Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Cada vez melhor

Sporting consegue um pleno de vitórias nas primeiras três jornadas do campeonato, algo que não acontecia desde Setembro de 1990, quando o treinador era Marinho Peres.

 

Nunca a nossa equipa tinha estado isolada à terceira jornada no comando da classificação desde que as vitórias começaram a valer três pontos, na época 1995/96.

 

Jorge Jesus contabilizou no clássico de domingo o 12.º triunfo consecutivo do Sporting na Liga portuguesa, entre a época passada e a actual. O anterior treinador leonino a conseguir tal proeza fora Robert Kelly há 70 anos (1946/47).

 

Pela primeira vez desde que treina no principal escalão do futebol português, Jesus conseguiu somar três triunfos nas três primeiras jornadas do campeonato.

 

O nosso futebol em 2015/16

Ultrapassámos o recorde de assistência no estádio actual.

 

Registámos a maior assistência média neste estádio, superando pela primeira vez a barreira dos 40 mil espectadores em jogos do campeonato.

 

Conseguimos a melhor pontuação do clube em jogos da Liga realizados ao longo de 34 jornadas.

 

Obtivemos a melhor marca pontual desde a temporada 1979/80.

 

Melhor registo pontual de sempre à primeira volta.

 

Alcançámos o sétimo melhor aproveitamento pontual de sempre.

 

Subimos ao pódio com o terceiro melhor registo defensivo dos últimos vinte anos.

 

Voltámos a ser "campeões de Inverno" 14 anos depois.

 

Maior número de golos marcados desde a época 1973/74.

 

Maior número de vitórias conseguidas em toda a nossa história.

 

.........................................................................................


Há três anos, convém recordar, tínhamos terminado o campeonato com o nosso pior resultado de sempre: um sétimo lugar, a 36 pontos de distância do líder. Abandonámos a luta pelo título logo em Outubro, com quatro empates e uma derrota à sétima jornada, tendo sido nesse mesmo mês afastados da Taça de Portugal pelo Moreirense. E chegámos a estar um escasso ponto acima da linha de despromoção à Liga B.

 

Convém nunca esquecer.

Factual

O Sporting apenas tinha vencido por duas vezes para o campeonato no estádio do FC Porto nos últimos 40 anos, e ambas pela diferença mínima: 2-1 em 1996/97 e 1-0 em 2006/07.

 

É preciso recuar 51 anos, até 7 de Fevereiro de 1965, para registar uma vitória leonina no terreno portista por 3-1, também no campeonato nacional. Triunfo mais dilatado só em 1959/60: 4-1.

 

Esta foi a primeira vez em que o Sporting venceu os dois jogos do campeonato ao FC Porto desde 1976/76.

 

Há 69 anos que nenhum jogador leonino marcava quatro golos ao FCP na mesma temporada para o campeonato. O último tinha sido Jesus Correia em 1946/47.

 

Nunca antes tínhamos vencido cinco clássicos numa só temporada. A melhor marca até agora tinha sido a das quatro vitórias na já longínqua época de 1969/70.

 

Outro recorde já estabelecido: 25 vitórias num campeonato. O nosso recorde anterior era de 24 triunfos, em 1979/80 e 1990/91.

 

Esta equipa do Sporting é já a mais pontuada da história leonina, com 80 pontos já acumulados. O anterior máximo, estabelecido em 1999/2000, era de 77 pontos.

 

O Sporting passou a ter o melhor ataque da Liga em jogos fora de casa, com 36 golos, ultrapassando os 34 marcados pelo Benfica.

 

Fontes: jornais A Bola e Record

Factual

Nunca até agora o Sporting tinha somado 77 pontos à 31ª jornada.

 

Nunca o Sporting tinha ganho 33 jogos numa só época.

 

Nunca fizemos melhor do que as 24 vitórias já obtidas no campeonato, que igualam as das temporadas 1979/80 e 1990/91.

 

Já marcámos 99 golos no total desta época. Só ultrapássamos a centena em 2001/02 e 2004/05.

 

Desde 1971/72 não tínhamos uma vantagem tão grande sobre o FC Porto.

 

Nesta época o nosso estádio já registou 841.451 espectadores em 23 jogos. Vamos ultrapassar a marca de 884.715 entradas conseguidas em 29 jogos na época 2011/12.

 

A qualificação para a milionária Liga dos Campeões, já confirmada, garante-nos 12 milhões de euros.

Um ano sem penáltis nem expulsões

Há 365 dias que o Benfica não sofre um penálti nem vê um seu jogador expulso no campeonato português. A última vez que isso aconteceu foi a 21 de Março de 2015, num Rio Ave-SLB, quando Ukra converteu uma grande penalidade para os vilacondenses aos 73' e Luisão viu o cartão vermelho aos 85'.

O árbitro que se atreveu a expulsá-lo e a marcar o castigo máximo, Marco Ferreira, foi despromovido no final da época, acabando por abandonar a actividade.

As coisas são o que são.

Melhor que este Leão só em 1946/47

«O Sporting soma 55 pontos. É o melhor leão de sempre com vitória a valer três pontos. O segundo é o de 2003/04, com 51. Se as vitórias valessem apenas dois pontos, como até 1994/95, o Sporting teria 38: 17 triunfos e 4 empates. Melhor leão só há um: o de 1946/47. Tinha, à 22ª jornada, 39 pontos. Igual a este Sporting só quatro: 1948/49, 1959/60, 1969/70 e 1979/80, todos com 38. Ou seja, leão com mais pontos, só no tempo dos cinco violinos

Rogério Azevedo, hoje, n' A Bola

Para cima e em frente

O actual estádio José Alvalade registou ontem a maior enchente de sempre desde que foi inaugurado, a 6 de Agosto de 2003: éramos 49.382 espectadores. Até agora a maior assistência ocorrera no Sporting-Benfica da temporada passada, com 49.076 ingressos.

 

 ....................................................

 

Desde a época 1976/77, quando Jimmy Hagan era o treinador do Sporting, não assistíamos a algo semelhante ao que se passa agora: o Sporting dobrar o campeonato depois de vencer os dois principais rivais. Ganhar ao SLB e ao FCP na primeira volta é um bom augúrio para conquistar o principal troféu do futebol português.

No campeonato das estatísticas

À 12ª jornada do campeonato, Rui Patrício sofreu apenas cinco golos. É o melhor registo da nossa equipa desde a longínqua época 1970/71, com Vítor Damas na baliza. Há 45 anos.

 

O Sporting tem neste momento a melhor pontuação à 12ª jornada desde a temporada 1990/91, quando estava sob o comando de Marinho Peres. Há um quarto de século.

Metade dos golos sofridos

Continuamos em primeiro lugar no campeonato. Com oito vitórias e dois empates. Há um ano tínhamos menos nove pontos. Seguíamos num desolador oitavo lugar. Com quatro vitórias, cinco empates e uma derrota.

Temos mais golos marcados (19, mais um do que há um ano) e metade dos golos sofridos (agora apenas cinco, enquanto na Liga anterior seguíamos já com dez golos sofridos à décima jornada).

As coisas são o que são.

Estatísticas leoninas

Apenas uma vez, até agora, o Sporting tinha vencido três vezes o Benfica numa só temporada. Aconteceu na época 1953/54, quando ainda jogavam três dos Cinco Violinos (Albano, Travassos e Vasques).

 

Entre 2010 e Junho de 2015 o Sporting obteve apenas uma vitória em mais de dez jogos disputados com o SLB.

 

Slimani marcou no sábado o quarto golo ao SLB nos sete dérbis que já disputou.

 

O Benfica já não vence o Sporting desde 11 de Fevereiro de 2014.

Sem Carrillo estamos melhor

- Desde 1993 que o Sporting não liderava isolado o campeonato nacional de futebol à oitava jornada. Nesse ano, sob o comando do saudoso Bobby Robson, somámos sete vitórias e um empate.

 

- Nunca até domingo uma equipa portuguesa tinha estado a vencer o Benfica por 3-0, ao intervalo, no estádio da Luz. Igualamos assim o Ajax, com idêntica marca (e dois golos de Cruyff) alcançada a 19 de Fevereiro de 1969, em jogo da Taça dos Campeões.

 

- O Sporting (já sem contar com o contributo de Carrillo) marcou 17 golos nos últimos quatro jogos oficiais. Mais dois do que os 15 marcados (ainda com o peruano integrado na equipa) nos 11 jogos anteriores.

 

- Jorge Jesus utilizou, com manifesto êxito, 22 jogadores nas últimas duas partidas que o Sporting disputou (contra os albaneses do Skënderben, para a Liga Europa, e o Benfica, para o campeonato).

Há um ano

Faz agora um ano, à quarta jornada do campeonato, tínhamos só seis pontos - consequência de três empates e apenas uma vitória (em casa, frente ao Arouca, com um golo do Carlos Mané aos 94').

Agora temos dez pontos, após três vitórias (fora de casa) e um empate.

Mais quatro pontos.

 

Faz agora um ano, à quarta jornada do campeonato, tínhamos só quatro golos marcados. Agora temos oito.

O dobro.

 

Melhorámos, como as estatísticas indicam.

Um facto que só não é reconhecido por aqueles que alimentam um ódio primário contra Jorge Jesus.

Alguns deles, curiosamente, são do Sporting.

A pior primeira parte de sempre

bayern-oporto-efe--644x362[1].jpg

 

Bayern-FCP: 6-1, com 5-0 ao intervalo.

Esta foi a pior primeira parte de sempre do futebol português na Europa.

Nunca antes uma equipa portuguesa envolvida em competições europeias tinha estado a perder aos 45' por um resultado acima de 4-0.

Mais: nunca na história da Liga dos Campeões se havia registado até hoje um resultado destes - também ao intervalo - nos quartos-de-final da competição.

E, como hoje sublinha o jornal A Bola, "só por seis vezes uma equipa fora goleada por cinco ou mais golos na mesma fase da prova".

Nenhuma delas portuguesa, felizmente.

Até à noite de ontem.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D