28 Out 15

images[5].jpg

 

No editorial da edição de hoje do diário A Bola, José Manuel Delgado - bem ao seu estilo - tenta defender o indefensável: salvar a face do Benfica enquanto procura amesquinhar o Sporting. Qualificando de "época positiva", assim quase em jeito de comiseração, este simples facto de estarmos a liderar o campeonato isolados à oitava jornada.

Escreve o inefável director-adjunto do jornal da Travessa da Queimada que "tirando os dois jogos com o Benfica desta época", os resultados desportivos do nosso clube "não são deslumbrantes". Até porque - salienta o plumitivo - o Sporting ainda não defrontou o FCP e o Braga.

 

Eu poderia escrever, na mesma lógica, que "tirando os editoriais de José Manuel Delgado", os editoriais d' A Bola quase parecem modelos de isenção. Mas não vou por aí. Limito-me a anotar, divertido, os esforços quase titânicos do ex-guarda-redes suplente do Benfica para dourar a pílula, exprimindo em jeito de interrogação o desejo de que o seu clube do coração consiga superar enfim de forma positiva a terceira prova em três meses frente às nossas cores: "Será à terceira, em Alvalade, para a Taça?"

No fundo é a mesma lógica que levou o mesmíssimo jornal a transformar em parangonas, a três dias do dérbi, uma derrota do SLB na Turquia quase numa vitória: "Magia de Gaitán a abrir não impediu que os três pontos ficassem em Istambul." Um requintado exemplo na arte de titular. Ou no dia seguinte, também na primeira página, a imprimir este título que era quase palavra de ordem: "Domingo é para ganhar!" Com exclamação e tudo. Ou ainda, na véspera do confronto entre os velhos rivais, a destacar isto igualmente na capa: "Técnico [Jorge Jesus] perdeu sempre na Luz como visitante."

 

Sem uma palavra a incomodar Vitória, sem um vocábulo a beliscar Vieira, Delgado conclui o editorial com esta pérola que soa a suspiro: "Em suma, quis o destino que Jesus fosse buscar aos jogos com o Benfica aquilo de que mais precisava..." Não é mérito, não é esforço, não é trabalho, não é determinação: foi o destino que assim quis.

Concluindo: eis o equivalente em texto àquela charutada de Mitroglu para a bancada na Supertaça que o Sporting conquistou ao Benfica. Espero sinceramente por novas "análises" deste género dadas à estampa na "Bíblia" da Queimada. Para que os nossos sorrisos se alarguem ainda mais.


comentar ver comentários (20)
09 Out 15

 

No canal televisivo A Bola, o ex-guarda-redes suplente do Benfica foi buscar lã e saiu tosquiado. Estava ele a vergastar os maus modos de Bruno de Carvalho quando José Couceiro, e muito bem, lhe lembrou esta peixeirada ocorrida em 2004 durante um programa da SIC Notícias que foi interrompido em directo:

 

 

Um exemplo de elegância, dignidade e respeito pela liberdade de informação: invadir os estúdios de um canal televisivo, como um xerife manhoso a entrar num saloon a pontapé nos westerns de série B.

Delgado, armado em fino, acha bem. O Bruno é que não tem modos.

 

Via O Artista do Dia


comentar ver comentários (12)
13 Ago 15

As tropas reorganizam-se. No editorial de hoje no diário A Bola, em prosa assinada pelo director do jornal, o título basta para definir toda uma linha de acção: "Benfica reage como tinha de ser". E lá surge - como não? - a estocada aos rivais do clube da Luz: "É admissível que o presidente do Benfica tenha sido surpreendido pela súbita e inesperada capacidade aquisitiva dos dois rivais. O que se dizia é que estavam todos pelas ruas da amargura, não havia dinheiro para mandar cantar um cego e, de repente, chegam Imbula e Osvaldo, e pagam-se ordenados milionários a Casillas e Maxi, enquanto a Alvalade chegam Bryan Ruiz e Teo Gutiérrez, João Pereira e Naldo, Aquilani e Bruno Paulista. Tudo isto, mais o contrato milionário de Jesus."

 

Na página 3 do jornal, que acaba de ser "reforçado" com uma coluna de opinião assinada por Rui Gomes da Silva (título do texto de hoje: "Só o Benfica. Claro!!!" - assim mesmo, com três pontos de exclamação!!!), o director-adjunto José Manuel Delgado segue a mesma linha de afago psicológico ao povo benfiquista, que anda de asa caída, garantindo que a opção de Vieira para treinador é indiscutível: "Sejamos absolutamente francos: Rui Vitória é um bom treinador do futebol, com provas dadas por onde passou, fiável, competente e sério. E não é por ter tido uma falsa partida no Benfica que deixa de ser o que é."

Extraordinário. A "absoluta franqueza", no periódico da Travessa da Queimada, faz-se sem um assomo de crítica: limita-se à utilização perdulária de adjectivos. De resto, A Bola mantém-se fiel aos seus pergaminhos. Como Vítor Serpa assinala sem rodeios no editorial, "o Benfica tem mesmo de reagir ao perigoso ataque dos rivais". Só lhe faltaram os três pontos de exclamação de Gomes da Silva...

 

Eis-nos perante algo que constitui mais do que uma declaração de intenções: é quase uma palavra de ordem. Acompanhemos com atenção as cenas que vão seguir-se.


comentar ver comentários (22)

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Só bolas para a bancada

A delgada memória do José...

As tropas reorganizam-se

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

bruno de carvalho

leoas

prognósticos

jorge jesus

balanço

slb

há um ano

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

liga europa

ler os outros

godinho lopes

golos

clássicos

futebol

árbitros

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

formação

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds