18 Dez 16

Não gostei

 

Da derrota. O Braga veio a Alvalade vencer o Sporting num jogo pautado por uma prestação medíocre da nossa equipa. Bastou um golo bracarense para nos impor a primeira derrota caseira neste campeonato. Antes do Braga, só Borussia Dortmund e Real Madrid tinham aqui vencido na época 2016/17.

 

Da exibição. Segunda derrota consecutiva do Sporting na Liga, desta vez frente a uma equipa que vinha de três desaires consecutivos e se apresentou em Alvalade com um treinador improvisado (Abel Ferreira). A equipa leonina foi incapaz de contrariar o Braga e viu-se manietada pela superior estratégia do onze adversário, muito bem posicionado no terreno, enquanto o Sporting se revelava pouco ou nada agressivo na reacção à perda de bola. O último quarto de hora foi confrangedor, com pontapé para a frente, de qualquer maneira. Os adeptos saíram do estádio frustrados e envergonhados. E deve ter acontecido o mesmo com a maioria dos jogadores.

 

Do festival de passes falhados. Adrien, William, João Pereira, Marvin - há muito tempo que não me recordava de ver esta estonteante sucessão de jogadas interrompidas por desconcentração, fadiga, apatia ou desinteresse dos jogadores, que insistiam em mandar as bolas para fora ou entregá-las sem cerimónia aos adversários. Isto prolongou-se até ao último minuto da partida, quando dois jogadores (Douglas e Adrien) entregaram de bandeja a bola aos bracarenses e estivemos quase a sofrer o 0-2.

 

Da nossa incapacidade de marcar golos. Houve posse de bola, domínio ofensivo do Sporting (45 ataques, contra 14 do Braga) mas um desencontro total entre os nossos jogadores e a baliza. Bryan desperdiçou dois cabeceamentos, travados pelo guarda-redes bracarense. Campbell, aos 35', teve um inacreditável falhanço de frente para a baliza. Adrien, aos 59', mandou uma charutada para as nuvens. O melhor que se conseguiu foi um remate ao poste, disparado por Gelson Martins - o menos mau dos nossos jogadores nesta noite fria, para esquecer. Ou para lembrar.

 

Da lesão de Rúben Semedo. O jovem central magoou-se na primeira parte e já não regressou ao relvado após o  intervalo. Substituído por um Douglas preso de movimentos e apático, com um deslize comprometedor a poucos segundos do fim.

 

Da falta de frescura física dos jogadores. William Carvalho e Adrien, em particular, pareceram já ter entrado em campo fatigados. Resta saber se esta fadiga é apenas no plano físico ou também no plano psicológico.

 

Do balanço dos últimos quatro jogos. Três derrotas (para a Champions, com o Legia, e para o campeonato frente ao SLB e agora no desafio com o Braga) e apenas uma vitória tangencial, para a Taça de Portugal, no campo do Setúbal.

 

Da segunda despedida. Já tínhamos dito adeus à Liga dos Campeões, sem acedermos sequer à Liga Europa. Hoje praticamente pusemos fim ao sonho de conquistar o campeonato: oito pontos, nesta fase, é uma distância muito difícil de transpor. O pior é recordarmos que há duas jornadas estávamos apenas a dois pontos do primeiro, com hipóteses de passar para a frente.

 

Do tombo na classificação. Fomos ultrapassados no terceiro lugar pelo Braga, que tem 29 pontos. Ficamos com apenas 27 - a mesma pontuação que o V. Guimarães, que segue em quinto.

 

De andar para trás. Há um ano - com João Mário, Slimani e Montero na equipa - tínhamos 35 pontos. Oito acima dos que temos agora.

 

 

Gostei

 

Da confiança dos adeptos na equipa. Apesar dos percalços anteriores, esta noite houve 42.148 espectadores em Alvalade. Ou muito me engano ou tão cedo este número de presenças não voltará a repetir-se no nosso estádio.

 

De Gelson Martins. Voltou a ser o melhor dos nossos, escapando ao naufrágio geral da equipa. Esteve quase a marcar na primeira parte, com um remate a rasar a baliza do Braga (32') e na segunda parte atirou ao poste (50'). Teve a qualidade ofensiva a que já nos habituou e ainda foi várias vezes atrás, desempenhando missões defensivas no corredor direito.

 

De Abel Ferreira. Treinador da formação bracarense, surgiu inesperadamente no banco em Alvalade devido ao despedimento de José Peseiro. Montou bem a equipa e leu bem o jogo. Regresso feliz ao nosso estádio deste ex-jogador leonino que comandou a equipa B do Sporting já durante o mandato de Bruno de Carvalho. É caso para dizer que gostaríamos de o ver de volta.

 

De Wilson Eduardo. Outro ex-jogador da nossa formação, que vestiu sempre com brio a camisola verde e branca. Dispensado pelo Sporting, sem clube do coração, viu-se forçado a outras escolhas. Foi ele o  marcador do golo bracarense, aos 70', num lance em que Rui Patrício não está isento de culpa. E quase marcou outro, na primeira parte. Ao ver o irmão de João Mário a actuar pelo Braga, dei por mim a pensar que Wilson Eduardo faz hoje falta no Sporting.


comentar
56 comentários:
De Carlos a 18 de Dezembro de 2016 às 23:19
E quando é que o Jorge Jesus se vai embora...? Foi para isto que veio para o Sporting? 6 milhões de euros/ano deitados à rua...


De Pedro Correia a 18 de Dezembro de 2016 às 23:53
Muito mais dinheiro se deitaria à rua com uma indemnização milionária a Jorge Jesus, por cessação do contrato de trabalho antes do prazo estipulado para o efeito.
Esse é um erro recorrente no Sporting: o técnico que está é sempre pior do que o técnico que há-de vir numa manhã de nevoeiro, seja ele quem for. Alguns adeptos parece não terem aprendido nada com os disparates cometidos no passado.


De Wond3rboy a 18 de Dezembro de 2016 às 23:21
Pois é companheiro, já fomos! Humilhados em Alvalade contra uma equipa que pouco ou nada fez para vencer o jogo e nem treinador tem. E com esta brincadeira ficamos a 8 pontos do carnide. Se juntarmos a isto o "brilharete" que fizemos nas competições europeias, é a cereja no topo do bolo.

Isto de ganhar campeonatos não é para o Sporting. O nosso karma é demasiado negativo. Quando as coisas parecem estar a correr bem, fazemos questão de estragar tudo. É que nem com o "fazedor" de milagres, Jorge Jesus, vamos lá. Por falar em JJ, para quem ganha 8M/ano e, pelo que se está a ver, vai para o segundo ano a zeros (ganhou uma Supertaça que em termos de prestígio é zero), está a sair um bocado caro. É conveniente repensar a estratégia, porque da maneira como a época está a correr não sei até que ponto o JJ ainda tem condições para estar no Sporting. Pior, nem sei se os jogadores ainda estão com ele...

Venham de lá dias melhores, porque esta época já era...


Wond3rboy


De Pedro Correia a 18 de Dezembro de 2016 às 23:55
Nenhum problema no Sporting se resolve com lencinhos brancos a esvoaçar.
Esta é das poucas certezas que tenho em relação ao nosso clube.


De FCS a 18 de Dezembro de 2016 às 23:21
Este jogo começou a ser perdido em Julho. É totalmente impossível atacar uma época apenas com duas soluções válidas para o meio campo.

Foi até derreter.... inexplicavelmente acelerou-se isso de forma voluntária na gélida Varsóvia.


De Pedro Correia a 18 de Dezembro de 2016 às 23:56
Plenamente de acordo. Dos "reforços" chegados no Verão pouco ou nada temos visto.


De Simong2 a 18 de Dezembro de 2016 às 23:26
Emprestamos os nossos jogadores, ou os vendemos a patacos ou os trocamos, enquanto compramos marcoviques aos molhos. E depois, uma equipa que é eliminada da Taça, em casa, pelo Sp. da Covilhã, vem a Alvalade e brinca connosco, tira-nos a hipótese do título e faz-nos corar de vergonha. Só falta vir o presidente deles dizer, como já disse, que eles é que são o terceiro grande de Portugal.
A nossa equipa e o nosso clube, estão cheios de equívocos, desde logo, na presença constante do nosso presidente em lutas de comentadores. Esse é o primeiro equívoco e, embora não pareça, não é pequeno.

E agora a pergunta: quantos lampiões terão vindo aqui, antes de mim, ou de qualquer outro sportinguista? Já veremos, seguramente.

Boa noite e Sporting sempre.


De Pedro Correia a 18 de Dezembro de 2016 às 23:58
Quanto à sua pergunta final: como reparou, isso não aconteceu.
Este é um debate entre sportinguistas num blogue sportinguista. Espero que os sportinguistas debatam. E não passem o tempo a pensar mais no Benfica do que no Sporting.


De Simão a 18 de Dezembro de 2016 às 23:33
Começa a ser difícil justificar os milhões que ganha Jorge Jesus.


De FCS a 18 de Dezembro de 2016 às 23:48
Tens troco de 63 M€?


De Simão a 18 de Dezembro de 2016 às 23:57
No fim de época, se JJ lá chegar, faço a contas e respondo-te!...


De Carlos Silva a 19 de Dezembro de 2016 às 10:47
As minhas quotas não estão penhoradas, e as suas. ? Que descaramento vir aqui falar de dinheiro quando o seu clube é o campeão das dívidas. Quanto ao vencimento de Jesus, basta somarem Taarabt, Oblak, Carrillo e mais um ou dois para ter esse valor.


De Zé Inácio a 18 de Dezembro de 2016 às 23:53
Renovem já com o Jesus com aumento. O Porto está interessado nele.


De Anónimo a 18 de Dezembro de 2016 às 23:53
Os primeiros lenços brancos em Alvalade são de muito mau augúrio para Bruno e Jesus. O campeonato é cada vez mais uma miragem, a queda de uma ilusão que nos andaram a vender durante muitos meses. Veem aí tempos ainda mais difíceis. Começa a ficar à vista o resultado de tantas frentes abertas pelo líder que tem persistido em erros consecutivos.


De Pedro Correia a 19 de Dezembro de 2016 às 00:05
A equipa foi mal reestruturada com as aquisições do Verão.
Jogadores como João Mário e Slimani nunca deviam ter saído sem a garantia de que haveria substitutos à altura.
Mais valia ter-se apostado em jovens da formação que certamente renderiam mais do que Markovics, Elias, Petrovics, Castaignos, Meli, Alans e quejandos.
Estamos com um banco fraco, com poucas soluções. Continuam a pairar sérias dúvidas sobre a posição de segundo avançado. E há posições muito mal servidas: as laterais, por exemplo.


De FCS a 19 de Dezembro de 2016 às 00:31
A falta de alternativas válidas ao William e ao Adrien para lhes poder proporcionar descanso é que é verdadeiramente fatal.

Tudo o resto acaba por se ir resolvendo.


De Pedro Correia a 19 de Dezembro de 2016 às 00:48
Esse é um problema crucial - não haver suplentes para o Adrien e o William (e também para o Gelson). Isso ficou aliás bem evidente durante aquelas semanas em que o Adrien permaneceu lesionado.


De Implacável a 19 de Dezembro de 2016 às 00:48
Pedro. esses jovens de que fala, da nossa formação, foram todos experimentados na equipa durante a pré-época e o resultado foi catastrófico!
JJ é o problema. BdC viu o trabalho dele no beifica como tendo o copo meio cheio quando, na verdade, ele devia tê-lo visto como na realidade o foi. Meio vazio ou mesmo só com um pouco de líquido no fundo.
Um erro monumental de análise de BdC. JJ é um dos maiores embustes do futebol nacional. BdC caiu que nem um patinho...


De Pedro Correia a 19 de Dezembro de 2016 às 00:52
Você começa por dizer que os jogadores da formação são um problema. Aplaudindo terem sido dispensados.
Depois diz que afinal o JJ é que é o problema.
Se JJ é escolha de Bruno de Carvalho, então pela mesma lógica o presidente do Sporting também é o problema.
Resumindo: tudo é problema.
Em que ficamos?

Vou citar o nosso leitor Sporting Sempre: "É um disparate dispensar jovens promissores da nossa casa para dar lugar a refugo estrangeiro."
Isto aplica-se ao Wilson Eduardo, que tão boas provas está a dar no Braga. E ao Palhinha, que tem feito um bom campeonato emprestado ao Belenenses.
E atenção ao Gauld, emprestado ao Setúbal.


De FCS a 19 de Dezembro de 2016 às 00:56
Na semana passada com uma arbitragem decente o Sporting estaria isolado no 1º lugar.

E o futebol praticado em toda a época anterior?

E os 86 pontos?

Também fazem parte do embuste!?

O mal está "apenas" na planeamento, não no Jesus Treinador.


De Pedro Correia a 19 de Dezembro de 2016 às 10:41
O planeamento e a formação do plantel decorreram mal, como hoje está bem à vista. Eu escrevi sobre isso em Setembro, estou à vontade para comentar agora.
As transferências de João Mário e Slimani sem terem sido assegurados substitutos à altura são o cerne do problema. E muito pior teria sido se Adrien tivesse partido também, como o próprio jogador chegou a anunciar.
Continuo a manifestar confiança no presidente (excepto em matéria de comunicação, em que já o critiquei mais de uma vez) e no treinador, que nos conduziu à melhor pontuação de sempre num campeonato nacional.
Espero, no entanto, ver muito mais bem aproveitados os jogadores formados na nossa Academia, que têm sido dispensados ou emprestados sem pública justificação e com pouco critério (Carlos Mané, Wilson Eduardo, Palhinha, por exemplo).


De Tiago Elias a 19 de Dezembro de 2016 às 00:04
Jogámos pouco, com ideias mais do que vistas, ainda assim o braguilha jogou como equipa pequena para pontuar, este nosso campeonato nesse aspecto é muito fraco, aos 52m estavam a queimar tempo e ainda estava o jogo a zeros... quanto ao Jesus tenham tento, é o melhor treinador que podemos ter, de longe, veja-se a força da equipa o ano passado! Este ano, em minha opinião cometeu vários erros, sobretudo os de comunicação foram terríveis, após o jogo de Madrid foi lamentável e a partir daí a equipa perdeu gás, a meu ver muito por culpa dessas declarações, de qualquer forma a saída de Jesus seria um enorme retrocesso, ganhem juízo (lamps a comentar aqui não contam, por favor não vão nesta conversa de dizer mal). É apoiar a equipa como hoje fizeram mais de 42.000 em Alvalade, e já agora alguém explicar ao nosso Presidente que um Presidente gere o clube, toma as decisões estratégicas, enquanto que um Director de Informação serve para dar o corpo às balas, sobretudo quando o mar está revolto como foi o caso esta semana.
Saudações Leoninas!


De Pedro Correia a 19 de Dezembro de 2016 às 00:21
Espero que esta derrota contribua para despertar o instinto competitivo de Jorge Jesus, que quer mais do que ninguém vencer títulos no Sporting.
Seria um disparate completo começarmos já a discutir o futuro do treinador.
Quanto ao presidente: como já escrevi aqui, quero vê-lo muito mais focado nas questões internas do Sporting e muito menos obcecado com questões laterais (títulos antigos, castigos aos presidentes de outros clubes, comentadores de TV, etc).
Espero que deixe de vez a comunicação do clube a cargo dos comunicadores profissionais. E que se preocupe com a gestão interna do Sporting e o apetrechamento da equipa, que apresenta lacunas gritantes.


De Sporting sempre a 19 de Dezembro de 2016 às 00:07
Uma equipa cansada e sem ideias, um treinador igualmente cansado e um modelo de jogo na corda bamba, entre o sucesso e o desastre. Hj podiamos ter ganho mas acabamos no desastre. Como na luz.
Mais de 10 ( ou 15 ?) milhões desperdiçados em jogadores que jogam mal ou não jogam. Hj entrou o André, o novo liedson, alguém deu por ele ?
Defesas laterais sem o mínimo de categoria para o Sporting, um desconchavo constante.
Responsável ? Jorge Jesus . Ele que explique um a um quem foi buscar e porque. A começar pelo meli.


De Pedro Correia a 19 de Dezembro de 2016 às 00:16
Já há três meses eu levantei essa questão aqui, como se comprova:
http://sporting.blogs.sapo.pt/analise-dos-reforcos-leoninos-2844171



De Luis almeida a 19 de Dezembro de 2016 às 00:15
Outra coisa. Se bem me recordo o abel Ferreira foi despedido pelo Bruno de Carvalho (ou pelo virgilio) do comando da b, para la por o Francisco barão, depois de exibições e resultados lamentáveis foibuscar o João de Deus,passando o barão a adjunto. Acho que está bem entregue, mas o facto e que Abel Ferreira e o jesualdo forampostos a andar mais ou menos no mesmo tempo.


De Pedro Correia a 19 de Dezembro de 2016 às 00:27
O Abel Ferreira foi contratado para treinador do Sporting B já por Bruno de Carvalho. Mas viria a ser dispensado um ano depois. Com acusações de parte a parte, que ficaram aqui registadas:
http://www.dn.pt/desporto/sporting/interior/sporting-lanca-comunicados-contra-ricardo-costa-e-abel-ferreira-4372684.html

Eu gostava de ver menos conflitos no Sporting. Mas se calhar isso é pedir muito.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Au revoir?

Troca de noiva, ou casame...

Olá, lampiões

Leoas às sextas

Os nossos comentadores me...

Balanço (2)

O Sporting à frente

Tão preocupado que eu est...

Cuspiram acusações entret...

Os nossos comentadores me...

Arquivo

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

prognósticos

jorge jesus

vitórias

balanço

há um ano

slb

campeonato

arbitragem

benfica

rescaldo

jogadores

eleições

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

ler os outros

nós

golos

clássicos

árbitros

futebol

euro 2016

comentadores

crise

marco silva

cristiano ronaldo

scp

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds