16 Mar 17

hqdefault[1].jpg

 

Ao princípio da noite de ontem, Bruno de Carvalho tomou posse no segundo mandato como presidente do Sporting Clube de Portugal.

Já empossado, dirigiu aos sócios e adeptos leoninos um dos melhores discursos que já lhe ouvi. Não por acaso, um discurso escrito do qual destaco as passagens que considero mais memoráveis.

Para mais tarde recordar.

 

«No plano político e institucional, continuaremos a ser intransigentes na luta pela verdade e pela transparência no desporto em geral e no futebol em particular.»

 ........................

«Continuaremos a integrar a Direcção da Liga de Futebol Profissional, e de todos os seus grupos de trabalho, como fizemos aliás desde o primeiro dia. O Sporting Clube de Portugal não pode, em nenhuma circunstância, deixar de estar em todos os lugares e em todos os centros de decisão.»

 ........................

«Relativamente à Federação Portuguesa de Futebol, continuaremos também, como tem sido de resto nosso apanágio, a colaborar através de propostas para melhorar o futebol português. Quero aliás sublinhar aquilo que considero ser a primeira etapa do mais que justo reconhecimento daquele que é o maior goleador de todos os tempos do futebol português, Fernando Peyroteo, traduzido pelo desfraldar de uma lona gigante colocada na sede da Federação. Quero acreditar que este tenha sido finalmente o arranque para um processo que culminará na consagração oficial de Fernando Peyroteo como o maior goleador da história do futebol.»

 ........................

«Não se pode adulterar a história, transformando campeões em perdedores e guindando perdedores à condição de campeões. O Sporting Clube de Portugal foi campeão nacional por 22 vezes e não 18.»

 ........................

«Aquilo que exigimos é que a verdade seja restabelecida e que se honrem aqueles que, com mérito, alcançaram a glória à custa do seu esforço, dedicação e devoção.»

  ........................

«Não podemos, em circunstância alguma, regredir e pôr em causa o trabalho que foi feito nos últimos quatro anos. Por isso estaremos firmes no cumprimento rigoroso da reestruturação financeira que executámos e das regras de fair play financeiro impostas pela UEFA.»

 ........................

«Seremos também intransigentes na criação de condições para que o clube mantenha a maioria do capital da SAD. Este é um compromisso de que nunca abdicámos e um objectivo perante o qual nunca iremos capitular.»

 ........................

«É meu compromisso pessoal que tudo farei e tudo faremos para agregar aqueles 9% dos sócios que livremente votaram na outra lista. Sou, como sempre fui, o presidente de todos os sportinguistas. Todos são válidos, todos são importantes, todos são indispensáveis.»


comentar
52 comentários:
De Edmundo Gonçalves a 15 de Março de 2017 às 23:48
E eu aqui a pedir a todos os santinhos que prossiga neste registo.
Gostei!


De Pedro Correia a 15 de Março de 2017 às 23:55
Gostei forma e do conteúdo.
É bom ver estas intervenções preparadas, sem deixar margem para os improvisos à mercê de estados de alma.
E é bom ver também o presidente centrado em exclusivo no Sporting, sem estar preocupado com o que se passa noutros clubes.


De Pedro Almeida Cabral a 16 de Março de 2017 às 00:21
Sem dúvida. É disto que precisamos. Determinação refletida. E não força improvisada.


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 10:15
Nada é irrelevante na mensagem comunicacional. Tudo deve ser pensado neste domínio para não ficar à mercê dos estados de alma momentâneos.


De miguel c. a 16 de Março de 2017 às 10:05
De acordo, mas com uma pequena nota ao "sem estar preocupado com o que se passa noutros clubes.":
Mesmo no capítulo da comunicação, em que se pede moderação (e parece que já se vê alguma) o que se passa noutros clubes é importante. Diria mesmo muito importante. Para não dizer muitíssimo. :)

Definitivamente há coisas para passar ao público. Talvez não deva é ser passado num registo disparatado ou demasiado guerrilheiro. Mas tem q ser passado! E por mais q o registo seja moderado vai sempre dar polémica e confusão mediática.
Por muito polidamente que vouchers, gromming de árbitros e outras manobras tivessem sido postas cá fora tínhamos tido a mesmíssima reacção de delgados, grossos, gordos, anões e afins.

Centrado no Sporting sim mas, ao contrário dos mansos que "governaram" o Sporting, interveniente e sempre sem perder de vista toda a rambóia que se passa à nossa volta e nos espirra lama e outras porcarias para cima.

À falta de melhor pegou-se no estilo, à falta de melhor pegou-se no que houve. À falta de melhor vai-se sempre pegar no que houver. Mas percebo (e concordo) que se tente não dar nada por onde se possa pegar. É, no mínimo, inteligente.


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 10:17
As intervenções, para ganharem força e serem escutadas, têm de ser cirúrgicas. Isto é, não podem ser banalizadas.
Em comunicação, menos é mais.
Ninguém é levado a sério se falar todos os dias. Excepto no caso do Presidente da República (e mesmo assim...)


De miguel c. a 16 de Março de 2017 às 10:32
Absolutamente de acordo, Pedro!
O meu lençol anterior referiu-se, apenas e só, à questão do "sem estar preocupado com o que se passa noutros clubes.".

SL e 1abraço


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 16:12


De anonymous a 16 de Março de 2017 às 00:17
Este ano a pré-época começou cedo...


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 10:17
Comecem a tremer desde já.


De João Carlos Maia a 16 de Março de 2017 às 00:21
Epá!!! Já parece os outros 2!
Promessas ou esperanças?
Sermos campeões?
Discurso de Presidente? Sim!
Ao trabalho!!!

"mas não se pode adulterar a história"...
É uma questão que sinceramente não percebo! Afinal aqueles campeonatos não contam porquê? Por muito que já tinha lido sobre... a minha mente não percebe.

Deve ser, coisa de SPORTINGUISTAS!!! Só nós, é que não percebermos!


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 10:19
Esses campeonatos acabarão por ser creditados ao Sporting (e restantes clubes envolvidos).
Não tenho a menor dúvida.
O presidente fez bem em voltar ao assunto no discurso de posse. Não precisa é de falar mais cem vezes nisto. Deixe o tema ao cuidado de todos nós, comentadores sportinguistas.


De JMA a 16 de Março de 2017 às 02:05
Caro Pedro Correia, concordo com o que escreveu. Achei o discurso sóbrio, qb. Em termos comunicacionais penso que começou bem, vamos ver se no futuro melhora a nível de comunicação em geral, que era uma das pechas do presidente e restante direcção. Seria bom, nesta altura, após as eleições, que os sportinguistas se unissem de vez. Sem deixar de criticar construtivamente, mas apoiando sempre o clube, sem esquecer que para o bem e para o mal a figura máxima e a cara do mesmo é o presidente. Seria bom que blogues, ditos sportinguistas, mas que ficam contentes de serem citados por P. Guerra ou RGSilva tenham noção que não estão a servir o Sporting, estão a servir os adversários/inimigos do Sporting Clube de Portugal. O escrutínio dos eleitos de qualquer associação, é um serviço a essa mesma associação e é salutar, o desrespeito dos eleitos, a calúnia e a difamação, são inaceitáveis. Liberdade de expressão não é caluniar, não é difamar! A esses deveria estar reservada a expulsão de sócios. A todos os outros diria, que Todos somos poucos para lutar contra (terminologia recente) o Polvo! SL


De miguel c. a 16 de Março de 2017 às 10:12
Ora bem! todos na luta contra esse polvo! Nomeadamente o Presidente! não se quer cá presidentes hipócritas como noutros lados há. E não, não falo só no orelhas. Há mais "instituições" presididas...


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 10:30
"Lutar contra o polvo" não implica andar à espadeirada na praça pública.
O polvo tem de ser combatido por dentro, pela actuação eficaz do Sporting dentro das instituições que regem o futebol nas mais diversas vertentes - sem esquecer a vertente mediática. Por isso gostei de ouvir o presidente prometer que o SCP não abdicará um milímetro da sua intervenção na Liga de Clubes e junto da FPF.


De miguel c. a 16 de Março de 2017 às 10:48
Pedro, posso estar enganado mas parece-me que não escrevi nada q se parecesse com a defesa de espadeirada na praça pública!

O Presidente do Sporting, nestes tempos em que estamos, tem q ser interventivo. Cirurgicamente e com bons modos, vá, mas interventivo. No jogo da hipocrisia perdemos. O resto é conversa.


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 11:07
Não me refiro a si, refiro-me à atitude do próprio presidente, em regra, durante o primeiro mandato.
Julgo que a esta hora ele já terá percebido que não é bem assim que as coisas se fazem. O excesso de ruído torna-se contraproducente.


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 10:22
Caro JMA, não acredito que existam blogues sportinguistas que gostem de ser citados pelos dois mais notórios inimigos do Sporting no espaço mediático.
Se houver algum nesses moldes, só pode ser um blogue lampião pintalgado de verde para disfarçar.


De Carlos Silva a 16 de Março de 2017 às 09:17
A luta pela verdade desportiva só traz um problema. A possível oposição do governo. É que iria aumentar exponencialmente o desemprego.


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 10:23
Ah, pois. Lá irão aumentar exponencialmente as despesas da segurança social.


De Carlos Silva a 16 de Março de 2017 às 10:00
Os sportinguistas têm que compreender, que é fundamental estarmos unidos. É uma questão de sobrevivência. Apetece-me dizer, ( correndo o risco de não ser compreendido) que se lixem os campeonatos.
Há neste momento uma luta mais importante. Havendo só dois clubes na champions, as máquinas lampiónicas e portistas tudo farão para nos afastarem e poderem dividir tranquilamente o bolo entre elas, como até aqui.
Salvo as devidas proporções, e extrapolando para a comunidade europeia, ou integramos o grupo da frente ou vamos definhando em direção ao 3º mundo. Os nossos inimigos são poderosamente mafiosos, mas temos que saber o que temos pela frente e combatê-los. Temos, atenção, de estar cientes das nossas forças e debilidades e atacar com a máxima força os pontos fracos dos nossos adversários


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 10:23
Excelente comentário, Carlos. Vou citá-lo.


De Simão Gamito a 16 de Março de 2017 às 10:28
Muito bom comentário.


De Pedro Wasari a 16 de Março de 2017 às 10:10
A partir de agora e depois deste discurso, é só falar em caso de absoluta necessidade.

Gostava que houvesse uma clarificação da parte do nosso clube, a propósito de alguns comentadores que proliferam pelos mais variados órgãos de comunicação. Acho que o SCP não se pode rever, por exemplo, naquilo que diz o ROC ou outros iguais.

SL


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 10:31
ROC faz parte do anedotário nacional. Podia transferir-se para um programa humorístico. O lugar dele é lá.


De Simão Gamito a 16 de Março de 2017 às 10:24
Assinamos por baixo e apoiamos.


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 10:31
Nada mais certo.


De LEOA MARIA a 16 de Março de 2017 às 11:46
Excelente discurso do presidente, acredito que esta postura se vai manter, e melhorando cada vez mais, resultando daqui uma maior união Sportinguista, que vai ser mto importante para o sucesso do clube, só me resta endossar os meus parabéns a BdC e restante equipa...

SL


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 16:16
Só achei desnecessária a comparação com médias de décadas anteriores para gabar a conquista da Taça de Portugal e da Supertaça.
É o género de pormenor que me parece descabido. Porque o Sporting de hoje não está em competição com o Sporting do passado.


De LEOA MARIA a 16 de Março de 2017 às 16:22


De VideoVasco a 16 de Março de 2017 às 12:16
Faço um pedido á Federação. Pergunte-lhes quantos campeonatos querem a mais, e contabilizem isso. Já ninguém aguenta tanto choro com o pânico de serem dobrados em campeonatos. Depois do 25 de Abril foram campeões 3 ou 4 vezes.. deve ser realmente triste...


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 16:17
O Sporting é o Campeão da Liberdade. Conquistou a dobradinha em 1974, logo após o derrube da ditadura.


De VideoVasco a 16 de Março de 2017 às 17:30
Ena! A revolução foi em Abril, e o campeonato acabou em Maio. Até esse campeonato foi 90% ditadura e apenas 10% de liberdade. É duro.


De Pedro Correia a 16 de Março de 2017 às 17:38
Foi o primeiro campeonato terminado em liberdade. Ganho naturalmente pelo Sporting, que libertou o País da ditadura benfiquista.


De atitopoteu a 17 de Março de 2017 às 17:54
cerca de um mês antes levaram 5 - (cinco) - 5 no último dérbi após a 'queda da cadeira' e com o delfim Marcelo Caetano e a 'brigada do reumático' aplaudidos em delírio na e pela Tribuna de Alvalade !... A grande maioria, senão todos, lagartos, de MC tenho essa certeza.


De Pedro Correia a 17 de Março de 2017 às 22:44
Em Abril de 1974 acabou a ditadura salazarista-benfiquista. Toda a gente sabe que o Salazar era adepto do Benfica.


De atitopoteu a 18 de Março de 2017 às 17:57
para quem teve como presidentes do seu elitista e corporativista
clube, gente como Salazar Carreira, (amigo e conselheiro pessoal de Salazar - em especial para o Desporto) Góis Mota (presidente dos 'bufos' da Legião Portuguesa) ou Cazal Ribeiro (presidente da fascista União Nacional) o que lhes permitiu a hegemonia entre 1934 e 1958, não vale a pena perder muito do meu tempo a responder, a quem pouco saberá da História de Portugal e nada sobre o Estado Novo em especial.

assim sendo, nem sequer me obrigo a ter que lhe chamar parvo ! ... com todas as letras ;-P


De Pedro Correia a 18 de Março de 2017 às 22:32
Vocês tiveram como presidente Ferreira Queimado, que foi procurador à Câmara Corporativa, pilar do regime salazarista.
Quanto à influência do ditador no SLB, recomendo-lhe esta leitura:
http://sporting.blogs.sapo.pt/1022216.html


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Os nossos comentadores me...

Sub-21: Rúben Semedo marc...

Evidências

Cada vez mais encarnada

O desespero

Leoas às sextas

Os nossos comentadores me...

Afinal sempre há algo imp...

É só p'ra dizer presente!

Arbitragens antes e depoi...

Arquivo

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

prognósticos

jorge jesus

vitórias

há um ano

balanço

campeonato

slb

arbitragem

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

ler os outros

clássicos

árbitros

golos

nós

euro 2016

futebol

comentadores

crise

marco silva

scp

cristiano ronaldo

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds