10 Jan 17

Não faz o menor sentido haver um clube desportivo em Portugal autorizado pela Liga a transmitir e difundir em exclusivo as imagens dos jogos que realiza em casa. Isto possibilita que este clube seleccione as imagens que muito bem entenda para servirem de base à discussão dos lances mais polémicos.

Bafejado por este privilégio, o Benfica divulgou excertos filmados das grandes penalidades cometidas por Pizzi e Nelson Semedo frente ao Sporting em que estes jogadores eram vistos de lado ou à distância, permitindo que pairassem dúvidas, em qualquer desses lances, sobre o castigo máximo negado à equipa anfitriã pelo árbitro Jorge Sousa.

As imagens esclarecedoras acabaram por ser exibidas só cerca de hora e meia após o apito final do Benfica-Sporting, quando o observador do árbitro já lhe havia atribuído a nota e os especialistas em arbitragem já tinham proferido os seus veredictos nas colunas dos jornais.

Deve ser posto fim sem demora a esta situação de excepção, que concede ao Benfica um estatuto privilegiado de que mais nenhum outro clube nacional usufrui. Em nome da transparência competitiva e pelo combate sem tréguas à mentira no futebol português.


comentar
52 comentários:
De Sérgio a 10 de Janeiro de 2017 às 11:48
Pois eu acho que é muito pertinente a questão levantada pelo Pedro Correia. No entanto, quem controla a SportTV? Porque razão na transmissão televisiva do jogo Setúbal - Sporting ninguém se ter dado conta do penalty no minuto 72? A SportTV só fez aparecer este penalty após ele andar aos trambulhões pela blogosfera. É muito importante o controlo da isenção das transmissões televisivas, mas isso deve aplicar-se a todos os players. E eu sou a favor disso.


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 12:44
A questão não é a Sport TV. A questão é haver uma televisão - uma só - de um clube - um só - da Liga que transmite em exclusivo os jogos caseiros desse mesmo clube.
O princípio está errado. E deve ser corrigido sem demora.
Faz-me até alguma impressão que o presidente do Sporting o tenha omitido no decálogo, ou coisa semelhante, que acaba de divulgar via FB, o seu (dele) meio de comunicação favorito.


De Sérgio a 10 de Janeiro de 2017 às 13:54
Caro Pedro Correia:
Creio que é o último ano que a Benfica TV tem a exclusividade dos jogos caseiros. Portanto esse assunto resolve-se por si. No entanto, é preciso garantir a isenção do Sport TV. Não se compreende o desaparecimento de certas imagens e os comentários dos jogos com narrativas completamente desfasadas das próprias imagens que são mostradas.


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 14:54
Serei o último advogado de defesa da Sport TV. Mas repare: se todas essas dúvidas e reservas e críticas se levantam em relação a um operador supostamente não vinculado a nenhum clube, por esmagadora maioria de razão se levantam em relação a uma televisão de clube.
É uma questão de elementar bom senso, desde logo.


De Sérgio a 10 de Janeiro de 2017 às 19:20
Em teoria dou-lhe razão. Mas repare que o próprio Pedro Correia escreveu: "operador supostamente não vinculado a nenhum clube". E o termo "supostamente" faz toda a diferença. Penso que se deve garantir isenção para todos os operadores.


De Pedro Correia a 11 de Janeiro de 2017 às 09:04
Muito bem, estamos de acordo. A isenção é neste caso um requisito básico. O que torna desde logo incompatíveis com a TV de um clube as transmissões em exclusivo dos jogos de uma competição oficial. Tem de haver rigor absoluto destas matérias por parte das entidades reguladoras - desde logo a própria Liga de Clubes, que organiza o campeonato nacional de futebol.


De Carlos Silva a 10 de Janeiro de 2017 às 13:42
Meu caro Sérgio. Dado que o não conheço, só o imagino. Ima gino-o, como o faço, relativamente ao nosso maior poeta. Não, pela obra que ambos reconhecemos, como o maior tesouro da língua portuguesa.
Imagino-o pelo caminho do infortunio. Luís Vaz de Camões só via de um olho, você também. Só vê o penalty cometido em Setúbal, mas não vê dois, a nosso favor, na sua própria casa. Eu sei que chamamos a um homem que autoflagela o seu corpo de masoquista. Desconheço o nome que o poderei apelidar, de auto agredir a sua própria inteligência.


De Sérgio a 10 de Janeiro de 2017 às 19:07
Caro Carlos Silva:
Onde é que me viu dizer que eu não tinha visto 2 penalties a favor do Sporting na minha própria casa? Sabemos apenas que mais de 70% de ex-árbitros que emitiram a sua opinião na comunicação social sobre os referidos lances defenderam que os mesmos não eram penalty. Nunca me viu dar opinião sobre isso.
Em relação ao último Setúbal-Sporting eu só falei do penalty do minuto 72. Em relação ao penalty do tempo de descontos é o próprio ex-candidato a presidente do Sporting e descendente do Peyroteu que defendeu que era penalty. Também não me viu a mim a defender que era esse lance era penalty.


De Carlos Silva a 11 de Janeiro de 2017 às 09:43
O indice máximo para se poder conduzir com álcool no sangue é de 0,49 gramas por litro. Ignoro, qual é esse valor para se poder escrever.


De anonymous a 10 de Janeiro de 2017 às 14:47
Agente bem percebe as dores e as angústias que vos provoca a existência e o sucesso da BTV.
A criação da BTV foi o grito do Ipiranga do Benfica, que contribuiu para afundar o polvo que se apoiava no monopólio da SporTV, do sportinguista Oliveira, grande amigo de PdC. Monopólio que era usado para controlar e manietar todos aqueles que dependiam das verbas SportV para sobreviver.

A gente bem percebe a dores que sentem, mas está na altura de se irem habituando. Convençam-se que não voltarão os tempos em que o Benfica, com muitos mais adeptos que qualquer outro clube, recebia menos da SporTV pela transmissão de um jogo de futebol que a transmissão de um jogo de andebol do Boavista. O Benfica manietado e dependente de Oiveirinhas e quejandos, acabou. O Benfica está hoje acima disso tudo e, ao contrário, é o polvo que a Sportv sustentava que se está a definhar e afundar.





Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Verde foi o meu nasciment...

Hoje giro eu - Quiz

#Juntos

Recuo ao tempo de gesto d...

Jogo de contrastes

Pérolas de Ribeiro Cristó...

Recordar - Sergey CHERBAK...

Os nossos comentadores me...

In destino Delgado, uma q...

Portugal, futebol feminin...

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

balanço

jorge jesus

slb

há um ano

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

golos

ler os outros

liga europa

godinho lopes

futebol

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

formação

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

sportinguismo

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
142 comentários
138 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds