Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Os melhores dez...

Se, num qualquer questionário, fosse interrogado sobre os dez melhores desportistas de Portugal, qual seria a sua resposta?

 

Para mim, a escolha, sem qualquer critério clubístico, seria esta:

 

Os quatro medalhados com o ouro olímpico

1 - Carlos Lopes,

2 - Rosa Mota,

3 - Fernanda Ribeiro

4 - Nelson Évora

 

Os três «Bolas de Ouro»

5 - Cristiano Ronaldo,

6 - Luís Figo,

7 - Eusébio,

 

Um recordista mundial

8 - Fernando Mamede,

 

Um hoquista campeão europeu e mundial

9 - António Livramento,

 

E um ciclista

10 - Joaquim Agostinho.

 

E para vocês quais seriam?

O penta é nosso

images[6].jpg

 

Oiço para aí uns palermas a falar no penta.

Sem quererem, estão a prestar homenagem ao Sporting Clube de Portugal.

Porque o penta é nosso. Verde e branco.

Fica o registo leonino da temporada que agora termina:
- Campeão nacional de futebol (feminino).
- Taça de Portugal de futebol (feminino).
- Campeão nacional de futebol júnior.
- Campeão nacional de futebol júnior (feminino).
- Campeão nacional de futebol juvenil.

E aos feriados também

Foi no sábado, foi no domingo, e foi hoje dia feriado. Mais um saboroso título, o de Juvenis masculinos no futebol. Bicampeões. Interessante o ressurgir da nossa formação, campeões em bambis, infantis, juvenis e juniores (só em iniciados, apenas vice), sem grande reflexo nas convocatórias das seleções. No mínimo, estranho...

IMG_0182

 

 

 

Ontem sábado, hoje domingo e mais títulos

Nada mau, para dia de descanso. Bicampeões em Judo (masculino), mais 10 títulos nos campeonato de Portugal de atletismo em pista (ontem já tinham sido 15), com destaque para o 10° título consecutivo para Patrícia Mamona no triplo salto, na Ginástica com Diogo Ganchinho em trampolim e Inês Martins no duplo mini trampolim e no Ténis de Mesa com 2 campeões nacionais em iniciados e juniores, respectivamente Tiago Abiodum e José Pedro Francisco.

E o ano desportivo ainda não terminou. Ainda há muito para ganhar, desde o hóquei em patins (formação) ao futsal, passando pelo futebol, as juniores femininas e os juvenis e o de praia. Pelo menos.

E dia 21 é inaugurado o Pavilhão João Rocha, pelo que na próxima época desportiva já jogamos em casa em muitas modalidades. 

A este propósito é devido o reconhecimento à iniciativa e empenho da direção do Sporting na concretização deste sonho dos sportinguistas, e aos milhares de sócios que contribuíram na Missão Pavilhão e que, merecidamente, irão ver os seus nomes gravados nesta casa das modalidades do Sporting Clube de Portugal.

IMG_0142

 

Os Juvenis de hoje são os Juniores de amanhã

Já começa a ser um hábito. E saudável. Chega sábado, chegam mais títulos. E hoje foi um sábado juvenil.

Futsal: Sporting pentacampeão nacional de Juvenis (hoje, 5-2 ao slb);

Andebol: Sporting campeão nacional de Juvenis (hoje, 30-26 ao abc);

Futebol: Sporting vence taça nacional em Juvenis Femininos (hoje, 4-0 ao Viseu e 5-1 ao Albergaria).

Já agora, sempre podemos acrescentar que também nos Juvenis masculinos falta pouco para se sagrarem campeões. Quando restam 2 jogos por disputar, o Sporting tem 4 pontos de vantagem. Apesar das arbitragens inacreditáveis. Hoje o Sporting ganhou ao Porto 3-2, com ambos os golos portistas de penalti. E mais um jogador expulso (por acaso um que nada teve a ver com o lance). Já no jogo anterior o melhor jogador do Sporting, em lance banal, levou vermelho. E 3, 3 jogos de suspensão. Exatamente o que faltava disputar. Uma vergonha *.

É caso para dizer que os Juvenis de hoje são os Juniores de amanhã!

IMG_0141

 * para se perceber melhor: http://oartistadodia.blogspot.pt/2017/06/criterio-disciplinar-incompreensivel.html?utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook

 

Aconteceu Sporting

 

 

Ontem, pela noite, aconteceu Sporting. Podia ter sido só a conquista do campeonato. Podia ter sido uma segunda parte trágico-festiva. Mas foi muito mais do que isso. A primeira parte jogou-se avassaladoramente com um Sporting dominador a defender e a atacar. A segunda parte foi uma segunda parte à Sporting nesta época. Começámos a falhar os remates de longe e veio logo a habitual desconfiança. Bastou o extremo Nikcevic falhar dois golos que o Benfica ficou logo ali a morder os calcanhares do marcador. Como tantas vezes, a suicidária tendência desta equipa estava a vir ao de cima. Afortunados os que têm o campeão do mundo Carlos Ruesga, com toda a sua classe e experiência. Foi ele que sentenciou a partida marcando os últimos dois golos (e que golos), cabendo a Cudic a defesa final, assegurando os dois golos de vantagem a segundos do fim. E assim fomos campeões tantos anos depois. Mas o acontecimento estava guardado para o fim naquele pavilhão de Odivelas. E o que aconteceu foi Sporting. Fazendo questão de cumprimentar primeiro os adversários, logo a seguir o treinador Hugo Canela explodiu de emoção com toda a equipa e secção. O pavilhão logo ficou todo junto em verdadeira comunhão leonina. Não houve cânticos nem apartes para Benficas, Portos, lampiões e tripeiros. Foi Sporting e só Sporting. Como deve ser. Como às vezes não é. Quem lá esteve sabe bem a beleza do cântico improvisado do Pedro Portela, silenciando o pavilhão para depois soltar tudo o que estava preso na garganta há demasiados jogos de andebol. Foi bonito. Foi Sporting. Foi uma lição. Também para nós.

 

Esta já está. Queremos agora o Campeonato e a taça de Portugal

O Sporting Clube de Portugal ganha a Taça Challenge pela segunda vez. Grande jogo, grande vitória sobre o AHC Potaissa Turda por 30-24. O Andebol está de parabéns e mais um troféu europeu a caminho do Museu Sporting. Agora queremos o campeonato e a taça de Portugal. Quarta feira é ganhar ao benfica e depois a taça, e farão história. Como havia escrito, fim de semana promissor!

IMG_0080

IMG_0082

 

 

Fim de semana promissor

Este fim de semana promete. Começou esta sexta feira à tarde com a vitória por 2-1 dos Juvenis masculinos (futebol) frente ao Braga, consolidando a liderança nesta fase de apuramento do campeão, quando faltam 4 jornadas.

IMG_0076

 

 

À noite o Sporting sagrou-se campeão nacional em ténis de mesa ao bater o Ponta do Pargo por 3-0, resultado idêntico ao do 1° jogo da final. 

IMG_0075

Tudo isto enquanto 13 "crentes" do nosso blogue reafirmavam a sua fé, em jantar anual de convívio e de trabalho. Reinou a boa disposição e alguns figurantes do chamado "fenómeno desportivo" ficaram certamente com as orelhas a arder (singelo por dobrado...)

IMG_7992

Mas isto foi só para começo de conversa. Neste sábado, na Roménia, a nossa equipa de Andebol joga a 2a mão da final da Taça Challenge com o AHC Potaissa Turda. No 1° jogo o Sporting ganhou por 37-28. O jogo dá na Sporting TV às 15 horas.

Também na Sporting TV mas às 17 horas poderemos ver os nossos Juniores masculinos a defrontarem o Porto. Em caso de empate sagram-se campeões nacionais (ou se o Guimarães não vencer o seu jogo). 

Estes são dois exemplos que nos podem trazer títulos importantes. Mas tão importante quanto as vitórias e os troféus é o ecletismo do Sporting Clube de Portugal. E destaco o Goalball, que terá também jogos em direto na Sporting TV durante a manhã deste sábado. Trata-se de uma modalidade em que o Sporting é o atual campeão nacional (venceu logo na estreia). "O Goalball é uma modalidade com uma atmosfera única dentro do recinto desportivo onde a audição e o tacto são dois sentidos essenciais. Com competições masculinas e femininas, o Goalball requer uma forte concentração e sentido de orientação, características essenciais para que pessoas portadoras de deficiência visual possam orientar-se também no seu dia-a-dia. Em 1946 surgiu pela primeira vez o Goalball. Na altura a modalidade surgiu como uma forma de reabilitar veteranos da II Guerra Mundial  que haviam perdido a visão. A modalidade desenvolveu-se ao longo dos anos e em 1976 o desporto foi integrado pela primeira vez nos Jogos Paralímpicos" (in site do Sporting).

IMG_0078

(Foto da equipa de goalball do Sporting, atual campeão nacional) 

Não, o Sporting não é só  futebol. Nem selfies para o Instagram. Temos muitas estrelas que honram o desporto e o nosso clube com o seu esforço e com a sua dedicação, como o goalball (e muitas outras modalidades paralimpicas). E que nos enchem de orgulho. 

Boa notícia: juniores somam e seguem!

Os juniores masculinos obtiveram mais uma vitória, consolidando o 1° lugar da classificação. A 4 jornadas do fim, têm uma vantagem de 6 pontos sobre o Belenenses e de 8 sobre o Guimarães (e ainda recebem em casa às duas equipas). O Clube que tem escola no Seixal averbou mais uma derrota caseira, estando em penúltimo lugar. Desconhece-se se o selecionador do escalão assistiu ao jogo dos vimarenenses. O Sporting no bom caminho para mais um título da sua formação!

IMG_0062

 

 

Perdoem-me a piroseira de um post dirigido a alguém na segunda pessoa

Em 2004 choraste, e eu, que nunca chorei com a selecção, tive vontade de chorar contigo. "É tão menininho..." pensava, dizia. Nunca te deixei, segui-te sempre, quis saber sempre mais, ver mais. Saber onde podias chegar. Ano após ano.

IMG_20160711_221650.jpg

Ontem, quando te vi no chão e depois em lágrimas, pensei "não chores. Não chores, que também choro". Voltaste, porque és o maior e não desistes à primeira, não desististe em 12 anos, nunca viraste a cara a tanta ingratidão que se viu e ouviu, não sei quantos teriam essa capacidade, mas tu tens.

Não deu para continuares, e vieram as lágrimas novamente. Porque vives para todos os jogos, mas aqui entre nós, uma final é uma final, e detestas não estar presente.

Depois o momento de um verdadeiro capitão. E deixa-me dizer já aqui que muitas vezes eu disse: "ser capitão é uma pressão de que ele não precisa", e hoje sei por que nunca deixaste de o ser. Cresceste, amadureceste, sabes ser capitão nos momentos cruciais. Quem me conhece sabe como gosto do capitão da Itália e - detesto admitir isto - vê-lo de costas nos penalties dos colegas, quando se apregoavam um grupo unido, custou-me. Podem ser superstições, crendices, pode ter sido para não dar um grito ao Zaza, mas esse gesto ficou-me. No prolongamento vieste dar ânimo a todos, dentro e fora de campo. Abraços, gritos ou sussurros, o capitão estava ali com eles. O mimado, o birrento (atenção, adoro essas pequenas birras), estava ali a dar de si aos restantes.

Mais lágrimas no golo do Éder. És maravilhoso quando choras de alegria. És o maior, o melhor do mundo mesmo a chorar,quero lá saber. Chorei contigo antes, chorei contigo agora.

Quando levantaste a taça, senti as lágrimas chegarem. Talvez por tudo o que ouvi e li de 2004 para cá, em cada europeu e mundial, sempre a mesma conversa, sempre os mesmos argumentos idiotas e ressabiados. Ou talvez me tenha voltado simplesmente a emocionar com Portugal.

Doze anos, esperei 12 anos para te ver ali, assim. E vi. És o maior, meu  ric'menine.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D