09 Jan 17
O profeta da desgraça
José Navarro de Andrade

Houve Pirlo, claro, cujo apogeu viu-se no dia 24 de Junho de 2012. No desafio entre a Itália e a Inglaterra, Pirlo jogando como dizem que Manolete lidava as feras, quase sem mexer os pés, executou 146 passes, dos quais 80% (117) foram bem entregues. Nessa tarde mágica, a inteligência de Pirlo, que era a de estar sempre no lugar certo no instante exacto, metamorfoseou-se numa espécie de presciência sobrenatural, que consistia em vê-lo atrair a si os percursos da bola, devolvendo-a depois ao jogo, ao futebol, ao universo, em perfeito estado de mansidão e domínio. É provável que nas próximas décadas nunca mais se volte a ver prodígio igual. Isto para dizer que àqueles que se limitam a serem apenas excelentes jogadores e não semi-deuses do futebol, como Adrien Silva, arcar com a posição 8 exige muito suor, ânimo e discernimento. Porque sobre as suas qualidades naturais ele mostra estas aptidões, Adrien é uma peça insubstituível no Sporting. Alarmante é que saíndo Adrien entra Elias. Ora aqui está um que tem uma habilidade especialíssima: a de conseguir ser o buraco negro simétrico da estrela Pirlo. Por malas-artes e não menos má-fé, em qualquer momento do jogo Elias consegue posicionar-se criteriosamente longe do percurso da bola. Durante a segunda parte com o Feirense, na atmosfera de naufrágio que se começou a respirar, quedei-me fascinado, como o passarinho pela cobra, pelo serpenteio de Elias no estreito perímetro em que se acoita. Com a deliberada persistência de um coveiro ele vai descarnando uma clareira no meio do campo e, sempre a esbracejar com toda a gente, desorientando os parceiros, que não sabem o que fazer nem como vencer tamanho vazio. Elias não é passivo, pelo contrário, de mansinho, mostra-se como um Iago, activamente aplicado em destruir o jogo do Sporting. Já me garantiram que ainda por cima lhe pagam como a qualquer outro jogador.

Tags: ,

comentar
10 comentários:
De Anónimo a 9 de Janeiro de 2017 às 17:36
Elias foi titular absoluto do Flamengo e Corinthians no Brasileirão, dos melhores campeonatos do Mundo e do país penta campeão Mundial. Os brasileiros chamam ao futebol da Europa "Sarrafo". Para vencer os europeus dançam com a bola nos pés(dizem). Estão a preparar o hexa na Rússia.


De JHC a 9 de Janeiro de 2017 às 19:47
Excelente!!!


De MB a 9 de Janeiro de 2017 às 20:09
Elias e Jefferson, neste momento, têm um posicionamento deplorável.


De SportingSempre a 9 de Janeiro de 2017 às 22:01
O mesmo poderia dizer de Gelson a ponta de lança, Markovic atrás do ponta de lança, B.Cesar a defesa direito, etc...

Inventar dá nisto. Consegue-se transformar um jogador que foi titular do Brasil e melhor jogador do Brasileirão na alma penada do meio campo do Sporting.

O jogador é o menos culpado, no meu modesto entender.



De Romão a 10 de Janeiro de 2017 às 14:30
Sou obrigado a concordar com o SportingSempre.

o Elias era titular numa das melhores equipas do Corinthians dos últimos anos. Limparam um Brasileirão com uma perna as costas.
o Elias junto com o Renato Augusto era um dos esteios dessa equipa. Tanto que chegou a internacional brasileiro e não ia aquecer o banco.

Para só jogar o que tem jogado...algo de errado se passa. Não creio que tenha desaprendido.
Ou então...é mais uma invenção do JJ que o está a transformar um belíssimo jogador na maior nulidade do meio campo do Sporting.

SL


De José Navarro de Andrade a 10 de Janeiro de 2017 às 23:38
Oh senhores, mas "este" Elias é diferente "daquele" que passou por cá há 3 anos, quando Jesus não era treinador do Sporting? É a mesmíssima ronha, um fugir do jogo igualzinho ao que víramos, enfim, a miséria de futebol sem tirar nem pôr. Se ele era formidável no Brasil, das duas uma: ou vem para cá gozar connosco (hipótese possível) ou é exemplo do estado de acelerada decrepitude do futebol brasileiro, comprovada pela vergonhosa prestação nos campeonatos de seleções em que tem participado. Por analogia está como o futebol holandês, que explica porque nem foi ao europeu quando não encontra outra solução para defesa esquerdo senão o Marvin. Havendo responsabilidades de JJ elas serão a de ter chamado de volta o sorna ou a de não conseguir fazer nada dele. Se é que ele veio por decisão de JJ...


De Marta Spínola a 11 de Janeiro de 2017 às 11:52
Sem surpresas, gosto muito deste post :D (embora nos seja prejudicial a simetria)


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2017 às 11:54
Sporting Sempre e Romão são os Sportinguistas mais atualizados a comentar este blog. Cabe na cabeça de alguém que um jogador(Elias), tendo representado 2 dos maiores clubes brasileiros e num, Corinthians, campeão em 2015, titular absoluto, seja tratado como um Carrillo qualquer?
Meus amigos Flamengo e Corinthians não são este Benfica de Vieira....
Elias é volante, não é Adrien.
Ponham Sir William a ponta de lança........
Já alguém neste excelente blog, onde os lampiões, por falta de alternativa, vem beber, disse ; "o problema está no cozinheiro"

Falou

SL


De José Navarro de Andrade a 11 de Janeiro de 2017 às 13:02
Esta campanha contra JJ é estúpida e debilitante. Se, ainda por cima, for para elogiar o estafermo do Elias, há 4 anos a prejudicar o Sporting e que só voltou porque... ("eles" sabem porquê...) é ridícula. Campanhas orquestradas nos meus posts, onde quero, posso e mando (se não gostam façam o vosso blog) não passarão mais.


De Romão a 11 de Janeiro de 2017 às 17:23
Não é campanha nenhuma contra o JJ. É só um facto. O Elias fez excelentes épocas numa das melhores equipas de sempre do Corinthians e chegou a titular da selecção Brasileira.

Se é ou não relevante, cada um terá a sua opinião. As coisas são o que são. Só me parece estranho que um dos melhores médios do Brasileirão dos últimos dois anos seja a maior anedota do nosso meio campo.
Como dizia o outro, "se julgarmos um peixe pela capacidade que ele tem para voar ele vai sempre pensar que é estupido".
Pode ser só isso, que lhe estejam a pedir coisas que não sabe fazer.

SL


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

A voz do leitor

O Steaua europeu

Parece brincadeira

Já podemos falar do tal á...

Um abraço ao Stojkovic

21 de Agosto (1560 e 2017...

Peça de vestuário

Os prognósticos passaram ...

A voz do leitor

Ética - a linguagem de Jo...

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

jorge jesus

balanço

slb

há um ano

vitórias

campeonato

jogadores

benfica

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

golos

ler os outros

liga europa

futebol

godinho lopes

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

formação

humor

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
142 comentários
138 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds