10 Jan 17

Não faz o menor sentido haver um clube desportivo em Portugal autorizado pela Liga a transmitir e difundir em exclusivo as imagens dos jogos que realiza em casa. Isto possibilita que este clube seleccione as imagens que muito bem entenda para servirem de base à discussão dos lances mais polémicos.

Bafejado por este privilégio, o Benfica divulgou excertos filmados das grandes penalidades cometidas por Pizzi e Nelson Semedo frente ao Sporting em que estes jogadores eram vistos de lado ou à distância, permitindo que pairassem dúvidas, em qualquer desses lances, sobre o castigo máximo negado à equipa anfitriã pelo árbitro Jorge Sousa.

As imagens esclarecedoras acabaram por ser exibidas só cerca de hora e meia após o apito final do Benfica-Sporting, quando o observador do árbitro já lhe havia atribuído a nota e os especialistas em arbitragem já tinham proferido os seus veredictos nas colunas dos jornais.

Deve ser posto fim sem demora a esta situação de excepção, que concede ao Benfica um estatuto privilegiado de que mais nenhum outro clube nacional usufrui. Em nome da transparência competitiva e pelo combate sem tréguas à mentira no futebol português.


comentar
52 comentários:
De anonymous a 10 de Janeiro de 2017 às 10:11
Comparada com a SportTV a BTV tem sido um exemplo de profissionalismo e transparência. E a prova é que tem mostrado todas as imagens, ao contrário da SporTV (como aconteceu por exemplo no lance em que Rui Patrício leva a bola para dentro da baliza, até agora só visto de um ângulo...)


De Simão a 10 de Janeiro de 2017 às 10:17
Apesar de, em tempos, se vangloriarem de ser os "campeões das contratações" e terem o "melhor treinador a treinar em Portugal", está visto que não têm equipa capaz de lutar com o Benfica. Depois dos ataques aos árbitros, o desespero leva-os agora a embirrar com a BTV.
Não há dúvida que a azia está cada vez maior e a provocar efeitos secundários.


De miguel c. a 10 de Janeiro de 2017 às 12:44
O benfica junta no mesmo jogo várias modalidades não federadas. Não é fácil lutar contra o benfica, não.

E calhando, tal como com o colesterol, há duas azias: a boa e a má.
A azia à batota, ao branqueamento, à corrupção, à mentira, dessa azia vamos padecendo ...

Mas não há mal que nunca acabe!


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 13:01
Subscrevo: sentimos a saudável azia à batota, ao branqueamento, à corrupção, à mentira.
Ainda bem.


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 13:04
Não está nada visto. Se não fosse o árbitro Jorge Sousa, o Sporting teria ganho ao SLB e estaria hoje a liderar a LIga.


De Carlos Silva a 10 de Janeiro de 2017 às 10:35
O carnide, abstraindo os métodos pouco recomendáveis que utiliza, "sua" muito mais a camisola que nós. Temos que deixar de ser apáticos e pouco activos. Temos que lutar de forma mais forte pelos nossos interesses e com maior visibilidade. Se a luta é grande, que a é, todos os sportinguista válidos devem contribuir, com o seu esforço e ideias, para sermos mais fortes. Forcemos que nos oiçam.O Sporting é de todos nós.


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 13:00
Como várias vezes tenho aqui escrito, Carlos, temos de seleccionar os alvos. E concentrar todos os recursos - infantaria, artilharia, sapadores, comunicações - no combate a esses alvos. Deixar querelas secundárias, poupar munições, concentrar energias nas batalhas que vale mesmo a pena travar e que requerem mobilização urgente.
A batalha pela verdade desportiva é prioritária. Contra todas as manipulações grosseiras, contra a instrumentalização da arbitragem e das estruturas disciplinares do futebol. Contra a mentira.


De Carlos Silva a 10 de Janeiro de 2017 às 14:03
Uma sugestão. Peguemos neste blogue por exemplo. O que vejo. Desde o Adelino Cunha à Zélia Parreira um conjunto de pessoas ligadas por elos de grande sportinguismo. Todas por certo com as mais variadas ideias que poderiam ser debatidas seleccionadas e depois de destiladas levadas à direção. Os franceses costumavam dizer. On na pas de pétrole, mais on a des idées.


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 16:29
Ideias não faltam. Vontade de as levar à prática também não.


De tricampeão a 20 de Janeiro de 2017 às 12:22
E jogar alguma coisa à bola? que tal esta ideia? ou o jorge sousa apitou todos os jogos em que perderam pontos esta época?
são uma comédia! nunca acabem!


De Pedro Correia a 20 de Janeiro de 2017 às 12:42
Os árbitros são uma comédia? Talvez. Mas não fazem rir.


De Simong2 a 10 de Janeiro de 2017 às 10:47
Pois é, caro Pedro... Isso é só mais um item da novela "Como apanhar o peixe todo", escrita considerando o AO e desenvolvida em 365 páginas!


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 12:57
Meu caro, a novela vai engrossando... até ganhar a dimensão da 'Guerra e Paz'.


De Simong2 a 10 de Janeiro de 2017 às 13:41
Não me assuste, Pedro.


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 14:55
Podia ser pior, meu caro. Se tivesse a dimensão de 'Em Busca do Tempo Perdido'.


De Plinio a 10 de Janeiro de 2017 às 10:52
Alguém me sabe informar se há algum clube europeu de média grande dimensão que transmita os seus jogos em canal de clube? Eu não sei se há mas gostava que alguém me esclarecesse. E se não há qual será a razão?


De Simong2 a 10 de Janeiro de 2017 às 11:15
Não me compete responder em nome do blog e peço desculpa se isso transparece aqui, mas não resisti a dizer-lhe que, à sua última pergunta, caro Plínio, se pode responder com a palavra "transparência" ou, como no caso em apreço, a falta dela!


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 13:02
Respondeu muito bem, meu caro.


De Antónimo a 10 de Janeiro de 2017 às 11:25
A razão é muito simples. Os clubes recebem tanto dinheiro das operadores que não se justifica perder esse dinheiro transmitindo os jogos no canal do clube.

Para além disso, os canais que transmitem os jogos são sérios e honestos e por isso não escondem lances e repetições de lances duvidosos que favorecem alguns dos clubes, como faz a SportTV há muitos anos. Como foi óbvio nas últimas semanas.

Além disso, é mentira que os observadores sejam obrigados a atribuir as notas aos árbitros hora e meia depois do jogo terminar, têm várias horas para o fazer. Penso até que têm até ao dia seguinte para o fazer. E poderão observar as repetições na TV.



De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 12:49
Os observadores preenchem os relatórios, em regra, logo após a realização dos jogos. Não é mentira alguma, portanto.
Foi isso aliás que aconteceu no Benfica-Sporting a que faço referência.


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 13:05
É uma boa pergunta, Plínio. De momento não lhe sei responder.


De LEOA MARIA a 10 de Janeiro de 2017 às 11:39
Excelente texto Pedro, mas como pôr fim a uma situação que foi criada com o beneplácito de todos os órgãos desportivos? Se os clubes recusassem fazer parte do campeonato dos DDT, talvez se resolvesse alguma coisa, mas infelizmente os tentáculos do polvo já os tem bem presos (clubes) por isso vamos continuar a correr para o abismo que não se passa nada...

SL


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 12:48
Sem prejuízo da vigência dos contratos estabelecidos, os clubes devem debater já esta questão, Leoa Maria. Configura uma inaceitável situação de privilégio de um só clube numa competição que envolve 17 outros.
Gostaria de saber em quantas ligas europeias existem situações análogas.


De Sérgio a 10 de Janeiro de 2017 às 11:48
Pois eu acho que é muito pertinente a questão levantada pelo Pedro Correia. No entanto, quem controla a SportTV? Porque razão na transmissão televisiva do jogo Setúbal - Sporting ninguém se ter dado conta do penalty no minuto 72? A SportTV só fez aparecer este penalty após ele andar aos trambulhões pela blogosfera. É muito importante o controlo da isenção das transmissões televisivas, mas isso deve aplicar-se a todos os players. E eu sou a favor disso.


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 12:44
A questão não é a Sport TV. A questão é haver uma televisão - uma só - de um clube - um só - da Liga que transmite em exclusivo os jogos caseiros desse mesmo clube.
O princípio está errado. E deve ser corrigido sem demora.
Faz-me até alguma impressão que o presidente do Sporting o tenha omitido no decálogo, ou coisa semelhante, que acaba de divulgar via FB, o seu (dele) meio de comunicação favorito.


De Sérgio a 10 de Janeiro de 2017 às 13:54
Caro Pedro Correia:
Creio que é o último ano que a Benfica TV tem a exclusividade dos jogos caseiros. Portanto esse assunto resolve-se por si. No entanto, é preciso garantir a isenção do Sport TV. Não se compreende o desaparecimento de certas imagens e os comentários dos jogos com narrativas completamente desfasadas das próprias imagens que são mostradas.


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 14:54
Serei o último advogado de defesa da Sport TV. Mas repare: se todas essas dúvidas e reservas e críticas se levantam em relação a um operador supostamente não vinculado a nenhum clube, por esmagadora maioria de razão se levantam em relação a uma televisão de clube.
É uma questão de elementar bom senso, desde logo.


De Sérgio a 10 de Janeiro de 2017 às 19:20
Em teoria dou-lhe razão. Mas repare que o próprio Pedro Correia escreveu: "operador supostamente não vinculado a nenhum clube". E o termo "supostamente" faz toda a diferença. Penso que se deve garantir isenção para todos os operadores.


De Pedro Correia a 11 de Janeiro de 2017 às 09:04
Muito bem, estamos de acordo. A isenção é neste caso um requisito básico. O que torna desde logo incompatíveis com a TV de um clube as transmissões em exclusivo dos jogos de uma competição oficial. Tem de haver rigor absoluto destas matérias por parte das entidades reguladoras - desde logo a própria Liga de Clubes, que organiza o campeonato nacional de futebol.


De Carlos Silva a 10 de Janeiro de 2017 às 13:42
Meu caro Sérgio. Dado que o não conheço, só o imagino. Ima gino-o, como o faço, relativamente ao nosso maior poeta. Não, pela obra que ambos reconhecemos, como o maior tesouro da língua portuguesa.
Imagino-o pelo caminho do infortunio. Luís Vaz de Camões só via de um olho, você também. Só vê o penalty cometido em Setúbal, mas não vê dois, a nosso favor, na sua própria casa. Eu sei que chamamos a um homem que autoflagela o seu corpo de masoquista. Desconheço o nome que o poderei apelidar, de auto agredir a sua própria inteligência.


De Sérgio a 10 de Janeiro de 2017 às 19:07
Caro Carlos Silva:
Onde é que me viu dizer que eu não tinha visto 2 penalties a favor do Sporting na minha própria casa? Sabemos apenas que mais de 70% de ex-árbitros que emitiram a sua opinião na comunicação social sobre os referidos lances defenderam que os mesmos não eram penalty. Nunca me viu dar opinião sobre isso.
Em relação ao último Setúbal-Sporting eu só falei do penalty do minuto 72. Em relação ao penalty do tempo de descontos é o próprio ex-candidato a presidente do Sporting e descendente do Peyroteu que defendeu que era penalty. Também não me viu a mim a defender que era esse lance era penalty.


De Carlos Silva a 11 de Janeiro de 2017 às 09:43
O indice máximo para se poder conduzir com álcool no sangue é de 0,49 gramas por litro. Ignoro, qual é esse valor para se poder escrever.


De anonymous a 10 de Janeiro de 2017 às 14:47
Agente bem percebe as dores e as angústias que vos provoca a existência e o sucesso da BTV.
A criação da BTV foi o grito do Ipiranga do Benfica, que contribuiu para afundar o polvo que se apoiava no monopólio da SporTV, do sportinguista Oliveira, grande amigo de PdC. Monopólio que era usado para controlar e manietar todos aqueles que dependiam das verbas SportV para sobreviver.

A gente bem percebe a dores que sentem, mas está na altura de se irem habituando. Convençam-se que não voltarão os tempos em que o Benfica, com muitos mais adeptos que qualquer outro clube, recebia menos da SporTV pela transmissão de um jogo de futebol que a transmissão de um jogo de andebol do Boavista. O Benfica manietado e dependente de Oiveirinhas e quejandos, acabou. O Benfica está hoje acima disso tudo e, ao contrário, é o polvo que a Sportv sustentava que se está a definhar e afundar.





De rudolfodias a 10 de Janeiro de 2017 às 13:54
Depois de não terem argumentos com as arbitragens nos dois últimos jogos, Setúbal e Feirense, em que foram claramente beneficiados, agora a culpa é da BTV. Eheheh
Cuidado com a digestão de algumas entradas que levam presunto.


De MB a 10 de Janeiro de 2017 às 13:56
Agora estou mais preocupado em ter um plantel com mais de 12 jogadores de jeito.


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 14:54
Também eu. E tenho escrito sobre isso.
O que não invalida que este assunto me preocupe também.


De david a 10 de Janeiro de 2017 às 15:27
E já agora, no jogo de Setúbal a Sport TV mostrou, para todos verem, o lance em que aos 71 minutos o Coates puxa deliberadamente a camisola de um jogador do Setúbal dentro da área e que era penalti?

Já sei que para os sportinguistas alimentarem a narrativa dos "coitadinhos" e para justificarem a pouca vergonha do final do jogo dizem, sem sorrir, que esse lance não era motivo para penalti. Mas a Sport TV devia mesmo assim ter tido mais atenção e ter mostrado o que se passou na área do Sporting, com replay, no momento exato.
Não acha Pedro Correia?


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 16:48
A vossa obsessão em desviar o assunto só comprova que acertei na 'mouche'.
Preparem-se. Isto não vai ficar aqui.


De david a 10 de Janeiro de 2017 às 17:13
Mas deste caso, real, o Pedro não falou.

Este caso...
"... no jogo de Setúbal a Sport TV mostrou, para todos verem, o lance em que aos 71 minutos o Coates puxa deliberadamente a camisola de um jogador do Setúbal dentro da área e que era penalti"?

Por que motivo o Pedro não refere este caso?


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 17:15
Passou no canal lampião? O texto é sobre o canal lampião.
Outros temas serão debatidos noutro local. Não aqui.


De david a 10 de Janeiro de 2017 às 17:19
Tem razão.
A obcecação pelo Benfica a isso obriga.
As minhas desculpas por me ter esquecido dessa vossa crónica "doença".


De Pedro Correia a 10 de Janeiro de 2017 às 17:55
Está desculpado. Pode continuar a demonstrar a sua obcecação pelo Sporting visitando assiduamente este blogue.


De david a 11 de Janeiro de 2017 às 01:15
Apenas venho aqui para ajudar, pois como sabem "gosto" do Sporting pelas muitas alegrias que me tem dado, especialmente nos últimos 15 anos e com mais incidência nos últimos 4.


De Pedro Correia a 11 de Janeiro de 2017 às 09:07
O Sporting, com quatro jogadores titulares e dez jogadores da sua (nossa) formação no plantel que se sagrou campeão europeu, deu-lhe muitas alegrias em 2016.
Vai dar-lhe ainda mais alegrias em 2017, descanse.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

A voz do leitor

264 visualizações por hor...

A primeira de muitas....

Bem feito de Sporting

Mercado

A minha costela Jota Jota

Prognósticos antes do jog...

No pasarán!

Balakov

Dez contra onze

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

jorge jesus

balanço

slb

há um ano

vitórias

campeonato

jogadores

benfica

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

golos

ler os outros

liga europa

godinho lopes

futebol

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

formação

humor

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
142 comentários
138 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds