23 Nov 16

Gostei

 

Da atitude dos nossos jogadores. Prestação muito positiva do onze leonino, perante assistência recorde em Alvalade, frente ao Real Madrid, campeão europeu em título. A nossa equipa nunca se sentiu inferiorizada.

 

De Gelson Martins. Uma vez mais, o nosso melhor. Funcionou como saca-rolhas na ala direita, abrindo ali sucessivas linhas de passe e vulgarizando o brasileiro Marcelo, seu adversário mais directo. Fez levantar o estádio com uma magnífica jogada a abrir a segunda parte. Excelentes cruzamentos para a grande área aos 18', 51', 75' e 86'. Mas faltou sempre alguém para dar a melhor sequência a estes passes.

 

De William Carvalho. O campeão europeu voltou a ser um gigante em campo, dominando o eixo do terreno na ligação constante entre a defesa e o ataque. Recuperou bolas, fez passes de ruptura e ainda arriscou incursões em zonas mais ofensivas. Nunca baixou os braços.

 

De Adrien. Nos momentos decisivos, faz a diferença. Aconteceu numa fase crucial do jogo, aos 80', quando Campbell arrancou um penálti, cometido por Fábio Coentrão. Chamado a convertê-lo, o nosso capitão não vacilou. Empatando a partida com um remate muito forte e bem colocado.

 

De Bruno César. Sempre muito combativo. Marcou muito bem um livre logo aos 5'. Grande remate aos 32', desviado in extremis por Sergio Ramos. Outro livre a rasar o poste, iam decorridos 41'. Um dos melhores, sem dúvida. Substituído por Campbell aos 62', talvez devesse ter permanecido mais tempo em campo.

 

Da hipótese de reviravolta.  Durou apenas sete minutos a situação de empate nesta partida, desfeita aos 87'. Soube a pouco esse curto período que nos fez sonhar mais alto.

 

De termos jogado sem temor. Sem o brilhantismo da nossa exibição no Santiago Bernabéu, o onze leonino nunca mostrou receio por defrontar o campeoníssimo Real. É de sublinhar esta atitude aguerrida e descomplexada: nem em inferioridade numérica nos deixámos atemorizar.

 

Da assistência em número inédito. Nunca tinha estado tanta gente no nosso estádio desde que foi inagurado, há 13 anos: 50.046 espectadores. Prova evidente de que sócios e adeptos continuam a apoiar a equipa.

 

Dos fortes aplausos a Cristiano Ronaldo. Leão uma vez, Leão para sempre. O melhor jogador do mundo sentiu bem o carinho do público neste regresso a Alvalade 13 anos depois.

 

 

Não gostei

 

Da derrota. Apesar da boa réplica que demos à melhor equipa do mundo, e jogando com menos um durante a última meia hora, voltámos a sair derrotados na Champions (1-2). Falta agora o decisivo confronto com o Legia de Varsóvia, que ditará se transitamos para a Liga Europa.

 

Do golo inicial, sofrido aos 29'. Num lance de bola parada, beneficiando de uma das raras falhas defensivas do Sporting nesta partida, Varane marcou. Ao intervalo, o Real vencia 0-1. Mas a nossa equipa não se sentiu inferiorizada por isso.

 

Da expulsão de João Pereira. Ficámos reduzidos a dez a partir do minuto 64', quando o nosso lateral direito foi expulso por uma alegada agressão que ninguém viu a não ser o árbitro assistente. Um mistério.

 

De Fábio Coentrão. Substituto de Marcelo, mal entrou em campo logo cometeu um penálti infantil, prejudicando a sua equipa. Algo inaceitável em alta competição.

 

Da nossa incapacidade de concretização. É o problema de sempre: continuamos a falhar demasiados golos. Bas Dost, nos 76 minutos em que esteve em campo, andou desencontrado da bola: quando ela aparecia, ele não estava; quando esteve ele, faltava a bola. Campbell (aos 82') e André (aos 86') podiam ter marcado quase ao cair do pano, o que não aconteceu.

 

De mais um fatídico fim de jogo. Em Madrid, estávamos a ganhar aos 88' e acabámos por sofrer dois golos. Desta vez, com a partida empatada, vimos o Real chegar à vitória aos 87'.


comentar
126 comentários:
De Simong2 a 22 de Novembro de 2016 às 22:30
Já li em dois jornais on-line espanhóis, que o João Pereira é mal expulso e que o jogador do RM tem um gesto feio.
Razão tem o Jorge Jesus em se rir quando falam em fair-play.


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 22:31
Foi um lance inexplicável, para mim. Ainda estou para perceber o que aconteceu.


De Carlos Silva a 24 de Novembro de 2016 às 12:09
No futebol, os relvados não são os bosques de Sherwood e os apitadores não são propriamente Robins. Roubam sempre aos pequenos para dar aos grandes. No fundo, o futebol está mais próximo da realidade do nosso dia a dia.


De Pedro Correia a 24 de Novembro de 2016 às 15:13
Sim. Mas o JP devia ter mais tino. Maturidade também é saber prever os golpes baixos dos adversários.


De david a 22 de Novembro de 2016 às 22:53
Exibição razoável do Sporting perante um Real que esteve muitos furos abaixo do razoável.
Se é verdade que o Sporting jogou 30 minutos com dez devido à expulsão, injusta, do João Pereira, o Real Madrid apenas contou com dez jogadores em campo desde o início pois o Ronaldo "não" jogou.
O penalti a favor do Sporting foi caricato mas não devia ter acontecido já que antes da infracção do Coentrão há mão, flagrante, do Campbell.
Enfim, mais uma "vitória" moral, zero pontos e borda fora da Liga dos Campeões.
Vamos agora torcer para que ganhem ao Légia.


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:01
Você esquece que o Real veio de uma partida duríssima, no dérbi madrileno. Partida em que o Cristiano se desgastou mais do que qualquer outro.
Nesta partida o Real jogou com dez, sim, mas a partir do momento em que o Coentrão entrou.
A 'torcida' madridista deve ter ficado encantada com a exibição do rapaz, que custou 30 milhões de euros (!) aos cofres do actual campeão europeu.
Preparem-se para levá-lo de regresso à Luz.


De david a 22 de Novembro de 2016 às 23:16
Com a entrada do Coentrão, que regressou depois de longo tempo lesionado, o Real ficou a jogar com nove.
Sim, o Benfica tem feito bons negócios com a venda de alguns jogadores onde se inclui o Coentrão.
Na Luz temos o Grimaldo, por isso a vinda do Fábio não se afigura necessária. Mas pela "ajuda" que hoje deu ao Sporting e sabendo que o Jesus gosta muito dele não me admira nada que seja próximo reforço do Sporting até porque está muito debilitado na esquerda da sua defesa.
Será que essa coisinha do aumento de capital e das VMOCs hoje anunciado não é para isso?


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:27
Não queremos o Flop Coentrão nem para apanha-bolas. Fiquem vocês com ele.


De david a 22 de Novembro de 2016 às 23:37
Não precisamos, pois temos o Grimaldo e o Eliseu. E até o André Almeida se for necessário.
Já vocês, e conforme vejo e leio, estão mesmo a necessitar de um ou dois "Coentrões" para o lado esquerdo.


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:40
Não queremos lampiões em Alvalade. Levem-no para o Benfica B.


De david a 22 de Novembro de 2016 às 23:52
No Benfica B joga um defesa esquerdo com a idade de júnior com grande futuro.
Como Jesus gosta muito do Coentrão acho que vai entrar no Sporting. Era uma forma de agradecerem o bónus de hoje e ficavam bem servidos. Bom proveito, portanto.


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:58
Esse lampião nem para roupeiro de Alvalade servia. Como nunca calça podia fazer companhia ao vosso Taarabt, outro inútil. Juntavam-se os dois à esquina a tocar a concertina.


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 09:57
Benfica B é aquela equipa que o carnide teve que abrir os cordões à bolsa para continuar a jogar ?


De rudolfodias a 23 de Novembro de 2016 às 13:59
Não. É a equipa que vai em quinto na segunda liga (com um jogo a menos) e pode passar para terceiro, lugar de honra.


De david a 23 de Novembro de 2016 às 17:13
Sim, teve de pagar a inscrição.
É aquela equipa que joga com sete juniores e que vai à frente do Sporting.


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 09:54
Disse Eliseu ??? Não quereria dizer Coliseu ?


De rudolfodias a 23 de Novembro de 2016 às 14:01
A perna esquerda do Eliseu é bem melhor do que as duas do Zeegelar.


De david a 23 de Novembro de 2016 às 16:59
Não, disse mesmo Eliseu, o campeão europeu. E já agora, campeão nacional também...


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 23:17
Há o escursionista !


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 23:24
Convenhamos que o maior excursionista é o Djaló peruano. Não joga, mas faz turismo.


De david a 24 de Novembro de 2016 às 00:01
Não o jogador do Benfica. O tal que já ganhou dois campeonatos nacionais e foi campeão europeu.
Algum jogador do Sporting ganhou um campeonato nacional de futebol português?


De Pedro Correia a 24 de Novembro de 2016 às 07:51
O Djaló peruano já ganhou vários campeonatos. Na playstation. E o Taarabt marca golos que se farta. De penálti, no balcão do bar.


De david a 24 de Novembro de 2016 às 14:54
Claro que o Carrillo ao estar quatro anos como jogador do Sporting não ganhou nenhum campeonato. Até o Rui Patricio que faz parte do "mobiliário" do Sporting, coitado, ainda não teve a alegria de comemorar a conquista de nenhum campeonato.
O Taarabt, mais uma vez digo, foi um grande flop do Benfica. Mas já sei que o Sporting nunca teve nenhum flop pois as aquisições de jogadores foram sempre sucessos nunca vistos. Seja...


De Pedro Correia a 24 de Novembro de 2016 às 15:01
O Rui Patrício, orgulhoso Leão, já teve a alegria de ganhar o Campeonato da Europa - e com isso dar a maior alegria futebolística de sempre aos portugueses.
Não foi o único jogador sportinguista a alcançar tal proeza, longe disso.
Já dos vossos apenas o diligente e esforçado Eliseu saboreou tal vitória. Nenhum outro jogador da história do SLB pode gabar-se do mesmo.
Mas podem sempre tentar... e, por favor, nunca acabem!


De atitopoteu a 22 de Novembro de 2016 às 23:53
é páh, não me faças rir ! ... estou com cieiro e não será fácil 'vaporizar-me' todo à gargalhada

desde que deixaste de fazer a tão habitual confusão entre o abrunho e o medronho ! ... andas a querer substituir o "humorista" Zé Pino ou a "literatícia" do Zédu das bifanas ?!


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 00:02
Também podes juntar-te a eles. Eles tocam a concertina e tu danças o solidó. Faz-te bem ao cieiro.


De rudolfodias a 23 de Novembro de 2016 às 14:03
Já vocês, sportinguistas, dançam o Sodadó.


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 22:11
Vocês, lampiões, hoje dançaram o vira turco. O Besiktó.


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 09:51
É melhor não se torcer tanto. Deixe isso para a luz.


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 11:01
Faltam 18 dias para o dérbi.


De david a 23 de Novembro de 2016 às 17:08
Um dérbi com três resultados possíveis: vitória, empate ou derrota.
Caso até lá o Benfica e Sporting ganhem os seus jogos teremos:
- Se o Benfica ganhar, o Sporting, provavelmente, esfregará as mãos e começa a dizer "para o próximo ano é que vai ser";
- Se houver empate vamos continuar a ter o Sporting na luta mas a depender de outros;
- Caso o Sporting ganhe, o Benfica continuará a ser líder mas a Liga NOS ganha emoção.

Em conclusão: o Sporting precisa de uma vitória como de pão para a boca.


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 22:12
Há muito tempo que não lia um comentário tão sensato seu.


De anonymous a 22 de Novembro de 2016 às 23:08
Real Madrid mais desgastado, devido ao derby de sábado resguardou-se (Sporting tinha jogado na quinta-feira contra um poderoso clube dos açores), mas sempre que foi preciso acelerar para marcar marcaram...

Importante é que os adeptos leoninos continuem a festejar as grandes exibições... para escamotear as derrotas. Agora talvez se siga a ligoropa, que a champions já foi pelo cano abaixo.

Quanto ao Gelson Martins, fiquei na dúvida se estamos perante uma versão do Mané ou do Djaló. Qualquer dia vou ver outro jogo, para ver se me decido.


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:12
Quanto ao peruano que vocês lá têm, pago a peso de ouro, ainda estou na dúvida se estamos perante uma nova versão do Djaló ou do Paim.


De anonymous a 22 de Novembro de 2016 às 23:19
O peruano, no último jogo, já deu um pequeno ar da sua graça. Aguardemos serenamente porque sabemos não ser fácil recuperar de um exílio forçado de 9 meses... imposto pelo melhor gestor desportivo da Europa ou, quiçá, do Mundo.


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:26
O Paim peruano já jogou por vocês? Ainda ninguém deu por nada.


De david a 23 de Novembro de 2016 às 00:12
Está a pensar no Meli ou no Paulista? Ou no Douglas?


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 00:14
No Djalim. Cruzamento do Djaló com o Paim.


De david a 23 de Novembro de 2016 às 17:01
Refere-se a jogadores que foram "educados" no Sporting?


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 22:28
O Ricardo Quaresma, por exemplo. Sabem quem é, não sabem?


De david a 23 de Novembro de 2016 às 23:56
O Quaresma que desejou boa sorte ao Porto e esqueceu o Sporting? É esse?
Já agora: os pontos conquistados pelo Sporting nas "vitórias morais" ajudam o clube para seguir em frente na Liga dos Campeões? Alguém me sabe informar?


De Pedro Correia a 24 de Novembro de 2016 às 07:52
O Quaresma que ontem vos fez ficar de queixo no chão. Lembrando que foi educado na "escola anti-Benfica".
Rapaz bem formado. Não esquece o que aprendeu.


De david a 24 de Novembro de 2016 às 14:56
Ontem o "sportinguista" Quaresma disse que é portista e que gostava que o Porto fosse líder do nosso campeonato. E tb disse que o Benfica é a melhor equipa portuguesa. Por que será que não falou no "seu" clube, o "Sporting"?


De Pedro Correia a 24 de Novembro de 2016 às 15:02
O Quaresma falou do Sporting, sim. Aliás nem precisaria dizer nada: a ameixa que vos aplicou, naquele penálti tão exemplarmente marcado, era suficiente para falar por ele.


De david a 25 de Novembro de 2016 às 11:00
Mas o Quaresma, no Besiktas-Benfica, jogou a pensar no Sporting?
A ameixa de penalti foi tão bem marcado que bateu no poste e entrou. Não é fácil, nem convém, fazer isso mais vezes...
Em todo o caso parabéns ao Quaresma pela ameixa e ao Sporting por ter ganho muito com a referida ameixa.


De Pedro Correia a 26 de Novembro de 2016 às 20:50
Parabéns ao Quaresma. Como ele próprio disse, dá-lhe um prazer muito especial marcar ao SLB.


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 10:06
Foi você que contratou o Vera ? Não há meio de saber quem foi


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 11:02
O Vera é bera.


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 11:08
Ainda não descobri quem o contratou, mas continuo à procura.
Aliás, temos aqui tanta gente bem informada, que algum me há-de elucidar


De Pedro Correia a 24 de Novembro de 2016 às 07:59
A justiça portuguesa vai descobrir. Tarda mas não falha.


De rudolfodias a 23 de Novembro de 2016 às 14:04
O Vera tem algum irmão emplastro?


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 22:13
O Vera tem um irmão siamês. Chamado Vieira.


De david a 23 de Novembro de 2016 às 17:11
O Vera não.
Mas contratei o flop Taarabt, o Labyad, o Ciani, Barcos, o mini Messi, o Douglas, o Petrovic e mais uns tantos.


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 22:14
Brilhante exibição, a do Djaló peruano hoje na Turquia. Foi imbatível. A sacudir moscas no banco de suplentes.


De david a 23 de Novembro de 2016 às 23:50
Ontem tb gostei da exibição do Markovic e do Elias. Já o Douglas não esteve assim tão bem. O Petrovic jogou assim-assim e o A. Ruiz teve altos e baixos. O Meli portou-se bem e o Paulista apenas apareceu no final da segunda parte. Estas aquisições mostraram o que realmente valem e ajudaram o Sporting a continuar na Champions.


De Pedro Correia a 24 de Novembro de 2016 às 07:56
O 'flop' do ano a quem deram 2,5 milhões de "prémio de assinatura. Mais dois milhões para untar as mãos do empresário Canhaletto.
O 'flop' da década é o Vera. Alguém o viu aí, no balneário da Luz?


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 10:04
Devemos reconhecer que tem dado muitos ares da sua graça. Quando está no banco, conta sempre muitas anedotas aos colegas


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 22:15
Qual deles? O Djaló ou o Djalim?


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 10:01
Foi você que contratou o Vera ?


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 22:15
Vera e Vieira são como o Dupont e o Dupond.


De Edmundo Gonçalves a 22 de Novembro de 2016 às 23:13
Confesso que não vi nada e foi mesmo ali à minha frente. Mas o João Pereira já tem idade suficiente para não se meter em molhadas.
Gostei da equipa no seu todo. Não gostei da ala esquerda, mais uma vez. Não entendi porque jogámos quase uma hora com dois laterais esquerdos (Marvin e Bryan), mas o Jesus lá sabe, ele é que é o treinador...
Agora, sem saber como está o factor desempate, é ir a leste e ganhar. Sem esquecer que estes polacos marcaram uma "carrada" de golos a espanhóis e alemães. Não vai ser fácil.


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:24
Jogadores mais experientes e maduros, como o João Pereira, têm a obrigação de não se deixarem envolver em 'caldinhos'. No entanto, experiente também é o Coentrão e apesar disso cometeu um penálti digno de principiante. Enfim...
Por mim, o Bruno César teria continuado em campo, indo ocupar a lateral esquerda. O Marvin - novamente o mais fraco em campo - devia ter ido tomar duche mais cedo, dando lugar ao Campbell como segundo avançado.
Nada está garantido ainda: o confronto com os polacos será duro. E preocupa-me o facto de ocorrer três dias antes do dérbi na Luz.


De Corvo a 22 de Novembro de 2016 às 23:22
Jogaram muito bem e mereciam, no mínimo, o empate.
Mas perderam, e quanto a mim por culpa de JJ porque se de facto armou bem a equipa, depois estragou tudo com as substituições. Primeiro trocou o melhor jogador do Sporting, B César que ameaçava o golo a qualquer momento e segundo porque não desconhece o temperamento de J Pereira.
Num jogo destes J Pereira não devia alinhar.
Por último o Sporting foi igual a si mesmo, quer jogue muito ou não jogue nada. Eficácia quase a cem por cento pelos alas e centro do terreno, nulidade lá à frente para as meter lá dentro.


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:27
Não discordo.


De JRamos a 22 de Novembro de 2016 às 23:58
O temperamento do JP não tem nada a ver já com o que era. Aquilo é lance para amarelo no máximo. O que não se contava era com o temperamento de mete-nojo do homem do Real que fez um teatro brutal.

A saída de BC era para arriscar um pouco mais no ataque abdicando para isso de alguma consistência no meio campo.

Era necessário não fazer só troca por troca mas avançar um pouco mais a equipe toda porque perdíamos por 1-0 e só a vitória interessava. Se ainda estivessemos empatados teria sido um erro mas a perder compreende-se. O facto é que chegámos ao golo mas o génio dos grandes jogadores, o puro valor individual, fez a diferença com o golo de Benzema.


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 00:05
A verdade é que o Sporting podia ter marcado 2-1 logo após o penálti marcado pelo Adrien.
Teria feito toda a diferença. Infelizmente Campbell e André falharam.


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 10:11
Com um perito assim, o R.Vitória tem o lugar em perigo


De ZeCa a 23 de Novembro de 2016 às 12:34
P'ra lá de esparvoar a sua desilusão por aqui, o que é que o CarlinhosZZ quer fazer na vida quando for grande?


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 12:58
ZeCa. Em primeiro lugar lamento, mas não sei efectivamente o que é "esparvoar" Como acaba em "voar," talvez seja um termo relacionado com passarada.
Quanto ao "que quero fazer na vida quando for grande," também não sei bem. Excepto uma coisa que não quero. É fazer figuras tristes como aqueles que sendo carnidense vêm para aqui para este espaço sportinguista. Pelo que, em vez de Zecá acho que só ganharia em ser ZeLá


De ZeCa a 23 de Novembro de 2016 às 14:29

"esparvoado", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Só não quis adjectivar com o "esparvoado", (in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa ) o 'menino' Carlinhos e 'transformei a coisa' num verbo ... e transitivo.

Lá tinhas que vir coaxar que não percebeste. Olha a novidade, como se não fosse natural entre os s@pos do Campo Grande.

Eu expilico ... você só cumpilica


De SportingSempre a 22 de Novembro de 2016 às 23:26
Destes dois jogos contra o Real Madrid na Champions, cujo hino alguns Sportinguistas teimam em assobiar (se calhar preferem não ter a maçada de lá estar), que tive o previlégio de ver ao vivo, retiro as seguintes conclusões:

1. O Real joga pouco mas marca muito, tem jogadores que decidem quando a equipa precisa. E marca grandes golos. O Ronaldo de livre em Madrid e na assistência para o golo do Varane hoje, o James a centrar para o Morata cabecear para o golo em Madrid, o J.Ramos a centrar para o Benzema cabecear para o golo hoje.

2. O Sporting joga muito mas marca pouco. Jogadores que não sabem centrar, jogadores que não sabem rematar de meia distância, jogadores que não sabem decidir o ultimo passe e equipa sem jogadas combinadas no último terço do terreno. Hoje foi bola para o Gelson e ele que invente. Uma ou outra vez inventou bem, nas outras inventou passes para ninguém ou para a defesa contrária.

3. O Real joga também com um colinho enorme da arbitragem, potenciado também pela parvoice militante e convicta de quem se põe a jeito, é expulso e prejudica o clube. Hoje foi o J.Pereira, já com um historial bem alargado na matéria.

4. O melhor do Sporting nos dois jogos foi Gelson e o bloco central, Coates-R.Semedo-William-Adrien-B.Cesar. O pior foi o resto, em particular os laterais muito aquem do resto da equipa. B.Ruiz sem pedalada para estes jogos. Bas Dost sempre desapoiado. Patrício nem uma defesa complicada pode fazer nos dois jogos.

5. A cagança do Jesus alimenta-lhe o ego, só isso. O Real ganhou os dois jogos, desgastando-se o menos possivel. Nas duas áreas foi superior, pela qualidade dos seus artistas.

6. E lembrar-me que J.Pereira e F.Coentrão eram titulares da selecção com P.Bento...


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:33
Marvin, Bryan Ruiz e João Pereira foram claramente as notas menos neste jogo pelo nosso lado.
O Bryan, em particular: não me lembro ainda de um jogo dele nesta época que me tivesse agradado.
Mas é talvez o jogador do Sporting com melhor imprensa. É levado ao colo, faça o que fizer. Ou não faça.

P. S. - Continuo sem entender também por que motivo vários adeptos do Sporting assobiam o hino da Champions. Acho uma estupidez.


De JRamos a 23 de Novembro de 2016 às 00:19
É muita roboulheira contra o Sporting na CL e nós estamos lá para ganhar - os jogos quer dizer, qualquer um em que entramos, embora não tanto a competição como tal - e não apenas para "participar".


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 11:03
Foi pena termos jogado todo o jogo com 10 jogadores. Antes da expulsão do João Pereira já o Bryan Ruiz pecara por falta de comparência em campo.


De david a 25 de Novembro de 2016 às 14:29
Ó Pedro Correia, e o Ronaldo e o Baile jogaram?


De Pedro Correia a 25 de Novembro de 2016 às 14:52
O Baile até dançou. Para fazer jus ao nome.


De atitopoteu a 23 de Novembro de 2016 às 14:10
empatam!? ... perdem !?... são eliminados !? ... logo saltam a berrar alucinados ... ROUBADOS !!!!!!!!!!!!!!

andam 'nisto', com esta mesma lengalenga, num carpir de mágoas , há 40 e muitos anos.



De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 22:16
Roubados? Foi por causa dessa expressão que o Calimero Vieira já levou chumbo grosso: 60 dias de castigo.
Nunca acabem!


De JRamos a 22 de Novembro de 2016 às 23:31
Os lamps é só conversa da treta. O Real não tinha a passagem aos oitavos garantida e não queria arriscar deixar para o último jogo e nesse sentido jogou na máxima força. O Sporting fez um excelente jogo defensivo - anulando CR7 e Bale e ainda as perigosíssimas entradas de Marcelo - e de transição, quer dizer, a passar da defesa para o ataque. Aqui é verdade que cometeu um erro, que lhe custou um golo, o primeiro, mas contra equipes como o Real é assim, mas o cômputo geral é positivo. Falhou na concretização, no último passe anulando assim muitas boas jogadas de ataque. Aqui esteve a diferença, a meu ver, que fez o resultado do jogo


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:35
Sim. Mas falhar na concretização é falhar num ponto essencial. Não podemos esquecer-nos disso.


De JRamos a 22 de Novembro de 2016 às 23:43
Claro. O que não se pode dizer é que o Sporting não foi o que fez com que o jogo de ataque do Real não fosse tão assertivo. Deu muito trabalho defensivo fazer com que isso não acontecesse: muito William, muito Adrien e Bruno Cesar, muito Gelson também a recuar para defender e uma grande exibição dos centrais e até dos laterais.


De Pedro Correia a 22 de Novembro de 2016 às 23:45
Sim, gostei do trabalho defensivo. Com uma excepção: ainda trememos muito nas bolas paradas defensivas. Há que trabalhar neste pormenor.


De Luis Moreira a 22 de Novembro de 2016 às 23:54
Os golos do Real não se ensinam nascem e morrem com a gente.É a diferença. No resto ao mesmo nível.


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 00:03
Falta afinar a pontaria à frente. E perder o medo da baliza.


De ZeCa Diablo a 23 de Novembro de 2016 às 00:59
Nas nomeações divulgadas esta terça-feira pelo Conselho de Arbitragem destaque para a chamada de :

Fábio VERDÍSSIMO (AF Leiria) para o Boavista-Sporting


Manuel "Canelas" Oliveira (AF Porto)

Olha se o Benfica não mandasse nesta m&%$ toda.


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 08:49
Sim, eu sei.
Vocês preferem Manuel Nota ou João Dinheiro.
Já sem falar em João Cautela. Que dá sempre jeito, com o Natal à porta.


De ZeCa Diablo a 23 de Novembro de 2016 às 12:48
Ai vais de mota , vais !

E não demora nada, é lá para o dia 11 de Dezembro, na Catedral.

Mas tem calma, ainda tens de mudar o 'chispe' contra o Boavista e daí o Fábio VERDÍSSIMO (e do "Canelas" para os da CosaNorte) para ver se te safa (vamos lá a ver!) mais 2 pontos.


De leão verde a 23 de Novembro de 2016 às 12:50
Manuel Nota e João Dinheiro são bem achados!


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 22:18
Até já foram achados de 'voucher' na mão!


De Carlos Silva a 23 de Novembro de 2016 às 10:45
O Capela já entrou em estágio ?


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 11:04
Já nada me admira.


De leão verde a 23 de Novembro de 2016 às 12:48
Nao sabia que o Fabio Lampionissimo tinha mudado de nome. So foi pena nao ter mudado de clube tambem.

Nota que nao o quero como adepto do Sporting. Nao tem nivel para tal, sendo um aldrabao com um apito na boca. Tal como tu es um aldrabao com um teclado nas maos.


De rudolfodias a 23 de Novembro de 2016 às 14:07
Leão esverdeado é sinónimo de comentário sobre o Benfica.


De Pedro Correia a 24 de Novembro de 2016 às 07:58
Não esquecer o apitador Carlos Sinistra, de quem os lampiões tanto gostam.


De ZeCa Diablo a 23 de Novembro de 2016 às 15:04
Leão? E verde? Nunca tal vi. E não sou daltónico...!!!
Agora entendo a confusão que fazes entre a erva e a palha que te dão.


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 22:19
Palha trouxeram vocês hoje da Turquia. Esta noite está a ser uma sinfonia de zurros.


De Orlando a 23 de Novembro de 2016 às 01:04
Gostei francamente da postura da nossa equipa. Mais uma vez fizemos um bom jogo. Infelizmente a arbitragem num momento crucial do jogo sucumbiu ao peso da camisola do Real. Nada que não tenhamos já visto.
Tendo em conta o grupo que nos calhou em sorte com dois colossos do futebol europeu, podemos considerar a prestação da nossa equipa bastante positiva. Basta ver os resultados que obtivemos nos quatro jogos que efetuámos com o Real e o Dortmund; perdemos todos pela diferença mínima. Ficou demonstrado que uma grande equipa portuguesa bem trabalhada e apetrechada pode fazer frente a qualquer colosso do futebol europeu.
Resta-nos agora a passagem para a liga Europa. Para isso basta-nos empatar em Varsóvia na ultima jornada do grupo. É importante para o Sporting continuar na Europa do futebol, e quem sabe até onde podemos chegar na L.E.
Como já frisei gostei da equipa na sua globalidade, mas é de inteira justiça destacar o desempenho de Gelson Martins, Bruno César e Coates, os dois primeiros na manobra ofensiva da equipa, o ultimo impecável a defender, com cortes absolutamente cirúrgicos na hora H.
Em suma, mais uma grande noite europeia, com um ambiente simplesmente fantástico em Alvalade, que me emocionou francamente em diversos momentos.

SPORTING SEMPRE!!! FORÇA SPORTING!!!


De Pedro Correia a 23 de Novembro de 2016 às 11:06
Certo, Orlando. Também gostei de Coates: infelizmente ficou de algum modo ligado aos dois golos.
E uma vez mais achei que Bryan Ruiz não esteve lá.
Estas coisas contam.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Um apelo a Bruno de Carva...

Caridade, sim! Política, ...

Tiros nos pés

Fechar a boca

Leoas às sextas

No futebol nada é eterno

O perfume de Lídia Faria

Vale tudo

Os postais do Martinho de...

Esperança e fé

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

balanço

jorge jesus

slb

há um ano

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

golos

ler os outros

liga europa

godinho lopes

futebol

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

formação

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
142 comentários
138 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds