21 Fev 17
Raio de época
Pedro Correia

Raio de época esta. Só conseguimos uma goleada - por 5-1 frente ao modestíssimo Praiense, que disputa o Campeonato Nacional de Seniores.
Parece que caiu um bruxedo na equipa depois do abortado brilharete no Santiago Bernabéu.


comentar
13 comentários:
De Anónimo a 20 de Fevereiro de 2017 às 11:40
Já lhe tinha ouvido chamar muita coisa.


De Pedro Correia a 21 de Fevereiro de 2017 às 10:18
Já eu aos anónimos nunca ouvi chamar nada.


De Luis Moreira a 20 de Fevereiro de 2017 às 12:06
O nosso meio-campo, após a saída do João Mário e a lesão do Adrien, não é o mesmo. Vê-se na lentidão do William e na falta dos seus rigorosos passes a 30 metros. Na impaciência do Adrien . Na inferioridade em número de elementos . No contra-golpe que nos apanha com avenidas abertas . No número de golos que sofremos.

Atente-se no banho de bola que o Benfica apanhou contra o Dortmund . O Vitória foi jogar com dois elementos no meio campo aqui e ali ajudados pelos extremos. À Sporting. 70% de possse contra 30%.

O Dortmund joga com 5 elementos no meio campo que rapidamente chegam à defesa e ao ataque . Como dizia o Toni, com quem fiz a tropa, no meio campo é onde estamos mais perto do ataque e da defesa .

E depois falta velocidade, com a excepção do Gelson .


De Pedro Correia a 21 de Fevereiro de 2017 às 10:22
Adrien e William estão esgotados por patrulharem a todo o tempo um meio-campo descompensado, em óbvia desigualdade numérica e sem capacidade de reagir em situações de contra-ataque.
Não por acaso, esta é a segunda lesão complicada de Adrien em menos de seis meses. Agora vai parar pelo menos mês e meio.
Já defendi aqui várias vezes a necessidade de adaptarmos o nosso sistema de jogo, tornando-o menos previsível e ajustado ao das chamadas equipas "pequenas" que nos defrontam e são capazes de nos marcar golos com excessiva facilidade. Estou convencido de que sem essa mudança o nosso final de época será ainda mais penoso do que foi o início.


De Carlos Silva a 21 de Fevereiro de 2017 às 10:37
A vaidade, é assim a modos que uma espécie de vírus, que actuando no cérebro, reduz significativamente, numa castração parcial, a inteligência e a competência do paciente. Para além claro, de criar irritação nos outros. A nossa esperança, é que se a industria farmacêutica já produz fármacos para controlar a hepatite C, pode ser que, mais dia menos dia, descubra algo também para este flagelo.


De Pedro Correia a 21 de Fevereiro de 2017 às 11:56
Seria bom que isso acontecesse, sim. Quanto mais depressa melhor.


De Teresa a 21 de Fevereiro de 2017 às 12:55
Pode crer!! Também já pensei o mesmo. Desde esse jogo foi sempre o descalabro! Eu qualquer dia já acredito em "bruxarias".Nesse dia eu vinha na Avenida da Igreja e ligou-me um familiar a dizer que estávamos a ganhar ao Real Madrid, eu fiquei tão contente que comentei em voz alta, se visse as trombas (desculpe) dum casal que vinha ao meu lado..ahahahh deu-me um gozo, pena que tenha durado tão pouco:( No fim do jogo lembrei-me deles, mas aquele momento foi inesquecível:)


De Pedro Correia a 21 de Fevereiro de 2017 às 16:30
Eheheheh. (Já percebi que somos vizinhos, Teresa)


De Sporting Sempre a 21 de Fevereiro de 2017 às 14:33
Quantas vezes depois de Madrid o Sporting jogou com William-Adrien-B.Cesar no meio campo ? zero ??? porque o segredo do Sporting em Madrid foi esse mesmo.

Há muito quem considere o Jesus um grande/o melhor treinador português. Reconheco-lhe muitos méritos, mas só pergunto como pode um grande treinador cometer erros primários de treinador, como estes:

1. Não estabilizar sectores e zona de jogo, fazendo rotações contínuas de jogadores que impedem rotinas e mecanização ?

2. Utilizar interiores adaptados a laterais, criando uma instabilidade permanente pelas alas e deixando os pontas contrários à solta ?

3. Esquecer os lugares naturais dos jogadores e colocá-los onde lhe dá mais jeito no imediato ? com jogadores a saltar entre 3 ou 4 posições ?

4. Atirar para a fogueira jogadores mal preparados e depois de devidamente queimados pelos adeptos e pela imprensa devolve-los ao banco e à bancada ?

Alguem que responda que eu não entendo...



De Pedro Correia a 21 de Fevereiro de 2017 às 16:30
Excelentes perguntas, meu caro. Vou destacar o seu comentário.


De MB a 22 de Fevereiro de 2017 às 01:26
Perdemos o João Mário e o Slimani. O Slimani pressionava tanto os defesas que os cansava mesmo que estivesse 20 minutos sem tocar na bola. Perdemos um segundo avançado (Teo) e tentámos Andrés, Markovics, ETC;

Bas Dost é um grande finalizador mas não cansa os defesas nem um oitavo do que o que Slimani cansava e Alan Ruiz também anda muito menos nas costas da defesa como o Teo fazia; Na ausiência de Adrien, fomos buscar Elias, o qual não tem perfil de defesa/contenção.

E João Mário, o qual eu acho super "underrated"... O João Mário seria titular em qualquer equipa, após um ano de integração.

João Mário e Bernardo Silva são os futuros cérebros da selecção.


Enfim, chega de digressão. Já partilhei a minha única preocupação para o futuro: Jorge Jesus.


De Pedro Correia a 22 de Fevereiro de 2017 às 08:45
Há uma aparente contradição no teu raciocínio.
Por um lado és taxativamente contra Jorge Jesus.
Por outro invocas como justificação para a má época do Sporting as saídas de Slimani e João Mário.
Acontece que estes foram precisamente os dois jogadores que mais evoluíram sob o comando técnico de Jesus. Mencioná-los como causa principal da quebra da equipa é apontar o dedo acusador não ao treinador mas ao presidente.


De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2017 às 09:52
Pois é pessoal, por mais voltas que se de, o problema é sempre o mesmo - MONEY. O Sporting, sendo um clube formador também é vendedor. João Mário e Slimani tinham que sair, e não saíram Adrien e William graças ao Presidente.
Tem que haver um equilíbrio, jogadores em quantidade e qualidade para substituir os que saem. Não havia e as compras à pressa deram asneira.
Ontem ao ver o jogo Manchester City x Mónaco, vi o segundo com um esquema semelhante ao do Benfica, implementado por JJ, pressão em todo o campo; e tirei a conclusão : os jogadores tem que ter um perfil adequado ao esquema de JJ, senão "arroz queimado".

Neto do Rio


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Este é capaz de tudo

Os nossos comentadores me...

Balanço (30)

Isto será sobre o quê?

Pergunto por perguntar

E agora Fernando?

Guerra, o espião que veio...

Sábias palavras de aviso

Os nossos comentadores me...

Balanço (29)

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

bruno de carvalho

leoas

prognósticos

jorge jesus

balanço

há um ano

slb

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

liga europa

ler os outros

godinho lopes

golos

clássicos

futebol

árbitros

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

análise

crise

formação

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds