21 Jun 14
Bestas e bestiais
José Navarro de Andrade

A corporação dos moderados está a ter o seu momento glória a propósito da débâcle da selecção nacional.

Munidos de uma impermeável rectitude, os moderados saíram à liça a verberar os que até às 17h do dia 16 de Junho cantavam loas ao futebol lusitano e a partir das 19h propalaram os seus horrores evidentes. A dedo foram acusados de duplicidade quase todos os comentadores, esse escol infalível por natureza, cujos patriarcas são o cólico Joaquim Rita e o bilioso Rui Santos, detentores do dom da certeza instantânea, aquela que descreve o passado a partir do presente como se estivesse a realizar futuro. Os moderados escusaram-se porém de denunciar esta essência do negócio daqueles cavalheiros (que sem as suas certezas estariam desempregados) mas apenas a moralidade dos seus prognósticos.

Além do escabroso pendor moralista os moderados, na sua infinita moderação, brandiram ainda a mais danosa das armas: a fatalidade sistémica. Afirmando que selecção, sendo um sistema, não pode ser óptimo antes de um jogo e péssimo depois dele, então, ou a culpa (cá vem a moral) é do sistema, ou o sistema é bom e não pode ser posto em causa por causa de um mero desafio. Tudo isto vem sintetizado no célebre axioma: “não se pode passar de besta a bestial”.

A controvérsia filosófica atingiu tais proporções que infectou algumas das melhores meninges da pátria, como a do Dr. Pulido Valente ou a do Dr. José Neves, que explanaram os seus pareceres no opinativo “Público” de sexta 20. Pulido Valente jogou ao seu nível habitual, aquela espécie de tiki-taka que só ele sabe: a bosta do nosso futebol ilustra o nosso “patriotismo espúrio” (uma bosta) que eivou a bosta da nossa política, para rematar que Portugal é uma bosta – golo! Quatro páginas antes José Neves exibe o seu gabarito académico relacionando o penálti à Panenka com o ralenti cinematográfico, vislumbre estribado numa “sugestão” conceptual de Patrice Blouin que não é futebolista nem cineasta mas, obviamente, historiador. No fim do seu ensaio adverte-nos não se percebe bem do quê, mas envolve a dialética “loucura”-“racionalidade” que é a forma de os cientistas sociais tacharem os gentios de idiotas.

Pois a despeito de tão notáveis autoridades há que afirmar que a moderação servirá à política e à culinária, indústrias onde a justeza do tempero impede que se estraguem os ingredientes, mas no futebol e noutras artes similares é mesmo verdade que se pode passar num ápice de besta a bestial e vice-versa. Não sendo inimputável, o futebol é irresponsável e um dos privilégios que confere aos adeptos é precisamente o de assobiar a besta de um jogador que errou miseravelmente um remate e, no momento seguinte, aplaudir o seu golo bestial. É para isso que vamos ao futebol, para transferirmos e para nos alienarmos – não é para termos razão.

E a selecção? Ora, um bando de fedelhos demasiado bem pagos, descomandados por um teimoso. Claro que se ganharem no Domingo e depois ao Ghana, não hesitarei em enaltecer a persistência e a coerência de Paulo Bento, além da codícia dos nossos bravos, dando por bem empregues os € 26,79 que paguei à Sport.TV.

 

(também aqui)


comentar
Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Fanfarronice ou será que ...

Prognósticos antes do jog...

Os nossos comentadores me...

Leoas às sextas

A minha costela Jota Jota

Pontos nos is.

A Europa e o Vida

Esperança

Irritação

P.O. a D.D. - A sério?

Arquivo

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

memória

comentários

selecção

bruno de carvalho

leoas

vitórias

prognósticos

há um ano

jorge jesus

campeonato

balanço

slb

arbitragem

benfica

mundial 2014

jogadores

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

euro 2016

árbitros

ler os outros

futebol

golos

clássicos

comentadores

nós

marco silva

crise

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
134 comentários
132 comentários
114 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds