15 Fev 17

Faz-me impressão que tantos sportinguistas sejam incapazes de se pronunciar sobre as questões leoninas sem mencionarem a todo o momento o clube onde Jorge Jesus foi treinador durante seis anos antes de se transferir para Alvalade.

Todos os dias verifico isso, nas caixas de comentários do És a Nossa Fé.

É um absurdo complexo de inferioridade. Como se o Sporting não fosse um clube com mais história, mais títulos e mais prestígio do que a agremiação rival. Como se o Sporting não tivesse como embaixadores itinerantes permanentes figuras da relevância mundial de um Carlos Lopes, um Luís Figo ou um Cristiano Ronaldo.

Esses sportinguistas com mentalidade perdedora têm os pés num lado da Segunda Circular e a cabeça no lado oposto. Algo que de todo não entendo.


comentar ver comentários (50)
28 Jan 17
Chamem o Sherlock
Pedro Correia

Rui Vitória para a equipa de arbitragem: "Depois não venham queixar-se!"

Declaração intrigante. Queixar-se de quê?


comentar ver comentários (52)
12 Jan 17
Mercado de inverno
Luciano Amaral

Eis um trabalho de scouting à consideração da equipa técnica de futebol do Benfica para possíveis contratações no mercado de Inverno (com o alto patrocínio do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol):

 

 

 


comentar ver comentários (2)
11 Dez 16
Telegrama de Natal
Luciano Amaral

Agora é ganhar o campeonato a estes palhaços, que só sabem ganhar assim.

Tags: ,

comentar ver comentários (12)
16 Nov 16

A santa aliança Arouca-Benfica só conseguiu unir ainda mais os sportinguistas à volta de Bruno de Carvalho. As coisas são o que são.


comentar ver comentários (72)
Spitting image 3
Luciano Amaral

Nunca vi os benfiquistas tão excitados a defender outro clube; minto: também estiveram excitados a defender o Porto, depois do jogo em Alvalade no início desta época, em que o Sporting ganhou com dois golos "marcados com a mão". Parecem daquelas escarretas pegajosas. E ainda dizem que nós é que só pensamos neles.


comentar
01 Nov 16

Do que se vai sabendo do relatório & contas do Benfica referente ao exercício financeiro 2015/16 - estrategicamente divulgado só após a reeleição de Luís Filipe Vieira - destacam-se desde já as cifras relacionadas com a venda de Renato Sanches ao Bayern de Munique, onde o jogador tem vindo a fazer uma época muito abaixo das expectativas dos adeptos bávaros.

Na altura da transferência, a máquina de intoxicação e propaganda da equipa encarnada logo pôs a circular informações que suscitaram títulos como estes: "Venda de Renato Sanches pode render 80 milhões ao Benfica".

Só agora, com os verdadeiros números enfim ao dispor da opinião pública, ficamos a saber quanto o SLB verdadeiramente recebeu: 31,5 milhões. Para informações adicionais sobre a discrepância de verbas, é favor contactar o hipersupermegaempresário Mendes, detentor da chave do cofre.


comentar ver comentários (48)
18 Out 16
Grandezas e misérias
Luciano Amaral

Tem muita graça o spin dos últimos dias segundo o qual o Sporting tem a obrigação de ganhar ao Borussia Dortmund, porque o Borussia Dortmund tem nove lesionados. Mas estamos a brincar ou quê? Dos nove lesionados nem todos entram normalmente a titulares e muitos dos principais titulares não estão lesionados. Arrisco-me a dizer que quase todos os jogadores que vão jogar logo pelo Dortmund tinham entrada directa no onze inicial do Sporting.

 

É fácil de perceber o que se passa: perante as suas campanhas europeias até agora miseráveis, interessa a Benfica e Porto lançar esta cortina de fumo. Ninguém nos jornais se lembrou de nos dizer, por exemplo, que também o Bruges tem metade dos titulares lesionados. Se o Sporting tem a obrigação de ganhar ao Dortmund, o que tem o Porto face ao Bruges? O Sporting fez até agora o que lhe era exigível: vender cara a derrota em Madrid e ganhar ao clube mais fraco do grupo. Pudessem dizer o mesmo Benfica (que levou uma cabazada do 5º classificado italiano e não conseguiu ganhar em casa àquela equipa turca de caranguejolas) e Porto (que não conseguiu ganhar em casa ao colosso dinamarquês e perdeu com uma equipa que se anda a especializar em levar cabazadas em Inglaterra). Dá-lhes muito jeito concentrar o fracasso da jornada europeia numa eventual derrota do Sporting, mas a verdade é que fracasso autêntico seriam eventuais resultados menos bons contra equipas como o Dínamo de Kiev ou o Bruges.

 

Quanto ao Sporting-Dortmund, por muita que seja a conversa dos últimos dias, é um jogo em que o favorito continua a ser o Dortmund. O Sporting tem a obrigação de fazer um bom jogo. Já o Benfica e o Porto têm a obrigação de ganhar.


comentar ver comentários (26)
15 Out 16
Houve Taça
Luciano Amaral

Benfica, esse tomba-gigantes, com golo heróico já no final do prolongamento: 1º Dezembro 1 - Benfica 2.


comentar ver comentários (40)
O Djaló peruano
Pedro Correia

Rui Vitória tirou-o ao intervalo. O sonolento rapaz nem para defrontar equipas do Campeonato Nacional de Seniores serve.

Tags: ,

comentar ver comentários (50)
13 Out 16
Saneamento básico
Pedro Correia

SLB_Clube_RuiGomesDaSilva_JogoSolidario_24Marco201

Como antecipei aqui há seis dias, num texto não por acaso intitulado Como quem enxota uma mosca incómoda, Luís Filipe Vieira decidiu tirar o tapete ao vice-presidente Rui da Silva. O primeiro sinal de Vieira ocorreu num  comunicado em que desautorizava aquele elemento da sua direcção - o maior papagueador de ódio ao Sporting na praça pública - de se pronunciar em nome do SLB, deixando claro que as opiniões do indivíduo em causa "não vinculam a nenhum nível o Sport Lisboa e Benfica".

Mal este comunicado foi tornado público, escutou-se um som de uma forte chapada no frontispício do vice-presidente. A segunda bofetada - ainda mais sonora - ocorreu ontem, quando se confirmou que da Silva não fará parte do próximo elenco directivo do SLB por decisão exclusiva de Vieira. Confirmando-se o que escrevi neste blogue, o líder encarnado fez questão de "reduzir o fala-barato à condição de anão mediático". Detestado por muita gente dentro do seu próprio clube, da Silva "nunca chegará a califa" na Luz, como vaticinei.

Raras vezes tenho aplaudido o presidente do Benfica, mas faço-o hoje aqui. O afastamento agora consumado impunha-se há muito. Por ser uma questão de saneamento básico.


comentar ver comentários (54)
09 Out 16

20161009_155613

20161009_150926

Deixo ao critério das estimadas pessoas que lerem estas palavras a opção de escolherem quem é o Cocó e quem é o Ranheta. 

Miguel Sousa Tavares e Rui Gomes da Silva estão irmanados num bloco central de facadas (lá está) ao Sporting que seria preocupante se não fosse risível, devido à mediocridade (enquanto analistas desportivos) dos envolvidos.

Miguel na sua crónica de 2016.10.04 n' A Bola mostra-se embevecido com Rui, louvando-o pela sua solidariedade com o treinador do FC Porto, cito: "Rui Gomes da Silva confessa que deseja que NES [Nuno Espírito Santo] fique no Porto por muitos e bons anos" p. 36, mais à frente no último parágrafo do texto é que estraga tudo, tentando comparar os péssimos resultados de Porto e Benfica na "champions" com os resultados normais do Sporting.

A admiração de Miguel por Rui é tanta que até lhe "rouba" o título da crónica no citado pasquim para intitular um artigo de opinião no Expresso de ontem (p. 7).

Vamos ao que importa, analisemos então os "desastrosos resultados dos nossos três grandes nos OITO PRIMEIRO JOGOS da Champions" [sic].

 

Porto

Terça, 27 Setembro 2016 - 19h45 - 
Fase de Grupos Grupo G
Leicester City 1 vs FC Porto 0 (golo aos 25', Slimani)
Conclusão, o Porto esteve empatado 25' e a perder 65'; perdeu.
 
Quarta, 14 Setembro 2016 - 19H45 -
Fase de Grupos Grupo G
FC Porto 1 vs Copenhaga 1 (golo 13', Otávio/FCP; Cornelius 51'/Copenhaga)
Conclusão, o Porto esteve a vencer durante 38' e empatado nos restantes 52', empatou.
 
Benfica
 
Quarta, 28 Setembro 2016 - 19H45
Fase de Grupos Grupo B
Nápoles 4 vs Benfica 2 (golo 20' Marek [...])
Conclusão, o Benfica esteve empatado durante 20' e a perder durante 70', perdeu.
 
Terça, 13 Setembro 2016 - 19H45
Fase de Grupos Grupo B
Benfica 1 vs Besiktas 1 (golo 12', Cervi/SLB; Talisca 90+3/Besiktas)
Conclusão, o Benfica esteve a vencer durante 78' e empatado 12', empatou ou taliscou se preferirem.
 
Sporting
 
Terça, 27 Setembro 2016 - 19h45 - 
Fase de Grupos Grupo F
Sporting 2 vs Legia 0 (golos aos 28', Bryan e Dost 37')
Conclusão, o Sporting esteve empatado 28' e a vencer 62', venceu.  
 
Terça, 27 Setembro 2016 - 19h45 - 
Fase de Grupos Grupo F
Real Madrid 2 vs Sporting 1 (golos aos 48' Bruno César; aos 89' Cristiano e aos 90+4 Morata)
Conclusão, o Sporting esteve empatado 48' e a vencer 41', perdeu.
 
Resumindo, no conjunto dos dois jogos o Sporting esteve a vencer durante 103' (quase duas horas) das quais cerca de 45' em Madrid, o Benfica esteve a vencer durante 78' em casa e deixou-se taliscar, o Porto esteve, apenas, a vencer durante 38' o "poderoso" Copenhaga e deixou-se empatar.
Para Miguel Sousa Tavares os números que referimos atrás representam resultados desastrosos.
Os do Porto e os do Benfica, sim. Os do Sporting nem por isso.
 


comentar ver comentários (29)
07 Out 16

 10734person_3754[1].jpg

 

O ainda vice-presidente do Benfica Rui Gomes da Silva, de longe o maior semeador de ódio anti-Sporting oriundo das hostes encarnadas na televisão e no jornal que lhe dão guarida, acaba de receber uma enorme bofetada com chancela institucional do clube da águia.

Refiro-me a um comunicado ontem difundido pelo presidente do SLB, que às tantas especifica o seguinte: "As opiniões, comentários e análises das diferentes personalidades benfiquistas, que apenas na sua condição de adeptos e simpatizantes participam em programas de comentário desportivo, não vinculam a nenhum nível o Sport Lisboa e Benfica."

Repito: "Não vinculam a nenhum nível."

Deste modo gélido, como quem enxota uma mosca incómoda, Vieira acaba de retirar a Silva o estatuto de representante institucional e porta-voz oficioso da sua agremiação nas tribunas da SIC e do matutino A Bola, onde ocupava lugar como putativo cardeal carmelengo do pontífice encarnado e sempre demonstrou ser mais papista do que o papa.

 

O excesso de zelo do referido sujeito foi tanto, sobretudo nas suas prédicas anti-Jesus, que Vieira achou por bem puxar-lhe o tapete. Isto quando não faltam vozes benfiquistas fartas da postura do indivíduo que, como a personagem da banda desenhada, sonha ser califa sem passar de grão-vizir.

"É facílimo para qualquer adversário ter a ideia (mesmo que errada) que a Direcção do Benfica prefere ficar calada e transparecer uma certa moralidade que não tem, porque coloca os seus cães de fila a fazer o trabalho sujo por si nos programas de TV", lê-se neste espaço encarnado. Enquanto este não hesita em chamar "besta" ao ainda vice-presidente do SLB.

 

Silva tem sorte, apesar de tudo, em ser encostado às cordas só por via de um comunicado oficial. Noutros tempos Vieira não hesitaria em chamá-lo à razão em termos menos contidos. Como quando disparou contra um tal  "Gastar Vamos", que estaria insatisfeito por lhe ter sido vedado o "acesso ao camarote presidencial" no estádio da Luz e contra outro, que supostamente espumaria de raiva por ter perdido um "tacho".

Coisas lá entre eles. Dos tempos em que antigos dirigentes do clube eram agredidos por proferirem palavras incómodas nas assembleias-gerais encarnadas. Dos tempos em que Vieira irrompia pelos estúdios de um canal televisivo, interrompendo a emissão sem ser convidado, por não gostar do que se dizia por lá.

 

Agora, aconselhado por gente com algum verniz, deu-lhe para ser moderado e parecer civilizado. A primeira atitude que toma como presidente embalado nesta nova estratégia é desautorizar o ainda vice-presidente fala-barato, reduzindo-o à condição de anão mediático.

Está escrito nos astros: Silva - humilhado neste comunicado escrito propositadamente a pensar nele - nunca chegará a califa.

Já todos sabíamos que vocação para zandinga também não tem.

 


comentar ver comentários (88)
06 Out 16
Da coerência
Francisco Chaveiro Reis

19953997_cwTPw[1].jpg

 

Tags: ,

comentar ver comentários (13)
18 Set 16

O jogo de hoje, até agora, parece o Benfica vs. Sporting do ano passado.

Com o Sporting a fazer de Benfica e o Rio Ave a fazer de Sporting.

Afinal, não...

Faltam cerca de dez minutos para terminar o jogo e o Sporting já conseguiu fazer fora, aquilo que o Benfica não conseguiu fazer em casa... marcar um golo.

Tags: , ,

comentar ver comentários (27)
13 Set 16
Novas modas..
Gabriel Santos

Do outro lado da segunda circular agora é moda não pagar o último mês.

Tags:

comentar ver comentários (14)
01 Set 16

14141561_219869221749786_8965953878251398061_n.jpg

agora é altura de apanhar as canas.


comentar ver comentários (22)
25 Ago 16

eliseu[1].jpg

 

Nos últimos dois meses o Sporting ganhou quatro vezes mais do que o Benfica em mais de meio século.
Ganhou quatro campeões europeus.

O Benfica ganhou um - o primeiro campeão europeu desde 1962. Infelizmente Eliseu, que eu sinceramente aprecio, nem joga a titular.

Daqui lhe envio o meu abraço solidário.


comentar ver comentários (34)
Tags: ,

comentar ver comentários (40)
21 Ago 16
Portugalmente
Luciano Amaral

Um tipo vai de férias à estranja e quando volta o Sporting continua à beira do colpaso: Adrien isto, Slimani aquilo, João Mário aqueloutro. Em suma, o caos. Compare-se com a beleza pastoral do Benfica. Talisca? Luisão? Quem são esses?

No fim, do caos resultou a chegada de Joel Campbell, alguém que se arrisca a vir a ser um dos melhores jogadores do campeonato e de quem os jornalistas desportivos não disseram uma palavra até anteontem. Benditos.


comentar ver comentários (6)
21 Jun 16
Eliseu
Luciano Amaral

Bem, só há um jogador do Benfica: o Eliseu. O Renato Sanches é do Bayern Munique.


comentar ver comentários (6)
27 Mai 16

comentar ver comentários (8)
17 Mai 16
A grande nádega
Luciano Amaral

Pareceu, nos últimos 30 anos, que o grande malefício do futebol português era o FC Porto. Mas o Porto nunca passou (porque nunca quis mais, porque fez disso a sua força) de um clube regional. O que o Porto fez foi conseguir tirar ao Benfica, a partir dos anos 80, os esquemas de "estrutura" que o Benfica construiu nos anos 60 e 70: ou julgam que a "estrutura" é só de agora?

 

Mas a grande nádega é, realmente, o Benfica, com a sua vocação de União Nacional, como a capa de hoje d'A Bola bem ilustra:

benfica2016.jpg

Era assim no tempo da outra senhora e assim continuou a ser até o FC Porto o ter conseguido interromper. O FC Porto conseguiu fazer isso, mas nunca quis ser mais do que aquilo que é: um clube. A grande nádega tem delírios de grandeza.

Tags: , ,

comentar ver comentários (4)
14 Mai 16

Renato Sanches não joga amanhã frente ao Nacional.


comentar ver comentários (38)
04 Mai 16

Para ser campeão é preciso recursos. Quais são? Ora, recursos que claramente não temos...

- Vouchers aos árbitros

- Capeladas e Paixões

- Presidentes do Conselho de Arbitragem

- Comunicação Social

- Futebol medíocre 

- Apenas um penálti a favor em trinta e dois (32!) jogos

- Zero cartões vermelhos em trinta e dois (32!) jogos

- Portas 18 caiadas de branco

- Incentivos financeiros encapotados na compra de bilhetes

- Jogadores indispostos ou lesionados com a maleita: futura contratação do benfica.

 

Com isto tudo fica clara a análise. O Sporting se não ganhar o campeonato, perde devido aos empates com o Tondela e Guimarães, mais a derrota contra o carnide. O benfica a ser campeão ganha pela sua vasta lista de recursos.

É caso para simplificar: não perdemos por culpa das arbitragens, eles ganham por favor dos árbitros.


comentar ver comentários (22)
03 Mai 16

O ambiente de verdadeiro delírio conspirativo em que os benfiquistas transformaram este campeonato merecia uma lição. Na paranóia demencial do benfiquista, todas as equipas que jogam contra o Sporting foram corrompidas pelo Sporting para perderem e todas as equipas que jogam contra o Benfica foram corrompidas para ganharem (como se o objectivo de um jogo de futebol não fosse ganhá-lo...); até o Porto perdeu de propósito; quando não são as equipas todas, são certos membros das equipas (o Tonel, o guarda-redes do União da Madeira ou mais não-sei-quem). Todas as equipas que jogam contra o Benfica jogam dopadas (porque o Sporting mandou, presume-se); todas as que jogam contra o Sporting jogam sem doping. O próprio Sporting joga dopado. Todos os árbitros fazem fretes ao Sporting e tentam prejudicar o Benfica.

 

Pelo caminho, vai ficando um rasto de lama, que é lançada sobre toda a gente, na praça pública e aos berros: sobre o Sporting, sobre o Marítimo, sobre o Vitória de Guimarães, sobre o Sérgio Conceição, sobre o Tonel, sobre o Soares Dias... Trata-se de uma espécie de arrasa, que conspurca tudo à sua passagem.

 

Era importante ganhar o campeonato para mostrar que este género de loucura e canalhice não leva a nada. Mas o problema é que talvez leve: os jogadores do Marítimo (e a seguir serão os do Nacional, se for preciso) jogarão condicionados, para não darem a ideia de que foram corrompidos; os árbitros ficam com o peso do mundo nas costas. Terão de ser muito corajosos para resistirem ao ambiente de completa insanidade em seu redor.


comentar ver comentários (14)
Ainda as malas
Luciano Amaral

Como parece que isto se resolve tudo através de malas, aquele frango do guarda-redes do Braga só se explica pela existência de uma. Quanto tinha lá dentro?

Tags: ,

comentar ver comentários (14)
02 Mai 16
Olha a mala
Luciano Amaral

Onde se fala de um "hidrovião". Para além disso, da "Madeira mais fina":

 


comentar ver comentários (1)
O jogo da mala
Luciano Amaral


comentar ver comentários (4)
30 Abr 16

Três grandes?

Um grande, um assim-assim e um pequeno.

Grande........................... Sporting - 9 pontos

Assim-Assim....................... Porto - 6 pontos

Pequeno.......................... Benfica - 3 pontos

Tags: , ,

comentar ver comentários (15)
25 Abr 16

Então hoje não há gracinhas com aquele Vilas Boas que atirou um espectacular petardo à barra da sua própria baliza, que acabou por funcionar como assistência para o golo do Benfica? O mesmo que, numa jogada de possível perigo do Rio Ave ao pé da baliza do Benfica, foi expulso, acabando logo com o jogo ali?

 

Oiça, se eu fosse presidente do Rio Ave nunca mais deixava este jogador jogar. Oiça, se eu mandasse nisto, este homem era irradiado do futebol.

Tags: ,

comentar ver comentários (23)
21 Abr 16
Tags:

comentar ver comentários (36)
11 Abr 16
One down
Luciano Amaral

Eu sei que há ciclos e que as coisas começam e acabam, mas cheguei a desesperar que aquela máquina de verdadeira javardice futebolística que Pinto da Costa criou lá pelos fins da década de 70 no Porto alguma vez chegasse ao fim. Finalmente, está com ar disso. Se os estudos me serviram para alguma coisa, dá-me a impressão de que o Porto se confronta com o clássico problema do ditador: não tem regra de sucessão clara. Nas democracias há eleições, nas monarquias segue-se o rei posto ao rei morto. Nas ditaduras (sobretudo as bem sucedidas), segue-se o caos.

 

Uma nádega parece estar a ir-se, portanto. Falta a outra.


comentar ver comentários (1)
05 Abr 16
Lions never quit
Luciano Amaral

Leicester.png

Lá passei uns dias de trabalho em Inglaterra, incluindo o fim-de-semana e a segunda-feira. A excitação com o Leicester é contagiante, de tal maneira que começa a dar a impressão de que até os outros clubes querem que eles ganhem o campeonato. E eles continuam a fazer justiça ao seu lema: foxes never quit (as raposas nunca desistem), ganhando jogo atrás de jogo. A história parece boa demais para ser verdadeira: há dois anos estavam na segunda divisão, há exactamente um ano estavam no último lugar da primeira, com menos 50 pontos do que agora. A estrela da companhia, Jamie Vardy, é um tipo que ainda há meia dúzia de anos trabalhava numa siderurgia em Sheffield. A surpresa é tal que nem se consegue arranjar uma mísera t-shirt. O meu filho pediu-me uma. Passei por três cidades, uma delas Londres, e por não-sei-quantas lojas: simplesmente não há merchandising do Leicester.

 

Como estava fora, não vi nada dos jogos portugueses. Mal soube do resultado dos lampiões com os lampiões do norte e da história do pénalti aos oitenta e tal minutos, cheirou-me tudo a palhaçada. Foi palhaçada, de certeza. Ontem, o meu voo de Londres, que deveria ter saído às 20.25, saiu atrasado, às 21.00, exactamente à hora do começo do Benfica C - Sporting. O avião aterrou cerca de duas horas depois, mais ou menos na altura em que o jogo acabou. Na clássica entrada pelo Tejo, pude ver o estádio do Restelo bem iluminado. Com a minha tradicional superstição sportinguista, achei que a hora de partida e a hora de chegada eram bom sinal. Mal pude ligar o telemóvel, confirmei que sim, apesar do resultado estranho. As palhaçadas do clube do karateka da Musgueira são cansativas. Por mim, era já este ano que acabávamos com elas.

 

As raposas não desistem? Muito menos os leões.


comentar ver comentários (3)
28 Mar 16
O mini-vizir
Pedro Correia

iznogoud3[1].jpg

 

É a nova modalidade estatística da papoila mais saltitante das noites de segunda-feira: fazer o inventário do que não ganhou. "Eu à conta de Jorge Jesus perdi três campeonatos daqueles que devia ter ganho, perdi uma Liga Europa com o Chelsea no último minuto, perdi uma Liga Europa com o Sevilha!", zumbiu há uma semana.

Se repararmos bem, o verdadeiro destinatário desta farpa é Luís Filipe Vieira, que se sagrou "não-vencedor" na grande maioria dos anos do seu mandato, iniciado em Novembro de 2003. Em 12 campeonatos possíveis, só conquistou quatro (três deles com Jesus). Um terço do total.

A pretexto do actual treinador do Sporting, portanto, Silva quer atingir o presidente do Benfica. Como o grão-vizir da banda desenhada criada por René Goscinny, também ele sonha ser califa no lugar do califa.

Vai ficar pelo sonho, pobre dele. E nem a grão-vizir chega. Só a mini-vizir.


comentar ver comentários (7)
21 Mar 16
Um justo campeão
Luciano Amaral

Também por acidente, vi os minutos finais da primeira parte do Boavista-Benfica. Foi o suficente para Samaris me ter enchido o olho com um golpe genial, por trás, sobre um jogador do Boavista (o meu filho disse-me que já tinha um amarelo: deve ter sido por isso que o árbitro não o quis favorecer mostrando-lhe outro - prémios como esse têm de ser usados com parcimónia) e Eliseu me ter maravilhado (e julgo que todos os que testemunharam o momento) com um golpe certeiro na perna de Rúben Ribeiro. Os jogos do Benfica parecem-se cada vez mais com os do Canelas, dos Super-Dragões. É por isso que vai ser o justo campeão. De futebol não, que (os benfiquistas que me desculpem) não jogam nada. Mas de karaté sim. São sem dúvida os melhores na modalidade. E ainda dizem que o Benfica não é um clube eclético.


comentar ver comentários (33)

Há 365 dias que o Benfica não sofre um penálti nem vê um seu jogador expulso no campeonato português. A última vez que isso aconteceu foi a 21 de Março de 2015, num Rio Ave-SLB, quando Ukra converteu uma grande penalidade para os vilacondenses aos 73' e Luisão viu o cartão vermelho aos 85'.

O árbitro que se atreveu a expulsá-lo e a marcar o castigo máximo, Marco Ferreira, foi despromovido no final da época, acabando por abandonar a actividade.

As coisas são o que são.


comentar ver comentários (110)
09 Mar 16

Há 353 dias que o Benfica não vê um seu jogador expulso no campeonato português. A última vez que isso aconteceu foi a 21 de Março de 2015, num Rio Ave-SLB, quando Luisão viu o cartão vermelho aos 85' de jogo.

As coisas são o que são.

 


comentar ver comentários (76)
06 Mar 16
Questões pós-dérbi
Luciano Amaral

1. Isto é tudo um plano para manter o Vitória a treinador do Benfica, não é? E no fim levamos o caneco na mesma, não é?

 

2. Lá vi o Sanches jogar ao vivo pela primeira vez. O tipo é mesmo a fraude que a gente sempre disse que era, não é?

 

3. Quantas bordoadas por jogo pode dar o Sanches sem ver cartão ou ser expulso?

 

4. O Jesus faz aquele número do Teo só para nos chatear, não faz?

 

5. O Bryan Ruiz faz aqueles números em frente à baliza de propósito, não faz?


comentar ver comentários (14)
25 Fev 16
Ir-res-pi-rá-vel
Luciano Amaral

De repente, vejo tantas virgens denunciando o ambiente irrespirável (absolutamente ir-res-pi-rá-vel!) que se vive no futebol português. Pois: aparece o Sporting a ameaçar o duopoliozinho dos meninos e os meninos já não gostam. Recordam-se certamente dos tempos das lucíliadas, das capeladas, do apito dourado, das esperas em parques de estacionamento e na tasca do pai do árbitro (ah não, espera, isso foi anteontem...) e de como tudo era belo. Era um tempo de grandes senhores, de cavalheiros, um tempo de lindo desportivismo, de futebol pelo futebol.

Tags: , ,

comentar ver comentários (3)

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Complexo de inferioridade

Chamem o Sherlock

Mercado de inverno

Telegrama de Natal

A santa aliança Arouca-Be...

Spitting image 3

Os números verdadeiros

Grandezas e misérias

Houve Taça

O Djaló peruano

Arquivo

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

prognósticos

jorge jesus

vitórias

há um ano

balanço

campeonato

slb

arbitragem

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

ler os outros

clássicos

árbitros

golos

nós

euro 2016

futebol

comentadores

crise

marco silva

scp

cristiano ronaldo

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds