28 Jan 17
Chamem o Sherlock
Pedro Correia

Rui Vitória para a equipa de arbitragem: "Depois não venham queixar-se!"

Declaração intrigante. Queixar-se de quê?


comentar ver comentários (52)
10 Dez 16

comentar ver comentários (10)
03 Out 16
O homem com mais sorte do mundo?
Pedro Boucherie Mendes

 

 

Será Rui Vitória o homem mais sortudo do mundo? Talvez, mas talvez não seja apenas isso.
Há qualquer coisa no treinador do Benfica de desconcertante. Tem um aspecto entre o simpático e o indiferente, é pouco activo no banco, desinteressante nas conferências de imprensa e nas entrevistas, insosso nas opções e a sua equipa espelha isso mesmo. Desde o ano passado, e a seguir ao choque das primeiras jornadas, que o Benfica joga um futebol feijão frade com atum. Chato, indefinido, maçudo mas de uma eficácia terrível porque no fim lá chega o golo, ou os golos. É como se nos pusessem o feijão frade com atum à frente e por acaso até nos apetecesse comer aquilo.
Sempre que Vitória tenta ir além daquilo que sabe, sempre que “inventa”, dá-se mal. O que podemos dizer é que tem a esperteza de retroceder muito rapidamente, numa conduta defensiva e pouco audaz, mas que é recompensada por vitórias atrás de vitórias atrás de vitórias, com golos fabulosos, golos que é só empurrar, golos que resultam de lances estranhos, golos caídos do céu, auto-golos e golos-golos.
Definir o futebol do Benfica, tri-campeão e principal favorito ao título, é complicado e trabalhoso. Acho que essa é uma das partes que pica JJ, essa falta de afirmação e hubris no modelo, que (para ele JJ) são tão essenciais quanto as vitórias.
Mas Rui Vitória tem algo mais que creio lhe é dado por um agudo sentimento de sobrevivência. Enquanto JJ não tem medo de nada e até tem gosto na vertigem, RV deixa-se estar sossegadinho no seu canto porque sabe que à mínima será posto a andar. Por isso roda guarda-redes (sabe que a administração precisa de vender Ederson ou até Júlio César); por isso aposta em Horta, Nélson, Guedes, José Gomes (porque sabe que Vieira está apaixonado pelo Seixal), por isso vai dando chances a Carrilho (porque sabe que para Vieira o Sporting não se pode ficar a rir), por isso faz avançar Luisão (porque sabe que os fogos se começam a combater com prevenção). RV também já percebeu que o Benfica é um clube grande e influente e que haverá muita decisão de arbitragem dúbia que pingará para o seu lado. Acho que também é por isso que arrisca pouco, como acho que esse é um dos factores que JJ ainda não incorporou, esse de que o espectro Benfica assombra mais a malta de apito que o espectrozinho Sporting.
Vejo aqui muita inteligência emocional no treinador do Benfica, um homem que do meu ponto de vista faz e fez mais pelo clube do que se calhar os adeptos, ocupados a odiar JJ, julgam.
Rui Vitória tem beneficiado de um Porto desorientado (mas que mesmo assim lhe ganhou em casa) e de um Sporting tão excitado tão excitado que atrai para si todo o tipo de atenções, esquecendo-se o próprio Sporting que está longe de ter mesmas as armas do Benfica.  
Mais do que sortudo, RV parece-se ser o mais sensato e ladino homem no futebol português actual. E isso é meritório.


comentar ver comentários (31)
22 Ago 16
Rui, esta é para ti.
Gabriel Santos

 


comentar ver comentários (15)
24 Mai 16
Kill your darlings
Adelino Cunha

Rui Vitória está feito um homem. Pelo menos, visto de longe, certo, era isso que queria dizer. Disse hoje no jornal do Benfica que João Gabriel e Pedro Guerra andam a meter água: que o título resulta do seu "trabalho apuradíssimo" e não dessa coisa de terem todos "dado as mãos". Cuidado. O homem não está apenas a renegar a inspiração evangélica que sopra da catedral: está também a dizer que vai cortar menos as unhas dos pés para se sentir mais alto. Estará o lampianismo messiânico em crise de identidade?


comentar ver comentários (24)
18 Mai 16

Estava a acabar de colocar o pacote do vinho na minha lancheira quando ouvi alguém dizer que o Rui Vitória tinha dito qualquer coisa sobre determinado assunto. Eram 6 da manhã. Havia já uma fila de estucadores e pintores ucranianos (todos eles foram médicos e engenheiros no seu país) que esperavam pela sua vez para entrar na casa de banho, e eu tinha de chegar à obra antes das 7. Os outros pedreiros já estavam dentro da carrinha do sub-empreiteiro à minha espera. É uma boa carrinha de 9 lugares onde cabem facilmente 14 pessoas. Não sejamos mal agradecidos. Há meses que o condutor diz isto. Sentei-me como Deus deixou no meio daquela multidão. Meti a lancheira entre as pernas, e comecei a sentir-me ligeiramente queimado com o calor da dobrada do almoço. Aguentei-me: trolha que é trolha, aguenta tudo. Acho que disse isto em voz alta, porque um dos outros gajos grunhiu qualquer coisa como «não se responde quando os rivais estão no chão». Abanei a cabeça, e devo ter dito que sim.


comentar ver comentários (18)
13 Mai 16

Pedro, até o Rui Vitória acha isso (será que aceitou uma mala também ele?):

 


comentar ver comentários (4)
06 Mar 16
Questões pós-dérbi
Luciano Amaral

1. Isto é tudo um plano para manter o Vitória a treinador do Benfica, não é? E no fim levamos o caneco na mesma, não é?

 

2. Lá vi o Sanches jogar ao vivo pela primeira vez. O tipo é mesmo a fraude que a gente sempre disse que era, não é?

 

3. Quantas bordoadas por jogo pode dar o Sanches sem ver cartão ou ser expulso?

 

4. O Jesus faz aquele número do Teo só para nos chatear, não faz?

 

5. O Bryan Ruiz faz aqueles números em frente à baliza de propósito, não faz?


comentar ver comentários (14)
09 Jan 16

comentar ver comentários (12)
06 Jan 16

6h00 – Jorge Jesus acorda. Rui Vitória sente-se indignado por Jorge Jesus acordar a um horário que lembra as temporadas no benfica.

 

7h00 – Jorge Jesus toma o pequeno almoço pondo queijo vitória na torrada, Rui responde dizendo que não admite este tratamento de inferiorização por parte do antecessor.

 

8h00 – Jorge Jesus pega no carro metendo a primeira. Rui Vitória relembra que ainda há muito campeonato pela frente e que antes de sair de casa conseguiu meter mais 5 vezes a primeira do que JJ, esquecendo-se que efectivamente tinha engatado 8 vezes a marcha-atrás.

 

9h00 – Jorge Jesus começa o treino. Chama Gelson e Matheus para acertar pormenores tácticos. Sai capa adicional d’ A Bola, em letras gordas dizendo, Vitória na formação: Renato Sanchez no Man. United por 50 milhões de euros.

 

11h00 – Jorge Jesus dá uma conferência de imprensa falando do estado do campo. Rui Vitória entra atrasado (depois de pagar um bolo rei à equipa) referindo que não entra em jogos psicológicos, e que para batatais ele dará a resposta.

 

13h00 - Jorge Jesus come bifes de cebolada. Rui Vitória sente-se ofendido e denegrido por um colega de trabalho, dizendo que não aceita ser comido de cebolada.

 

15h00 – Jorge Jesus inicia o treino com marcação de penáltis. Rui Vitória dá uma entrevista dizendo que a sua equipa não precisa de penáltis para continuar na corrida do título, que ganham por mérito próprio, sendo exemplo disso a 15º Jornada.

 

17h00 – Jorge Jesus olha para o relógio e sorri. Rui Vitória sente-se desdenhado pelo colega de profissão, uma vez que o sorriso deste relembra-lhe os sete golos sofridos contra o Sporting esta época.

 

18h00 – Jorge Jesus dá o onze titular aos jogadores. Pedro Guerra fala na CMTV dizendo que  ao alinhar com estes jogadores ele, seguramente, está em PÂNICOOO.

 

20h50 – Jorge Jesus enaltece a qualidade do futebol praticado pelo Sporting. Rui Vitória recorda o minuto 70... e Gonçalo Guedes refere que não ganhou a melhor equipa, respondendo assim três vezes à pergunta “qual o seu grau de escolaridade?”.

 

22h00 – Jorge Jesus chega a casa e vai ver os resultados dos jogos do porto e do benfica. Rui Vitória fala em obsessão do treinador do Sporting com o benfica, dizendo que só ele pode ser obcecado pelo benfica, numa obsessão tão obsessiva que chega a ser obsessiva a obsessão que este homem obcecado, tem pelo Jesus.

 

(Qualquer semelhança com ficção é pura realidade.)


comentar ver comentários (2)
27 Dez 15
O Calimero
Pedro Correia

calimerisme[1].jpg

 

Choradinho é isto:

23 de Agosto - «Rui Vitória reafirma desejo do tricampeonato e critica a arbitragem»


E isto:

21 de Setembro - «Rui Vitória critica a arbitragem»


E mais isto:

4 de Dezembro - «Rui Vitória critica erros de arbitragem»

 

Meia época a justificar erros próprios com os homens de apito. A obra de Vitória.


comentar
04 Dez 15

comentar ver comentários (4)
22 Nov 15

Rui Vitória voltou ao Vitória de Guimarães. Acho que nem o José Mota passaria tanto tempo a falar do árbitro.


comentar ver comentários (1)
29 Out 15
Caminharei
Rui Cerdeira Branco

Dedicado ao Senhor Estrutura e ao simpático treinador do Atípico de Carnide:

 

Caminharei, caminharei...

 

Pela tua estrada, Estrutura.
Dá-me a tua mão, quero ficar
P'ra sempre junto de ti.

 

Senti-me só, só e cansado do mundo, 

Quando perdi o amor
Tantas pessoas vi, então, junto a mim;
Ouvi cantar assim:

 

Caminharei... 

 

Não entendia, mas fiquei a ouvir
Quando o Estrutura me falou,
Ele me chamava, precisava de mim
E eu respondi assim:

 

Caminharei... 

 

Não me importa se alguém ri de mim,
Ele certamente não sabe
Do grande dom recebido naquele dia
Quando eu disse ao Estrutura assim:

 

Caminharei... 

 

Às vezes estou triste, mas olho em redor
Descubro o mundo e o amor;
são estes dons que ele nos dá,
Volto feliz a cantar:

 

Caminharei...

 


comentar ver comentários (2)
28 Out 15

 


comentar ver comentários (3)
27 Out 15
Sem estatuto
Pedro Correia

O Benfica não perdeu só em campo contra o Sporting. Perdeu também fora dele. As lamentáveis declarações prévias de Rui Vitória ao dizer que iria defrontar não uma equipa mas "onze jogadores" produziram efeito de ricochete: 24 horas depois viraram-se contra quem as proferiu.
Vitória não tem estatuto sequer para pensar frases destas. Muito menos para falar como falou.


comentar ver comentários (22)
26 Out 15

Creio que Rui Vitória não virá a cumprir o tempo necessário como treinador do Benfica para lhe agradecermos integralmente a forma desinteressada como nos ajudou a concretizar os nossos objectivos. Não é qualquer um que alinha de início com o Raul Jimenez, coloca o Gaitán na direita, põe em campo o Fejsa ao intervalo para segurar o resultado e espera pelos últimos 10 minutos do jogo para arriscar Mitroglu com um resultado desfavorável de três golos. A Rui Vitória um grande bem-haja.

 


comentar ver comentários (1)
Saber da poda
Luciano Amaral

Agora a sério: como se pode achar que o falhanço do André Almeida no primeiro golo foi azar? O falhanço foi provocado. E numa zona do campo terrível. Depois digam-me que houve sorte no ressalto... Quais sorte: se não tocasse primeiro na mão do Júlio César, tocava primeiro no pé do Teo e, muito provavelmente, entrava lá dentro como aquela entrou.

 

Ainda a sério: como se pode achar que, no terceiro golo, foi azar o Slimani (esse tosco épico do drible) conseguir percorrer 1/4 do campo sem praticamente ser incomodado e ainda rematar à baliza para defesa difícil do Júlio César? O Slimani fez o que quis porque o Benfica não apresentou meio-campo e defesa que se vissem.

 

Não houve coisas a correr bem de um lado e mal do outro: houve saber da poda e não saber.


comentar ver comentários (5)
Arte da guerra #36
Luciano Amaral

Aforismo #36 do Sun Tzu de Alverca do Ribatejo: "Quando tudo corre bem ao adversário e mal a ti é porque não há nada a fazer".


comentar ver comentários (2)
Arte da guerra #21
Luciano Amaral

Aforismo #21 do Sun Tzu de Alverca do Ribatejo: "Considera atípico todo o jogo em que leves um banho de bola do adversário e desmoralizá-lo-ás, vergado ao peso da tua sabedoria".


comentar
Arte da guerra #9
Luciano Amaral

Aforismo #9 do Sun Tzu de Alverca do Ribatejo: "Joga sempre com 11 jogadores contra uma equipa e sentirás o doce sabor da vitória"


comentar
Já sabe
Pedro Correia

Rui Vitória não sabia se ia jogar contra uma equipa ou contra "onze jogadores". A esta hora já sabe.


comentar
25 Out 15
É isto?
Marta Spínola

11 jogadores > equipa que somos nós 

 


comentar ver comentários (1)
13 Ago 15

As tropas reorganizam-se. No editorial de hoje no diário A Bola, em prosa assinada pelo director do jornal, o título basta para definir toda uma linha de acção: "Benfica reage como tinha de ser". E lá surge - como não? - a estocada aos rivais do clube da Luz: "É admissível que o presidente do Benfica tenha sido surpreendido pela súbita e inesperada capacidade aquisitiva dos dois rivais. O que se dizia é que estavam todos pelas ruas da amargura, não havia dinheiro para mandar cantar um cego e, de repente, chegam Imbula e Osvaldo, e pagam-se ordenados milionários a Casillas e Maxi, enquanto a Alvalade chegam Bryan Ruiz e Teo Gutiérrez, João Pereira e Naldo, Aquilani e Bruno Paulista. Tudo isto, mais o contrato milionário de Jesus."

 

Na página 3 do jornal, que acaba de ser "reforçado" com uma coluna de opinião assinada por Rui Gomes da Silva (título do texto de hoje: "Só o Benfica. Claro!!!" - assim mesmo, com três pontos de exclamação!!!), o director-adjunto José Manuel Delgado segue a mesma linha de afago psicológico ao povo benfiquista, que anda de asa caída, garantindo que a opção de Vieira para treinador é indiscutível: "Sejamos absolutamente francos: Rui Vitória é um bom treinador do futebol, com provas dadas por onde passou, fiável, competente e sério. E não é por ter tido uma falsa partida no Benfica que deixa de ser o que é."

Extraordinário. A "absoluta franqueza", no periódico da Travessa da Queimada, faz-se sem um assomo de crítica: limita-se à utilização perdulária de adjectivos. De resto, A Bola mantém-se fiel aos seus pergaminhos. Como Vítor Serpa assinala sem rodeios no editorial, "o Benfica tem mesmo de reagir ao perigoso ataque dos rivais". Só lhe faltaram os três pontos de exclamação de Gomes da Silva...

 

Eis-nos perante algo que constitui mais do que uma declaração de intenções: é quase uma palavra de ordem. Acompanhemos com atenção as cenas que vão seguir-se.


comentar ver comentários (22)
12 Ago 15

«Jorge Jesus iniciou a pré-época com ideias claras e montou a equipa em função disso. Nunca vacilou em termos de esquema táctico nem de ideias de jogo. Apresentou o 4x4x2 (ou o 4x1x3x2, se quisermos) utilizado nos seis anos ao serviço do Benfica, moldou os jogadores sob este princípio e viu chegar os reforços - actuou com quatro no onze - para posições definidas e não para lugares mais ou menos híbridos. Do outro lado da Segunda Circular passou-se precisamente o inverso. Rui Vitória vacilou na estratégia, principalmente depois de perder Lima, e cometeu mesmo a proeza de apresentar no Algarve um onze que nunca testara nos cinco particulares até a essa data disputados.»

Luís Pedro Sousa, hoje, no Record


comentar ver comentários (18)
10 Ago 15
A cara deles
Antonio Figueira

O Jesus é o Ron Wood, sem tirar nem pôr, e o Vitória tem cara de secretário de Estado, coitado; e entre um e o outro, está-se mesmo a ver quem é que está para durar - tasse, não tasse?


comentar
15 Jun 15
As virgens ofendidas
Duarte Fonseca

Uma das muitas críticas que fizeram aos dirigentes do Sporting no processo de contratação de Jorge Jesus, consubstanciou-se na inadmissibilidade da contratação de Jorge Jesus enquanto Marco Silva ainda era treinador do clube.

 

Uma falácia de todo o tamanho, porque só depois de despedir Marco Silva é que o Sporting confirmou Jorge Jesus como futuro treinador. E ainda nem foi apresentado, apesar de Marco Silva já não ser treinador do Sporting.

 

Fico agora a aguardar que as mesmas virgens ofendidas venham dizer o mesmo sobre o facto de hoje o Benfica ter apresentado um treinador que neste momento partilha, em simultâneo, o cargo com Jorge Jesus. Sim, porque Jesus é treinador do Benfica até 30.Jun.2015.

 

P.s. registo estas declarações do novo treinador do Benfica: "Não foi difícil convencer-me". Acredito que não, o que foi difícil (15 dias) foi a direcção do seu novo clube convencer-se que ele seria a escolha certa...


comentar ver comentários (12)
15 Nov 13
Cuidados Intensivos (3)
João Paulo Palha

 

Segundo o Record, em notícia anterior ao jogo Guimarães-Porto, no dia 9 de Novembro, Outra ausência é a do defesa central Abdoulaye, que alinha nos vimaranenses por empréstimo do FC Porto.Na antevisão da partida, Rui Vitória explicou que o senegalês, que vinha de uma lesão, "apresentou alguma fadiga muscular" no final do jogo com o Betis (na quinta-feira, no qual alinhou os 90 minutos) e que ia avaliar com o departamento médico se era "arriscado ou não a sua utilização".No jogo com o FC Porto para o campeonato, na sexta jornada, Abdoulaye foi convocado, mas depois ficou de fora devido a uma "súbita indisposição" no dia do jogo, como explicou então Rui Vitória. 

 

Felizmente, informa-nos O Jogo, É provável que o central senegalês seja utilizado contra o Leixões, no domingo, para a Taça da Liga. O senegalês Abdoulaye voltou esta tarde (13.11.2013) aos treinos, depois de ter ficado fora do jogo com o F.C. Porto devido a problemas musculares. O central realizou alguns exercícios, ficando à parte quando se simulou um jogo. É provável que Abdoulaye seja utilizado no domingo, contra o Leixões, para a Taça da Liga, jogo que o vitória precisa de vencer por dois golos de diferença.


O regresso de Abdoulaye ao convívio dos seus colegas e o desejo  manifestado por Rui Vitória de pô-lo a jogar já no próximo Domingo são bem a demonstração da força do querer e poder de duas vontades indomáveis. Não é de todo impossível, a julgar pela frequência dos azares acima descritos, que Abdoulaye, na véspera do próximo jogo com o F.C. Porto, venha a sofrer de eczema, febre dos fenos ou cera nos ouvidos. Se assim for, os meus mais vivos e sinceros votos de um pronto restabelecimento, na certeza de que a capacidade de superação perante a adversidade e a determinação de não se deixar quebrar pelo desânimo, sobejamente demonstradas no combate contra as moléstias que o impediram, nas últimas ocasiões, de defrontar o F.C. Porto, lhe permitirão, mais uma vez, a plena recuperação para o jogo seguinte ou, permito-me um devaneio optimista, logo para o primeiro treino  após o jogo com os homens da Invicta.


comentar ver comentários (2)

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Chamem o Sherlock

Não te deslumbres, Rui Vi...

O homem com mais sorte do...

Rui, esta é para ti.

Kill your darlings

Os pedreiros levantam-se ...

Isto é coisa para o Gomes...

Questões pós-dérbi

Pois, pois... o certo é q...

Dia de Jorge Jesus à luz ...

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

bruno de carvalho

leoas

prognósticos

jorge jesus

balanço

há um ano

slb

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

liga europa

ler os outros

godinho lopes

golos

clássicos

futebol

árbitros

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

análise

crise

formação

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
52 comentários
24 comentários
22 comentários
18 comentários
15 comentários
14 comentários
12 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds