09 Jul 16

comentar
10 comentários:
De Sérgio a 9 de Julho de 2016 às 16:53
Desta geração é sem dúvida o melhor jogador. Mas não é justo dizer que é o melhor de sempre. Por exemplo, o Eusébio viveu noutros tempos e também ele, na sua época foi imperial. Bastou-lhe apenas estar presente numa só fase final do Campeonato do Mundo de Futebol para marcar aí 9 golos e ser o melhor marcador desse campeonato. Precisava de menos minutos em campo do que Ronaldo para fazer golos. Foi por 3 vezes o melhor marcador da Taça dos campeões europeus (agora Liga dos Campeões). Mas os tempos eram outros. Havia menos jogos do que agora, portanto havia menos tempo para se fazerem golos. Nessa altura os jogadores estavam menos protegidos de entradas violentas de adversários do que agora. Havia campos pelados. Portanto, as condições eram muito diferentes das que temos hoje. As comparações são muito injustas. Normalmente temos a tendência para dar mais relevância ao que está temporalmente próximo e diminuimos os feitos mais perdidos na memória. E existem outros jogadores fabulosos de antes da década de 60 que poderiam também ser mencionados. Mas efetivamente em representação da Selecção, o nosso primeiro grande torneio foi o Mundial de 66.

Em termos de empenho e importância no jogo da Selecção, ainda assim, prefiro o Luís Figo ao Ronaldo. Mas se Ronaldo amanhã for determinante na vitória Portuguesa, aí sim, passo o Ronaldo para a frente. Até lá, fico a aguardar e a esperar um jogo fantástico de Ronaldo.


De Pedro Correia a 9 de Julho de 2016 às 20:26
A minha nota não visa denegrir ninguém, como é óbvio. Visa apontar um facto.
E é factual que CR é o português mais internacional de sempre. É o melhor marcador de sempre da selecção. É o maior goleador de todos os campeonatos da Europa (a par de Platini). E tem 12 troféus conquistados a nível de clubes de top da Europa - incluindo três Ligas dos Campeões e dois mundiais de clubes.
Nada comparável com qualquer outro jogador português de qualquer época.


De José a 9 de Julho de 2016 às 17:33
Oi Pedro, cuidado que os do outro lado da Segunda Circular ainda deitam fogo ao Blog. O nosso CR7 nunca joga nada dizem os Lampiões mas a verdade é que desde que ele debutou nestas lides, 2004, estivemos sempre em todas: Europeus e Mundiais. Ah, estava lá o tal com a toalhinha enrolada no braço!


De Pedro Correia a 9 de Julho de 2016 às 20:22
É verdade: desde que CR chegou à selecção nunca deixámos de nos qualificar para fases finais. Já vão quatro - e, dessas, garantimos três presenças nas meias-finais.
Quanto ao resto, como já escrevi aqui, até segunda-feira o meu clube é a selecção nacional.


De Francisco Gonçalves a 9 de Julho de 2016 às 18:19
Indubitavelmente.


De Pedro Correia a 9 de Julho de 2016 às 20:05
Sem espinhas.


De SportingSempre a 9 de Julho de 2016 às 18:35
Talvez. Não consigo comparar com Eusébio, até porque este estamos a ver, o outro o que vi foi o que a tv mostrou. Dos pelados e porradas dos anos 1960, até aos relvados e cartolinas dos anos 2010 tanta coisa mudou que é difícil dizer.
Eusébio tinha Pélé, Ronaldo tem Messi a concorrer pelo estrelato, o que só foi bom para eles.
O que não há dúvida é que Ronaldo vai acabar a carreira a bater record atrás de record. Uma máquina de vencer. Impressionante.


De Pedro Correia a 9 de Julho de 2016 às 20:17
Com isto não pretendo menosprezar ninguém: é uma nota factual, pela positiva, que merece ser referida na véspera da primeira final portuguesa em futebol sénior fora do nosso país.
Os tempos são dificilmente comparáveis. Mas há coisas indiscutíveis: desde que Ronaldo foi chamado pela primeira vez à equipa das quinas, nunca Portugal deixou de se qualificar para uma fase final de um Mundial ou de um Europeu. Já lá vão quatro consecutivas. Balanço provisório: duas presenças em finais, uma meia-final e uma ida aos quartos-de-final (onde perdemos com a Alemanha).
Ronaldo é o jogador português mais internacional de sempre, o maior marcador de sempre da selecção, o maior goleador de todos os tempos de campeonatos da Europa (a par de Platini, podendo ultrapassá-lo amanhã).
Mais: tem no seu currículo a conquista de 12 troféus a nível de clubes - autênticos tira-teimas na alta competição. Três ligas dos campeões, dois mundiais de clubes, uma supertaça europeia, uma taça de Inglaterra, duas taças da liga inglesa, duas taças do Rei em Espanha e uma supertaça espanhola.


De Carlos Silva a 9 de Julho de 2016 às 20:20
Sergio, na realidade temos tendência de valorizar o que está mais próximo.(desvalorizar o que está mais longe) Mas se as coisas más são para corrigir, devemos todos nós mudar essa situação.
Assim temos Vasques Peyroteo, Matateu etc


De Pedro Correia a 9 de Julho de 2016 às 20:33
É justo referir, passadas tantas décadas, que Fernando Peyroteo continua a ser o maior goleador dos campeonatos nacionais de futebol.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Os nossos comentadores me...

Palmarés leonino (9)

Recado ao presidente da M...

Da necessidade de pôr fim...

Grande Gelson

Os nossos comentadores me...

A coisa até estava a corr...

Cotovelite

Os nossos comentadores me...

Espelho meu, espelho meu ...

Arquivo

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

prognósticos

jorge jesus

vitórias

há um ano

balanço

campeonato

slb

arbitragem

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

ler os outros

clássicos

árbitros

golos

nós

euro 2016

futebol

comentadores

crise

marco silva

cristiano ronaldo

scp

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds