20 Dez 16

Muitas horas já passaram desde o murro no estômago que levei no Domingo à noite em Alvalade.

Quando saí tentei manter-me calmo e sereno. No entanto dentro do meu espírito de sportinguista fervilhava uma turbulência que só as horas passadas amenizaram.

Naquelas horas seguintes apetecia-me disparar para todo o lado, culpar toda a gente e mais alguma pela derrota sofrida, arranjar desculpas…

Hoje quase 48 horas passadas tento, de forma mais calma, tentar perceber o que realmente se passou na noite de Domingo. A opinião seguinte vale o que vale e só a mim me culpa. Assim direi que:

- o Sporting não tem banco;

- os jogadores não aguentam jogos à quarta e ao domingo;

- colocaram a fasquia a níveis a que a equipa não consegue chegar;

- vendemos pérolas verdadeiras e ficámos com o pechisbeque;

Então de quem é a culpa deste estado de coisas? Perguntar-me-ão. Não sei, assumo.

O que sei é que o Sporting necessita de… paz! Pacificar os adeptos, os dirigentes, os seus inimigos e acima de tudo o plantel.

A violência, seja ela física ou verbal, gera violência. Não vale a pena disparar para tudo quanto mexe no futebol à espera de se acertar em alguém, pois essa postura geralmente tem tendência a virar-se contra o clube.

Temos demasiados adversários. Provavelmente mais que todos os outros. Que falam de nós, escrevem sobre nós, que nos invectivam. Tal não me preocupa, quiçá enobrece…

No entanto não podemos nem devemos responder no mesmo tom. Temos de saber sofrer, preferencialmente em silêncio…

Porque somos todos donos dos nossos silêncios, mas reféns das nossas palavras.

 

Também aqui

Tags:

comentar
17 comentários:
De Mike Portugal a 20 de Dezembro de 2016 às 14:30
Um dos grandes problemas é que já na época passada o SCP não tinha banco. E esta época pouco tem. Aliás até digo que desde Nani não temos ninguém de jeito para jogar do lado esquerdo do ataque. Portanto aí nem é uma questão de banco, é mesmo de titular.


De José da Xã a 20 de Dezembro de 2016 às 15:44
Caríssimo,

o banco não respeita somente a avançados mas a todas as zonas do campo.
Se tirarmos Adrien quem sobra?
E William Carvalho?
E Bas Dost?
Já para não falar nos laterais, que são esforçados mas necessitam perceber que o lugar não está garantido
SL.


De Carlos Silva a 20 de Dezembro de 2016 às 14:33
É essa a atitude inteligente. Não entreguemos gasolina aos nossos adversários, já de si sôfregos para nos queimarem. Devemos enaltecer e criticar, mas esta última, nos locais próprios, em nossa casa, tudo para bem do clube.
Deixo aqui uma sugestão. Acabe-se com o Conselho Leonino nos moldes que funciona hoje. Em sua substituição crie-se um espaço (deveria continuar a chamar-se Conselho Leonino) onde as vozes de muitos mais associados fossem escutadas. Nesse conselho constituido por representantes dos núcleos leoninos, não mais que vinte por reunião, e que funcionaria em regime rotativo pelos núcleos que o desejassem


De José da Xã a 20 de Dezembro de 2016 às 15:44
Boa sugestão. Alguém que nos oiça!


De Edmundo Gonçalves a 20 de Dezembro de 2016 às 16:29
Contra mim falo: Votei Jorge Gonçalves unicamente por esse ponto do seu programa, acabar com o Conselho Leonino, o que cumpriu. O resto são outros quinhentos...
Mas hoje o CL já não é o mesmo órgão dessa altura, funciona noutros moldes, ainda assim, acho que o Sporting, como grande clube com grande implantação nacional e internacional, através dos núcleos, deve ter um órgão consultivo, seja ele qual for e tenha a designação que tiver. Dar voz aos núcleos e à blogosfera é uma opção tão válida como a existência do CL, os moldes de participação não serão difíceis de encontrar, mas se a própria televisão do clube ignora olimpicamente a blogosfera...


De Carlos Silva a 20 de Dezembro de 2016 às 16:46
Eles deveriam saber, que a força do nosso clube, reside no somatório da de cada um de nós. Menosprezar isso é enfraquecermo-nos.


De rudolfodias a 20 de Dezembro de 2016 às 14:34
Uma queimadura com Chá a ferver, é das piores coisas que se pode ter. Por isso é melhor deixá-lo amornar.
....
....
....
Depois deste interregno e já com o Chá frio, eu diria que dois terços dos problemas do Scp se resolveriam se olhassem mais para dentro e deixassem de pensar tanto nos outros (vocês sabem de quem eu estou a falar).


De Carlos Silva a 20 de Dezembro de 2016 às 17:04
Já percebi !!! Foi então por medo de se queimar, que nunca tomou chá em pequeno. Já todos nós tínhamos percebido dessa deficiência, só não sabíamos a razão.


De Noureddine a 20 de Dezembro de 2016 às 15:01
Palavras e conclusão sensatas.

Apenas acrescento, da minha parte, que não é o conteúdo das lutas que está em causa. Objectivamente, o que o SCP diz é justo na esmagadora maioria das situações. A forma é que dá pretexto, acirra os ânimos, torna mais aceite e dissemina o enxovalho alheio.

Quem se mete nelas tem que ter costas para as aguentar. Quem tem certeza que está certo arranja maneiras de afirmar os seus pontos de vista com serenidade, ainda que com contundência. Quem vê a longo prazo e se ancora nos seus, não verga nem se transtorna.

É mais fácil falar do que fazer, eu sei, mas é assim.

Já agora, para os que se transtornam nas horas más e gostam de culpar tudo e todos de uma vez, não se pode criticar a insensatez alheia fazendo uso de uma insensatez tão grande ou maior ainda. A não ser que, relativamente a estes, não sobre nem forma nem conteúdos. Já tivemos que chegue disso.


De José da Xã a 20 de Dezembro de 2016 às 15:46
Bem dito!
Perfeitamente de acordo!
SL.


De Carlos Silva a 20 de Dezembro de 2016 às 17:06
Ora bem.


De MB a 20 de Dezembro de 2016 às 15:41
A culpa de não termos banco é do treinador e do presidente. Do Octávio não é de certeza.


De Francisco a 20 de Dezembro de 2016 às 16:13
“Diante de uma larga frente de batalha, procure o ponto mais fraco e, ali, ataque com a sua maior força”: não vale a pena tentar travar todas as batalhas ao mesmo tempo, para mais se não contamos com o apoio de qualquer aliado. Para termos hipótese de vencer o polvo, precisamos de somar forças à nossa força e escolher uma batalha de cada vez.
Ler/reler ‘A arte da guerra’, de Sun Tzu, seria de extrema utilidade
SL


De Margil a 20 de Dezembro de 2016 às 22:57
É do(s) livro(s). Só admira é que os responsáveis do SCP insistam em ignorar a referida arte. Mete dó.


De JRamos a 20 de Dezembro de 2016 às 17:14
O Sporting jogou contra o benfica para o primeiro lugar e foi roubado à cara podre. Contra isto não há equipe que chegue. O benfica vai ter sempre boas equipes, como o porto e portanto quando em jogos decisivos se rouba de facto ao clube a hipótese de passar para a frente do campeonato é possível que haja algum desâmino que se reflecte em seguida. É uma ilusão pensar que melhoras na equipe faz alguma coisa pela nossa capacidade de chegar ao título.

O benfica ao mínimo sinal de crise é puxado para cima, é levado ao colo e portanto infelizmente, embora goste de falar de futebol, do que poderíamos ou deveríamos ter feito para ter um plantel mais forte, considero agora que é conversa para boi dormir.

De que vale estudar um jogo, poker digamos, trabalhar para ser bom para ser melhor, para ter mais chances de ganhar, se o baralho está viciado? Não vale de nada. Tanto faz tentar melhorar ou não porque o resultado é o mesmo.

Eu sei que é difícil deixar de pensar futebol, eu sei que é mais fácil enganarmo-nos a nós mesmos pensando que talvez com melhores laterias e coiso e tal, porque gostamos de futebol e não queremos abdicar dele mas a verdade é que a integridade do jogo está corrompida e já não se trata de futebol realemente mas de uma espécie de circo onde o curso do espetáculo está determinado de antemão.

Conhecem algum caso nas Ligas principais de um clube oferecer anos a fio vouchers para um jantar para 4 pessoas num restaurante chique da baixa da cidade a cada árbitro e sua equipe e a cada observador de árbitros que apite os seus jogos? Isso não existe em Ligas que se dão ao respeito. Só em Portugal isso é tomado como normal e criticado quem denuncia. E porquê? Porque é o benfica.

Para mim, infelizmente, discutir reforços no contexto de uma competição integra faz sentido no futebol inglês, por exemplo como vai o Man Utd tentar voltar ao topo, do que precisam Guardiola, Wenger, Klop em Janeiro para assaltar o primeiro lugar do excelente Chelsea. Em Portugal pode-se de facto discutir mas é inútil. O Sporting não pode fazer nada enquanto o futebol português dominado não pelo princípio da integridade do jogo e da competição mas pelo princípio do benefício ao benfica.


De José da Xã a 20 de Dezembro de 2016 às 22:03
Neste panorama não vale a pena dizer-se que lutamos para ser campeões mas unicamente para tentarmos ser vice-campeões.

Uma coisa é certa, o Sporting não pode bater-se com as mesmas armas, porque os nossos adversários sabem muito melhor que nós pelejar nos ringues obscuros.

Deste modo há que arranjar formas de luta diferentes que não passa obviamente pela guerrilha truculenta de palavras.

SL.


De JRamos a 21 de Dezembro de 2016 às 00:14
Não sei se ser truculento contra os podres do futebol português pode fazer alguma coisa para o moralizar mas uma coisa é certa neste domínio: quem cala consente.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Balanço (34)

Pontapé de saída

Palmarés leonino (38)

Memória de peixe outra ve...

O polvo encarnado (3)

Os nossos comentadores me...

Balanço (33)

A nossa identidade indest...

Tomem lá, braguinhas

Palmarés leonino (37)

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

bruno de carvalho

leoas

prognósticos

jorge jesus

balanço

slb

há um ano

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

liga europa

ler os outros

godinho lopes

golos

clássicos

futebol

árbitros

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

formação

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds