03 Fev 16

Ficará para sempre na história e sobretudo no coração do nosso Clube. Com a certeza que também ficaremos no dele. Sporting e Portugal estão indissoluvelmente ligados a esta família luso-colombiana.

Fredy fez um comovente video de despedida na sua conta no Facebook, que podem ver mais abaixo neste post. Recorda que foi aqui que a sua família nasceu ("Eu e a minha família vivemos aqui em Portugal algumas das nossas melhores recentes lembranças. Este é o lugar onde as nossas filhas nasceram, onde tivemos a nossa primeira casa de sonho e onde começamos as nossas vidas como uma verdadeira família. Viver em Lisboa foi excelente, mas sem dúvida que jogar no Sporting foi uma paixão!").

Deixa também uma mensagem de fé quanto ao título de campeão ("Acredito que o Sporting possa ser campeão esta época e que em Maio possam partilhar comigo esse feito, sabendo que também fiz parte dessa conquista"). Partilhamos, sempre, essa fé e, sim, partilharemos sem dúvida essa alegria com ele.

A paixão por Portugal não é mera conversa de circunstância. Basta consultar a conta de twitter da sua (belíssima) mulher, Alexis, para perceber a genuína ligação desta família a esta terra.

alexis 2.JPGalexis 1.JPG

Esta despedida é um dia triste para a família sportinguista, mas é também uma digna página da nossa história. Fredy Montero deixa um importante legado ao clube - 94 jogos disputados, 37 golos marcados, 13 assistências para golo, dizem as estatísticas - e deixa, sobretudo, um enorme orgulho neste verdadeiro espírito de leão que criou aqui.

Até sempre, Fredy, e obrigado.

 

 

Tags:

comentar
9 comentários:
De José a 3 de Fevereiro de 2016 às 22:08
Sempre gostei deste "chico", que belo jogador. Obrigado Fred, Boa Sorte.


De Edmundo Gonçalves a 3 de Fevereiro de 2016 às 22:18
Ficou "supimpa", Alda!

SL


De Alda Telles a 3 de Fevereiro de 2016 às 22:21
Obrigada, Edmundo


De José da Xã a 3 de Fevereiro de 2016 às 23:24
Belíssimo testemunho Alda.

Montero merece, sem qualquer dúvida, esta bonita homenagem. Por aquilo que deu e fez pelo Sporting.
Como muito bem dizes, fica nos corações de todos os Sportinguistas.
SL.


De Anónimo a 4 de Fevereiro de 2016 às 00:30
Então e sobre as circunstâncias da saída de Montero a senhora Telles não tem nada a dizer? Pareceu-lhe tudo normal? E cinco milhões apenas? Ponha o romantismo de parte e aborde os factos pelo lado do real.


De Alda Telles a 4 de Fevereiro de 2016 às 11:12
Caro leitor senhor Anónimo, não era esse o tema do meu post. Era mesmo o lado romântico que o futebol também tem. Obrigada.


De Jorge Ferreira a 4 de Fevereiro de 2016 às 00:39
Perante tudo isto, que dizer? Mostrou ser digno da nossa camisola. Um rapaz de carácter, que merece todo o nosso reconhecimento e, que em Maio volte para festejar um título, para o qual deu a sua contribuição e, que se venha a concretizar. Obrigado Fredy!

Saudações Leoninas



De Tiago Cabral a 4 de Fevereiro de 2016 às 12:40
Um grande tributo deste excelente jogador, que tivemos o prazer de ver jogar no nosso clube durante 2 épocas e meia. Montero representou o virar de uma página negra no nosso clube. Os três golos marcados na estreia no campeonato deram-nos de volta a esperança. Mas mais que tudo isto, Montero, por todas as suas virtudes como pessoa, conseguiu colar-se a nós, Sportinguistas. Era sempre dos mais aplaudidos no estádio, não só pela beleza dos seus golos, que só a sua técnica invulgar permitia, mas pela sua forma de estar e de sentir este clube. Vai para sempre ser recordado como um dos grandes jogadores que passou pelo nosso clube e dos que mais o respeitou. Um verdadeiro homem, este colombiano que em boa hora aqui passou. É um verdadeiro jogador à Sporting e que deve ser mostrado na academia como exemplo a seguir por todos aqueles que aspiram a ser ídolos de todos os Sportinguistas. Tenho a certeza que depois de acabar a carreira, e sabendo que a sua família se integrou tão bem entre nós, as portas do Sporting estarão sempre abertas para ele. Nada nem ninguém é mais importante que o Sporting, mas é com Homens destes que se faz a nossa história.


De José a 4 de Fevereiro de 2016 às 16:59
O Montero já esteve a falar melhor, hoje com a referência ao Carrilho, para mim, descarrilou.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

A angústia do árbitro per...

Os nossos comentadores me...

Sub-21: Rúben Semedo marc...

Evidências

Cada vez mais encarnada

O desespero

Leoas às sextas

Os nossos comentadores me...

Afinal sempre há algo imp...

É só p'ra dizer presente!

Arquivo

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

prognósticos

jorge jesus

vitórias

há um ano

balanço

campeonato

slb

arbitragem

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

ler os outros

clássicos

árbitros

golos

nós

euro 2016

futebol

comentadores

crise

marco silva

scp

cristiano ronaldo

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds