14 Jun 14
Ai aguenta, aguenta
José Navarro de Andrade

 O Diego de ontem não conseguiu igualar a obra deste Diego

 

Aquilo ontem foi o séc. XVII a entrar pelo nossa época adentro. Ó da guarda, os holandeses de regresso a Salvador da Bahia e desta vez a vencerem; só faltou que trovejasse e os ossos do Padre António Vieira se levantassem do lugar secreto onde estão escondidos para os afoguentarem.

E haveriam logo os oranges de açoitarem sem dó nem piedade uma esquadra espanhola tão petulante e enfeitada como as de outrora, valha-nos que desta vez a coisa durou noventa e poucos minutos e não os oito anos da era habsburga, que para mais - e pior - preludiaram os trinta de guerra que se seguiram.

Em Salvador, terra de orixás, talvez tenham ouvido como eu ouvi, juro que ouvi, a gargalhada fantasmagórica de Mourinho, pela boca da santa de terreiro que por ali pairou, quando o Casillas andou de rojo, de gatas e de rodilhas atrás da bola a saltitar.

Esta Holanda tem um jogo tão impertinente e aleivoso que é impossível não gostar dela.


comentar
2 comentários:
De H a 15 de Junho de 2014 às 09:13
É engraçado como nisto da prática do futebol se por vezes encontram paralelos simbólicos com a História, às vezes na forma como as diferentes nações executavam a "arte da guerra".
Sempre comparei o tiki-taka com os sólidos tercios espanhóis dos séc. XVI-início de XVII, que de forma consistente e metódica desmantelavam os exércitos que os opunham no campo de batalha - e que coincidiu com o período mais brilhante de envolvimento da Espanha na política europeia e mundial. Em contraste com a medieval "fúria espanhola" que resultou em diversas Aljubarrotas militares e futebolísticas.
Entretanto, os tercios tornaram-se menos eficientes, à medida que os veteranos foram perdendo as forças. E quando toda a estrutura à sua volta colapsava em batalha, tornavam-se vítimas de si mesmos - sólidos, aguentavam o centro do campo de batalha, mas não tinham mobilidade para retirar, acabando cercados e dizimados por novos adversários, mais móveis e flexíveis.
À imagem deste jogo. Com a curiosidade histórica de um desses novos exércitos flexíveis a impor derrotas a Espanha ter sido o dos revoltosos dos Países Baixos...

SL


De José Navarro de Andrade a 15 de Junho de 2014 às 15:35
É impressionante como aquele singelo jogo de futebol pode evocar tanta coisa do séc XVII. Obrigado pelo comentário.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Fanfarronice ou será que ...

Prognósticos antes do jog...

Os nossos comentadores me...

Leoas às sextas

A minha costela Jota Jota

Pontos nos is.

A Europa e o Vida

Esperança

Irritação

P.O. a D.D. - A sério?

Arquivo

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

memória

comentários

selecção

bruno de carvalho

leoas

vitórias

prognósticos

há um ano

jorge jesus

campeonato

balanço

slb

arbitragem

benfica

mundial 2014

jogadores

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

euro 2016

árbitros

ler os outros

futebol

golos

clássicos

comentadores

nós

marco silva

crise

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
134 comentários
132 comentários
114 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds