Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Ponto da situação

Levamos três jogos seguidos sem ganhar. É verdade que um desses jogos foi contra o Barcelona de Messi, Iniesta, Suárez, Paulinho e Busquets. É verdade que ocorreram em três competições diferentes, o que de algum modo dilui o problema. Mas também é um facto que nos outros dois desafios tivemos pela frente o modesto Marítimo e o frágil Moreirense - equipas que temos obrigação de vencer em qualquer circunstância. E não é menos verdade que nestes três jogos não marcámos golo algum: a única vez em que a bola chegou às redes da baliza adversária foi graças a um autogolo.

Alguns sportinguistas andam eufóricos com os desaires do Benfica. É preciso dizer-lhes que isso não traz nenhum ponto ao Sporting nem nos garante qualquer título.

É tempo de não cometermos o erro de sempre: olharmos mais para outros do que para nós.

É tempo de cair na real. Nada de sobrancerias, nada de pensarmos que são favas contadas, nada de facilitar seja com quem for.

 

Sporting: uma época cheia de títulos

- Campeão nacional de andebol

- Campeão nacional de andebol em juvenis

- Taça Challenge em andebol

- Campeão nacional de futebol sénior (feminino)

- Campeão nacional de futebol júnior (masculino)

- Campeão nacional de futebol júnior (feminino)

- Campeão nacional de futebol juvenil (masculino)

- Taça de Portugal de futebol feminino

- Taça Nacional de futebol júnior (feminino)

- Taça Nacional de futebol juvenil (feminino)

- Campeão distrital em Lisboa de benjamins A em futebol

- Campeão distrital em Lisboa de infantis A em futebol

- Campeão nacional de futsal

- Supertaça de futsal

- Campeão nacional de futsal em juvenis

- Campeão nacional de râguebi feminino

- Campeão nacional de râguebi feminino (sevens)

- Taça de Portugal de râguebi feminino

- Campeão nacional de natação

- Campeão nacional de atletismo feminino

- Campeão nacional de atletismo feminino em juniores

- Campeão nacional de atletismo (10 mil metros)

- Campeão nacional de triplo salto masculino (Nelson Évora)

- Campeão nacional de triplo salto feminino (Patrícia Mamona)

- Campeão nacional juvenil de salto em comprimento (Catarina Karas)

- Campeão nacional de marcha

- Campeão nacional de corta-mato feminino

- Campeão nacional de corta-mato masculino sub-23

- Campeão nacional de judo

- Medalha de ouro no Open Europeu de judo feminino, categoria 48 kg (Maria Siderot)

- Campeão nacional de ténis de mesa

- Taça de Portugal de ténis de mesa

- Supertaça de ténis de mesa

- Campeão nacional de ténis de mesa sub-21

- Campeão nacional de trampolins

- Taça de Portugal em trampolim absoluto feminino

- Campeão mundial de tiro a 10 metros (João Costa)

- João Costa recordista mundial de tiro a 10 metros

- Campeão mundial de kickboxing (André Santos)

- Campeão nacional de boxe juniores (individual)

- Campeão nacional de boxe juniores (colectivo)

- Campeão nacional de bilhar (pool)

- Campeão nacional de paraciclismo / desporto adaptado

- Taça de Portugal de paraciclismo / desporto adaptado

 

(lista actualizada, incluindo já a Supertaça em futsal conquistada hoje)

Balanço provisório

Até agora, nesta época 2017/2018, disputámos seis jogos oficiais. Com Aves, V. Setúbal, V. Guimarães, Estoril e Steaua de Bucareste (2).

Balanço: cinco vitórias e um empate. Quinze golos marcados e dois sofridos.

 

Ao nível das nossas melhores expectativas. E bastante acima do que muitos previam, o que justifica um elogio ao treinador: além dos bons resultados, a equipa está motivada e organizada, mostrando vontade de superar todos os obstáculos. E vários reforços têm mostrado ser isso mesmo: reforços.

Desta vez os olheiros andaram de olhos bem abertos. Ao contrário do que sucedeu há um ano.

Balanço dos 3 primeiros jogos oficiais

img_770x433$2017_07_20_02_09_31_1292049.jpg

 Após os 3 primeiros jogos oficiais gostava de debater com os leitores algumas observações que me saltam à vista.

 

1) Não seria melhor jogar com Doumbia junto a Bas Dost e ter mais presença na área, deixando Podence para desequilibrar o jogo na segunda parte como aconteceu na Vila das Aves, para não acontecer como hoje em que faltavam no banco opções para desequilibrar, uma vez que Iuri tem um tremendo potencial mas é um jogador diferente e que Mattheus Oliveira e Bruno César também estão longe de ter essas características? Bem sei que Matheus Pereira é um desequilibrador e foi emprestado, mas a verdade é que se trata de um jogador que precisa de jogar para render o que sabe, e já vimos pela época passada que não ia ter essa regularidade.

 

2) Temos uma das melhores duplas de centrais dos últimos anos. Espero que Mathieu não sofra dos problemas físicos do passado que me fizeram temer a sua contratação, pois poderá ser uma tremenda mais valia como tem demonstrado, e tambem porque a qualidade das alternativas, infelizmente não oferece segurança.

 

3) Fábio Coentrão, apesar de obrigar a uma gestão do esforço, é claramente um upgrade face aos nossos últimos laterais. Esse mesmo upgrade se verifica na ala esquerda do ataque com Acuña.

 

4) Não poderia Bryan Ruiz ser opção no plantel? Qualidade não lhe falta e num registo em que joga menos vezes, poderá render mais e ser importante para a qualidade da gestão da posse de bola em alguns jogos, algo de que a nossa equipa sofre, principalmente sem William, mesmo apesar do papel extremamente importante de Battaglia que permite à equipa recuperar a bola mais à frente.

 

5) Piccini até ver ainda não mostrou ser melhor que Schelotto. Resta esperar para ver Ristovski.

 

6) Bruno Fernandes ainda tem muito que trabalhar sem bola para ser Adrien, como se viu hoje, jogo em que o nosso capitão, mesmo não estando na melhor forma, permitiu à equipa outra capacidade de recuperação de bola e de pressão.

Balanço dos prognósticos 2016/17

Antes do arranque do campeonato nacional de futebol 2017/18, relembro os prognósticos sobre a prestação do Sporting em cada jornada da Liga anterior feitos aqui no És a Nossa Fé.

É um passatempo que aqui recomeçará, pelo quinto ano consecutivo, mal soe o apito de saída da próxima Liga.

 

13 de Agosto (Sporting, 2 - Marítimo, 0): Liga dos Mancos

20 de Agosto (Paços de Ferreira, 0 - Sporting, 1): José da Xã

28 de Agosto (Sporting, 2 - FC Porto, 1): Ceoma, Cristina Torrão, Francisco Vasconcelos, Gabriel Santos, Moisés Paiva

10 de Setembro (Sporting, 3 - Moreirense, 0): Edmundo Gonçalves, José Almeida

18 de Setembro (Rio Ave, 3 - Sporting, 1): Ninguém acertou

23 de Setembro (Sporting, 4 - Estoril, 2): Ninguém acertou

1 de Outubro (V. Guimarães, 3 - Sporting, 3): Ninguém acertou

22 de Outubro (Sporting, 1- Tondela, 1): David e Leão de Tondela

28 de Outubro (Nacional, 0 - Sporting, 0): Ninguém acertou

6 de Novembro (Sporting, 3 - Arouca, 0): Polik

36 de Novembro (Boavista, 0 - Sporting, 1): José da Xã

3 de Dezembro (Sporting, 2 - V. Setúbal, 0): Leão do Fundão e SportingSempre

11 de Dezembro (Benfica, 2 - Sporting, 1): Simão

18 de Dezembro (Sporting, 0 - Braga, 1): Ninguém acertou

22 de Dezembro (Belenenses, 0 - Sporting, 1): José da Xã

8 de Janeiro (Sporting, 1 - Feirense, 0): Tiago

14 de Janeiro (Chaves, 2 - Sporting, 2): Ninguém acertou

21 de Janeiro (Marítimo, 2 - Sporting, 2): Ninguém acertou

28 de Janeiro (Sporting, 4 - Paços de Ferreira, 2) Ninguém acertou

4 de Fevereiro (FC Porto, 2 - Sporting, 1): Tony Cebola

12 de Fevereiro (Moreirense, 2 - Sporting, 3): Ninguém acertou

19 de Fevereiro (Sporting, 1 - Rio Ave, 0): Ninguém acertou

25 de Fevereiro (Estoril, 0 - Sporting, 2): Carlos Silva, José da Xã, Leão do Fundão, Leoa Maria, Orlando

5 de Março (Sporting, 1 - V. Guimarães, 1): Ninguém acertou

11 de Março (Tondela, 1 - Sporting, 4): Pedro Wasari

18 de Março (Sporting, 2 - Nacional, 0): Cristina Torrão

2 de Abril (Arouca, 1 - Sporting, 2): Leão de Queluz

9 de Abril (Sporting, 4 - V. Setúbal, 0): Orlando

14 de Abril (V. Setúbal, 0, - Sporting, 3): Leão do Fundão, Pedro Wasari

22 de Abril (Sporting, 1 - Benfica, 1): Ninguém acertou

30 de Abril (Braga, 2 - Sporting, 3): Ninguém acertou

7 de Maio (Sporting, 1 - Belenenses, 3): Ninguém acertou

13 de Maio (Feirense, 2 - Sporting, 1): Ninguém acertou

21 de Maio (Sporting, 4 - Chaves, 1): Ninguém acertou

 

CONCLUSÃO:

Houve um vencedor, que cumprimento efusivamente pela pontaria tão certeira: o nosso estimado colega de blogue JOSÉ DA XÃ, que se destacou com quatro palpites certos. No Paços de Ferreira-Sporting, no Boavista-Sporting, no Belenenses-Sporting e no Estoril-Sporting. Curiosamente, sempre com a equipa leonina na condição de visitante.

Ele é já repetente nestas lides: foi um dos triunfadores destes prognósticos na época 2013/14. Merece os redobrados parabéns de todos nós.

 

Outra palavra de saudação especial ao leitor LEÃO DO FUNDÃO, vencedor em 2014/15, e que desta vez ficou em segundo lugar, acertando três resultados (Sporting-V. Setúbal, Estoril-Sporting e V. Setúbal-Sporting).

Merecem igualmente menção a minha colega CRISTINA TORRÃO e os leitores ORLANDO e PEDRO WASARI, com dois vaticínios certos cada.

 

Foi pena que ninguém tenha acertado em 16 dos 34 jogos - quase metade, incluindo as últimas cinco jornadas.

Esperemos que no campeonato 2017/18 a pontaria se revele mais afinada.

 

Aproveito para recordar que na Liga 2013/14 houve por cá sete vencedores: Bruno Cardoso, Edmundo Gonçalves, João Paulo Palha, João Torres, José da Xã, Lina Martins e Octávio.

No campeonato 2014/15, apenas um: Leão do Fundão.

Em 2015/16, triunfou o Grande Artista Goleador.

 

Falta pouco mais de um mês para começar o próximo. Aberto, como os anteriores, a todos quantos fazem e lêem este blogue.

Pódio 2016/17: Bas Dost, Gelson, Bruno César

Em jeito de balanço, aqui fica a lista dos jogadores que receberam a menção de melhores em campo no último campeonato pela soma das classificações atribuídas pelos diários desportivos após cada jornada.

De salientar que Bas Dost lidera as três classificações e Bruno César comparece em dois dos três pódios. Gelson, primeiro ex-aequo na tabela do Record, mais do que duplica a pontuação do pódio 2015/16 (12, então na terceira posição).

Destaque para o quinto posto de Campbell, jogador que Jorge Jesus cedo colocou à margem. E para a ausência de Bryan Ruiz, quarto na época anterior (após Slimani, João Mário e Gelson).

Só o Record destacou Coates. E apenas O Jogo fez menções a William Carvalho e Podence. Rui Patrício teve os mesmos pontos que obtivera há um ano. E Adrien desta vez recebeu mais um.

 

Bas Dost: 32

Gelson Martins: 28

Bruno César: 11

Adrien: 9

Campbell: 6

Rui Patrício: 3

William Carvalho: 3

Alan Ruiz: 2

Coates: 2

João Mário: 1

Slimani: 1

Podence: 1

 

A Bola: Bas Dost (11), Gelson Martins (10), Bruno César (5), Adrien (4), Campbell (2), Rui Patrício, Alan Ruiz.

Record: Bas Dost (11), Gelson Martins (11), Adrien (4), Coates (2), Bruno César (2), Slimani, Campbell, Rui Patrício, Alan Ruiz.

O Jogo: Bas Dost (10), Gelson Martins (7), Bruno César (4), Campbell (3), William Carvalho (3), João Mário, Adrien, Podence, Rui Patrício.

 

Nota: Há um ano foi assim.

Os melhores jogadores da época passada (3)

Balanço dos jogadores do Sporting que mais se destacaram em cada desafio do campeonato 2016/17:

 

Gelson Martins: 11 (Sporting-Marítimo; Moreirense-Sporting; V. Guimarães-Sporting; Tondela-Sporting; Boavista-Sporting; Sporting-Braga; Marítimo-Sporting; Sporting-Paços de Ferreira; Estoril-Sporting; Sporting.V. Guimarães; Feirense-Sporting)

Bas Dost: 9 (Sporting-Estoril; Sporting-Arouca; Sporting-Feirense; Chaves-Sporting; Sporting-Tondela; Sporting-Nacional; Sporting-Boavista; Braga-Sporting; Sporting-Chaves)

Adrien: 4 (Paços de Ferreira-Sporting; Rio Ave-Sporting; Sporting-Moreirense; Sporting-Benfica)

Bruno César: 3 (V. Setúbal-Sporting, Sporting-V. Setúbal; Sporting-Belenenses)

Campbell: 2 (Benfica-Sporting; Belenenses-Sporting)

Slimani: 1 (FC Porto-Sporting)

Rúben Semedo: 1 (Nacional-Sporting)

Alan Ruiz: 1 (FC Porto-Sporting)

Rui Patrício: 1 (Sporting-Rio Ave)

Coates: 1 (Arouca-Sporting)

 

Na época 2014/15, os melhores jogadores foram Nani, William Carvalho e Montero.

Na época 2015/16, os melhores jogadores foram Slimani, Adrien e João Mário.

Os melhores jogadores da época passada (2)

Antes do arranque do campeonato nacional de futebol 2016/17, relembro os meus apontamentos da época passada. Para recordar os jogadores que se evidenciaram mais em cada desafio.

 

21 de Janeiro (Marítimo, 2 - Sporting, 2): GELSON MARTINS

«Mesmo muito marcado, causou diversos desequilíbrios. E fez o gosto ao pé, marcando o segundo golo. Se todos fossem como ele, o Sporting não seguiria neste humilhante quarto lugar no campeonato.»

 

28 de Janeiro (Sporting, 4 - Paços de Ferreira, 2): GELSON MARTINS

«Novamente o melhor em campo, deslumbrou o público de Alvalade com apontamentos de grande requinte técnico - com destaque para o golo que marcou, aos 35'. Um belíssimo golo que fez levantar o estádio.»

 

4 de Fevereiro (FC Porto, 2 - Sporting, 1): ALAN RUIZ

«Inexplicavelmente, entrou só na segunda parte. Ainda a tempo de marcar um grande golo, aos 60'. O seu golo de estreia pelo Sporting no campeonato. Com ele em campo, a equipa melhorou muito. Na qualidade de passe, na manobra ofensiva, na vocação atacante.»

 

12 de Fevereiro (Moreirense, 2 - Sporting, 3): ADRIEN

«Protagonizou o melhor momento do desafio no decisivo lance do nosso terceiro golo, iniciado e concluído nos pés dele - primeiro numa tabelinha para Gelson, depois a finalizar muito bem um centro de Schelotto. Justa recompensa para um dos mais inconformados jogadores do Sporting, batalhador do princípio ao fim.»

 

19 de Fevereiro (Sporting, 1 - Rio Ave, 0): RUI PATRÍCIO

«Herói da sofrida vitória do Sporting nesta partida em que vestiu pela 400.ª vez a camisola verde e branca enquanto profissional, num percurso iniciado há dez anos. Fez defesas soberbas, sobretudo nos primeiros 25 minutos, impedindo pelo menos quatro vezes o Rio Ave de marcar.»

 

25 de Fevereiro (Estoril, 0 - Sporting, 2): GELSON MARTINS

«Por vezes parece o único jogador que imprime velocidade à equipa leonina. Parte os rins às defesas adversárias, ganha sucessivos confrontos individuais, desequilibra sempre na sua área e oferece golos de bandeja, que os colegas teimam em desperdiçar.»

 

5 de Março (Sporting, 1 - V. Guimarães, 1): GELSON MARTINS

«Voltou a ser o jogador mais inconformado, mais veloz, mais esclarecido tecnicamente e com melhor leitura de jogo.»

 

11 de Março (Tondela, 1 - Sporting, 4): BAS DOST

«Quatro golos, todos marcados pelo ponta-de-lança holandês. Aos 33', 55', 71' e 78'. Foi de longe a melhor contratação do Sporting nesta época.»

 

18 de Março (Sporting, 2 - Nacional, 0): BAS DOST

«Com 24 golos marcados em 23 jogos do campeonato, foi novamente o nosso melhor jogador em campo - e já com direito a cântico personalizado em Alvalade.»

 

2 de Abril (Arouca, 1 - Sporting, 2): COATES

«Patrão da defesa, desarticulou vários lances ofensivos do Arouca. Fez um bom cabeceamento, na sequência de um canto, aos 18'. E foi ele a iniciar o primeiro golo, com um passe em profundidade para Gelson Martins recolher na ala direita. Merece aplauso.»

 

9 de Abril (Sporting, 4 - Boavista, 0): BAS DOST

«Mais de um golo por partida. Hoje foram mais três - aos 29', 48' e 63', o segundo dos quais na conversão de uma grande penalidade. Sem dúvida, a grande figura do jogo.»

 

14 de Abril (V. Setúbal, 0 - Sporting, 3): BRUNO CÉSAR

«Partiu dele o cruzamento para o nosso golo inicial, logo aos 20'. Também foi ele a marcar o canto que originou o segundo golo, aos 55'. Infatigável, actuou em duas posições na ala esquerda e nunca deixou de disputar a bola.»

 

22 de Abril (Sporting, 1 - Benfica, 1): ADRIEN

«Chamado a converter o penálti, fê-lo da melhor maneira. Durante todo o resto do jogo foi ele quem mais puxou pela equipa, ganhando segundas bolas, abrindo linhas de passe e nunca desistindo de lance algum.»

 

30 de Abril (Braga, 2 - Sporting, 3): BAS DOST

«Três golos decisivos - o primeiro marcado de grande penalidade, aos 50'; o segundo de cabeça, superando a oposição de dois defesas adversários, aos 75'; o terceiro também de cabeça, numa elevação perfeita, aos 84'. Soma e segue: naturalmente, foi o melhor em campo.»

 

7 de Maio (Sporting, 1 - Belenenses, 3): BRUNO CÉSAR

«O menos mau foi Bruno César por ter marcado o nosso golo solitário, aproveitando com felicidade um ressalto, "assistido" pela trave.»

 

13 de Maio (Feirense, 2- Sporting, 1): GELSON MARTINS

«Novamente o melhor jogador do Sporting: um golo marcado, logo aos 19', e uma bola disparada à barra e à trave que aos 73' poderia ter dado o golo do empate que nos fugiu.»

 

21 de Maio (Sporting, 4 - Chaves, 1): BAS DOST

«Terceiro hat trick do holandês nesta Liga, somando 34 golos. Mais sete do que Slimani na época passada. Há 15 anos, desde Jardel em 2002, que o Sporting não tinha nenhum jogador a marcar mais de 30 golos num campeonato.»

 

(Conclusão do balanço iniciado ontem)

Os melhores jogadores da época passada (1)

Antes do arranque do campeonato nacional de futebol 2017/18, relembro os meus apontamentos da época passada. Para recordar os jogadores que se evidenciaram mais em cada desafio.

 

13 de Agosto (Sporting, 2 - Marítimo, 0): GELSON MARTINS

«Excelente exibição do nosso extremo direito, com uma segunda parte perfeita, em primorosa articulação com João Pereira. É dele o cruzamento-assistência que proporcionou o segundo golo, aos 60': Bryan Ruiz só teve de encostar o pé.»

 

20 de Agosto (Paços de Ferreira, 0 - Sporting, 1): ADRIEN

«Excelente execução técnica do capitão leonino, numa semi-rotação, disparando para fora do alcance do guarda-redes. Este golo, a um minuto do fim da primeira parte, valeu-nos três pontos. E confirmou o nosso n.º 23 como o melhor jogador em campo. Absolutamente decisivo.»

 

28 de Agosto (Sporting, 2 - FC Porto, 1): SLIMANI

«Conquistou o livre que nos valeu o primeiro golo, marcado por ele (14'); foi sempre o primeiro jogador a perturbar o início da manobra ofensiva portista; forçou os defesas adversários a estar em alerta permanente. No final da partida despediu-se em lágrimas, sob fortíssima ovação, neste que terá sido o seu último jogo pelo Sporting. Despede-se com uma vitória.»

 

10 de Setembro (Sporting, 3 - Moreirense, 0): GELSON MARTINS

«Desbloqueou o nulo inicial com um belo golo marcado aos 27' que acabou por ser decisivo nesta partida: grande desmarcação em diagonal, dominando muito bem a bola e rematando de forma acrobática. Teve ainda intervenção decisiva no terceiro golo: foi dele o passe a desmarcar Schelotto, autor da assistência.»

 

18 de Setembro (Rio Ave, 3 - Sporting, 1): ADRIEN

«Melhor jogador do Sporting - um dos poucos que tentaram sacudir a apatia colectiva que se apoderou do onze titular. Combativo, persistente, nunca virou a cara à luta e venceu sucessivos duelos individuais.»

 

23 de Setembro (Sporting, 4 - Estoril, 2): BAS DOST

«O internacional holandês marcou dois belos jogos (13'+62') e foi sempre uma referência no ataque leonino, o que me leva a elegê-lo como melhor jogador em campo. Justamente saudado com calorosos aplausos ao ser substituído.»

 

1 de Outubro (V. Guimarães, 3 - Sporting, 3): GELSON MARTINS

«Sempre muito dinâmico na ala direita, que dominou como quis durante quase todo o jogo, sem descurar missões defensivas. Soberba intervenção no golo inaugural do Sporting, ganhando uma bola dividida com uma exímia rotação que lhe permitiu galgar terreno e rematar à baliza.»

 

22 de Outubro (Sporting, 1 - Tondela, 1): GELSON MARTINS

«Novamente o mais destacado jogador do Sporting - deixando a larga distância quase todos os companheiros. Destacou-se logo ao minuto 4, rematando ao poste após uma brilhante incursão pela ala direita. E foi dele a assistência para o golo de Campbell, no minuto final. Fez tudo para merecer a vitória.»

 

28 de Outubro (Nacional, 0 - Sporting, 0): RÚBEN SEMEDO

«Foi talvez o jogador do Sporting que errou menos nesta partida. Foi também um dos poucos que revelaram genuína atitude leonina, bem patente na forma como nos últimos minutos procurou empurrar a equipa para diante.»

 

6 de Novembro (Sporting, 3 - Arouca, 0): BAS DOST

«O internacional holandês voltou aos golos, bisando nesta partida. Marcou o primeiro e o último dos três, aos 9' e aos 63'. Já soma seis na Liga 2016/17. Foi um elemento fundamental nesta vitória.»

 

26 de Novembro (Boavista, 0 - Sporting, 1): GELSON MARTINS

«Partiu os rins ao lateral esquerdo do Boavista, criando sucessivos desequilíbrios na sua ala e à entrada da grande área axadrezada. Fez a assistência para o golo e esteve ele próprio muito perto de marcar. Tem um fôlego inesgotável: não acusa o menor indício de desgaste físico.»

 

3 de Dezembro (Sporting, 2 - V. Setúbal, 0): BRUNO CÉSAR

«Marcou um golo que fez levantar o estádio, de livre directo, fazendo voar a bola para o fundo da baliza sadina, sem qualquer hipótese de defesa. Um golo que decidiu o encontro, estavam apenas decorridos 36 minutos. Por isto e pela sua combatividade exemplar merece ser considerado o melhor em campo.»

 

11 de Dezembro (Benfica, 2 - Sporting, 1): CAMPBELL

«Jesus deu-lhe ordem para avançar na segunda parte e mal entrou o campo o costarriquenho abanou o jogo, criando sucessivos desequilíbrios. Serviu exemplarmente Bas Dost em dois primorosos lances da ala esquerda - um dos quais deu origem ao nosso golo. Foi pena que tivesse jogado só 45 minutos.»

 

18 de Dezembro (Sporting, 0 - Braga, 1): GELSON MARTINS

«Voltou a ser o melhor dos nossos, escapando ao naufrágio geral da equipa. Esteve quase a marcar na primeira parte, com um remate a rasar a baliza do Braga (32') e na segunda parte atirou ao poste (50'). Teve a qualidade ofensiva a que já nos habituou e ainda foi várias vezes atrás, desempenhando missões defensivas no corredor direito.»

 

22 de Dezembro (Belenenses, 0 - Sporting, 1): CAMPBELL

«A sua entrada em campo aos 57', substituindo o compatriota Bryan Ruiz, contribuiu muito para dinamizar o caudal ofensivo do Sporting. Com velocidade, desequilíbrios, bons passes. Aos 67' cavou um livre muito perigoso, marcado por Adrien, que possibilitou ao guardião Joel Pereira a defesa da noite, fazendo a bola embater na barra. E foi dele a assistência para o golo de Bas Dost, com um cruzamento muito largo para o segundo poste.»

 

8 de Janeiro (Sporting, 2 - Feirense, 1): BAS DOST

«Foi o melhor em campo não só por ter bisado mas também pelos lances que construiu, servindo os companheiros. Com 13 golos por sua conta nesta época, ascendeu hoje à posição de melhor goleador do campeonato.»

 

14 de Janeiro (Chaves, 2 - Sporting, 2): BAS DOST

«O holandês marca há seis jogos consecutivos. Hoje bisou pela quarta vez no campeonato, reforçando a liderança na lista dos melhores marcadores. Já marcou 13 na Liga 2016/17 - os mesmos de Slimani à 17.ª jornada, faz agora um ano. E vão quinze no total das competições desta época oficial.»

(Conclui amanhã)

Balanço (36)

Golos marcados pelos jogadores do Sporting na Liga 2016/17:

 

Bas Dost: 34

(Moreirense, Rio Ave, Estoril, Estoril, Arouca, Arouca, Boavista, Benfica, Belenenses, Feirense, Feirense, Chaves, Chaves, Marítimo, Paços de Ferreira, Paços de Ferreira, Moreirense, Estoril, Tondela, Tondela, Tondela, Tondela, Nacional, Nacional, Boavista, Boavista, Boavista, V. Setúbal, Braga, Braga, Braga, Chaves, Chaves, Chaves)

Alan Ruiz: 6

(FC Porto, Moreirense, Rio Ave, V. Guimarães, Arouca, Boavista)

Gelson Martins: 6

(FC Porto, Moreirense, Marítimo, Paços de Ferreira, V. Setúbal, Feirense)

Adrien: 4

(Paços de Ferreira, Paços de Ferreira, Moreirense, Benfica)

Coates: 3

(Marítimo, Estoril, V. Guimarães)

Campbell: 3

(Moreirense, Tondela, Arouca)

Bruno César: 3

(V. Setúbal, Arouca, Belenenses)

Bryan Ruiz: 2

(Marítimo, Estoril)

William Carvalho: 2

(V.Setúbal, V. Setúbal)

Slimani: 1

(FC Porto)

André: 1

(Estoril)

Markovic: 1

(V. Guimarães)

Elias: 1

(V. Guimarães)

Matheus Pereira: 1

(Chaves)

 

Na época 2014/15, os melhores marcadores foram Slimani, Montero e Adrien.

Na época 2015/16, os melhores marcadores foram Slimani, Teo Gutiérrez, Adrien e Bryan Ruiz.

Balanço (30)

transferir-1-4[1].jpg

 

 O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre BAS DOST:

 

- Frederico Dias de Jesus: «Assim nasceu um novo matador em Alvalade!» (24 de Setembro)

- Edmundo Gonçalves: «Pegou de estaca.» (24 de Outubro)

- Marta Spínola: «Temos bons centrais, um Schelotto que começa bem, descarrila pelo meio e corre para apanhar o fim, um Bas Dost que não tem culpa que não lhe chegue sempre a bola...» (29 de Outubro)

- José da Xã: «Assumo aqui e agora a minha desconfiança do jogador no início de época. Mas chegado a este ponto, Dost parece o homem certo no lugar certo. Basta que lhe façam chegar as bolas. Do resto trata ele!» (7 de Novembro)

- Ricardo Roque: «Valeu a categoria de Gelson na jogada do golo, com o acerto de Bas Dost, mas a nota dominante foram os golos falhados. Tanto desperdício poderia ter-nos custado caro.» (28 de Novembro)

- Francisco Vasconcelos: «Jorge Jesus mexe mal na equipa ao tirar Bruno César e  Bas Dost e precisa claramente de dois laterais como deve ser.» (11 de Dezembro)

- Alexandre Poço: «É fundamental manter Bas Dost na época 2017/18. Será pedra fundamental na terceira tentativa de Jorge Jesus para nos dar o tão almejado título.» (13 de Março)

- Rui Cerdeira Branco: «Um ponta de lança fora de série, a melhor contratação do ano, praticamente a única (talvez acompanhado de Alan Ruiz que demorou a render mas parece ser uma certeza). Não é jogador para sozinho dar um título (Jardel há só um) mas é claramente dos melhores que passaram pelo Sporting em muitos anos. Um jogador competentíssimo como matador e a pedir um criativo mais venenoso nas costas e melhores laterais a cruzar...» (14 de Maio)

- Eu: «Desde Mário Jardel que não tínhamos um artilheiro de pé (e cabeça) tão quente como ele. Além disso é um exemplo de companheirismo e camaradagem, no relvado e no balneário. Alguém com fibra de Leão: tem espírito de equipa, é leal na disputa dos lances, nunca nega o contributo para as vitórias e detesta sair do campo derrotado, mesmo que o jogo seja a feijões. Foi um verdadeiro reforço no Verão passado: por isso o aplaudimos em Alvalade como se tivesse sido sempre um dos nossos. É goleador máximo do campeonato português. E o vice-campeão dos goleadores da Europa, só suplantado por Messi.» (22 de Maio)

Balanço (29)

617297958[1].jpg

 

 O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre CASTAIGNOS:

 

- Luís de Aguiar Fernandes: «Podem dizer que o André, Campbell, Castaignos e afins são piores que o Matheus.» (31 de Outubro)

- Eu: «Castaignos, o avançado incapaz de marcar golos, é um novo Barcos.» (4 de Janeiro)

- Francisco Chaveiro Reis: «Gastamos de mais em jogadores que jogam de menos. Douglas, Meli, Petrovic, Paulista, Elias, Castaignos, Markovic ou André têm as portas de saída escancaradas.» (19 de Janeiro)

- Edmundo Gonçalves: «Quando [Jesus] fez sair os homens que estavam melhor (Alan e Bruno) e fez subir William, um jogador que pede gente rápida na frente, a entrada de Joel e do inenarrável Castaignos foram apenas uma decisão tola tomada por equívoco, ou foi uma tola decisão tomada por teimosia?» (5 de Março)

- Luciano Amaral: «Castaignos faz de propósito para falhar golos. Jesus faz de propósito para que o Sporting não jogue nada. Bruno de Carvalho faz de propósito para que os sportinguistas passem a vida a levar enxertos de pancada. Se não é verdade, pelo menos parece.» (8 de Maio)

- Alexandre Poço: «Já vendemos o Luc Castaignos?» (10 de Maio)

- Rui Cerdeira Branco: Este ano foi um daqueles anos em que mais suspirei por vários jogadores que já são nossos, da Academia, e que, ou não estavam ao nosso serviço, ou permaneciam arredados do plantel. Fi-lo sempre que Castaignos tocou na bola.» (22 de Maio)

- José da Xã: «Chamo aqui Campbell, Castaignos, Meli ou André Filipe. Nenhum deles mostrou ser reforço, o que me leva a perguntar como aparecem estes atletas no plantel. Pior… com a sua chegada atiraram alguns jogadores da Academia para a segunda liga ou para outras equipas. Um erro que foi demasiadamente caro.» (27 de Maio)

Balanço (28)

OriginalSize$2017_03_02_12_28_42_1231493[1].jpg

 

 O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre FRANCISCO GERALDES:

 

- Eu: «O jovem jogador, com apenas 21 anos, deve retornar a Alvalade. Depois de duas épocas em destaque no Sporting B e deste empréstimo ao Moreirense, precisamos dele na nossa equipa principal. Sem favor algum, Jorge Jesus deve equacionar o seu regresso sem mais demora.» (4 de Janeiro)

- Edmundo Gonçalves: «Considerar a participação de Francisco Geraldes neste jogo com o Varzim na equipa B como uma despromoção só pode ser ou piada de mau gosto, ou ausência total do entendimento do que deve ser uma equipa B, ou mais uma fornada de carvão para a fogueira. Ou o somatório de todas elas.» (16 de Fevereiro)

- Francisco Almeida Leite: «Um jogador com imenso potencial e que Jesus teima em não lançar de forma sustentada. Se isso acontecer será um erro. Mais um. Francisco Geraldes bem trabalhado e com oportunidades poderá ser uma espécie de novo Antoine Griezmann...» (10 de Maio)

- Rui Cerdeira Branco: «Raramente jogou e o treinador não parece ter em grande consideração o seu potencial, preferindo discipliná-lo. Num raro momento em Alvalade em que Geraldes se arma em municiador imprevisível e consequente da linha da frente, Jesus só não terminou a bronca que lhe ia dar porque foi abafado pelo entusiamo dos adeptos com o atrevimento naquela equipa amorfa que viria a perder por 1-3.» (14 de Maio)

Balanço (27)

daniel%20podence[1].jpg

 

 O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre PODENCE:

 

- Francisco Chaveiro Reis: «O Sporting precisa urgentemente de avançados. Teo foi para os Jogos Olímpicos e calcula-se que não volte; Barcos não mostrou nada e Spalvis, antes de poder mostrar ao que vem, lesionou-se e vai perder seis meses, pelo que aposto que os poucos jogos que fará este ano serão na B. Há ainda Slimani, que não creio que fique em Portugal mais um ano. Bem vistas as coisas, sobram Alan e Podence e nenhum deles é um avançado de raiz. Falta poder de fogo e Jesus gosta de ter quatro homens para esta posição.» (22 de Julho)

- Eu: «Novamente o jogador mais em evidência. Substituiu Barcos na segunda parte, esticando o nosso jogo. Bom na finta, na dinâmica e na visão periférica.» (23 de Julho)

- Luciano Amaral: «É preciso pôr sempre os mesmos a jogar e eles não não chegam para todas. Isto dá mesmo que pensar, quando nos lembramos que andaram a ser espalhados de empréstimo por aí jogadores da formação que, de certeza, pior não fariam: Mané, Podence, Iuri, Palhinha, Gauld...» (13 de Dezembro)

- Rui Cerdeira Branco: «Temos três meses e algum sangue novo disponível e que, mais que não fosse, pelo baixo rendimento de alguns clássicos de Jorge Jesus, já justificam uma aposta continuada por uns jogos. Pelo menos Podence e provavelmente Geraldes e Matheus Pereira. Não para satisfazer os adeptos, mas para construir um esqueleto de equipa e um balneário mais equilibrado onde todos sejam vistos como alternativas válidas.» (6 de Março)

Balanço (26)

600.579cfc9d0cf2d6e7c123e489[1].jpg

 

  O que escrevemos aqui, durante a temporada, sobre MELI:

 

- Francisco Vasconcelos: «Um jogador que em forma pode ser uma boa alternativa.» (29 de Outubro)

- Francisco Chaveiro Reis: «Meli e Elias nada trouxeram e devem ser "despachados". Meli deve regressar ao seu país como moeda de troca num negócio.» (20 de Dezembro)

- Eu: «Trocava já o Meli pelo Iuri.» (13 de Janeiro)

- Rui Cerdeira Branco: Este ano foi um daqueles anos em que mais suspirei por vários jogadores que já são nossos, da Academia, e que, ou não estavam ao nosso serviço, ou permaneciam arredados do plantel. Fi-lo sempre que Castaignos tocou na bola, sempre que no banco ou na bancada via jogadores que nem calçavam - como Meli.» (22 de Maio)

- José da Xã: «Chamo aqui Campbell, Castaignos, Meli ou André Filipe. Nenhum deles mostrou ser reforço, o que me leva a perguntar como aparecem estes atletas no plantel. Pior… com a sua chegada atiraram alguns jogadores da Academia para a segunda liga ou para outras equipas. Um erro que foi demasiadamente caro.» (27 de Maio)

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D