24 Jun 14

 

Desconfiar do óbvio e recusar a banalidade foi talvez a mais importante lição que o jornalismo me ensinou. Treinou-me também no exercício contínuo de resistência e apreciar como uma pedra rara a generosidade.

Por ser jornalista tive, tenho, o privilégio de conhecer diferentes geografias e ouvir a narrativa de muitas vidas sofridas, alquebradas, submissas, remediadas, abastadas, desfeitas, refeitas.

 

Pode parecer cínico porém aprendi a conceder que o sofrimento faz parte da condição humana. Que algumas vidas são um desejo que nunca se concretizará. Que outras nunca encontram o cadeado invisível que as amarra. Nunca consegui deixar de me comover, de sentir a garganta a contrair-se num nó apertado e de chorar de impotência.

Aprendi a admirar os que não procuram álibi, os que navegam na contramão e os que têm a capacidade de superar o sofrimento, a dor, de a sublimar em criação ou em dádiva.

Tantas e tantas vezes me atravessa a mente a imagem daquela mãe, num país africano, que me ofereceu um filho. Há generosidade maior que uma mãe prescindir de um pedaço de si para se agarrar à bóia dos desesperados que é a promessa de uma vida melhor para o filho?

 

Falando de desespero. A Folha de São Paulo publicou um trabalho da repórter e escritora brasileira Eliane Brum sobre os meninos sem tempo. Um menino com nome de poeta dizia “não conto [o tempo]. Eu não conto a alegria e não conto a tristeza. Tenho o tempo que estou na vida”. Vinicius, o menino da Favela do Bom Jardim, em Fortaleza, vive com dois irmãos e nenhum adulto. Os pais perderam-se. Crack. Cachaça. Vinicius da favela enfeitada com bandeirinhas verde e amarelas, como tantas outras por esse Brasil-continente fora, aos 15 anos não desaprendeu de chorar. Trabalha de dia, cuida da irmã de nove anos, e de noite vai para a escola de bicicleta. Driblando os traficantes. “Quando eu jogo futebol esqueço tudo”. Esse é o poder do futebol – o genuíno, não o da FIFA e dos seus milhões – e a sua generosidade. A de transformar a vida implacável de um menino num momento fugaz de alegria.

 

PS- Sabem porque admiro o Cristiano Ronaldo? Não é por ser apenas o Apolo musculado de abdominais perfeitos ou pela sua forma poética de jogar. Mas porque vejo no fundo dos olhos do futebolista o menino pobre, que saiu da Madeira aos dez anos, perseguindo um sonho e cumprindo um talento, com muito trabalho e muitas lágrimas. Esse menino no fundo dos olhos de Ronaldo é muito mais fascinante e complexo que o herói, é o Ronaldo-menino que inspira milhões de outros meninos por esse mundo fora. Fá-los sonhar, parar o tempo e ser felizes, ainda que por pouco tempo. Contam-se pelos dedos de uma mão os que têm este poder.

 

*Texto que publiquei no meu blog pessoal e que replico aqui, peço desculpa, porque já não suporto as críticas ao CR7. O D. Sebastião ficou entre as brumas.


comentar
Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Fanfarronice ou será que ...

Prognósticos antes do jog...

Os nossos comentadores me...

Leoas às sextas

A minha costela Jota Jota

Pontos nos is.

A Europa e o Vida

Esperança

Irritação

P.O. a D.D. - A sério?

Arquivo

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

memória

comentários

selecção

bruno de carvalho

leoas

vitórias

prognósticos

há um ano

jorge jesus

campeonato

balanço

slb

arbitragem

benfica

mundial 2014

jogadores

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

euro 2016

árbitros

ler os outros

futebol

golos

clássicos

comentadores

nós

marco silva

crise

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
134 comentários
132 comentários
114 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds