Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Notas sobre o jogo de ontem

 

1. Não há conquistador sem sorte. A sorte sorriu à selecção nacional no desafio amigável contra o México, ontem de madrugada. No último lance do jogo. Com um grande golo marcado por Bruno Alves - o seu décimo com as cores nacionais. Quem diria que é um defesa?

 

2. Vale a pena ver e rever o golo. Pelo sentido posicional de Bruno Alves, pela sua capacidade de elevação, pela força do remate de cabeça - como se o jogo estivesse a começar e não à beira do fim. E sobretudo pelo inconformismo que revela: ele é dos que pensam, e muito bem, que um empate sabe sempre a pouco. É com este ânimo que temos de jogar no Mundial do Brasil.

 

3. Mas o golo não vale só pela finalização. Vale também pela destreza de Helder Postiga, que consegue arrancar um livre em zona perigosa. E pela exemplar execução do castigo por parte de João Moutinho, que continua a ser uma evidente mais-valia da selecção nos cruciais lances de bola parada.

 

4. Quando só um defesa consegue marcar, isto diz-nos alguma coisa do nosso défice ofensivo. Eder bem se esforça, mas até ao momento tem sido inconsequente: ficou em branco no medíocre jogo-treino com a Grécia e repetiu a dose nula neste embate realizado em Foxborough (Massachusetts, EUA), com milhares de adeptos portugueses nas bancadas.

 

5. Melhor português em campo? Eduardo. Salvou pelo menos dois golos quase inevitáveis. E comprovou que estamos bem servidos de guarda-redes na selecção. Se o nível fosse o mesmo na linha avançada podíamos desde já sonhar com os quartos-de-final da prova máxima do desporto-rei.

 

6. Rui Patrício permaneceu no banco. Estará Paulo Bento a pensar relegá-lo à condição de suplente nesta fase final do Campeonato do Mundo após o guarda-redes do Sporting ter cumprido como titular toda a qualificação? Creio que não. Mas vale a pena estarmos atentos.

 

7. Pepe e Meireles, ao que parece, continuam tocados. Se não recuperarem a tempo do nosso jogo inaugural contra a Alemanha o primeiro pode ser substituído por Ricardo Costa, a quem não falta experiência, e o segundo dará espaço a William Carvalho em posição mais recuada forçando Miguel Veloso a adiantar-se no terreno. Nada que preocupe excessivamente o seleccionador, tenho a certeza.

 

8. Cristiano Ronaldo voltou a não jogar, como já havia sucedido frente à Grécia. Mas parece apto a alinhar no último jogo-treino antes do Mundial - contra a Irlanda, na terça-feira. Para nós não pode haver melhor notícia. Porque a selecção é muito inferior sem ele, está mais que visto.

 

9. Boas notas neste jogo? Além das já referidas, destaco as exibições de Luís Neto - muito seguro no eixo da defesa, ao lado de Bruno Alves - e de Vieirinha, que já tinha causado boa impressão contra a Grécia pelas suas velozes incursões na ala direita do nosso ataque. Mas Neto deve acautelar-se com os cartões: aquela entrada violenta que lhe mereceu o amarelo, num jogo mais a sério, talvez lhe valesse um cartão de outra cor.

 

10. Não entendi a colocação de Fábio Coentrão na posição de médio interior: como seria de esperar, não trouxe qualquer benefício ao desenho táctico da selecção. Nem vislumbrei a vantagem de ver André Almeida como lateral esquerdo titular. Seria uma homenagem à "polivalência" do rapaz? Eu sei que a sorte tem vindo ao nosso encontro, mas convém não abusar dela.

2 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D