Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

És a nossa Fé!

A coisa adivinhava-se

A coisa adivinhava-se, logo quando foram conhecidos os pré-seleccionados.

Ficou-se com mais algumas certezas, quando se conheceram os 23 finais; mas quando alguns apontavam o dedo a Paulo Bento e à sua incompetência (para sermos simpáticos e o não acusarmos de algo mais grave), logo eram acusados de clubite aguda e de estarem a defender a inclusão dos jogadores do seu Clube, só porque sim.

Ora, tudo o que alguns foram dizendo, eu incluido, foi ainda pior do que os piores cenários que foram traçados.

A clara incapacidade (ou resistência?) de Paulo Bento para uma tão necessária como óbvia renovação da equipa, trouxe-a a este estado lastimável em que se encontra: à espera de (mais) um milagre. À espera de ganhar por um cabaz ao Ghana, que até mostrou como (pasme-se) se joga contra a Alemanha e que até perdeu com os americanos com uma injustiça tremenda, já que dominaram o jogo.

Ora ontem, apesar da coisa ter corrido um poucochinho melhor, Paulo Bento, casmurro (ao contrário de Scolari há dez anos), não mudou absolutamente nada! não deu ouvidos a ninguém, e aparte as ausências forçadas, colocou a jogar os mesmos e, pior ainda, com a mesma táctica! ou seja, táctica nenhuma, em bom rigor. Teve sorte, aos 5 minutos. Os americanos distraíram-se e num ressalto feliz, Nani, que até foi dos melhores (ou dos menos maus), fez um excelente golo. E a partir daí só deu américa!

Poderia a coisa ter terminado logo ontem, mas um outro daqueles que pouco conta para Bento mostrou que com a táctica correcta, tem lugar cativo no onze de Portugal e marcou, com uma assistência brilhante do apagado Ronaldo. Falar de Ronaldo, com uma lesão bem identificada, conduz-nos a um mistério insondável: a debilidade física dos nossos atletas. Mais de meia equipa está com lesões musculares. Será apenas azar, ou haverá por ali uma pontinha de incompetência também?

Deste jogo retiro duas coisas positivas: desta vez não podem acusar o Patrício de ser o culpado e W. Carvalho demonstrou que jogar à bola, para alguns, é a coisa mais simples do Mundo!

Quinta-feira há mais. Do mesmo?

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D