos três grandes, não contribuiu? O presidente do Benfica, por exemplo, enquanto se manteve calado, enxameou as televisões das personagens mais execráveis do comentário futebolístico, ainda por cima alimentadas por uma cartilha cujo conteúdo é uma constante incitação ao ódio, em especial ao Sporting. Finalmente, depois de tanto tempo escondido, mostrou quem verdadeiramente é. Num sábado de dérbi lamentável a quase todos os títulos, sobrou pelo menos isso.


comentar ver comentários (4)
20 Abr 17

23tplw1[1].jpg

 Equipa do SLB na temporada 1938/39

 


comentar ver comentários (24)
12 Abr 17

19954161_S8Ao2[1].jpg

 

... Vieira já teria liquidado a sua dívida astronómica.


comentar ver comentários (30)
10 Abr 17
Reforços
Pedro Correia

Luisão e Samaris assinam pelo Canelas.

Tags: ,

comentar ver comentários (23)
07 Abr 17

O que o caso da "cartilha" de Janela nos dá é uma oportunidade para espreitar a célebre "estrutura" em acção. Já todos tínhamos percebido que os briefings existiam, não sabíamos era o formato. Já tínhamos percebido que existiam, mas faltavam as provas. É como os árbitros amigos e as equipas amigas, que se prestam a levar cabazadas: sabemos que existem, só faltam as provas. O que a cartilha revela é um clube doente (Rui Gomes da Silva e Pedro Guerra são apenas sintomas da doença). Doentiamente obcecado por vencer. A sua obsessão pela vitória fá-lo pensar que vale tudo. Para quê esta adopção dos métodos mais doentios da política? E a cartilha é apenas a ponta do icebergue. A "estrutura" do Benfica deveria perceber que isto é apenas um jogo (mesmo se maior do que a vida ou a morte, como dizia o outro). A graça não está em ganhar sempre. Está em competir para tentar ganhar e, depois, ganhar umas vezes e perder outras. A "estrutura" do Benfica deveria perceber isto, mas não dá ares de perceber. Vai ter de perceber de outra maneira.


comentar ver comentários (1)
02 Abr 17

Tendência é a palavra chave deste "post".

Aquilo que as últimas jornadas mostram é que Benfica e Porto tendem a empatar os jogos (foi assim nas duas últimas jornadas) e o Sporting tende a vencer.

Assim, faltando sete jornadas, o Porto tende a somar sete pontos aos 64 que possui, terminando com 71 pontos.

O Benfica tende a somar seis pontos nos seis jogos que faltam, vamos deixar de fora, por enquanto, o jogo com o Sporting, nesse caso o Benfica que possui 65 pontos, terminaria, também, com 71 pontos.

O Sporting, em seis jogos, tende a somar 18 pontos aos 57 que possui, terminando com 75 pontos.

Ao contrário daquilo que parecia, há três ou quatro jornadas, a seguir-se a tendência actual, não só o campeão nacional está encontrado - o Sporting, como o jogo da jornada 30 será decisivo mas para a atribuição do segundo e terceiro lugar.

Com um empate ou uma vitória em Alvalade o Benfica ultrapassará o Porto. Em caso de derrota fica afastado da "Champions" poupando-nos a humilhações  como as de Nápoles ou de Dortmund.

Esperemos que a actual tendência se mantenha.


comentar ver comentários (30)
27 Mar 17

O campeão nacional das queixinhas não pára. Haja paciência. Agora diz que vai deixar de ceder o estádio para jogos da selecção. Olha, menos uma razão para lá ir. Não boicotem é o Media Markt, que sempre dá jeito.


comentar ver comentários (22)
15 Fev 17

Faz-me impressão que tantos sportinguistas sejam incapazes de se pronunciar sobre as questões leoninas sem mencionarem a todo o momento o clube onde Jorge Jesus foi treinador durante seis anos antes de se transferir para Alvalade.

Todos os dias verifico isso, nas caixas de comentários do És a Nossa Fé.

É um absurdo complexo de inferioridade. Como se o Sporting não fosse um clube com mais história, mais títulos e mais prestígio do que a agremiação rival. Como se o Sporting não tivesse como embaixadores itinerantes permanentes figuras da relevância mundial de um Carlos Lopes, um Luís Figo ou um Cristiano Ronaldo.

Esses sportinguistas com mentalidade perdedora têm os pés num lado da Segunda Circular e a cabeça no lado oposto. Algo que de todo não entendo.


comentar ver comentários (50)
28 Jan 17
Chamem o Sherlock
Pedro Correia

Rui Vitória para a equipa de arbitragem: "Depois não venham queixar-se!"

Declaração intrigante. Queixar-se de quê?


comentar ver comentários (52)
12 Jan 17
Mercado de inverno
Luciano Amaral

Eis um trabalho de scouting à consideração da equipa técnica de futebol do Benfica para possíveis contratações no mercado de Inverno (com o alto patrocínio do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol):

 

 

 


comentar ver comentários (2)
11 Dez 16
Telegrama de Natal
Luciano Amaral

Agora é ganhar o campeonato a estes palhaços, que só sabem ganhar assim.

Tags: ,

comentar ver comentários (12)
16 Nov 16

A santa aliança Arouca-Benfica só conseguiu unir ainda mais os sportinguistas à volta de Bruno de Carvalho. As coisas são o que são.


comentar ver comentários (72)
Spitting image 3
Luciano Amaral

Nunca vi os benfiquistas tão excitados a defender outro clube; minto: também estiveram excitados a defender o Porto, depois do jogo em Alvalade no início desta época, em que o Sporting ganhou com dois golos "marcados com a mão". Parecem daquelas escarretas pegajosas. E ainda dizem que nós é que só pensamos neles.


comentar
01 Nov 16

Do que se vai sabendo do relatório & contas do Benfica referente ao exercício financeiro 2015/16 - estrategicamente divulgado só após a reeleição de Luís Filipe Vieira - destacam-se desde já as cifras relacionadas com a venda de Renato Sanches ao Bayern de Munique, onde o jogador tem vindo a fazer uma época muito abaixo das expectativas dos adeptos bávaros.

Na altura da transferência, a máquina de intoxicação e propaganda da equipa encarnada logo pôs a circular informações que suscitaram títulos como estes: "Venda de Renato Sanches pode render 80 milhões ao Benfica".

Só agora, com os verdadeiros números enfim ao dispor da opinião pública, ficamos a saber quanto o SLB verdadeiramente recebeu: 31,5 milhões. Para informações adicionais sobre a discrepância de verbas, é favor contactar o hipersupermegaempresário Mendes, detentor da chave do cofre.


comentar ver comentários (48)
18 Out 16
Grandezas e misérias
Luciano Amaral

Tem muita graça o spin dos últimos dias segundo o qual o Sporting tem a obrigação de ganhar ao Borussia Dortmund, porque o Borussia Dortmund tem nove lesionados. Mas estamos a brincar ou quê? Dos nove lesionados nem todos entram normalmente a titulares e muitos dos principais titulares não estão lesionados. Arrisco-me a dizer que quase todos os jogadores que vão jogar logo pelo Dortmund tinham entrada directa no onze inicial do Sporting.

 

É fácil de perceber o que se passa: perante as suas campanhas europeias até agora miseráveis, interessa a Benfica e Porto lançar esta cortina de fumo. Ninguém nos jornais se lembrou de nos dizer, por exemplo, que também o Bruges tem metade dos titulares lesionados. Se o Sporting tem a obrigação de ganhar ao Dortmund, o que tem o Porto face ao Bruges? O Sporting fez até agora o que lhe era exigível: vender cara a derrota em Madrid e ganhar ao clube mais fraco do grupo. Pudessem dizer o mesmo Benfica (que levou uma cabazada do 5º classificado italiano e não conseguiu ganhar em casa àquela equipa turca de caranguejolas) e Porto (que não conseguiu ganhar em casa ao colosso dinamarquês e perdeu com uma equipa que se anda a especializar em levar cabazadas em Inglaterra). Dá-lhes muito jeito concentrar o fracasso da jornada europeia numa eventual derrota do Sporting, mas a verdade é que fracasso autêntico seriam eventuais resultados menos bons contra equipas como o Dínamo de Kiev ou o Bruges.

 

Quanto ao Sporting-Dortmund, por muita que seja a conversa dos últimos dias, é um jogo em que o favorito continua a ser o Dortmund. O Sporting tem a obrigação de fazer um bom jogo. Já o Benfica e o Porto têm a obrigação de ganhar.


comentar ver comentários (26)
15 Out 16
Houve Taça
Luciano Amaral

Benfica, esse tomba-gigantes, com golo heróico já no final do prolongamento: 1º Dezembro 1 - Benfica 2.


comentar ver comentários (40)
O Djaló peruano
Pedro Correia

Rui Vitória tirou-o ao intervalo. O sonolento rapaz nem para defrontar equipas do Campeonato Nacional de Seniores serve.

Tags: ,

comentar ver comentários (50)
13 Out 16
Saneamento básico
Pedro Correia

SLB_Clube_RuiGomesDaSilva_JogoSolidario_24Marco201

Como antecipei aqui há seis dias, num texto não por acaso intitulado Como quem enxota uma mosca incómoda, Luís Filipe Vieira decidiu tirar o tapete ao vice-presidente Rui da Silva. O primeiro sinal de Vieira ocorreu num  comunicado em que desautorizava aquele elemento da sua direcção - o maior papagueador de ódio ao Sporting na praça pública - de se pronunciar em nome do SLB, deixando claro que as opiniões do indivíduo em causa "não vinculam a nenhum nível o Sport Lisboa e Benfica".

Mal este comunicado foi tornado público, escutou-se um som de uma forte chapada no frontispício do vice-presidente. A segunda bofetada - ainda mais sonora - ocorreu ontem, quando se confirmou que da Silva não fará parte do próximo elenco directivo do SLB por decisão exclusiva de Vieira. Confirmando-se o que escrevi neste blogue, o líder encarnado fez questão de "reduzir o fala-barato à condição de anão mediático". Detestado por muita gente dentro do seu próprio clube, da Silva "nunca chegará a califa" na Luz, como vaticinei.

Raras vezes tenho aplaudido o presidente do Benfica, mas faço-o hoje aqui. O afastamento agora consumado impunha-se há muito. Por ser uma questão de saneamento básico.


comentar ver comentários (54)
09 Out 16

20161009_155613

20161009_150926

Deixo ao critério das estimadas pessoas que lerem estas palavras a opção de escolherem quem é o Cocó e quem é o Ranheta. 

Miguel Sousa Tavares e Rui Gomes da Silva estão irmanados num bloco central de facadas (lá está) ao Sporting que seria preocupante se não fosse risível, devido à mediocridade (enquanto analistas desportivos) dos envolvidos.

Miguel na sua crónica de 2016.10.04 n' A Bola mostra-se embevecido com Rui, louvando-o pela sua solidariedade com o treinador do FC Porto, cito: "Rui Gomes da Silva confessa que deseja que NES [Nuno Espírito Santo] fique no Porto por muitos e bons anos" p. 36, mais à frente no último parágrafo do texto é que estraga tudo, tentando comparar os péssimos resultados de Porto e Benfica na "champions" com os resultados normais do Sporting.

A admiração de Miguel por Rui é tanta que até lhe "rouba" o título da crónica no citado pasquim para intitular um artigo de opinião no Expresso de ontem (p. 7).

Vamos ao que importa, analisemos então os "desastrosos resultados dos nossos três grandes nos OITO PRIMEIRO JOGOS da Champions" [sic].

 

Porto

Terça, 27 Setembro 2016 - 19h45 - 
Fase de Grupos Grupo G
Leicester City 1 vs FC Porto 0 (golo aos 25', Slimani)
Conclusão, o Porto esteve empatado 25' e a perder 65'; perdeu.
 
Quarta, 14 Setembro 2016 - 19H45 -
Fase de Grupos Grupo G
FC Porto 1 vs Copenhaga 1 (golo 13', Otávio/FCP; Cornelius 51'/Copenhaga)
Conclusão, o Porto esteve a vencer durante 38' e empatado nos restantes 52', empatou.
 
Benfica
 
Quarta, 28 Setembro 2016 - 19H45
Fase de Grupos Grupo B
Nápoles 4 vs Benfica 2 (golo 20' Marek [...])
Conclusão, o Benfica esteve empatado durante 20' e a perder durante 70', perdeu.
 
Terça, 13 Setembro 2016 - 19H45
Fase de Grupos Grupo B
Benfica 1 vs Besiktas 1 (golo 12', Cervi/SLB; Talisca 90+3/Besiktas)
Conclusão, o Benfica esteve a vencer durante 78' e empatado 12', empatou ou taliscou se preferirem.
 
Sporting
 
Terça, 27 Setembro 2016 - 19h45 - 
Fase de Grupos Grupo F
Sporting 2 vs Legia 0 (golos aos 28', Bryan e Dost 37')
Conclusão, o Sporting esteve empatado 28' e a vencer 62', venceu.  
 
Terça, 27 Setembro 2016 - 19h45 - 
Fase de Grupos Grupo F
Real Madrid 2 vs Sporting 1 (golos aos 48' Bruno César; aos 89' Cristiano e aos 90+4 Morata)
Conclusão, o Sporting esteve empatado 48' e a vencer 41', perdeu.
 
Resumindo, no conjunto dos dois jogos o Sporting esteve a vencer durante 103' (quase duas horas) das quais cerca de 45' em Madrid, o Benfica esteve a vencer durante 78' em casa e deixou-se taliscar, o Porto esteve, apenas, a vencer durante 38' o "poderoso" Copenhaga e deixou-se empatar.
Para Miguel Sousa Tavares os números que referimos atrás representam resultados desastrosos.
Os do Porto e os do Benfica, sim. Os do Sporting nem por isso.
 


comentar ver comentários (29)
07 Out 16

 10734person_3754[1].jpg

 

O ainda vice-presidente do Benfica Rui Gomes da Silva, de longe o maior semeador de ódio anti-Sporting oriundo das hostes encarnadas na televisão e no jornal que lhe dão guarida, acaba de receber uma enorme bofetada com chancela institucional do clube da águia.

Refiro-me a um comunicado ontem difundido pelo presidente do SLB, que às tantas especifica o seguinte: "As opiniões, comentários e análises das diferentes personalidades benfiquistas, que apenas na sua condição de adeptos e simpatizantes participam em programas de comentário desportivo, não vinculam a nenhum nível o Sport Lisboa e Benfica."

Repito: "Não vinculam a nenhum nível."

Deste modo gélido, como quem enxota uma mosca incómoda, Vieira acaba de retirar a Silva o estatuto de representante institucional e porta-voz oficioso da sua agremiação nas tribunas da SIC e do matutino A Bola, onde ocupava lugar como putativo cardeal carmelengo do pontífice encarnado e sempre demonstrou ser mais papista do que o papa.

 

O excesso de zelo do referido sujeito foi tanto, sobretudo nas suas prédicas anti-Jesus, que Vieira achou por bem puxar-lhe o tapete. Isto quando não faltam vozes benfiquistas fartas da postura do indivíduo que, como a personagem da banda desenhada, sonha ser califa sem passar de grão-vizir.

"É facílimo para qualquer adversário ter a ideia (mesmo que errada) que a Direcção do Benfica prefere ficar calada e transparecer uma certa moralidade que não tem, porque coloca os seus cães de fila a fazer o trabalho sujo por si nos programas de TV", lê-se neste espaço encarnado. Enquanto este não hesita em chamar "besta" ao ainda vice-presidente do SLB.

 

Silva tem sorte, apesar de tudo, em ser encostado às cordas só por via de um comunicado oficial. Noutros tempos Vieira não hesitaria em chamá-lo à razão em termos menos contidos. Como quando disparou contra um tal  "Gastar Vamos", que estaria insatisfeito por lhe ter sido vedado o "acesso ao camarote presidencial" no estádio da Luz e contra outro, que supostamente espumaria de raiva por ter perdido um "tacho".

Coisas lá entre eles. Dos tempos em que antigos dirigentes do clube eram agredidos por proferirem palavras incómodas nas assembleias-gerais encarnadas. Dos tempos em que Vieira irrompia pelos estúdios de um canal televisivo, interrompendo a emissão sem ser convidado, por não gostar do que se dizia por lá.

 

Agora, aconselhado por gente com algum verniz, deu-lhe para ser moderado e parecer civilizado. A primeira atitude que toma como presidente embalado nesta nova estratégia é desautorizar o ainda vice-presidente fala-barato, reduzindo-o à condição de anão mediático.

Está escrito nos astros: Silva - humilhado neste comunicado escrito propositadamente a pensar nele - nunca chegará a califa.

Já todos sabíamos que vocação para zandinga também não tem.

 


comentar ver comentários (88)
06 Out 16
Da coerência
Francisco Chaveiro Reis

19953997_cwTPw[1].jpg

 

Tags: ,

comentar ver comentários (13)
18 Set 16

O jogo de hoje, até agora, parece o Benfica vs. Sporting do ano passado.

Com o Sporting a fazer de Benfica e o Rio Ave a fazer de Sporting.

Afinal, não...

Faltam cerca de dez minutos para terminar o jogo e o Sporting já conseguiu fazer fora, aquilo que o Benfica não conseguiu fazer em casa... marcar um golo.

Tags: , ,

comentar ver comentários (27)
13 Set 16
Novas modas..
Gabriel Santos

Do outro lado da segunda circular agora é moda não pagar o último mês.

Tags:

comentar ver comentários (14)
01 Set 16

14141561_219869221749786_8965953878251398061_n.jpg

agora é altura de apanhar as canas.


comentar ver comentários (22)
25 Ago 16

eliseu[1].jpg

 

Nos últimos dois meses o Sporting ganhou quatro vezes mais do que o Benfica em mais de meio século.
Ganhou quatro campeões europeus.

O Benfica ganhou um - o primeiro campeão europeu desde 1962. Infelizmente Eliseu, que eu sinceramente aprecio, nem joga a titular.

Daqui lhe envio o meu abraço solidário.


comentar ver comentários (34)
Tags: ,

comentar ver comentários (40)
21 Ago 16
Portugalmente
Luciano Amaral

Um tipo vai de férias à estranja e quando volta o Sporting continua à beira do colpaso: Adrien isto, Slimani aquilo, João Mário aqueloutro. Em suma, o caos. Compare-se com a beleza pastoral do Benfica. Talisca? Luisão? Quem são esses?

No fim, do caos resultou a chegada de Joel Campbell, alguém que se arrisca a vir a ser um dos melhores jogadores do campeonato e de quem os jornalistas desportivos não disseram uma palavra até anteontem. Benditos.


comentar ver comentários (6)
21 Jun 16
Eliseu
Luciano Amaral

Bem, só há um jogador do Benfica: o Eliseu. O Renato Sanches é do Bayern Munique.


comentar ver comentários (6)
27 Mai 16

comentar ver comentários (8)
17 Mai 16
A grande nádega
Luciano Amaral

Pareceu, nos últimos 30 anos, que o grande malefício do futebol português era o FC Porto. Mas o Porto nunca passou (porque nunca quis mais, porque fez disso a sua força) de um clube regional. O que o Porto fez foi conseguir tirar ao Benfica, a partir dos anos 80, os esquemas de "estrutura" que o Benfica construiu nos anos 60 e 70: ou julgam que a "estrutura" é só de agora?

 

Mas a grande nádega é, realmente, o Benfica, com a sua vocação de União Nacional, como a capa de hoje d'A Bola bem ilustra:

benfica2016.jpg

Era assim no tempo da outra senhora e assim continuou a ser até o FC Porto o ter conseguido interromper. O FC Porto conseguiu fazer isso, mas nunca quis ser mais do que aquilo que é: um clube. A grande nádega tem delírios de grandeza.

Tags: , ,

comentar ver comentários (4)

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

A falácia de 1904

Os cábulas adoram copiar

O estado do futebol portu...

Desde 1908 a fazer rir Po...

Guerra, o espião que veio...

Doente terminal

A treta do tetra

Quanto custa o que é vend...

Iguais ao Boavista, piore...

Vale tudo

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

jorge jesus

balanço

slb

há um ano

vitórias

campeonato

jogadores

benfica

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

golos

ler os outros

liga europa

godinho lopes

futebol

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

formação

humor

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds