13 Dez 16
"Reforços"
Luciano Amaral

É verdade que o Benfica é uma equipa doutro campeonato, uma espécie de campeonato paralelo onde se pode jogar à bola com a mão, não há penáltis contra e existem imensas equipas amigas que gostam de ver uns rapazes de vermelho a passear com a bola nos pés (e nas mãos também). Mas há mais qualquer coisa que tem que ver connosco e que os jogos da semana passada revelaram.

 

Repare-se: para todos os efeitos, o Sporting jogou com menos dois dias de intervalo do que o Benfica (o dia do jogo propriamente dito mais uma viagem à noite que terminou só na madrugada do dia seguinte, inutilizando este também para descanso ou treino). Mesmo assim e mesmo descontando os números circenses de Pizzi & Cª, devidamente abrilhantados pelo árbitro, o Sporting merecia ter saído do estádio da Luz com outro resultado: pelo menos o empate. Ora, eu pergunto-me o que não teria sido se os nossos jogadores tivessem chegado ao jogo mais frescos. Não é seguro que ganhássemos, mas a avaliar pelo que se viu, as probabilidades eram muito maiores.

 

Se os nossos jogadores não chegaram mais frescos ao jogo foi porque não há alternativas que permitam uma rotação eficaz de alguns deles. O jogo em Varsóvia era para ter sido jogado com uma mistura de titulares e de segundas linhas à espera de um lugar na equipa A. Em vez disso, foi jogado maioritariamente por titulares, com um ou outro reforço, sob indicação expressa do treinador de que era para jogar "a 90%". Resultado, jogámos a 90% em Varsóvia e a 90% ou menos na Luz (porque apesar de tudo jogar a 90% também cansa) e perdemos das duas vezes contra equipas perfeitamente ao alcance.

 

Isto só acontece porque a equipa técnica e a direcção arranjaram um amontoado de coxos que não dão qualquer garantia (Elias, Markovic, Alan Ruiz, André, Petrovic...). E assim é preciso pôr sempre os mesmos a jogar e eles não não chegam para todas. Isto dá mesmo que pensar, quando nos lembramos que andaram a ser espalhados de empréstimo por aí jogadores da formação que, de certeza, pior não fariam: Mané, Podence, Iuri, Palhinha, Gauld... Lembra o ano de 2013, quando fomos salvos de uma vergonha ainda maior a partir do instante em que o Jesualdo se lembrou de empandeirar os cromos que tinham custado milhões e pôs os miúdos da equipa B a jogar. Agora pergunto: com o Setúbal temos de jogar outra vez com os mesmos, já que a seguir vem o Braga? Ora aqui está aquilo a que se deve chamar uma época mal planeada.


comentar
6 comentários:
De Pedro Correia a 13 de Dezembro de 2016 às 12:58
Muito bem, Luciano. Tocas numa questão fundamental que não pode ser ignorada.
Só espero que não se repitam em Janeiro as asneiras que foram cometidas no Verão: desaproveitamento total dos recursos internos e aposta injustificada num conjunto de jogadores sem categoria mínima para jogar no Sporting.
Espero que em Janeiro voltem o Palhinha e o Jonathan Silva. Gostava de ver o Carlos Mané novamente em Alvalade: não sei se é possível.
Espero ainda que não se deixe fugir o Matheus Pereira: seria um péssimo sinal.


De Anónimo a 13 de Dezembro de 2016 às 13:49
A minha alma está parva! Os sublimes já começam a ser criticados intramuros, para a seguir se tornarem nos culpados pela m***** que o Sporting tem vindo a fazer a vários níveis. Era de facto só que faltava, isto é, começarem a olhar para si próprios. O resto, como diz hoje na Bola PAS, é cartolina.


Sublimes: o cerebral treinador e o iluminado presidente.


De anonymous a 13 de Dezembro de 2016 às 13:54
Ora até que enfim, um tema que procura analisar uma das razões que justifica, o que têm sido, até agora, os resultados de uma época "mal conseguida".


De LEOA MARIA a 13 de Dezembro de 2016 às 15:35
Concordo com o post, tb gostava mto de ver os nossos emprestados regressar, espero sinceramente que JJ, tenha aprendido com os erros...

SL


De l.rodrigues a 13 de Dezembro de 2016 às 16:17
E a gripe! Não se esqueça da gripe de dois dos jogadores de melhor rendimento do sporting!


De Joao Carlos a 13 de Dezembro de 2016 às 16:38
"Um amontoado de coxos". Caramba. E a culpa não é do árbitro?


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Os nossos comentadores me...

Programa eleitoral, II

Programa eleitoral

Aqui estamos de novo

Boas notícias

Serenidade

Os nossos comentadores me...

Debater o Sporting.

É tão bom estarmos a disc...

Alinhamo-nos agora?

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

vitórias

prognósticos

jorge jesus

há um ano

balanço

campeonato

slb

arbitragem

benfica

jogadores

mundial 2014

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

ler os outros

árbitros

euro 2016

golos

clássicos

futebol

comentadores

nós

crise

marco silva

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds