19 Fev 17

Há coisas que não entendo de todo nas notas que os jornais atribuem aos jogadores. Hoje, por exemplo, o diário Record reabilita Jefferson, ontem claramente o pior jogador do Sporting frente ao Rio Ave, atribuindo-lhe nota 3 (em 5), claramente positiva. A mesma nota que atribui a Paulo Oliveira, Gelson Martins e Adrien, por exemplo. E apenas um patamar mais abaixo do que o 4 atribuído pelo mesmo jornal a Rui Patrício.

Para mim é incompreensível como um jornal desportivo mantém uma gama classificativa tão reduzida como esta, que leva dois terços dos jogadores a receberem nota 2 ou 3. Sem distinguir, portanto, as verdadeiras diferenças dos desempenhos que tiveram em campo. Eu se fosse responsável editorial do Record ampliava este critério, passando a atribuir notas de 1 a 10 - aliás à semelhança do que fazem os outros jornais.

Mas o que de todo não entendo é como foi possível enaltecer o medíocre Jefferson do jogo de ontem, dando-lhe nota positiva. Há razões que a própria razão desconhece.


comentar ver comentários (10)
22 Dez 16
Obrigado Jefferson.
Luís de Aguiar Fernandes

Por me fazeres ter saudades do Marvin Zegcoiso.


comentar ver comentários (9)
05 Out 16

«Será que posso elogiar um jogador do Sporting? É que cada vez mais, e no sábado muito senti isso, me apetece elogiar o Jefferson.»

JPT, neste meu texto


comentar ver comentários (2)
12 Ago 16
Jefferson, o sobredotado?
Francisco Vasconcelos

Já são conhecidas algumas das capacidades do nosso lateral esquerdo brasileiro, como um enorme campo de visão, uma excelente capacidade de cruzamento ou o facto de ser alguém cheio de gás.  Mas agora, de acordo com a edição de hoje do jornal "A Bola", o homem tem a capacidade de jogar em mais que uma posição. Ora vejam lá qual foi o último 11 a iniciar um jogo do Sporting, de acordo com esse jornal.

 

FullSizeRender.jpg


comentar ver comentários (6)
31 Mai 16
Balanço (11)
Pedro Correia

ng3889614[1].jpg

 

 

O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre JEFFERSON:

 

- Edmundo Gonçalves: «Vencedor do prémio "acertar com o guarda-redes contrário". Cada tiro, cada melro, cada centro, cada "acertadela" no guarda-redes russo. Foi obra! E continuo com a minha de que é culpa dele o primeiro golo: ficou nas covas.» (18 de Setembro)

- Duarte Fonseca: «Já estava na hora de Jefferson acordar para esta época. Bem sei que assimilar princípios defensivos aos 27 anos não é fácil, sobretudo para quem tinha muito pouca noção de posicionamento, mas a verdade é que tem que render muito mais.» (22 de Setembro)

- Eu: «Quatro assistências para golo em nove jogos da Liga 2015/16. Isto diz tudo sobre o valor do nosso lateral esquerdo, a primeira contratação da era Bruno de Carvalho.» (4 de Novembro)


comentar ver comentários (10)
04 Nov 15
Grande Jefferson
Pedro Correia

ng3889614[1].jpg

 

Quatro assistências para golo em nove jogos da Liga 2015/16.

Isto diz tudo sobre o valor do nosso lateral esquerdo, a primeira contratação da era Bruno de Carvalho.

Tags:

comentar ver comentários (10)
22 Set 15

1) A inteligência colectiva e o jogo entre linhas será sempre a melhor forma de entrar numa defesa povoada. Foi preciso entrarem Martins, Mané e (principalmente) Montero para que o Sporting tivesse algumas variações ao jogo que fazia desde início da 2a parte, que consistia em lateralizar e cruzar ao calhas em busca de um cabeceador(mento) perdido. Verdade seja dita que Bryan Ruiz e Gelson também tentaram variar as opções, mas no caso deste último o que pensa ainda não é acompanhado pela forma como executa;

 

2) Como é possível alguém dizer-se profissional de futebol se não tem a mínima afinidade com a bola de...futebol? Sim, estou a falar de Slimani. Que além de ser dos jogadores menos inteligentes que vi jogar, adiciona uma odiosa relação com a bola que chega a ser chocante. É impressionante a quantidade de jogadas de ataque com potencial que são interrompidas por este homem;

 

3) Já estava na hora de Jefferson acordar para esta época. Bem sei que assimilar princípios defensivos aos 27 anos não é fácil, sobretudo para quem tinha muito pouca noção de posicionamento, mas a verdade é que tem que render muito mais;

 

4) O Patrício entre a 5a feira passada (jogo com o Lokomotiv) e o jogo de ontem aprendeu que pode sair da baliza para recolher uma bola metida em profundidade pelos adversários. Um dia destes ainda vai aprender a controlar a profundidade e a sair dos postes;

 

5) Continuo a achar piada ao facto da maioria das pessoas não perceberem Esgaio. Sim, é verdade que errou 3 ou 4 passes curtos e de fácil execução, mas na primeira parte foi um dos melhores em campo, raramente comete erros posicionais, tem capacidade de jogo interior e tecnica e cognitivamente é muito superior a João Pereira. Neste momento é, sem dúvida, a melhor opção.


comentar ver comentários (44)
25 Ago 15

DSC_0441.JPG

Ninguém me tira da cabeça que Jefferson não está lesionado, está deprimido.

O jornalista (jornalista?) d' A Bola viu assim a actuação do nosso defesa esquerdo.

Faz amanhã uma semana e ainda não houve um pedido de desculpas para o nosso profissional; a culpa foi dele; ponto final.


comentar ver comentários (5)
20 Jun 15
Balanço (10)
Pedro Correia

ng3767895[1].jpg

 

O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre JEFFERSON:

 

- Edmundo Gonçalves: «Não esteve mal a defender, apesar de na primeira parte o caudal de jogo do adversário ter sido mais pelo seu lado.» (18 de Setembro)

- Eu: «Até os tais bitaiteiros tiveram de enfiar a viola no saco depois daquele teu primoroso golo que silenciou o Schalke 04, o segundo da nossa equipa, o que colocou o Sporting a vencer aos 52 minutos, após uma fenomenal assistência do Nani. Agora vêem-te lá, no onze ideal da UEFA à quarta jornada da Liga dos Campeões, e os tais têm de render-se enfim ao teu talento - mais que não seja fechando a boca, silenciando a matraca.» (9 de Novembro)

- José Navarro de Andrade: «Vi Jefferson a descapitalizar 13 milhões de euros como se fosse um hacker da bolsa. E ainda foi lá abaixo marcar um golo.» (9 de Fevereiro)


comentar ver comentários (4)
03 Mar 15
Pedido de desculpas
Paulo Gorjão

Segundo a comunicação social, Jefferson foi hoje reintegrado no plantel do Sporting depois de pedir desculpas a Bruno de Carvalho. Já se notam, portanto, resultados da contratação de equipa de gestão de crises... (Por falar em crises, parece que temos outra em mãos.) Registo, no entanto, que o diferendo entre Jefferson e Bruno de Carvalho parece ter sido uma coisa apenas entre eles. A fazer fé no que veio na comunicação social, aos sócios Jefferson não teve de pedir desculpas. Afinal, nós só cá estamos para pagar as quotas e, (in)directamente, o seu salário. Coisa pouca, portanto.

 


comentar ver comentários (8)
25 Fev 15
Palavras feias IV
Edmundo Gonçalves

Quem terá sido desta vez o bufo?

Ou é ainda o mesmo?


comentar ver comentários (18)
27 Jan 15
Grandes amigos
Paulo Gorjão

Image-27.jpg

Fotos: Alexandre Pona (ASF).

 

Não posso deixar de agradecer em nome de todos os sportinguistas aos lampiões que decidiram assegurar que Jefferson terá uma dose extra de motivação para o jogo de 8 de Fevereiro. No fundo, no fundo, há benfas que são melancias invertidas: vermelhos por fora, mas verdes por dentro.

Tags:

comentar ver comentários (4)
Selvagens
Francisco Melo

Sem Título.jpg

Aqueles que vandalizaram o carro do Jefferson.

Tags:

comentar ver comentários (2)
09 Nov 14

ng2577777[1].jpg

 

Tu mereces, Jefferson.

Fiquei contente por ti, claro. Mas também por nós. Por todos nós.

Desde que vieste para o Sporting na época passada como primeiro reforço da era Bruno de Carvalho após uma prestação notável no Estoril e foste um dos esteios da equipa-base definida por Leonardo Jardim, deste sempre o máximo em campo. Indifererente aos bitaiteiros das pantalhas - alguns dos quais nem tentam esconder a aversão pelo Sporting - que insistiam que só sabias atacar e não defender ou que apenas sabias correr na ala sem saber centrar ou que eras um zero nas bolas paradas, tu provaste aos adeptos, os únicos a quem tens de provar alguma coisa, que és um atleta com brio e garra.

Como se exige aos verdadeiros leões.

Agora até os tais bitaiteiros tiveram de enfiar a viola no saco depois daquele teu primoroso golo que silenciou o Schalke 04, o segundo da nossa equipa, o que colocou o Sporting a vencer aos 52 minutos, após uma fenomenal assistência do Nani.

Agora vêem-te lá, no onze ideal da UEFA à quarta jornada da Liga dos Campeões, e os tais têm de render-se enfim ao teu talento - mais que não seja fechando a boca, silenciando a matraca.

Lá vens tu, como melhor lateral esquerdo europeu nesta jornada. Num onze em que figuram Pirlo, Koke e Reus.

 

Tu mereces, Jefferson.

Lá estaremos logo a apoiar-te uma vez mais.

Tags:

comentar ver comentários (2)
18 Mai 14
Balanço (6)
Pedro Correia

 

O que dissemos aqui, durante a temporada, sobre JEFFERSON:

 

- Duarte Fonseca: «Jefferson fez mais um excelente jogo.» (18 de Agosto)

- Eu«Jefferson é um daqueles futebolistas capazes de desequilibrar um desafio a qualquer momento. E, dada a sua idade, tem ainda uma larga margem de progressão.» (11 de Novembro)

- José da Xã: «Jefferson e Maurício assentaram nesta equipa que nem uma luva de pelica em mão sedosa.» (16 de Dezembro)

- Filipe Arede Nunes: «Jefferson tem-se destacado na equipa do Sporting como um dos mais sólidos e regulares jogadores.» (20 de Janeiro)


comentar
11 Fev 14
Jefferson e o derby
Filipe Arede Nunes

Parece que Leonardo Jardim incluiu o nome de Jefferson entre os convocados. Não é que não goste de Piris mas o bom que seria que pudesse ser Jefferson a actuar pela esquerda no jogo de mais logo.


comentar
23 Jan 14

 

Foi uma das figuras do último campeonato. Por ter marcado um golo decisivo, no empate cedido pelo Benfica na Luz frente ao Estoril, travando o passo à progressão dos encarnados na conquista do título, que seria do FC Porto. Jefferson, eleito homem do jogo nessa memorável partida realizada a 6 de Maio de 2013, negou ainda o golo a Maxi Pereira com um corte cirúrgico no momento certo.

Estas duas jogadas - a do golo e a do corte - num desafio em que o Estoril enfrentou sem receio a turma de Jorge Jesus definem muito da personalidade de Jefferson Nascimento, lateral esquerdo brasileiro de 25 anos agora ao serviço do Sporting.

Foi o primeiro reforço anunciado na presidência de Bruno de Carvalho, ainda em Maio. E as suas palavras iniciais aos sócios confirmavam os pergaminhos que o fizeram rumar a Alvalade: prometeu contribuir para a "grandeza" leonina, "colocando o clube no seu lugar" após a pior época de sempre.

 

Um verdadeiro Leão fala sempre assim, sem temer mostrar as garras. Mas Jefferson não se limita às palavras: já comprovou características de lutador no terreno de jogo. É um daqueles jogadores que revelam sempre vontade de ganhar. Em proporção inversa ao do baixo custo da sua contratação ao Estoril: custou apenas 700 mil euros ao Sporting. Basta comparar esta quantia com a de outro lateral esquerdo, também brasileiro: Alex Sandro custou ao FC Porto, no Verão de 2011, 9,6 milhões de euros.

Rezam as crónicas que o Benfica quis ter Jefferson nas suas fileiras. Mas Bruno de Carvalho antecipou-se. E fez bem, como o ex-estorilista tem vindo a demonstrar em campo enquanto titular quase indiscutível no onze-base definido por Leonardo Jardim. Só por lesão o brasileiro teve de ceder episodicamente o lugar ao paraguaio Piris. Mas retomou-o sem demora: o treinador acredita nele. E as bancadas de Alvalade também. Mesmo alguns resmungões - aqueles que dizem mal de tudo e de todos - já se renderam à tenacidade de Jefferson. Que defende bem e ataca melhor, com extrema rapidez. Os seus cruzamentos levam sempre o selo de perigo às defesas contrárias. E é um dos nossos melhores especialistas na marcação de cantos e livres.

 

Falta-lhe um golo pelo Sporting. Aposto que não precisaremos de esperar muito.

Jefferson é um daqueles futebolistas capazes de desequilibrar um desafio a qualquer momento. E, dada a sua idade, tem ainda uma larga margem de progressão. Oxalá o nosso clube saiba conservar nas suas fileiras este jogador que actua com o número 4 na camisola. Porque ele é, sem dúvida, um dos melhores laterais esquerdos a actuar nos estádios portugueses.

 

 

Texto publicado originalmente a 11 de Novembro de 2013, integrado na série colectiva Os Nossos Jogadores, e que me apeteceu reeditar agora.

Tags:

comentar ver comentários (6)
11 Nov 13

 

Foi uma das figuras do último campeonato. Por ter marcado um golo decisivo, no empate cedido pelo Benfica na Luz frente ao Estoril, travando o passo à progressão dos encarnados na conquista do título, que seria do FC Porto. Jefferson, eleito homem do jogo nessa memorável partida realizada a 6 de Maio de 2013, negou ainda o golo a Maxi Pereira com um corte cirúrgico no momento certo.

Estas duas jogadas - a do golo e a do corte - num desafio em que o Estoril enfrentou sem receio a turma de Jorge Jesus definem muito da personalidade de Jefferson Nascimento, lateral esquerdo brasileiro de 25 anos agora ao serviço do Sporting.

Foi o primeiro reforço anunciado na presidência de Bruno de Carvalho, ainda em Maio. E as suas palavras iniciais aos sócios confirmavam os pergaminhos que o fizeram rumar a Alvalade: prometeu contribuir para a "grandeza" leonina, "colocando o clube no seu lugar" após a pior época de sempre.

 

Um verdadeiro Leão fala sempre assim, sem temer mostrar as garras. Mas Jefferson não se limita às palavras: já comprovou características de lutador no terreno de jogo. É um daqueles jogadores que revelam sempre vontade de ganhar. Em proporção inversa ao do baixo custo da sua contratação ao Estoril: custou apenas 700 mil euros ao Sporting. Basta comparar esta quantia com a de outro lateral esquerdo, também brasileiro: Alex Sandro custou ao FC Porto, no Verão de 2011, 9,6 milhões de euros.

Rezam as crónicas que o Benfica quis ter Jefferson nas suas fileiras. Mas Bruno de Carvalho antecipou-se. E fez bem, como o ex-estorilista tem vindo a demonstrar em campo enquanto titular quase indiscutível no onze-base definido por Leonardo Jardim. Só por lesão o brasileiro teve de ceder episodicamente o lugar ao paraguaio Piris. Mas retomou-o sem demora: o treinador acredita nele. E as bancadas de Alvalade também. Mesmo alguns resmungões - aqueles que dizem mal de tudo e de todos - já se renderam à tenacidade de Jefferson. Que defende bem e ataca melhor, com extrema rapidez. Os seus cruzamentos levam sempre o selo de perigo às defesas contrárias. E é um dos nossos melhores especialistas na marcação de cantos e livres.

 

Falta-lhe um golo pelo Sporting. Aposto que não precisaremos de esperar muito.

Jefferson é um daqueles futebolistas capazes de desequilibrar um desafio a qualquer momento. E, dada a sua idade, tem ainda uma larga margem de progressão. Oxalá o nosso clube saiba conservar nas suas fileiras este jogador que actua com o número 4 na camisola. Porque ele é, sem dúvida, um dos melhores laterais esquerdos a actuar nos estádios portugueses.


comentar ver comentários (2)
04 Out 13
Lembram-se?
Adelino Cunha

Eu até emprestava o Jefferson este fim de semana ao Estoril. Só para matar saudades do campeonato que limpou ao Benfica na época passada. Eu sei: este ano, uma vitória do Estoril só vai dar para atrasar o Benfica na luta pela Europa e acelerar a crucificação do homem do kispo vermelho. A mim, também serve.

Tags:

comentar ver comentários (4)
03 Out 13
Lesões: Jefferson
Filipe Arede Nunes

Jefferson tem-se destacado na equipa do Sporting como um dos mais sólidos e regulares jogadores. A sua lesão, e consequente afastamento por cerca de um mês, é algo que me preocupa em função do facto de o seu substituto natural (Rojo) poder não conseguir dar a mesma dimensão ofensiva ao flanco esquerdo. Espero que o Leonardo Jardim consiga encontrar os equilíbrios necessários para que a equipa não perca acutilância e bi-verticalidade.


comentar
21 Ago 13

Como de costume, a imprensa especializada em futebol limitou-se a sublinhar o óbvio: o exelente desempenho de Montero no golo que fechou a sua conta individual - e a do Sporting - na vitória por 5-1 contra o Arouca.

Mas faltou ir um pouco mais longe. Para se perceber bem até que ponto esta é uma equipa renovada, em que a vontade de vencer prevalece sobre tudo o resto. Sendo o futebol um desporto colectivo, nunca é de mais destacar esta dimensão de uma modalidade que tanto nos fascina.

 

A jogada do quinto golo, por exemplo, transcendeu muito o celebrado virtuosismo do avançado colombiano. Teve outros intervenientes que merecem destaque. Porque, cada qual a seu modo, todos simbolizam a nova atitude de um Sporting que se quer leão não apenas no símbolo.

Jefferson iniciou o lance ofensivo, encostado à linha esquerda. A equipa vencia já por 4-1, a poucos minutos do fim: o mais cómodo seria atrasar a bola, devolvê-la porventura ao guarda-redes. Mas para Jefferson recuar não era opção: neste Sporting joga-se para a frente, não para trás. E assim fez.

Capel recolheu-a. E acelerou ainda mais, rumo ao único objectivo que interessava: a baliza adversária. Já tinha feito uma assistência para golo, a equipa vencia por uma vantagem dilatada, mas não lhe bastava isso. Era preciso mais. Podia entreter as bancadas com uns floreados. Mas para Capel a jogada inócua não era opção. O jogador - um dos grandes ídolos de Alvalade - voltou a fazer um passe cirúrgico tendo Montero por destinatário.

E, enfim, o colombiano. Já tinha marcado dois, já tinha sido brindado com aplausos merecidos. Podia fazer de conta que tentava mais um golo. Mas para Montero fazer de conta não era opção: ele ambicionava outro - o terceiro golo, o mais requintado do ponto de vista técnico, o que lhe garantiu uma ovação ainda maior.

 

Três intervenientes nesta brilhante jogada colectiva. Três leões.


comentar ver comentários (10)
20 Mai 13
Jefferson assina pelo Sporting
Pedro Quartin Graça

Depois de Bruno, agora vem Jefferson. O defesa esquerdo brasileiro vai ser jogador do Sporting nas próximas quatro temporadas. Com 24 anos, revelou-se um dos melhores esquerdinos do campeonato e desempenhou papel importante e activo na excelente campanha do Estoril. Jefferson participou em 31 jogos e assinou vários golos, sendo que um deles foi precisamente ao Sporting e o outro ao Benfica.


comentar ver comentários (4)

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Há razões que a razão des...

Obrigado Jefferson.

Os nossos comentadores me...

Jefferson, o sobredotado?

Balanço (11)

Grande Jefferson

Avulsas do jogo com o Nac...

Notícias falsas? Análises...

Balanço (10)

Pedido de desculpas

Arquivo

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

prognósticos

vitórias

jorge jesus

há um ano

balanço

campeonato

slb

arbitragem

benfica

jogadores

rescaldo

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

eleições

godinho lopes

ler os outros

clássicos

árbitros

golos

euro 2016

nós

futebol

comentadores

crise

marco silva

scp

cristiano ronaldo

análise

formação

humor

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds