24 Mai 14

 

O sortilégio do futebol ficou hoje bem patente na final da Liga dos Campeões que trouxe largas dezenas de milhares de espanhóis a Lisboa.

Num fragmento de segundo todos os sonhos se tornam possíveis.

Num fragmento de segundo todos os sonhos começam a ruir.

 

Que o digam os colchoneros: num jogo que estava a ser muito táctico, com as equipas a medirem-se e as defesas a imperar sobre as frentes atacantes, ganharam vantagem aos 36' graças a um erro infantil de Iker Casillas, que muitos consideram o melhor guarda-redes do mundo. Pode sê-lo entre os postes, mas a verdade é que causa calafrios aos colegas do Real Madrid cada vez que abandona o seu reduto. Três passos que já não pôde recuperar, nem sequer correndo o risco de quebrar os rins, puseram o Atlético em vantagem. Nem o autor do golo, Godín, parecia acreditar neste inesperado brinde oferecido pelo guardião rival.

 

Que o digam os merengues: quando o sonho de alcançarem a décima taça referente à equipa campeã da Europa parecia já uma miragem, no terceiro minuto de prolongamento do desafio da Luz, que perdiam por 0-1, surgiu um lance de inconformismo e raiva protagonizado por um defesa apostado em sagrar-se o melhor entre os melhores. Sergio Ramos, que numa enérgica cabeçada, elevando-se acima de qualquer outro, ressuscitou a sua equipa e culminou assim uma temporada digna de figurar em qualquer antologia do futebol.

 

Era o empate. Seguia-se o prolongamento. Que se inicia já com o Atlético derrotado. Do ponto de vista anímico - aí nessa zona recôndita de qualquer de nós onde começam a ser desenhados todos os triunfos e todos os fracassos. No futebol como na vida.

Houve mais três golos nessa meia hora suplementar. De Bale, Marcelo (outro defesa) e Cristiano Ronaldo - para júbilo dos portugueses, incluindo aqueles que, preferindo em abstracto a vitória dos colchoneros, por um dia se tornaram adeptos merengues em tributo ao compatriota formado pelo Sporting que por mérito próprio se sagrou o melhor do mundo. Golos destinados a desfazer qualquer dúvida que restasse quanto à supremacia da equipa orientada por Carlo Ancelotti. Que venceu a partida quando mexeu na equipa, acentuando a pressão atacante.

 

E no entanto tudo poderia ter terminado de forma bem diferente. Se o Atlético contivesse aquele ímpeto durante mais um minuto. E se Ramos não tivesse ousado lutar, ousado vencer.

Campeão antes de o ser. Por muito querer.

 

Uma vitória da tenacidade. Uma vitória da vontade indómita. Um hino à eterna magia do futebol.


comentar
40 comentários:
De Pedro Almeida a 25 de Maio de 2014 às 10:50
Esqueceu-se aí no texto de agradecer ao Sport Lisboa e Benfica por ter construído o único estádio em Portugal capaz de receber um evento com semelhante importância a nível mundial.

Compreende-se bem todas as sentidas homenagens que a CML faz ao Sport Lisboa e Benfica (e já agora deviam ser extendidas ao governo de Portugal), afinal de contas o único clube que torna possível que Lisboa se torne o centro do mundo, por uma semana que seja.

Quanto ao jogo, parabéns ao jogador que durante os 120 minutos levou quase sozinho a sua equipa às costas e que seguramente merece receber o seu maior triunfo naquele que será sempre o seu estádio e onde se formou como homem e jogador...Angel Di Maria.


De Pedro Correia a 25 de Maio de 2014 às 12:18
O agradecimento devia dirigir-se ao São Pedro por não ter feito soprar muito vento ontem em Lisboa. Se houvesse vento tinha caído aquela "chuva de lã" manhosa que forçou o adiamento do Benfica-Sporting - algo que tanto jeito vos deu mas cobriu de ridículo a "gloriosa" instituição, incapaz de assegurar condições mínimas de segurança naquela espécie de pré-fabricado a que ousam chamar catedral.


De André Salgado a 25 de Maio de 2014 às 16:26
Quem tem um estádio que parece uma brincadeira de mau gosto, como se fosse construído em lego, com mastros e azulejos coloridos, um fosso que ninguém sabe para que serve (a não ser para um lago de patos à volta do relvado) e sem abertura para que a luz solar permita ter um relvado natural em boas condições - tudo cortesias da brilhante ideia de o terem encomendado a um arquitecto benfiquista de humor retorcido - é natural que invejem o único estádio do país com dignidade para receber uma final europeia.

P.S. Vocês não têm emenda. Quando não são os árbitros, é o vento. A lã que esvoaçou na Luz foi a de um leãozinho muito bem tosquiado.

Abraço


De Pedro Correia a 25 de Maio de 2014 às 19:55
O Sporting está de parabéns nesta vitória do Real. Porque onde estiver Cristiano Ronaldo está e estará sempre o Sporting. Leão uma vez, Leão para sempre.
Parabéns também ao vosso ex-jogador Di Maria, que fez uma grande partida e construiu o segundo golo, oferecido de bandeja a Bale.
Muitos furos abaixo esteve Coentrão, que acabou (bem) substituído por Marcelo.

Quanto ao estádio, tanto quanto sei em Alvalade nunca "nevou" forçando os espectadores a uma evacuação de emergência. Ao contrário do que já sucedeu no vosso, projectado por um genial arquitecto cujo nome desconheço.

Abraço


De Anónimo Desconhecido a 26 de Maio de 2014 às 10:20
Tal e qual, é a realidade pura e dura, o Pedro é que sabe como é, a prova disso é que o Sporting vai receber 1 Milhão do Real Madrid, por causa da sua presença marcante através de um jogador seu. Além de ter sido bastante falado durante as conferencias de imprensa e entrevistas rápidas. Há que reconhecer o que é a realidade.


De Pedro Correia a 27 de Maio de 2014 às 23:25
Há que reconhecer.


De Pedro Correia a 27 de Maio de 2014 às 23:33
Que o Cristiano Ronaldo.


De Pedro Correia a 27 de Maio de 2014 às 23:34
É o melhor do mundo.


De Pedro Correia a 27 de Maio de 2014 às 23:34
E sócio 100.000 do Sporting!


De aNNóNNymus a 25 de Maio de 2014 às 22:45
"... um estádio que parece uma brincadeira de mau gosto ..."

Brilhante!

Obrigado, pela gostosa e saudável gargalhada.

A autoria do desgraçado fosso é do engenheiro (mais tarde presidente!) que dirigia a construção, destinado para os treinos da secção de pesca desportiva ... em alto mar !!!


De Pedro Correia a 27 de Maio de 2014 às 23:26
No fosso estiveram vocês 11 anos. Ou na fossa. Por causa do tal presidente que hoje serve de sacristão na Capela da Carregueira.


De aNNóNNymus a 31 de Maio de 2014 às 12:25
Meu caro,

demorou um pouco mais de 2 dias para se sair com 'isto' ... ?!

Quando nas últimas 55 épocas só não penaram por 8 vezes?!

Quando saíram do lodo ao fim de 18 anos e na 2ª série vão entrar no 13º ano de castidade.

Fraquinho !!!


De Pedro Correia a 31 de Maio de 2014 às 12:57
Você demorou QUATRO dias a sair-se com isto?! Anda em baixo de forma... Ficou assim depois de ver a nova Leoa às Sextas?


De aNNóNNymus a 1 de Junho de 2014 às 01:22
Só voltei cá 'trazido' pela curiosidade (?!?) e pela ligação do novo postal.

E a menos que receiem por indução de apelido, estar já, a sofrer do mesmo mal, continuo sem entender essa vossa 'adoração' - (apoiei o Prof. Dr. Luís Tadeu e ajudei o Vilarinho a correr com ele) - pelo JVA :-))

Já fui lavar a vista ... ! Estou à espera da sua quintilha ;-P

Anda distraído?!







De Francisco Gonçalves a 26 de Maio de 2014 às 09:38
Há mais um aspeto que merecia ser abordado no texto: a semelhança entre esta final e uma outra, em 1968, a que assisti pela televisão e que teve um desfecho igual e, de igual modo, muito apreciado por mim.



De Lancero a 26 de Maio de 2014 às 17:19
Você já é pequenino há muitos anos.


De Francisco Gonçalves a 27 de Maio de 2014 às 13:11
Lembro, com muita saudade, aquele magnífico golo desse monstro sagrado do futebol mundial, o malogrado George Best , aos 2 minutos do prolongamento, a desempatar a contenda e a corrigir a tremenda injustiça, para o Manchester United , que significava o empate ao fim dos 90 minutos regulamentares.
Depois, bem, depois, foi um filme semelhante ao do último sábado.
Sou pequeno há muitos anos, sou sim senhor. E para gáudio deste lancero, no plano das minhas convicções futebolísticas vou permitir-me continuar a cultivar a minha pequenez!
Passar bem.


De Lancero a 27 de Maio de 2014 às 15:44
Pode continuar com esses momentos pífios. Por mim, Áquila non captat muscas.


De joão Costa a 25 de Maio de 2014 às 11:40
Caro Pedro,

Apenas duas pequenas correcções: o golo foi de cabeça e o Sérgio Ramos não é capitão.

Abraço


De joão Costa a 25 de Maio de 2014 às 11:43
Lendo melhor: o Pedro refere a "cabeçada", embora comece por dizer que "nasce dos pés". Mantém-se a questão do "capitão".


De Pedro Correia a 25 de Maio de 2014 às 12:19
Agradeço-lhe, caro João. É o que faz escrever a horas já tardias, sem revisão adequada... Correcções feitas entretanto. Um abraço.


De Cristina Torrão a 25 de Maio de 2014 às 19:09
Foi um jogo fascinante. E que sirva de exemplo: acreditar e lutar até ao último segundo!


De Pedro Correia a 25 de Maio de 2014 às 22:24
É isso, Cristina: saibamos aprender com as grandes lições que o futebol nos dá.


De Antonio a 26 de Maio de 2014 às 11:50
Tristeza ver tanto Benfiquista ser "adepto" do Altletico só porque no Real mora um filho do Sporting... e depois dizem que não são doentes e atrasados mentais!!!


De Anónimo Desconhecido a 26 de Maio de 2014 às 15:03
Não sei em que mundo vive o António, mas se é verdade que no Atlético jogou um ex-jogador do Benfica, que ganhou por cá uma taça, no Real jogaram 2 ex-jogadores do Benfica, dos quais não precisamos de fazer grande esforço para nos lembrarmos de quando cá estiveram, qualquer deles foi campeão pelo Benfica, um deles foi o melhor jogador em campo e ainda rendeu 1 milhão de eur ao Benfica. Isso comparado com um jogador que saiu do Sporting há 11 ou 12 anos, que fez trinta e poucos jogos pelos seniores, que nunca ganhou nada de relevante em Portugal....até sábado passado ? Isso são coisas da vossa cabeça, não sei se será problema psiquiátrico, mas alguma confusão anda nessa cabeça.


De Francisco Gonçalves a 27 de Maio de 2014 às 13:19
Cristiano Ronaldo, formado no Sporting Clube de Portugal, permanece, há sete anos consecutivos, na short list dos três melhores jogadores do mundo. Em duas dessas ocasiões, foi considerado o melhor; em quatro, o segundo melhor; numa outra, o terceiro melhor.
Lá pelas bandas de Carnide, é mais fácil quebrar a maldição do Bella Guttmann - a maldição diz respeito ao título europeu de clubes, não se estende aos troféus para a melhor equipa a 2ª divisão da Europa - do que formarem um atleta com o atributos do menino de Alvalade.
O resto, caro senhor, é dor de cotovelo.


De Anónimo Desconhecido a 27 de Maio de 2014 às 15:23
Dor de cotovelo por constatar que a unica forma dos jogadores formados pelo Sporting ganharem alguma coisa, é sairem do Sporting o mais cedo possível ? Não me leve a mal, mas eu prefiro ver jogadores serem campeões com a camisola do Benfica, do que andar todo contente por alguem que saiu de Alvalade há 12 anos ser a unica alegria do meu clube há muitos anos. Mas há falta de melhor, agarrem-se a isso. Há os que gostam de participar e os voyeur, nada contra.


De Pedro Correia a 27 de Maio de 2014 às 23:30
AD sente, no fundo, uma vontade irreprimível de ser adepto do Sporting. Desde logo para poder vibrar com alma de adepto com as actuações do nosso sócio nº 100.000 - o melhor do mundo. Aquele a quem Coentrão e Di Maria prestam vassalagem no Real Madrid. Aquele que, vá para onde for, transporta consigo o nome do Sporting em qualquer estádio do mundo.


De Anónimo Desconhecido a 28 de Maio de 2014 às 10:16
Não me leve a mal, mas isto que escreveu é um monte de patetices. Está a transformar o blogue que se pautava pela diferença em relação à maioria dos blogues quer do Sporting quer do Benfica, numa coisa patética, mas como é obvio, a opção é sua, a mim resta-me a solução do "quem está mal que se mude".

Saudações desportivas


De Pedro Correia a 28 de Maio de 2014 às 10:46
Qua falta de sentido de humor... E ganharam duas competições e meia. Que azia não teriam se tivessem perdido.


De Francisco Gonçalves a 28 de Maio de 2014 às 13:48
Ao Pedro, só faltou referir um pequeno pormenor: Cristiano Ronaldo, além de ser o melhor futebolista do mundo, é, de longe, o melhor futebolista português de todos os tempos. Não é que seja muito relevante para esta conversa, mas é, com certeza, crucial para ajudar a manter, dentro do razoável, os níveis de sanidade da rapaziada que curte a Coletividade Cultural e Recreativa da Casa do Povo de Carnide


De Pedro Correia a 31 de Maio de 2014 às 12:59
Não tenho a menor dúvida, Francisco: o maior futebolista português de todos os tempos.
Nem oferece discussão. Cristiano Ronaldo já suplantou Peyroteo.


De Antonio a 27 de Maio de 2014 às 15:09
Também pelo que refere, maior é a minha perplexidade por esta fobia á equipa do C Ronaldo, que também é a equipa do Di Maria (grande jogaço).
Mas enfim, sou eu que estou a fazer confusão! Abraço tuga (que é o que no fundo todos somos)


De Pedro Correia a 31 de Maio de 2014 às 13:00
Abraço. E logo vamos torcer pela vitória contra a Grécia, mesmo num jogo a feijões.


De Lancero a 26 de Maio de 2014 às 17:22
Pelo contrário, é estranho preferir (não puxar por) a vitória de uma equipa cuja maior figura é um ex-sporting porque dela fazem parte dois filhos da casa e porque o seu triunfo significaria uns cobres valentes para a conta bancária. É a vida.


De Pedro Correia a 27 de Maio de 2014 às 23:33
Que vos faça bom proveito o dinheirinho. Bem precisam dele, ao que consta:
http://rr.sapo.pt/bolabranca_detalhe.aspx?fid=47&did=150189


De Lancero a 28 de Maio de 2014 às 10:18
Ser-lhe-á dado bom uso, descanse.
Não deveria estar mais preocupado com as vossas finanças?


De Pedro Correia a 28 de Maio de 2014 às 10:47
Assim espero. Não me alegraria ver os cobradores de fraque à vossa porta.


De Francisco Gonçalves a 28 de Maio de 2014 às 13:37
E eu a pensar que essas questões do destino e uso do dinheiro da Coletividade Cultural e Recreativa da Casa do Povo de Carnide, eram da competência do grande sportinguista Domingos Soares de Oliveira. Afinal, o senhor Lancero também participa na "coisa".


De Lancero a 28 de Maio de 2014 às 17:00
'Pensou', mais uma vez, mal.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Os nossos comentadores me...

Isto é o Sporting!

Limpinho, limpinho

Ao Edmundo

Pódio: Bruno César, Gelso...

A diferença entre erro e ...

Esta coisa estranha de nã...

Leitura recomendada

Seis

90 minutos!

Arquivo

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

memória

comentários

selecção

bruno de carvalho

leoas

vitórias

prognósticos

há um ano

jorge jesus

campeonato

balanço

slb

arbitragem

benfica

mundial 2014

jogadores

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

euro 2016

árbitros

ler os outros

futebol

golos

clássicos

comentadores

nós

marco silva

crise

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

slimani

liga dos campeões

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
132 comentários
114 comentários
112 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds