01 Fev 16
Obrigado, Montero
Pedro Correia

16452954_Qh3Tr[1].jpg

 

Pelos belos golos que marcaste em quase três épocas no Sporting. Desde os três petardos que enfiaste ao Arouca, no jogo inaugural da Liga 2013/14, ao último encontro de verde e branco, há escassas 48 horas, que nos rendeu a vitória frente à Académica. Passando pela preciosa ajuda que nos deste para a reconquista da Taça de Portugal após sete anos de jejum.

Eu não esqueço.

Hasta la vista!


comentar
8 comentários:
De Edmundo Gonçalves a 2 de Fevereiro de 2016 às 00:16
Comungo com o espírito do post, Pedro, mas há um pormenor que continuará a intrigar-me, talvez para sempre: por que carga de água deixou Montero de comemorar os golos, depois da final da taça, com o golo que marcou nesse mesmo jogo incluído.

Abraço


De Pedro Correia a 2 de Fevereiro de 2016 às 09:50
Ignoro a causa, Edmundo. Talvez não festejasse por ter deixado de ser titular da equipa. Se o motivo fosse esse era um bom sinal: gosto que os jogadores lutem por um lugar no onze titular. E Montero foi dando bons argumentos a seu favor: marcou em vários jogos decisivos, como voltou a demonstrar na noite de sábado.
Lamento que saia. E lamento vê-lo partir pelo preço que foi tornado público.

Abraço.


De Orlando a 2 de Fevereiro de 2016 às 01:00
Pedro,é com muita pena que vejo sair Montero do Sporting. Sempre o admirei como jogador atendendo à sua inegável qualidade técnica associada a uma elegância na postura e forma de tratar a bola. Não era perfeito obviamente, residindo a sua maior lacuna na pouca apetência que tinha pelo trabalho defensivo que no futebol moderno e mais concretamente na ideia de jogo de JJ, é fundamental que um avançado o saiba fazer também. Mas o futebol é assim mesmo. Desde que a sua saída seja benéfica para ele e também para o Sporting, estamos conversados. Desejo-lhe a maior sorte do Mundo, não apenas por ser um excelente jogador, mas também por achar que é uma boa pessoa.


De Pedro Correia a 2 de Fevereiro de 2016 às 09:55
O Montero às vezes irritava-me: parecia desligado do jogo, dava-se ares de importância que não encaixavam no espírito da equipa. Mas vê-lo tratar tão bem a bola - na recepção, no passe, no drible, na temporização - compensava as vezes em que me irritou. E logo o aplaudia sem reservas, como uma vez mais - pela última vez - aconteceu no nosso estádio, sábado à noite. Difícil esquecer aquela explosão de júbilo ao minuto 84 num desafio em que defrontámos a equipa visitante e a equipa de arbitragem.


De Orlando a 2 de Fevereiro de 2016 às 14:05
No meu comentário, só esqueci de acrescentar que para além do que disse, é sempre importante sublinhar que Montero foi decisivo em diversos jogos, ajudando a resolver jogos que estavam bem complicados. Até sempre Montero, e muita sorte na tua vida.


De Pedro Correia a 2 de Fevereiro de 2016 às 19:35
Foi decisivo, sim. Mesmo tendo visto alguns "cosmes" invalidarem-lhe golos limpos.
No Sporting demonstrou ser um profissional sem mácula.


De Roberto Dias a 2 de Fevereiro de 2016 às 07:30
Confesso que tenho mesmo muito pena por o ver sair, numa porta talvez demasiado pequena para o que merecia.
Para mim, Montero personifica o resurgimento do nosso clube. Quando, naquela tarde de sol em Alvalade, primeiro jogo de Montero, ele enfia 3 batatas e ganha o jogo ao Arouca, foi a pedra de toque que nos mostrou que a partir daí nada seria como dantes.
Nesse início de época marcou muitos, até que a campanha 'Montero só marca em fora-de-jogo' deu os seus frutos e o rapaz retraíu-se. (A ver se a do Slimani não leva ao mesmo resultado)
Passou por momentos complicados, mas sempre profissional.

Enfim, veremos no que dá o Barcos.
Troca por troca, preferia ver o Teo no negócio. Pode ser que me prove enganado.
O Sporting continua!


De Pedro Correia a 2 de Fevereiro de 2016 às 09:58
Lamento vê-lo sair no último dia do prazo para as transferências de Inverno, sem pré-aviso, por uma quantia muito abaixo da cláusula de rescisão. Eu também estava lá, no estádio, numa tarde cheia de sol quando começámos o campeonato a vencer 5-1 com três golos do Fredy Montero. Conquistou a massa adepta logo ao primeiro jogo oficial. E de facto, Roberto, nesse mesmo desafio ele personificou o ressurgimento do nosso clube.
Não o esqueceremos.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Os nossos comentadores me...

Gamanço Futebol Clube

Os nossos jogadores, um a...

Rescaldo do jogo de hoje

Regras para um candidato ...

O mais comentado de sempr...

Os nossos comentadores me...

Pum! Um tiro na candidatu...

Sporting - O meu balanço ...

A campanha ainda não come...

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

vitórias

prognósticos

jorge jesus

há um ano

balanço

campeonato

slb

arbitragem

benfica

jogadores

mundial 2014

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

ler os outros

árbitros

euro 2016

golos

clássicos

futebol

comentadores

nós

crise

marco silva

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds