19 Abr 17
Clash of Structures
Luciano Amaral

Este épico confronto de estruturas está a ser lindo. Aos poucos, vai-se descobrindo que todos os esquemas e manigâncias de que sempre se falou são verdadeiros. A diferença está em que antigamente se insinuava e agora se prova, divulgando documentos. Cabe ao Sporting agarrar este magnífico momento de destruição mútua. Não se sabe quando voltará a haver uma oportunidade destas.


comentar ver comentários (2)
16 Mai 16
Acabou
Luciano Amaral

Acabou o campeonato. Mas também acabou o tempo da alegria com segundos lugares e meras vitórias na Taça e na Supertaça. Estou triste com o segundo lugar mas não sinto que tenha enfiado um melão. Nem eu nem os 2.000 que estiveram ontem em Alvalade à espera dos jogadores. Desde logo, porque o Sporting foi a equipa que jogou melhor, coisa que já não se podia dizer há muito muito tempo. Depois, porque ainda consigo levar o segundo lugar à conta da recuperação do fosso de 2013 (que foi o culminar de uma rampa descendente vinda de 2005). Convém não esquecer que há apenas três anos o Sporting viveu a fase mais negra da sua história centenária: ficou em sétimo lugar e namorou a falência e a descida de divisão. Que diferença para um campeonato em que só um dos grandes o venceu numa noite de chouriço, em que fez a melhor pontuação da sua história e em que disputou o campeonato até ao último jogo.

 

Mas o argumento da recuperação não dura sempre. Eu também acho que este é o caminho, mas o caminho faz-se por etapas e temos de passar à seguinte. Os sportinguistas têm de exigir mais. E sobretudo têm de encontrar um antídoto para certas coisas. Este ano percebemos que não basta o Sporting fazer a sua melhor pontuação de sempre, nem o treinador que venceu três camponatos pelo Benfica chegar a uma pontuação a que nunca lá chegou. Se bem se recordam, este foi o ano Estrutura vs. Jesus. Pode dizer-se que a estrutura efectivamente ganhou. É contra essa estrutura que se tem de encontrar o antídoto. Como tentei dizer noutra altura, a estrutura funciona na margem: bastam mais um ou dois pontos para fazer a diferença. Sei lá, bastava um dos jogos do Benfica com o Belenenses ter sido a sério e (quem sabe?) acabar em empate para a história do campeonato ser diferente. A estrutura nem sequer do último jogo do campeonato esteve ausente, por interposta mãozinha de Talisca e pezinho de Fejsa, de que resultariam dois penáltis, sendo pelo menos o primeiro evidente (e resta saber se Pizzi não estava em fora-de-jogo no terceiro: as imagens que vi abrem a possibilidade embora não sejam concludentes).

 

Fazer barulho no facebook e nos jornais pode entrar nessa estratégia, mas não basta. É preciso atingir mesmo a estrutura nalgum ponto nevrálgico. Senão, fica tudo muito parecido com a pregação contra os males do mundo, que toda a gente acha muito bem mas a que não liga nada. Ainda hoje, o presidente anunciou, quase como um pregador milenarista anuncia o Apocalipse, o "fim da impunidade". Lá está, não basta: a impunidade não acaba quando se anuncia o seu fim; acaba quando acaba.


comentar ver comentários (11)
10 Fev 16

Vale a pena lembrar que o tema deste campeonato, desde a passagem de Jesus do Benfica para o Sporting, foi "Jesus vs. Estrutura". Ou seja, a pergunta era: quem ganhou os últimos campeonatos para o Benfica? Jesus ou a "Estrutura" do Benfica? Se Jesus ganhasse no Sporting, mostraria que a "Estrutura" afinal não era decisiva. Se o Benfica voltasse a ganhar, mostraria que era mesmo decisiva.

 

Os campeonatos ganham-se na margem. Toda a gente sabe que, em média, Sporting, Porto e Benfica têm, à partida, condições para ganhar à maior parte das outras equipas. Mas ganhar mais ou menos do que os outros dois depende dessas margens. Um bom treinador versus um mau treinador dá uma margem positiva: são os casos de Sporting e Benfica (com bons treinadores) versus Porto (com um mau treinador cujo lastro ainda ficou); é o caso do Sporting versus Benfica, já que Jesus é melhor treinador do que Vitória.

 

O contributo da "Estrutura" também acontece na margem. Não podíamos ter melhor exemplo disso do que a última jornada. Enquanto o Sporting teve de se esfalfar para sacar um empate contra uma equipa de nível inferior e o Porto perdeu mesmo, ao Benfica foi-lhe oferecida uma passeata no Restelo (desde há uns anos que o Belenenses é aquilo que em tempos o Alverca e o Estoril representaram também para o Benfica: vitórias garantidas e vida negra para Sporting e Porto). E caso isso não tivesse bastado, estava lá o árbitro, que poupou a expulsão do novo Maradona (recorde-se que ele poderia ter sido expulso na jogada da cotovelada; mas se o árbitro decidisse mostrar apenas amarelo nesse momento, seria a segunda falta digna de amarelo, pois na do primeiro golo já tinha rasteirado sem bola um defesa do Belenenses).

 

Pois, a "Estrutura" oferece estas pequenas margens, que no final se podem revelar decisivas. Os jogadores do Sporting têm de dar o dobro para fazer com que assim não seja.


comentar ver comentários (15)
25 Nov 15

A cada semana que passa se torna mais evidente quem foi, nos últimos seis anos, o verdadeiro cérebro do Benfica.

Tags: ,

comentar ver comentários (14)
22 Nov 15

Estrutura 0 - 3 Jorge Jesus


comentar
24 Ago 15
A estrutura
Luciano Amaral

Ontem a estrutura funcionou, hoje não.


comentar
11 Ago 15

A estrutura estava de férias!


comentar ver comentários (2)
09 Ago 15
Não sei ...
João António

Não sei o que vai dar o resto deste jogo da supertaça ... mas uma coisa eu sei este ano temos as costas dos jogadores cobertas e apoiadas  !


comentar
21 Jun 15

O campeonato de futebol de 2015-2016 será marcado pelo confronto entre dois treinadores. O Sporting será treinado por Jorge Jesus, o Benfica e o Porto partilharão o mesmo treinador, o Estrutura.


comentar ver comentários (4)

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Clash of Structures

Acabou

Estruturas e cortesias

Estrutura? Qual estrutura...

As coisas são o que são

A estrutura

A explicação para a derro...

Não sei ...

O campeonato de 2015-2016

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

balanço

jorge jesus

slb

há um ano

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

golos

ler os outros

liga europa

godinho lopes

futebol

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

formação

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
15 comentários
11 comentários
2 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds