Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Inacreditável

«Lê-se e não se acredita. Quando pensávamos que já sabíamos que as contas do Sporting eram uma desgraça ficámos a saber que são também uma vergonha. Bruno de Carvalho já quase não precisa da auditoria de gestão: ela está no Relatório e Contas que o Sporting acaba de publicar. Ou o que está no relatório é verdade e há gestores antigos que deviam ser questionados, ou então o relatório é um delírio e os gestores antigos deviam processar quem publicou aquelas contas.

Os detalhes do Relatório e Contas do Sporting têm vindo a ser descascados na última semana em vários jornais. É inacreditável saber que o marroquino Labyad custou afinal 3,5 milhões e não os 900 mil euros que haviam sido comunicados, pois houve 2,61 milhões de "gastos inerentes à aquisição do jogador". É de bradar aos céus que tenha sido paga uma comissão ao pai do jogador na qualidade de "olheiro". Com Elias, afinal a contratação mais cara de sempre do Sporting foi ainda mais cara do que se supunha, com encargos totais de 11,15 milhões em vez de 8,85 milhões. A diferença, claro, é o costume: serviços de intermediação e prémios de assinatura. Também Pranjic implicou afinal 1,08 milhões.»

Pedro Santos Guerreiro, hoje, no Record

Desta vez Rinaudo não esteve sozinho

Quando o Sporting-Benfica chegou ao fim tive vontade de apresentar Rinaudo a um advogado, para que desse início ao processo judicial contra Elias e Pranjic, os dois fulanos que o abandonaram no meio-campo leonino apesar de estarem no relvado. Desta vez, Rinaudo tinha Adrien Silva e, sobretudo, Eric Dier. O nosso 'bife' encontrou o (mais um novo) lugar no campo e foi superlativo em entrega, raça e visão de jogo.

Regresso aos mercados

Esta é daquelas notícias que não me agradam. Emiliano Insúa é um excelente jogador, um lateral esquerdo de excepção e que ainda por cima é dono de um senhor pontapé. É certo que esta época não está à altura dos pergaminhos que deixou no ano passado, mas esse é um problema geral na equipa. A confirmar-se a informação, não vou gostar de o ver partir e ainda por cima parece que o Sporting só é detentor de 35% do passe. Quem vai jogar ali? Rojo? Pranjić? Do outro lado temos agora Miguel Lopes, Cédric e Dier, ali não temos nada. Aconselho alguma prudência, se é que isso ainda é possível nesta fase.

 

P. S. - Afinal, parece que é Pranjić a rumar ao Celta de Vigo. Menos mau...

Quatro nulidades vistas à lupa

Execerto de análise do Nacional-Sporting, na certeira avaliação do Record, assinada pelo jornalista António Adão Farias:

 

ELIAS: nota 1

"Agora já nem para o lado. Só joga para trás e... mal. Deixou nascer o golo do Nacional com uma perda de bola infantil no meio campo. Aos 44' não se fez ao lance e abriu caminho a Randón para o que seria o segundo do jogo. Dois lances suficientes para lembrar que na bancada estava um miúdo cheio de talento e 8,85 milhões de euros mais barato..."

 

PRANJIC: nota 1

"Não mostrou criatividade para ser o 10 que o esquema exige, nem tão-pouco qualidade para ser extremo, como tentou ser, no pouco que jogou do segundo tempo. Por isso saiu sem deixar rasto, com dois remates disparatados pelo meio (32' e 76')."

 

LABYAD: nota 1

"Começou à direita e passou para a esquerda. Por ali continuou até passar para a posição 10, no início da segunda parte. Saiu aos 56', precisamente o número de minutos que esteve a mais em campo."

 

JEFFREN: nota 1

"Podia ter sido um regresso em grande, mas esbanjou um golo feito."

Mais umas gotas de veneno

Seria preciso estar lá com eles, passar a semana com eles, perceber os ódios, as invejas, o enormíssimo mal estar que existe entre eles, para se considerar enfim apto a dizer algo mais do que um punhado de vulgaridades inconsequentes acerca da equipa do Sporting e de como ela deveria jogar.

Por isso resta apenas algumas notas do que se viu:

1 - A infinita tristeza de Wolfswinkel ao falhar o penalti. Aquilo não é normal, é a crise mental. Tanto mais pungente quando vem de um jogador que parece, a despeito do penalti falhado, recomeçar a jogar alguma coisinha mais.

2 - A raiva de Cedric ao marcar o golo, em vez da habitual alegria. É preciso estar muito mal disposto com a vida e com o mundo para dizer aquilo que se percebeu no movimento dos lábios.

3 - A total falta de ânimo que leva os jogadores a não meterem o pé quando é preciso. 7 faltas fez o Sporting neste jogo – impossível defender assim.

4 - Pranjic, supostamente é defesa esquerdo ou interior esquerdo, não é? O pobre homem é um Sísifo e nunca é colocado onde pertence. Depois diz-se que não joga nada…

5 - A absoluta indignidade que é a braçadeira de capitão do Sporting no braço de Elias. Nunca o Sporting teve um capitão tão ordinário, preguiçoso, petulante, destituído de vontade, inerte, sabotador, estúpido, como este biltre do Elias – que desonra...

No meio deve estar a virtude do João Mário

Entre os 25 jogadores que apanharam o avião para a Madeira destaca-se aquele que poderá ser a maior surpresa. Chama-se João Mário Eduardo, conhece bem a responsabilidade inerente a habitar no meio-campo e a sua convocatória é um tão forte desfalque na Equipa B que só se compreende caso Vercauteren tenha a menor intenção de lhe conceder uma oportunidade, nomeadamente no jogo contra o Nacional, no qual também Rinaudo se encontra impedido de participar, juntando-se aos lesionados Schaars, Izmailov e André Martins. O nosso treinador tem confiado o meio-campo à inoperância de Elias e Pranjic, tão desinspirados a construir jogadas quanto a pressionar o adversário, com os efeitos que estão à vista de todos. Nada perderia em dar uma oportunidade a João Mário na Choupana, sendo o maior risco um permanente desfalque no plantel orientado por Dominguez. Tal como nada se perderia em fazer regressar Wilson Eduardo, irmão mais velho do médio, para fazer séria concorrência a Wolfswinkel, mas também a Carrillo e Diego Capel.

Síndrome de quase...

... este ano já nos aconteceu tudo. Competições fora, treinadores fora, directores fora, até jogadores fora. 

Depois do pior cenário montado, uma vitória em Braga volta a alimentar esperanças. Nós, sportinguistas somos assim. Sonhadores. E depois, até com ajuda do Porto, com um Braga tão ao alcance... não vamos além de um empate com o ÚLTIMO CLASSIFICADO! 

E a que mau jogo assistimos. Esta coisa de valorizar se calhar para vender é de facto... estranha. Aquele Pranjic e o Elias metem dó. E que falta de sorte a nossa, o Xandão ter metido o golo. Depois do calcanhar, lá vai respirar por uma cabeçada, quando tem altura para isso. 

Já foi dito e redito e volto a pisar a ideia: Rinaudo no banco é um crime. E André Martins? Sem ritmo? É que foi a nossa agradável surpresa do ano passado, e este ano puff. 

 

Está muito complicado o futuro no reino do Leão. 

Pranjic do Bayern para o Sporting

 

O Sporting anunciou nesta sexta-feira que chegou a acordo com o futebolista internacional croata Danijel Pranjic. Pranjic assinou contrato até 30 de Junho de 2015, tendo sido fixada uma cláusula no valor de 15 milhões de euros. O médio esquerdino, de 30 anos, que também pode ser utilizado a lateral, alinhava no Bayern Munique desde 2009, tendo estado presente em 14 jogos do clube alemão na última temporada, seis como titular e oito como suplente utilizado. Danijel Pranjic, que esteve no Euro 2012 ao serviço da Croácia, terminou contrato com o clube alemão, tendo assinado por três anos com o Sporting, com uma cláusula de rescisão de 15 milhões de euros. O terceiro “reforço” da equipa comandada por Ricardo Sá Pinto foi apresentado esta tarde, no Estádio José Alvalade.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D